publicidade

Jornal do Brasil

À Sua Saúde – JBlog – Jornal do Brasil

Como parar de fumar com a ajuda do governo?

Você quer parar de fumar?

O governo brasileiro oferece tratamentos gratuitos para qualquer pessoa que deseja parar de fumar.

Para informações sobre locais e horários de tratamento procure centros/postos de saúde do seu município.

A coordenação de Controle do Tabagismo na Secretaria Estadual de Saúde e o Disque Saúde 136 também oferecem informações.

A pessoa que quiser parar de fumar precisa inicialmente procurar a unidade de tratamento mais próxima de casa e pedir para iniciar o tratamento.

Uma avaliação clínica será feita para avaliar o grau de dependência do fumante.

Além dos exames a entrevista com o paciente será feita para saber quantos cigarros ele fuma por dia, quando começou a fumar e quanto tempo passa sem um cigarro.

Se a dependência for considerada física, o fumante é encaminhado a um grupo de apoio, coordenado por um ou dois médicos, que se reúne 4 vezes por semana.

Nos encontros um manual anti-tabagismo é oferecido. Os pacientes tem que escrever uma lista de motivos pelos quais fumam e porque querem parar.

O uso de medicamentos para suprir a ausência de nicotina no organismo é frequente. Adesivos e chicletes de nicotina são fornecidos de graça para combate a abstinência.

Geralmente os pacientes com dependência psicológica precisam de outros tipos de medicamentos como o anti-depressivo Bupropiona (também fornecidos sem custo).

Nos casos mais graves, o paciente é encaminhado para um tratamento mais especializado.

Pacientes também podem optar pelo tratamento individual.

Benefícios após parar de fumar:

Após 20 minutos- Pressão sanguínea e pulsação voltam ao normal.

Após 2 horas- Nicotina sai do sangue.

Após 8 horas- Nível de oxigênio no sangue se normaliza.

Após 12 a 24 horas- Os pulmões já funcionam melhor.

Após 2 dias- O olfato e paladar ficam mais avançados.

Após 3 semanas- A respiração e circulação melhoram.

Após 1 ano- O risco de morte por infarto é reduzido pela metade.

Após 10 anos- O risco de sofrer infarto do miocárdio se iguala a pessoas que nunca fumaram.

Parar de fumar é possível!

Para mais informações procure o seu médico.

 

Fonte: Site AntiDrogas

Portal Saúde

Rio Gov

 

Postado por flaviocure às 17:31

Compartilhe:

Nenhum comentário

Vacina HPV para homens e mulheres:

A maior parte das informações que temos hoje em dia sobre o vírus HPV são
voltadas para mulheres, porém esse vírus também pode causar diversos
problemas de saúde nos homens.

É importante que os homens saibam como se prevenir e reduzir os riscos de
infecção.

A infecção de HPV pode aumentar o risco de câncer genital, mesmo não
sendo muito comum.

HPV pode causar verrugas genitais em homens e mulheres.

Mais da metade dos homens sexualmente ativos nos Estados Unidos vão ter
HPV em algum ponto da vida. Frequentemente, o homem que foi infectado
pelo vírus irá se curar sozinho sem problemas de saúde.

Nos homens, o vírus HPV pode causar câncer no anus e pênis.

O risco de câncer anal é 17 vezes maior em homens homossexuais e bissexuais.

É muito raro qualquer tipo de sintoma de HPV, o mais comum são a verrugas
genitais.

Não existem testes rotineiros para detecção de HPV, porém testes de
papanicolau são indicados por médicos para gays e bissexuais. Nesse teste
o médico coleta células anais do paciente para exames.
Não existem tratamentos para a infecção do vírus HPV em homens. Existem
somente tratamento para doenças causadas pelo HPV.

A vacina HPV (gardasil) foi aprovada para homens no ano de 2009.

Em um relacionamento sexual de longo prazo é provável que o vírus seja
transmitido facilmente. O tempo em que o homem se cura é mais rápido do
que em mulheres.

Se seu parceiro é diagnosticado com HPV não quer dizer que ele teve
relações sexuais com outras pessoas recentemente. O vírus pode ficar no
organismo sem apresentar sintomas.

A abstinência sexual é uma forma de prevenção contra a infecção do vírus
HPV. A camisinha não é 100% efetiva contra HPV.

Para saber mais procure o seu médico.

Fonte: WebMD.

 

Postado por flaviocure às 15:42

Compartilhe:

Nenhum comentário