publicidade

Jornal do Brasil

À Sua Saúde – JBlog – Jornal do Brasil

Você tem transtorno de ansiedade generalizada?

É normal se sentir ansioso de vez em quando, porém a ansiedade excessiva que afeta o dia a dia pode ser um sinal de transtorno de ansiedade generalizada (TAG).

Crianças e adultos podem desenvolver esse transtorno. O TAG possui sintomas similares a síndrome do pânico, transtorno obsessivo-compulsivo e outro tipos de anexidade.

Viver com transtorno de ansiedade generalizada pode ser um grande desafio de longo prazo. Em muitos casos esse transtorno ocorre paralelamente a outras desordens.

Remédios, terapia e mudanças no estilo de vida podem melhorar a situação do paciente.

Os sintomas incluem:

– Preocupação persistente sobre problemas pequenos ou grandes para eventos futuros.

– Inabilidade em parar de se preocupar.

– Dificuldade para relaxar.

– Dificuldade em se concentrar.

– Preocupação em se preocupar demais.

– Achar que algo de ruim vai acontecer.

– Fadiga.

– Irritabilidade.

– Problemas de sono.

– Sudorese.

– Enjoo e diarreia.

– Dor de cabeça.

Crianças e adolescentes também podem se preocupar com:

– Performance escolar e esportiva.

– Perfeccionismo.

– Passar muito tempo fazendo o dever de casa.

– Falta de confiança.

– Vida social.

A ajuda médica é indicada se a pessoa sentir os sintomas mencionados a cima.

A causa exata para o TAG ainda não é totalmente entendida, mas pode incluir a genética do paciente e outros fatores de risco.

A personalidade, a genética e o sexo feminino são fatores que aumentam o risco de transtorno de ansiedade generalizada.

Entre as complicações estão:

– Depressão.

– Abuso de substancias como álcool e remédios.

– Problemas do coração.

Muitos especialistas usam o manual de desordens mentais, publicado pela associação de psiquiatria americana, para diagnosticar o transtorno de ansiedade generalizada. Os critérios incluem:

– Ansiedade e preocupação excessiva durante os últimos 6 meses.

– Dificuldade em controlar o sentimento de preocupação.

– Pelo menos 3 dos seguintes sintomas em adultos e 1 em crianças: Inquietação, fadiga, dificuldade em se concentrar, irritabilidade, tensão muscular e problemas no sono.

– Abuso de substancias como o álcool e remédios.

Os dois tratamentos mais importantes para o TAG são a psicoterapia e o uso de medicamentos (antidepressivos e ansiolíticos).

Mudanças no estilo de vida como exercícios e dietas são indicados para melhorar a situação dos pacientes que sofrem de ansiedade. Também é indicado evitar o consumo de álcool, café e nicotina.

Quanto mais cedo o tratamento for iniciado melhor.

Para mais informações procure o seu médico.

 

 

 

Postado por flaviocure às 12:22

Compartilhe:

Nenhum comentário