Publicidade

Jornal do Brasil

Botafogo – JBlog – Jornal do Brasil

Como botafoguenses reclamam…

6 comentários

Ao contrário de framenguista que comemora título roubado com Obina, Toró e Sousa Caveirão, botafoguense é muito exigente. Muito exigente. Assisti o jogo contra o Sport num boteco com mais uns 6 ou 8 botafoguenses. Só eu e um outro lá torcendo a favor. O resto todo torcendo contra. Botando defeito em cada jogada, em cada jogador do Glorioso. Fora meu amigo Luiz Carlos Mello trocando mensagens comigo no inbox com o seu pessimismo habitual. Ora bolas, o Botafogo é o único carioca na Libertadores, ainda disputa a Copa do Brasil e chegou hoje no bolo da outra Libertadores do ano que vem a apenas dois pontos do sentão que tem apoio das estatais, da Globo, da CIA, da KGB …

Ó raça difícil, sô!

Postado por paulocesar  | Comentar

Compartilhe:

Tem graça ganhar do Flu?

4 comentários

1 a 0 fácil. Nem vi se foi o Jefferson ou se foi o Gatitto que jogou. Igor Rabello não pode mais sair do time. Gostei do Marcus Vinícius. Camilo, Rodrigo Pimpão e Guilherme estão em má fase. E o Roger voltou a fazer gols. Mas é preciso contratar outro atacante. Por que não investem e trazem o Barcos?

Boa quinta para todos.

Postado por paulocesar  | Comentar

Compartilhe:

E agora? Jefferson ou Gatitto?

7 comentários

Que volta maravilhosa do Jefferson! Que problema bom pro Jair resolver, né? Eu teria dúvidas. Seria injusto barrar o Gatitto nesse momento. O que não pode é a torcida vaiar o Emerson Silva. Esse time do Botafogo é um dos mais lutadores que já vimos nos últimos tempos. Briga até o fim mesmo com suas limitações. E esse Marcus Vinícius não é bobo não.

Que venga Valencia.

Postado por paulocesar  | Comentar

Compartilhe:

Que venham os reforços, Botafogo

3 comentários

Mais uma vitória contra um time tradicional, copeiro, catimbeiro, duro de enfrentar. Bela atuação de praticamente todo o time. Gatitto que quase não pegou na bola devido à atuação firme de Carli e dos volantes Lindoso, Bruno Silva e essa promessa Matheus Fernandes. Partidaça do João Paulo. Pimpão sempre decisivo. Arnaldo está pegando confiança e ajudando o time. Hoje deu umas enfeitadas mas foi bem. Vitor Luis ousado e atuante como sempre.  E Roger que deu apenas um chute a gol e brigou muito.

Ainda tem muita coisa pela frente. Que venham os reforços.

Postado por paulocesar  | Comentar

Compartilhe:

Tá na hora de acordar, Botafogo

3 comentários

Três jogos, três derrotas derrotas seguidas. É preciso refletir. Não dá pro Jair ficar fazendo mágica a cada jogo. Escalou muito bem o time com o que tinha pra colocar em campo hoje contra o Mengo paulista. O juiz marcou um pênalti em falta fora da área, inventou um monte de faltinhas pro Corinthians, mas o time não deu um chute a gol.

Camilo depois que vestiu a camisa da seleção nunca mais jogou bola. Guilherme não é centroavante e Bruno Silva fez a pior partida com a camisa do Botafogo. A defesa e os laterais até que se comportaram bem. E Gatitto fez o que pode.

Não adianta lamentar a decepção com a saída do Montillo e do excesso de contusões. É preciso dar um jeito de descobrir um atacante nesse mundo de Deus.

Que o astral mude com uma bela vitória na raça na quinta-feira.

Por hoje é só.

Postado por paulocesar  | Comentar

Compartilhe:

Mirem-se no exemplo do Montillo

5 comentários

Lamentável a notícia da aposentadoria do Montillo. Tinha a cara do Botafogo, a ética do Glorioso. Valia a pena investir e aguardar ele se recuperar. Profissional sério, jogador de grupo, espírito de equipe, carisma, pinta de ídolo. Vai ser difícil arrumar outro igual. Mas é preciso tentar.

Precisamos de um cara que jogue que nem o Montillo e que tenha atitudes que nem o Montillo, Presidente CEP.

E xô olho gordo! É uma contusão atrás da outra.

Postado por paulocesar  | Comentar

Compartilhe:

Coisas que só acontecem com o Botafogo

1 comentário

Coisas que só acontecem com o Botafogo, sim. Que me desculpem os que são contra essa máxima. Jogo contra o lanterna do campeonato. Contusão do Montillo com 10 minutos de jogo, dois gols de um pereba que jogou 258 vezes no Botafogo e só fez um gol, partida da vida do goleirinho parecido com a Xuxa, 458 escanteios a favor, 250 minutos de cera, 4229 bolas na trave, cera do adversário durante 950 minutos e prorrogação de apenas 4 minutos… E 30 milhões de SENTÕES secando na televisão.

