Publicidade

Jornal do Brasil

Cabo Frio JB News

Projeto “Crescendo com o Esporte” atende mais de 13 mil pessoas

As crianças e adolescentes de Cabo Frio têm uma nova perspectiva de vida com o esporte como ferramenta de inclusão social. Todos os dias, atividades esportivas são desenvolvidas pelo bem-sucedido projeto “Crescendo com Esporte”.

Criado pela Prefeitura, o projeto já atende mais de 13 mil pessoas, entre crianças, adolescentes e adultos em 82 núcleos distribuídos no município, de acordo com cálculos da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer.

– Estamos investindo nas crianças com este projeto – diz o prefeito Alair Correa, que visita regularmente os núcleos.

Um dos principais núcleos do projeto fica no Jardim Caiçara. Além da natação, os assistidos tem acesso à atividades como judô, muai thay, karatê, zumba e ginástica localizada.

– Nós temos atividades de segunda à sexta, inclusive natação e judô para pessoas com deficiência. Temos um movimento de mil pessoas praticando esportes por dia somente nesta unidade – explica o coordenador Marcelo Antunes.

Marcelo França, professor de natação há 40 anos, comanda as atividades com muito entusiasmo. Segundo ele, o projeto auxilia inclusive na saúde dos usuários do núcleo.

– O projeto é muito importante porque não vemos só como uma atividade, a natação traz benefícios na parte respiratória, motora. Auxilia no tratamento da obesidade – ressalta o professor.

Além das atividades, o projeto também gera empregos. Em todos os núcleos cerca de 200 pessoas estão empregadas.

– Somente no núcleo de natação contamos com 30 funcionários, dentre professores, estagiários, administrativo e o pessoal de apoio – diz Marcelo Antunes.

As crianças aproveitam cada momento. Emily é aluna da turma infantil, de 8 a 12 anos. Ela adora as aulas de natação e já tem suas preferências. Emily sonha em ser nadadora profissional.

– Eu adoro nadar, todas as fases, quero sempre aprender mais. E quero me aprimorar para ser nadadora – fala a menina, muito feliz com as aulas.

E a satisfação não fica por conta só das crianças.  Maria Gorete é mãe de Miguel que está há uma semana na natação. Para ela, a melhora do filho foi em todos os sentidos.

– O Miguel melhorou em todos os sentidos, inclusive na parte da disciplina. Ele está obediente, estudioso. Apenas uma semana que fez a maior diferença em nossas vidas – conta a mãe enquanto assiste o desempenho do filho na natação.

Keila Costa, mora há um ano em Cabo Frio. Seu filho Pedro Henrique está na natação há um mês. Ela gosta muito do projeto.

– É um projeto muito bom, que tem que ser divulgado porque tira nossas crianças da rua. Elas têm uma atividade, o esporte faz bem à saúde. Meu filho está muito disposto.

Os interessados em participar das atividades do projeto “Crescendo com o Esporte” podem procurar o polo central, localizado no Complexo Esportivo Aracy Machado, no Itajuru (o prédio fica ao lado do campo de futebol); as secretarias dos ginásios poliesportivos Vivaldo Barreto, no Jardim Esperança; e João Augusto, em Tamoios; ou o núcleo de natação, que fica na Rua Alemanha, no Jardim Caiçara, para obter informações de como fazer a matrícula e das vagas para cada atividade.

Iniciativa da Prefeitura já alcança 82 núcleos em toda a cidade

 

Compartilhe:
Comentar

Armação dos Búzios é destaque em feira de turismo na Argentina

Armação de Búzios, na Região dos Lagos, foi um dos destaques na da Feira Internacional de Turismo da América Latina (FIT 2014), que terminou nesta terça-feira (28) em Buenos Aires, na Argenina. No evento que começou no último sábado (25) foram apresentados diversos destinos turísticos do continente.

O diretor executivo do Búzios Convention & Visitors Bureau, Cristiano Marques, ressaltou que, em parceria com a Secretaria de Turismo, foram realizados muitos contatos e reuniões que visam aquecer o fluxo turístico do balneário através do mercado argentino.

