Publicidade

Jornal do Brasil

Botafogo – JBlog – Jornal do Brasil

Se todos fossem iguais ao Seedorf

71 comentários

Reprodução: jornal Lance!

E Seedorf deu hoje mais uma lição de profissionalismo e humildade nesses tempos em que jogadores de futebol se acham! Todos devem lembrar aqui que no período das férias dos jogadores alguns veículos chegaram a especular que Seedorf seria emprestado ao Milan para não disputar o Campeonato Carioca e só voltaria ao Botafogo no Campeonato Brasileiro. Mera balela! Com Seedorf não tem estrelismo. Acho que os dirigentes do Bangu deveriam colocar uma placa no estádio para registrar e lembrar que um dia Seedorf jogou em Moça Bonita. Os jogadores do Audax vão poder contar a seus filhos e netos que um dia jogaram contra Seedorf em Moça Bonita.

E o Vitinho, hein? Vamos aguardar, vamos aguardar. Mas o moleque promete. E o Libertador Bolivar? Melhor contratação do Glorioso no primeiro semestre de 2013. O Botafogo está formando um belo elenco em que mistura jovens com experientes. É só ter paciência, que, às vezes, não temos.

E olha que o Botafogo ainda teve um gol legal anulado, do próprio Vitinho. Sacanagem do bandeirinha e do juiz. Mas esse é o Botafogo. Como é bom ganhar de 4 com 4 gols legais.

Vamo que vamo.

Postado por paulocesar  | Comentar

Compartilhe:

Fluminense joga na retranca, consegue fazer um gol no contra-ataque, passa o jogo todo fazendo cera, mas não consegue ganhar do Botafogo

61 comentários

Todos viram o que aconteceu. E o papelão do tal de Valença? Simulou uma contusão, e, depois que tomou um esporro do Seedorf, que não está acostumado com o anti-jogo, levantou bonzinho metido a valentão e querendo arrumar confusão. Outro metido a xerife é o tal de Leandro Eusébio. Quanto ao jogo foi também o que todos viram. O Botafogo atacando, atacando, atacando. A bandeirinha inventando inventando, inventando, inventado. E o Flu na retranca, na retranca, na retranca. Fazendo cera, fazendo cera, fazendo cera. Provou uma vez mais que é apenas um time de bairro e de terceira divisão.

Não adianta contratar Seedorf, investir na base, formar bons times. Enquanto não se impor nas federações vai ser sempre assim. Na dúvida é sempre contra o Botafogo. Um lance normal do Lodeiro diante do goleirinho do Flu e a bandeirinha inventa impedimento. Um pênalti claro do “xerife” Leandro Eusébio no Bruno Mendes (admitido até pelo comentarista tricolor Edinho) e o juiz ignora. Teve um lance no segundo tempo em que a bandeirinha trapalhona xingou um jogador do Botafogo. Nunca tinha visto isso.

Vamo que vamo.  Um dia o futebol vence o sistema.

Postado por paulocesar  | Comentar

Compartilhe:

Que esquema de jogo é esse que não tem vaga pro Loco Abreu, mas que não consegue fazer gol no Bangu?

38 comentários

Depois o calça apertada reclama quando a torcida grita o nome do Loco Abreu. O time foi apático e sem tesão que nem o treinador. Não teve uma jogada verdadeira de gol. No fim do primeiro tempo todo mundo viu que ele deveria colocar o Júlio César no lugar do Lima e o Henrique no lugar do Fellype Gabriel. O cara só foi fazer isso aos 30 minutos quando o time já estava perdidinho. Não adianta. Esse Oswaldo de Oliveira não tem identificação com o Botafogo. Não tem empatia com a torcida. Não sabe escalar o time. Não sabe o que é o Botafogo. Será que vão insistir com ele se perder esse Carioca facinho facinho?

