publicidade

Jornal do Brasil

À Sua Saúde – JBlog – Jornal do Brasil

Remédios e substâncias que podem prejudicar os ossos

Os medicamentos abordados nesse artigo possuem importantes funções terapêuticas, portanto seus benefícios devem ser pesados em relação aos seus riscos. Os corticóides, antiácidos, antidepressivos, antiepilépticos e medicamentos para o câncer de mama tem efeitos adversos nos ossos.

O seu médico deve lhe monitorar antes de usar essas substâncias, incentivando a ingesta de cálcio e vitamina D e exercícios.Tudo isso como tentativa de prevenção da osteoporose.  Medicamentos que induzem a osteoporose são comuns e a lista de remédios que fragilizam os ossos só aumenta. Profissionais da saúde precisam reconhecer essas substâncias para minimizar os efeitos que podem causar osteopenia e osteoporose.

A osteoporose é uma doença sistêmica causada por densidade mineral baixa nos ossos e mudanças na microestrutura esquelética. Alguns fatores de risco são bem conhecidos, porém o efeitos colaterais desses medicamentos ainda estão sendo relatados.

Dentre eles:

 

– Corticóides.

– Antiácidos.

– Antidepressivos.

– Antiepilépticos.

– Medicamentos para o tratamento de câncer de mama.

– Anticoagulantes.

– Diuréticos.

– Agentes anti-retrovirais.

– Terapia de privação de andrógeno.

– Acetato de medroxiprogesterona.

 

Como administrar essas substâncias?


– Reavaliar a necessidade do uso do medicamento.

– Usar a menor dosagem e duração possíveis.

– Aconselhar a mudança de hábitos dos pacientes. Exercícios para perda de peso, diminuir o uso de álcool e tabaco.

– Cálcio e vitamina D suplementares.

– Monitoramento da densidade dos ossos.

– Iniciar tratamento de osteoporose se necessário.

Os medicamentos descritos acima são muito importantes, porém é necessário comparar seus benefícios e riscos com cuidado.

Todos os pacientes devem receber conselhos sobre mudanças nos seus estilos de vida, cálcio e vitamina D suplementares e monitoramento de fatores de risco adicionais para osteoporose.

Procure seu médico e previna-se!

 

 

Fonte: Cleveland Clinic.

Postado por flaviocure às 12:39

Compartilhe:

Nenhum comentário