publicidade

Jornal do Brasil

À Sua Saúde – JBlog – Jornal do Brasil

Sedentarismo agrava menopausa das latinas

Sigo nesta semana com a abordagem da importância dos exercícios físicos para a saúde. Desta vez abordo um estudo publicado na edição online do

O estudo contou com a participação de mulheres de onze países latino americanos, a partir de dados do Grupo Colaborativo de Pesquisas do climatério na América Latina. As 6.079 mulheres envolvidas tinham idades entre 40 a 59 anos. Elas responderam a questionários com perguntas sobre diferentes aspectos da saúde, tais como depressão, insônia, ansiedade e sintomas da menopausa. Nesse caso ondas de calor, dores, humor, problemas sexuais, problemas de bexiga, por exemplo. Além destes, informações sobre níveis de atividades.

Foram considerados sedentárias aquelas com prática de atividade física regular menor do que três sessões semanais de 30 minutos cada. Aí incluídas atividades como caminhadas, corridas, natação, por exemplo.

Os resultados apontaram 64% das mulheres como sedentárias. Destas, 16% tiveram sintomas mais severos da menopausa, quando comparadas com 11% entre as mulheres classificadas como ativas. Outros problemas indicados para o grupo das sedentárias foram maiores incidências de obesidade, depressão, ansiedade e insônia.

Como falei aqui no artigo passado, no de terça-feira, os benefícios da prevenção por meio da atividade física – mesmo com todas as ressalvas de dados não conclusivos em muitos casos – são evidentes. O praticante de atividade física regular condiciona seu organismo a ser mais resistente. Consegue melhorar seu sistema imunológico, tem maior resistência muscular, reage melhor aos baques que as doenças produzem.

Vale lembrar que atividades físicas não precisam ser necessariamente malhar numa academia, o que é rejeitado por muitos.  Pode ser, por exemplo, uma aula de dança, uma caminhada na praia ou no parque, pilates ou hidroginástica, por exemplo. No cotidiano optar pela escada comum em vez da rolante ou do elevador. Saltar do ônibus um ponto antes e andar até o destino e outras pequenas ações que façam o corpo entrar em movimento.

Por isso, mulheres e homens, pratiquem exercícios. Ajudem seus organismos a se protegerem

Bom fim de semana.

 

Postado por flaviocure às 10:11

Compartilhe:

Nenhum comentário

Exercícios na prevenção contra o câncer

Uma entrevista publicada pela BBC Brasil na semana passada vem ratificar o que dizemos há tempos de diferentes formas: exercícios físicos são fundamentais para prevenção da saúde humana.  Mais ainda: aponta a relação dos exercícios com a prevenção do câncer, particularmente os da pós-menopausa, o de cólon, o de endométrio (útero) e alguns tipos de câncer gastrointestinal superior.

A entrevista foi concedida pela médica Denny Levitt, do Hospital Universitário de Southampton, Inglaterra, especialista em medicina intensiva e perioperatória. Ela ressalta que ainda há pesquisas em andamento para apontar a relação entre os exercícios e a proteção à saúde, mas que já há ampla aceitação da correlação.

A entrevista cita estudos epidemiológicos que indicam que cerca de 10% dos casos de câncer de mama após a menopausa registrados na região da Ásia-Austrália podem ser atribuído diretamente à inatividade física.

Ela afirma ainda que pessoas em melhor condição física ampliam o tempo de em cinco ou dez anos, mesmo quando considerados fatores de risco como obesidade ou tabagismo.

