publicidade

Jornal do Brasil

À Sua Saúde – JBlog – Jornal do Brasil

Você sabia que Nutrientes podem Restaurar seu Pulmão?

Existem frutas que podem melhorar o funcionamento do pulmão em ex fumantes e também ajudar pessoas que nunca fumaram.

A medida que envelhecemos começamos a perder eficiência no funcionamento dos pulmões. Essa mudança pode ser acelerada quando nos expomos a poluentes, toxinas, cigarros e doenças.

Parar de fumar pode melhorar o funcionamento do pulmão, bem também como medicamentos e o uso de inaladores. Porém, o que não é muito falado, é o papel de certos nutrientes na melhora do funcionamento do pulmão.

Estudos recentes apontam para relação de certos alimentos e a melhora da saúde do pulmão para fumantes e ex fumantes.

Uma dieta rica em tomates e frutas, principalmente maças, pode preservar o funcionamento dos pulmões e restaurar danos já causados pelo cigarro.

Um estudo feito pela “escola de saúde pública Johns Hopkins Bloomberg” separou 700 adultos e os analisou por 10 anos.

As pessoas no estudo responderam a perguntas sobre suas dietas nos 12 meses anteriores à avaliação. Mais de 40% dos participantes haviam fumado em algum momento de suas vidas e 16% eram fumantes atuais quando o estudo começou.

Os pesquisadores mediram a função pulmonar dos participantes, tanto a quantidade de ar que uma pessoa poderia exalar de seus pulmões em um segundo (conhecido como VEF1) e a quantidade total de ar que uma pessoa poderia inalar em seis segundos (FVC). Fatores como o índice de massa corporal de uma pessoa, sexo, idade, status socioeconômico e atividade física também foram levados em conta.

As maçãs melhoraram as duas formas de função pulmonar. Quanto mais frutas e maçãs uma pessoa comeu, menos sua capacidade de expirar declinou. A ingestão total de maçãs, bananas, tomates, ervas e vitamina C também foi associada a uma deterioração mais lenta na inalação ou FVC.

Os tomates também tiveram um grande efeito. Os adultos que comeram mais de dois tomates ou mais de três porções de frutas frescas por dia, tiveram em média, um declínio mais lento na função pulmonar em comparação com aqueles que comeram menos de um tomate ou menos de uma porção de fruta por dia. O efeito foi ainda maior entre os ex-fumantes. Os tomates são uma importante fonte de licopeno, um carotenoide conhecido por suas propriedades anti-inflamatórias e isso, pode estar por trás dos benefícios que eles produzem, acreditam os pesquisadores.

Frutas, vegetais e ervas são também potentes fontes de flavonoides, compostos que têm efeitos antioxidantes e anti-inflamatórios. Tais compostos podem contribuir para uma função pulmonar mais favorável, promovendo a restauração do tecido pulmonar que foi prejudicada pelo tabagismo.

Os efeitos protetores só foram observados com frutas e vegetais frescos, não processados.
“Este estudo mostra que a dieta pode ajudar a reparar danos pulmonares em pessoas que pararam de fumar. Também sugere que uma dieta rica em frutas pode retardar o processo de envelhecimento natural do pulmão, mesmo que você nunca tenha fumado “, disse Vanessa Garcia-Larsen, autora principal do estudo e professora assistente no Departamento de Saúde Internacional da Bloomberg School.

Os resultados deixam claro que a dieta pode ajudar a preservar a função pulmonar, especialmente para pessoas com risco de desenvolver doenças respiratórias como a DPOC (doença pulmonar obstrutiva crônica).

Os alimentos e nutrientes podem mudar nossas vidas para melhor!

Nós somos o que comemos!

Para mais informações procure o seu médico.

 

FONTE:THEDOCTORWILLSEEYOUNOW.

Postado por joaoflavio às 19:37

Compartilhe:

Nenhum comentário

Você come para ter um Coração Saudável?

Siga as dicas e estratégias nutricionais abaixo para reduzir ou até eliminar fatores de risco como colesterol, pressão sanguínea, açúcar no sangue, triglicerídeos e peso.

Enquanto a maior parte das dietas fala no que não se pode comer, as dietas mais poderosas focam no que se pode e se deve comer. De fato, pesquisas vem mostrando que adicionar certas comidas no dia a dia é tão importante quanto cortar outras.

Diminuir gorduras saturadas e trans:

A gordura é um nutriente necessário para o funcionamento do corpo. Porém, muitas vezes é ingerida em excesso quando os alimentos são processados, congelados, fritos ou muito doces. A combinação de uma vida sedentária e uma ingestão de gordura exagerada pode trazer problemas para o coração, também como diabetes e obesidade.

A associação americana do coração e o colégio americano de cardiologia insistem veementemente que as gorduras saturadas e trans devem ser limitadas nas dietas.

Escolha gorduras monoinsaturadas ou poli-insaturadas (de óleos de azeite e canola, nozes, sementes, abacate, azeitonas, linhaça, soja e peixe gordo).

Coma mais frutas e vegetais:

Adicionar ao dia a dia 7 porções de frutas e vegetais, fornece uma variedade de antioxidantes, vitamina B, fibras e prevenção de doenças.

Uma porção de fruta inclui: ½ banana, ½ toranja, 2 colheres de sopa de frutas secas, ½ copo de fruta enlatada, ½ à ¾ copo da maioria das frutas.

Uma porção de vegetal inclui: ½ copo de vegetais cozidos e 1 copo de vegetais crus.

Coma um arco-íris de cores:

Cenouras e laranjas, pimenta vermelha, tomates, framboesas, pêssegos, ameixas, aipo verde, alfaces, kiwis, pimentões e bananas. Escolher um arco-íris de cores para comer assegura a entrada de nutrientes diversos no organismo.

Coma mais fibras:

Comer fibras pode diminuir o colesterol. Inclui-las na dieta faz com que o organismo absorva e digira nutrientes com maior facilidade.

Além de diminuir o colesterol, comer fibras ajuda a controlar o açúcar no sangue, previne de doenças gastrointestinais e ajuda a controlar o peso.

É recomendada uma ingestão diária de pelo menos 25 gramas de fibras diariamente.

Substitua proteína animal por vegetal:

Comer carne de vaca, porco, galinha com pele, leite e queijos aumenta a quantidade de colesterol e gordura saturada no corpo. Isso aumenta o risco de doenças cardiovasculares e peso.

Substituir refeições gordas por pratos sem carne é bom para a saúde. A carne vermelha não deve ser consumida mais de uma vez por semana.

Coma grãos integrais:

Diminua a ingestão de carboidratos refinados. Os grãos integrais possuem mais vitaminas, antioxidantes e fibras do que carboidratos refinados.

Escolha produtos lácteos com baixo teor de gordura ou não gordurosos:

A associação americana do coração sugere a ingestão de 2 a 3 porções de lacticínios não gordurosos por dia. Leite desnatado, iogurte sem gordura, queijo cottage e queijos com baixo teor de gordura.

Maneire no álcool:

Beber com moderação é crucial para se ter uma boa saúde. Mulheres devem beber até 1 copo de bebida alcoólica por dia e homens 2.

Uma dieta saudável pode controlar muito mais que o peso.

Para mais informações converse com o seu médico.

 

FONTE:CLEVELANDCLINIC.

Postado por joaoflavio às 19:47

Compartilhe:

Nenhum comentário