Postado por paulocesar  | Comentar

Compartilhe:

Felipão convoca seleção sem Fellype Gabriel e Lucas

30 comentários

Começou mal o Felipão. Onde já se viu seleção sem jogadores do Botafogo? Fellype Gabriel foi chamado na última convocação do Mano e não teve oportunidade para mostrar suas habilidades e seu estilo semelhante ao de Johan Cruyff. Lucas começava a mostrar ao mundo semelhanças com Carlos Alberto Torres. Mas até a Copa muita areia ainda vai passar por debaixo do caminhão da Família Scolari.

Reparem na semelhança de estilos. Fotos: reprodução internet

Postado por paulocesar  | Comentar

Compartilhe:

Ruy Castro, flamenguista diferente, entende o que foi Garrincha, o que é o Botafogo e o que é ser botafoguense

31 comentários

Bingo!

Reprodução: TV Globo

Mestre Ruy Castro matou a pau no Jornal Nacional de sábado ao falar sobre o maior jogador de futebol de todos os tempos. Provou que entende o que é o verdadeiro botafoguense. Campeão qualquer um é. Torcedores de times comuns vivem se vangloriando de títulos. Nem se importam com a forma como foram “conquistados”. Mas nunca terão Garrincha, nunca entenderão Garrincha. Nunca entenderão a grandeza de ser botafoguense. Garrincha ninguém conseguiu ser. Nem conseguirá. Botafogo é pra sempre. O botafoguense é diferente. Como bem entendeu o framenguista Ruy Castro e reproduzo abaixo:

“Ele (Garrincha) não estava interessado, de uma certa maneira, em vencer a partida e nem em ser campeão; nem em receber o bicho da vitória e o prêmio pela conquista do título. Ele estava interessado em jogar futebol, em driblar, em ir a linha de fundo, fazer gols. É como se o futebol fosse uma grande brincadeira.”

Para ver e ouvir a frase do Ruy, clique aqui e ouça a partir dos dois minutos do vídeo.

 

Postado por paulocesar  | Comentar

Compartilhe:

Foi tudo muito bom, foi tudo muito bem, mas realmente eu preferia que fizesse mais

17 comentários

Jogo fácil e o Botafogo começa bem o Carioca 2013. E sem precisar de ajuda de arbitragem como um certo time. Os três gols do Botafogo foram legais e não teve nenhum lance de pênalti duvidoso contra o Botafogo. Me aventuro a fazer uma análise individual no estilo dos jornais e vou aguardar as opiniões de vocês.

Jefferson: nas poucas vezes em que o adversário chutou de fora da área foi bem. Como sempre. 8.0

Gilberto: grata surpresa. Quase faz um golaço e participou bem do jogo. Nota: 8.0

Bolivar: com Bolivar, o Botafogo que já tinha o melhor goleiro e o melhor meio de campo do Brasil, passa a ter a melhor defesa. Fez uma domingada, tentando dar um calcanhar na entrada da zaga, mas se recuperou com um belo gol. 8,5

Antônio Carlos: zagueiro artilheiro como sempre. 8,0

Márcio Azevedo: boa atuação. Apoiou bem o ataque e foi bem na defesa. 8,0

Marcelo Mattos: cobriu bem a zaga e não comprometeu. 7,5

Renato: jogava bem como sempre quando saiu contundido. 7,5

Fellype Gabriel: a regularidade de sempre. 7,5

Andrezinho: fez um gol e tocou a bola no resto do jogo. 8,0

Lodeiro: jogou bem, mas continua devendo uma atuação de arrepiar. 7,5

Henrique: pareceu jogar fora da posição. Ficou devendo. 7,0

Cidinho: exagerou no preciosismo, mas foi bem, 7,5

Rodrigo Defendi: parece que vai compor bem o elenco. 7,0

Rodrigo Dantas: outro que vai compor o elenco. 7,0

Postado por paulocesar  | Comentar

Compartilhe:
Publicidade
Publicidade
Assine o RSS