publicidade

Jornal do Brasil

À Sua Saúde – JBlog – Jornal do Brasil

Quando é hora de resistir à tentação

Esta semana um paciente me enviou um e-mail com uma matéria publicado no site UOL que me fez lembrar duas famosas frases. Uma do escritor Oscar Wilde: “Resista a tudo, menos à tentação”. A outra, em tempos de visita do papa Francisco, é parte do “pai nosso”: “E não nos deixei cair em tentação, mas livrai-nos do mal”.

O motivo foi uma pesquisa publicada no veículo, segundo a qual, a forma mais fácil de perder peso é evitar as tentações. Está, portanto, lançado o desafio.

O estudo foi conduzido no campo da neurociência por equipes das universidades de Cambridge e de Dusseldorf e publicado no periódico “Neuron”. A conclusão foi de que em vez de se arriscar para que a “força de vontade” prevaleça, é mais adequado evitar a tentação. Ou seja, na hora de ir ao supermercado fazer compras, não leve para casa nada que possa desviar do regime. Quem quer evitar a cerveja ou o chocolate, deixe-os nas prateleiras e não na geladeira ou no armário.

A neurocientista Molly Crockett, responsável pelo estudo, indica que esta antecipação dos problemas é uma importante forma de autocontrole que pode ser implementada.

Os dois estudos foram feitos com grupos de homens com idades entre 18 e 35 anos e concluem que os humanos podem resistir às tentações. Mas, vale lembrar, a força de vontade pode ser perturbada por emoções, além de variar em função do fator tempo. A capacidade de criar estratégias de autocontrole é um diferencial que deve ser utilizado e que pode ser decisivo contra um vilão que está sempre à espreita: o impulso. É um problema conhecido por todos. Seja no que se refere à comida e bebida ou ao uso do cartão de crédito. Por isso, devemos estar atentos aos subterfúgios que inventamos para cedermos às tentações. O cérebro precisa estar disciplinado para evitar o risco.

Portanto, o comprometimento com sua própria saúde é o que deve levar à adoção de estratégias que evitem a tentação. A prevenção contra diferentes males passa por essa consciência. Os objetivos de longo prazo na saúde são construídos em pequenos passos, pequenas atitudes.

No que tange a alimentação, por exemplo, algumas estratégias são indicadas pelo UOL para evitar a tentação. São elas:

1) Horário: organize-se para estar com fome na hora das refeições

2) Descanse: ao chegar em casa, não avance na geladeira. Descanse antes de se alimentar

3) Sente-se: não coma antes de se sentar a mesa. Pare, observe e pense no que você irá comer

4) Comece pela salada: inicie o almoço por uma salada. Além de ter sais minerais ajuda o intestino a funcionar melhor

5) Prato bonito: coloque a comida no prato de forma bonita, atraente, que estimule a saborear os ingredientes tornando o momento mais prazeroso

6) Coma devagar: coma devagar, mastigue sem pressa e sinta o sabor real dos alimentos

7) Não guarde para o final: não deixe para o fim o que você mais gosta: esse hábito facilita que se coma em excesso

8) Foco nos objetivos: não fique pensando no que você não gosta no seu corpo. Fixe no que você quer para o seu corpo, seu objetivo

9) Controle a ansiedade: quando você estiver com ansiedade, procure ver o que está lhe causando esta tensão e se proponha a resolver. Não desconte na comida esse nervosismo

10) Beba água: beba entre um e dois litros de água diariamente. Além de melhorar a eliminação e o metabolismo, o hábito torna sua pele mais bonita

Portanto, pelo menos nessas atitudes relativas à sua saúde, vale deixar o conselho do Oscar Wilde de lado e se prevenir.

Bom fim de semana.

 

Postado por flaviocure às 21:09

Compartilhe:

Nenhum comentário