Postado por paulocesar  | Comentar

Compartilhe:

Habemos elenco

4 comentários

Amigos

Na fase de finalização do livro sobre o Sandro Moreyra, precisei sumir mais uma vez. Agora o livro já está a caminho da gráfica, com uma capa linda do Ique, vamos tentar retomar nossas conversas.

“(…) Depois de tantas contusões e outros percalços, começamos a ter um elenco, além de um time brigador e competidor.

Confortável olhar pro banco hoje e ver Jefferson, os dois Emersons, Montillo, Camilo, Leandrinho… Em breve teremos o Luis Ricardo também. E quem sabe esse Marcos Vinicius que veio do Cruzeiro. O Botafogo costuma dar asas à imaginação, como diria o reclame da John Tex. Mas temos que tentar, sim, mais um ou dois atacantes. Roger é muito irregular.

O Igor Rabello é uma grata surpresa, como diria Doalcey Bueno de Camargo, o Arnaldo dá pro gasto e dá gosto ver o Vitor Luis jogar. No meio nem se fala. É jogar a camisa pro alto e quem pegar vai jogar bem. E ainda perdemos o Airton. Esse Matheus Fernandes joga muito pro time, o João Paulo melhora a cada jogo e o Dudu Cearense é nordestino e não desiste nunca.

Pimpão hoje estava mais pra Pimpinho, não entrou bem e o Guilherme entrou mal.

Não gostei da arbitragem do avoado Vuarden. Falta vergonhosa do Luis Fabiano, quatro cartões todos pra jogadores do Botafogo, passou o jogo inteiro invertendo faltas, não deu cartão pro Breno Incendiário que baixou o sarrafo…

E o técnico do Vasco, hein? Terno na chuva? Terno na grama? O cara está meio fora de época. Que nem o presidente do clube.

Vida que segue. Vamos reesquentar isso aqui.

Aproveito pra avisar. “Sandro Moreyra, um autor à procura de um personagem” vai ser lançado dia 22 de agosto em General Severiano. Capa do Ique, como disse; prefácio do Carlos Eduardo  Novaes, orelha do João Máximo e texto da quarta capa da Sandra Moreyra. Todos, a exemplo do Sandro, brilharam no antigo JB em papel.

Vocês serão muito bem-vindos.

 

Postado por paulocesar  | Comentar

Compartilhe:

Tragam um centroavante pra que possamos pensar em título da Libertadores, Botafogo

9 comentários

Tá tudo muito bom, tá tudo muito bem, mas não dá pra ter o Roger como titular absoluto da camisa 9. Em quase 100 minutos não deu um chute a gol. Não acertou um lance de cabeça. Não deu um passe certo. Não dá, né?

O resto do time foi bem. Mesmo com os desfalques, mesmo com os improvisos, mesmo com as limitações.

Agora é aguardar a volta de um Montillo em forma e de um Camilo voltando a jogar bola.

Por que não Neilton? Sassá não tem mais jeito.

Mas tragam um atacante. Lembram da famosa frase atribuída a Gentil Cardoso quando foi treinar o Fluminense há um século?

“Me deem Ademir e eu lhes darei o campeonato?”

Postado por paulocesar  | Comentar

Compartilhe:

O Botafogo só precisa de um 9

Nenhum comentário

Vitória tranquila no estádio Nilton Santos contra o bom time da Ponte Preta, vice do campeonato paulista. Gostei da estreia do Arnaldo. Tem nome de juiz, mas foi bem. T~imido, claro. Nunca jogou em time grande e foi contratado justamente pelo maior de todos os grandes. Igor Rabello é outra joia. Mas uma bela partida. Tranquilo, bom na bolas altas e com a a bola no pé. Victor Luiz não brilhou tanto como nas últimas partidas mas não comprometeu.

Pimpão é que foi mal hoje. Bruno Silva, quando não faz aquelas maluquices de fazer faltas desnecessárias ou dar bola no juiz, é bem melhor do que o traíra do Arão. Rodrigo Lindoso fez um golaço e é mais um bom jogador do elenco. E ainda temos o vibrante e raçudo Dudu Cearense, que incorpora a alma e coração alvinegro nas preleções e comemorações (quem viu o vídeo da vitória de quinta deve ter reparado) e o Fernandes. Fora o Matheus Fernandes e, claro, o Airton. João Paulo é o motorzinho do time. Não joga pra torcida. E o Gilson está demonstrando ser outro bom reserva, depois de jogar muito mal nos primeiros jogos.

Agora, não adianta insistir com o Roger como titular. Pode até fazer parte do elenco e entrar no segundo tempo em um jogo em que o time precisar de jogadas na área de chuveirinho. É lento e hoje nem papel de pivô conseguiu fazer, embora tenha participado do gol do Bruno. Em um minuto de jogo, o Guilherme fez mais do que esse cara em mais de uma hora.

Agora é ir buscar o primeiro lugar na Libertadores.

Postado por paulocesar  | Comentar

Compartilhe:
Publicidade
Publicidade
Assine o RSS