Entre as  motivações desta melhor resistência, a médica aponta a melhor capacidade de suportar o agressivo tratamento que o organismo sofre no combate ao câncer. Seja com as intervenções cirúrgicas ou as radioterapias, quimioterapias e a toxidade dos medicamentos. Embora ressalte que está em fase inicial de pesquisa, ela lembra que o exercício é “anti-inflamatório” e levanta a possibilidade de alguma relação entre os dois fatores

Para completar e subvertendo toda as indicações tradicionalmente indicadas, ela discorda das recomendações para repouso dos pacientes quando adoecem. Afirma: ainda que tenham sido diagnosticados com câncer, o descanso não é a solução. É preciso manter-se ativo….É como dizer que, se você se sente mal, deve se deitar e isso ajudará você a se recuperar. Mas, de fato, parece ser ao contrário. O movimento, o exercício e a atividade física depois de uma cirurgia de câncer ou durante o tratamento podem melhorar o prognóstico em longo prazo.”

É uma teoria interessante, especialmente no que diz respeito à prevenção. Afinal, uma vez doente, não é fácil encontrar disposição para despender energia. Mas devemos, com certeza, fazer o máximo que podemos para melhorar nossos condicionamentos físicos. Lembre-se do que sempre digo aqui: 30 minutos de exercício moderado por dia já são de grande valia para a sua saúde.

Mexa-se!

 

Postado por flaviocure às 18:22

Compartilhe:

Nenhum comentário

Cuidados e ações contra o choque anafilático

Nesta época de verão, quando muitos estão de férias, viajam, passeiam, comem fora de casa, fogem da rotina, podem aumentar também os riscos da ingestão de alimentos ao qual se é alérgico e sofrer com o famoso choque anafilático, ou anafilaxia. Esta é uma reação grave, que pode levar até a morte, caso não seja tratada imediatamente.

Embora seja mais comum ocorrer em quem já tem histórico de alergia a algumas substâncias, pode surpreender e acontecer em quem nunca apresentou o quadro. Em geral os sintomas são imediatos, tão logo a pessoa entra em contato com a substância, mas pode demorar até uma hora para o problema se manifestar. O que ocorre normalmente com inchaço ou dificuldade para respirar. Há casos em que há uma recaída no período entre 48 e 72 horas após o primeiro episódio.

Em casos graves pode haver um inchaço na garganta que impeça a passagem de ar para os pulmões. Portanto, não há tempo a perder. O indicado é a busca urgente de um serviço de assistência médica, onde equipamentos e medicamentos adequados ajudarão na reversão do quadro.

Os sintomas aos quais se deve ficar atento são, entre outros, a dificuldade para respirar ou respirar com chiado; bocas, olhos e nariz inchados, coceira e vermelhidão na pele, tonturas e sensação de desmaio, aceleração dos batimentos cardíacos, dores na região abdominal, aumento da produção de suor, vômitos, náuseas, confusão mental e desmaio. Esses sintomas podem ocorrer isoladamente ou mais de um simultaneamente.

Alguns alimentos são vilões conhecidos dos alérgicos, como o camarão ou o amendoim, nozes, sementes de girassol, leite, outros frutos do mar, ovos; alguns medicamentos – até mesmo o popular AAS ou a penicilina, por exemplo, picadas de insetos como abelhas ou algumas formigas.

Quem já teve algum episódio de choque anafilático deve tomar algumas precauções. A primeira delas é saber com precisão qual a substância à qual tem alergia e procurar evitar sua ingestão. Outra dica importante é que a pessoa utilize alguma indicação sobre sua doença, como uma pulseira, pois muitas vezes pode haver impossibilidade de comunicação dela com o  médico para informar sofrer com a alergia (pode, por exemplo, estar desmaiada). Dessa forma, o médico poderá atuar com maior presteza.

Para quem presencia um caso de choque anafilático é importante buscar o mais rápido possível o socorro. Um caminho é ligar para o SAMU, no 192. Além disso, deve procurar manter a calma e proteger o paciente, mantendo uma área livre para que ele possa respirar, e procurar, em caso de desmaio, deitá-lo de lado.

Aproveite as férias e os momentos de lazer, mas observe sempre com atenção cada produto que você ingere.  Sua saúde também depende de suas ações.

Bom fim de semana.

 

Postado por flaviocure às 18:28

Compartilhe:

Nenhum comentário