publicidade

Jornal do Brasil

À Sua Saúde – JBlog – Jornal do Brasil

Vamos nos Atualizar sobre o Vitiligo?

O que é o Vitiligo?

O vitiligo é uma alteração na pele mudando sua cor. Suaves tons esbranquiçados ou áreas totalmente brancas aparecem, podendo também afetar o cabelo.

Essa condição ocorre quando os melanócitos (células da pele que que produzem a melanina) são destruídos pelo sistema imunológico.

Como o Vitiligo se desenvolve?

O vitiligo geralmente começa com pequenas manchas brancas que gradualmente se espalham pelo corpo (Processo que dura diversos meses). A doença pode se desenvolver em qualquer parte do corpo, incluindo as membranas mucosas (boca, nariz, genitália e áreas retais), olhos e parte interna da orelha. Porém, na maioria dos casos começa nas mãos, antebraços e face.

Em alguns casos a parte afetada da pele pode recuperar a cor perdida.

O que causa o Vitiligo?

A causa do vitiligo ainda é desconhecida, todavia existem diversas teorias.

– Desordem autoimune. O sistema nervoso afetado pode destruir os melanócitos.

– Fator genético. Cerca de 30% dos casos de vitiligo são hereditários.

– Fatores neurológicos. O sistema neurológico pode liberar toxinas que são tóxicas para os melanócitos.

– Autodestruição. Um defeito nos melanócitos causa com que os mesmos se destruam.

O vitiligo também pode ser desencadeado por certos eventos, como estresse psicológico e emocional.

Que Problemas estão Associados com o Vitiligo?

Mesmo que o vitiligo apresente principalmente problemas estéticos, outras complicações podem ser sentidas.

– Devido a falta de melanócitos, as manchas brancas tem maior sensibilidade ao sol (essas áreas queimam ao invés de bronzear).

– Problemas na retina. Inflamação e até mudança de cor na retina (A visão não é afetada na maioria dos casos).

– Outras doenças autoimunes. Pessoas que tem vitiligo estão mais propensas à outras doenças autoimunes como diabetes, alopecia areata e hipertireoidismo.

Quais são os Tipos de Vitiligo?

O vitiligo pode ser segmentado ou generalizado. O primeiro ocorre em somente um lado ou área do corpo, enquanto o segundo se espalha por diversas partes do corpo. Outros subtipos incluem o vitiligo focal, de mucosas, segmentado, vulgar, misto, universal e acrofacial.

O Vitiligo é Comum?

O vitiligo afeta 1% da população mundial. Todas as raças e gêneros são vulneráveis à essa doença.

É mais comum entre as idades de 10 à 30 anos, sendo raro em pessoas muito jovens ou idosos.

Como o Vitiligo é diagnosticado?

As manchas brancas são facilmente diagnosticadas, no entanto o médico poderá usar uma lâmpada

UVB (de raios UV) para melhor análise da pele.

Como o Vitiligo é tratado?

Não existe cura para o vitiligo. O objetivo do tratamento é criar um tom de pele uniforme restaurando ou eliminando os pigmentos.

– Terapia de camuflagem:

. Uso de protetor solar para diminuição do contraste na pele.

. Maquiagem.

. Tingir o cabelo (se a doença atingir o cabelo).

. Despigmentação da pele para que a mesma fique igual as áreas afetadas.

– Terapia de repigmentação:

. Uso de corticosteroides.

. Vitamina D tópica.

. Imunomoduladores tópicos.

– Terapia com Luz:

. Luz ultravioleta.

. Laser.

O tratamento para o vitiligo também inclui cirurgia.

Perspectiva de Tratamento:

Cerca de 10% à 20% dos pacientes recuperam totalmente a cor da pele após o tratamento. As chances de sucesso do tratamento aumentam se:

– O paciente for jovem.

– A doença atingiu seu pico em menos de 6 meses.

– A doença se desenvolveu principalmente na cara.

O vitiligo pode causar estresse psicológico e afetar a confiança e convívio social. O acompanhamento psicológico também é indicado.

Para mais informações procure o seu médico.

 

 

 

 

Postado por joaoflavio às 15:40

Compartilhe:

Nenhum comentário