publicidade

Jornal do Brasil

À Sua Saúde – JBlog – Jornal do Brasil

Fascite plantar, os pés exigem cuidados

Dores na sola do pé depois de ficar muito tempo em pé ou fazer caminhadas pode ser sintomas da fascite plantar. Uma doença que atinge boa parte da população. É uma das patologias mais comuns nos pés e que ocorre em função de um estresse excessivo no membro. Ela ocorre em função da inflamação do tecido chamado de “fáscia plantar”, que conecta o calcâneo (osso que forma o calcanhar) aos dedos.

A doença provoca dores nos calcanhares ou sola no arco do pé.  Normalmente os pacientes relatam que as dores, sensação de queimação e rigidez pioram ou são mais fortes logo pela manhã, quando dão os primeiros passos. Ou em atividades como subir escadas e quando ficam de pé por muito tempo. Também, e essa tem sido uma queixa crescente, após atividades físicas intensas. Com a disseminação das corridas pelas ruas da cidade, cada vez mais gente apresenta o problema.

A prevenção, para evitar que a inflamação da fáscia plantar ocorra, tem diferentes aspectos, tais como evitar o sobrepeso, pois quanto maior o peso do corpo, maior é a pressão sobre a sola do pé. Também adotar o alongamento dos pés como uma rotina, especialmente quando se pratica esportes que sobrecarreguem os mesmos. Além disso, procurar manter a flexibilidade na área do tornozelo, músculos da panturrilha e do tendão de Aquiles.

Além desses fatores, também algumas alterações biomecânicas contribuem para a manifestação da doença, como o chamado pé chato, a pisada hiperpronada, ou seja excessiva rotação do pé de dentro para fora ao caminhar e o sobrepeso. Vale ressaltar ainda a necessidade de utilizar calçados adequados aos pés, sob risco de provocar ou agravar a doença.

O conselho é: sentiu desconforto, procure o médico. Em caso de emergência, a dor pode ser aliviada com a aplicação de gelo ou calor e preventivamente com muito alongamento e massagens. Remédios, como anti-inflamatórios, só com prescrição profissional.

Aproveite o fim de semana. Não deixe de fazer seus exercícios, mas lembre-se de adequá-los à sua capacidade, sem exageros.

 

Postado por flaviocure às 18:14

Compartilhe:

Nenhum comentário