publicidade

Jornal do Brasil

À Sua Saúde – JBlog – Jornal do Brasil

Vamos nos atualizar sobre alergia?


Alergias ocorrem quando o sistema imunológico reage à substâncias externas, como o pólen, veneno de abelha, pelos de animais e etc.

Esse sistema produz anticorpos, os quais, identificam um alérgeno específico que pode ser prejudicial, mesmo não sendo.

Como resposta, o sistema imunológico pode danificar a pele, seios paranasais, vias aéreas e o sistema digestivo.

A gravidade de uma alergia pode variar de pessoa para pessoa ( desde uma pequena irritação até uma anafilaxia).

Mesmo que a maioria das alergias não tem cura, tratamentos podem ajudar a aliviar e prevenir os sintomas.

Sintomas:

 

– Febre do feno (rinite alérgica). Causa espirro, coceira no nariz, olhos e céu da boca, nariz entupido e olhos vermelhos.

– Alergia a comida. Causa formigamento na boca, inchaço nos lábios, língua, cara e garganta, urticária e anafilaxia.

– Alergia a picada de inseto. Causa inchaço na área aonde ocorreu a picada, coceira no corpo, tosse e dificuldades na respiração e anafilaxia.

– Alergia a remédios. Causa urticária, coceira na pele, assaduras, inchaço da face, respiração debilitada e anafilaxia.

– Dermatite atópica (eczema). Faz com que a pele coce, descasque e fique avermelhada.

Alguns tipos de alergia podem desencadear uma reação grave conhecida como anafilaxia (uma emergência médica que apresenta risco de morte).

Sinais e sintomas de anafilaxia incluem:

 

– Perda de consciência.

– Pressão sanguínea baixa.

– Forte falta de ar.

– Erupção cutânea.

– Tonturas.

– Pulsação rápida e fraca.

– Enjoo e vômitos.

Uma alergia começa quando o sistema imunológico confunde uma substância normal e inofensiva por uma substancia perigosa. São produzidos então anticorpos que ficam em alerta para aquele alérgeno em particular. Quando a exposição ao alérgeno ocorre de novo, os anticorpos liberam produtos químicos do sistema imunológico, como a histamina, que causam os sintomas alérgicos.

Os gatilhos alérgicos comuns incluem:

 

– Alérgenos aéreos, como o pólen, pelos de animais, ácaros e mofo.

– Certos alimentos, como amendoins, nozes, trigo, soja, peixe, ovos e leite.

– Picadas de insetos, como abelhas ou vespas.

– Remédios, como penicilina ou derivados da mesma.

– Látex ou outras substancias tocadas, as quais, podem causas reações alérgicas.

Fatores de risco:

 

– Histórico familiar de asma ou alergia.

– Crianças podem desenvolver mais alergias que os adultos, porém podem supera-las ao envelhecerem.

– Ter asma ou outra condição alérgica.

Alergias aumentam o risco de outros problemas médicos:

 

– Anafilaxia.

– Asma.

– Sinusite e infecções nos ouvidos e pulmão.

– Complicações fúngicas dos seios paranasais ou pulmão.

O exame de sangue e de pele irão ajudar o médico a entender a origem alérgica.

Tratamento:

 

– Evitar as substancias que causam alergia.

– Remédios.

– Imunoterapia.

– Epinefrina de emergência.

O tratamento alternativo pode incluir acupuntura e a ingestão de produtos alérgicos em grávidas para que seus filhos se previnam de futuras alergias.

É muito importante se conhecer e entender o que pode causar alergia.

Para mais informações procure o seu médico.

 

Fonte:MAYOCLINIC

Postado por joaoflavio às 14:06

Compartilhe:

Nenhum comentário