publicidade

Jornal do Brasil

À Sua Saúde – JBlog – Jornal do Brasil

Atualização sobre Apneia do Sono:

O ronco alto e explosivo é uma das características da apneia obstrutiva do sono, que afeta até 25% dos homens e 10% das mulheres.

Este problema respiratório noturno freqüentemente perturba o sono, deixando as pessoas cansadas e irritadas durante o dia. Mas a apneia do sono também pode aumentar a pressão arterial,  o risco de entupimento das artérias do coração e causar distúrbios no ritmo cardíaco, insuficiência cardíaca e derrame.

O tratamento padrão, chamado pressão positiva nas vias aéreas ou PAP (que usa uma máquina de cabeceira que fornece um fluxo de ar através de uma máscara facial) é muito eficaz. Porém, muitas pessoas acham o dispositivo desafiador para usar de forma consistente.

Por causa dessa dificuldade em tolerar o dispositivo, algumas pessoas não usam sua máquina PAP todas as noites, enquanto outras removem durante o sono.

O uso do PAP deve ser feito paralelamente à check-ups periódicos com um especialista em medicina do sono, o qual pode ajustar a programação da sua máquina e tornar mais fácil a sua utilização.

Dicas para usar a máquina PAP:

Os aparelhos mais antigos de PAP , chamados de máquinas de pressão positiva contínua das vias aéreas (CPAP), produzem uma corrente de ar constante.

As máquinas mais modernas de PAP reduzem a pressão durante a expiração (nível duplo ou BPAP) ou ajustam-se automaticamente à pressão mais baixa necessária para evitar a apneia (APAP). Muitas pessoas acham que esses sistemas são mais fáceis de tolerar.

Essas outras dicas também podem ajudar:

– Certifique-se de que sua máscara se encaixa corretamente. Se a sua máscara for muito grande, apertar as correias que a seguram no rosto pode irritar a pele. Se a sua máscara for pequena demais, ela não será vedada adequadamente e o ar poderá vazar nas bordas, possivelmente em seus olhos.

Tente uma máscara diferente se você não estiver se sentindo confortável com a sua primeira escolha. Capas com alças macias podem ser menos agressivas para sua pele. Travesseiros especiais para o tratamento (que possuem espaço para a máscara de CPAP e tubulação) também pode ajudar.

– No início, use sua máquina PAP durante o dia por curtos períodos de tempo enquanto lê ou assiste à TV.

Você ficará mais confortável usando a máscara, por isso vai se sentir mais natural quando estiver tentando dormir.

– Trate qualquer desconforto nasal, bucal ou na garganta causado pelo PAP. Tente usar um spray nasal com solução salina ou descongestionante se o nariz estiver seco ou entupido. Muitos aparelhos de PAP têm um umidificador aquecido para garantir que você respire ar quente e úmido através da máscara.

– Agende um horário regular para limpar seu equipamento. Limpe sua máscara, tubulação e touca uma vez por semana, idealmente no mesmo dia e horário, para que você não esqueça.

Entendendo a Apneia:

A apneia obstrutiva do sono ocorre quando o excesso de tecido ao redor da língua e da garganta bloqueia as vias aéreas superiores. O bloqueio faz com que uma pessoa pare de respirar por dezenas ou centenas de vezes por noite.

A apneia do sono tende a ser mais comum em pessoas com excesso de peso e com garganta estreita, pescoço grande e mandíbula pequena.

Se você acha que pode ter o problema, fale com o seu médico.

No passado, o diagnóstico de apneia do sono exigia uma pernoite em um laboratório do sono. Hoje, cerca de 60% a 70% dos estudos do sono por suspeita de apneia obstrutiva do sono são feitos com testes domiciliares. Os testes usam sensores e outros dispositivos que medem sua respiração e oxigênio no sangue enquanto você dorme.

Os 3 tipos principais de apneia do sono são:

– Apneia obstrutiva do sono, a forma mais comum que ocorre quando os músculos da garganta relaxam.

– Apneia do sono central, que ocorre quando o cérebro não envia sinais adequados para os músculos que controlam a respiração.

– Síndrome da apneia complexa do sono, que ocorre quando alguém tem apneia obstrutiva do sono e apneia central do sono.

Sintomas:

Os sinais e sintomas de apneias obstrutivas e centrais do sono se sobrepõem, algumas vezes dificultando o diagnóstico. Os sinais e sintomas mais comuns de apneia obstrutiva e central do sono incluem:

– Ronco alto.

– Episódios de interrupção da respiração durante o sono (geralmente relatado pela parceira ou parceiro).

– Respiração ofegante durante o sono.

– Acordar com a boca seca.

– Dores de cabeça matutinas.

– Insônia.

– Sonolência durante o dia.

– Irritabilidade.

Complicações:

A apneia do sono é uma condição médica séria. As complicações podem incluir fadiga diurna, pressão sanguínea elevada e problemas no coração, diabetes tipo 2, síndrome metabólica,  problemas no fígado e complicações com o uso paralelo de alguns remédios e cirurgia.

Tratamento:

Perder peso pode melhorar a apneia do sono; assim pode tratar o entupimento nasal, obter mais exercício e evitar o álcool perto da hora de dormir. Mas essas mudanças de estilo de vida nem sempre funcionam. Se for esse o caso, e o uso uma máquina PAP também se mostrar mal sucedido, outra opção possível é uma terapia para estimular as vias aéreas superiores.

A terapia chamada de estimulação do nervo hipoglosso, apresenta um pequeno dispositivo semelhante a um marcapasso implantado cirurgicamente na parte superior do tórax e um fio que passa sob a pele até o pescoço. O sistema monitora sua respiração e estimula os nervos ao redor de sua língua e vias aéreas para evitar que entrem em colapso.

Parar de fumar também pode apresentar grandes melhoras para apneia do sono.

Para mais informações procure o seu médico.

Um bom feriado para todos!

FONTE:HARVARD.EDU/MAYO_CLINIC.

Postado por joaoflavio às 12:20

Compartilhe:

Nenhum comentário