publicidade

Jornal do Brasil

À Sua Saúde – JBlog – Jornal do Brasil

“Eu sou 12 por 8” e você?

“Eu sou 12 por 8” esse é o mote da campanha lançada pela Sociedade Brasileira de Cardiologia para ajudar a conscientizar a população quanto à necessidade da prevenção contra a hipertensão arterial.  No Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão, realizado no último domingo, dia 26, médicos de todo o país voltaram a insistir na necessidade de cuidados especiais para evitar cerca de 350m mil mortes por problemas cardiovasculares anualmente. Segundo as avaliações, dessas, cerca 57,5 mil mortes por infarto e 63 mil por Acidentes Vasculares Cerebrais (AVCs) poderiam ser evitadas se houvesse prevenção e controle da doença.

Segundo análise a Organização Mundial da Saúde, a falta de tratamento da hipertensão pode levar a até 16,5 anos de redução na expectativa de vida. A doença não controlada, no Brasil, é responsável por metade dos casos de infato no Brasil e mais da metade no caso dos AVCs.

Segundo análise do Departamento de Hipertensão da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) em 22 estudos populacionais realizados ao longo dos últimos 20 anos,  a doença atinge 32,5% da população adulta. Na faixa de 60 a 69 anos, mais de 50% das pessoas e 75% daqueles acima de 70 anos.

Como já alertei aqui diversas outras vezes, é fundamental o acompanhemento regular dos indicadores de saúde. Vale ressaltar que a hipertensão não apresenta sintomas na maior parte das vezes. Até que se manifesta das formas agressivas já relatadas.

Os exames para identificar a hipertensão são básicos. E o importante é que uma vez descoberta a doença, o paciente seja disciplinado e tome os medicamentos da forma prescrita pelo médico, com o objetivo de regular a pressão sanguínea nas artérias e evitar o sobreesforço do coração para fazer o sangue circular no corpo.

O  “12 por 8” é uma referência à pressão ideal, dentro de limites que podem variar de numa pressão normal em repouso entre os 100 e 140 mmHg para a sistólica(máxima) e entre 60 e 90 mmHg para a diastólica(mínima). Além dos citados infarto e AVC, a hipertensão pode ser uma das causas de cegueira, insuficiência renal crônica e insuficiência cardíaca.

Péssimos hábitos alimentares, como excessos na ingestão de sal ou de álcool, propiciam o desenvolvimento da doença.

Não postergue, faça os exames de rotina.

Previna-se, pelo seu futuro.

 

 

 

Postado por flaviocure às 12:11

Compartilhe:

Nenhum comentário