“Após a FIT, o trabalho que nosso representante irá desenvolver é focado em outras regiões da Argentina, como Córdoba, Rosário, e outras províncias onde estão o turista argentino de maior poder aquisitivo”, disse Cristiano.

No estande de Búzios foram apresentadas as 23 praias paradisíacas do balneário, além dos famosos pontos turísticos e eventos que atraem os turistas para Búzios. O objetivo foi apresentar a cidade em meios internacionais e garantir a presença dos turistas durante todo o ano, diminuindo a sazonalidade.

Uma das novidades promovidas pelo Búzios Convention foi a contratação de uma empresa representando a instituição na Argentina com o objetivo de não deixar enfraquecer a chegada de turistas portenhos à cidade, visto que o país ainda é o maior emissor de visitantes internacionais para Búzios.

Estande representa Búzios na FIT, na Argentina (Foto: Divulgação)

 

Compartilhe:
Comentar

Empresa muda trajeto de ônibus com medo de ataques em Cabo Frio

Os ônibus que fazem as linhas para os bairros Jacaré, Guarani e Manoel Corrêa, em Cabo Frio, não estão entrando nas localidades na manhã desta quarta-feira (29), de acordo com a assessoria da Auto Viação Salineira. O motivo informado pela empresa ainda é o medo de novos ataques. Ônibus da empresa vem sendo incendiados por bandidos desde domingo (26), quando quatro traficantes foram mortos em confronto com a PM, o que gerou as represálias. Ainda segundo a assessoria, no bairro Vila do Sol a circulação foi normalizada. Nos distritos de Sabiá e Figueira, em Arraial do Cabo, as linhas também circulam normalmente.

No domingo foram incendiados dois ônibus da Viação Salineira, um durante a manhã no bairro São Cristóvão, em Cabo Frio, e outro no fim da tarde no bairro Colinas, em São Pedro da Aldeia, onde um grupo armado rendeu o ônibus obrigando motorista e passageiros a descerem. Um ônibus particular, um caminhão e uma agência bancária também foram alvo dos bandidos.
De acordo com a PM, os ataques começaram como retaliação após a morte de quatro traficantes em um confronto com a polícia na madrugada de domingo (26). De acordo com o comandante do 25º Batalhão de Polícia Militar, tenente coronel Ruy França, uma denúncia anônima informou que um baile funk estava acontecendo na Favela do Lixo. Homens estariam armados com fuzis e coletes balísticos. Ainda segundo a denúncia, várias pessoas estavam consumindo drogas no local. Após a informação, o comando da PM decidiu montar uma operação. Cerca de 20 policiais foram em direção à comunidade. O comandante informou ainda que assim que chegaram, traficantes os receberam com vários tiros.

A polícia revidou e começou uma intensa troca de tiros. Quatro traficantes foram mortos, sendo um deles considerado como chefe do tráfico de drogas no local. Foram apreendidos três fuzis, duas pistolas, um colete balístico, carregadores de fuzil e pistola, cápsulas de cocaína, um rádio transmissor e diversos celulares.

O material apreendido foi levado para a delegacia em Cabo Frio. Os corpos dos quatro traficantes foram encaminhados para o Instituto Médico Legal do município. O policiamento está reforçados em São Pedro da Aldeia e Cabo Frio.

Coletivos passam pelas vias principais e não entram nos bairros (Foto: Reprodução/Inter TV)

 

Compartilhe:
Comentar

Batalhão de Choque do RJ chega a Cabo Frio após novos ataques

O comandante do 25º Batalhão de Polícia Militar, tenente coronel Ruy França, informou na manhã desta segunda-feira (27), que 40 policiais do Batalhão de Choque do Rio de Janeiro chegaram a cidade de Cabo Frio, na Região dos Lagos, para reforçar o policiamento no município. Após a morte de quatro traficantes, na madrugada de domingo, uma série de ataques começou na cidade como retaliação.
Os últimos dois foram registrados na noite de domingo (26). Por volta das 21h20 uma agência bancária, que fica na Avenida Joaquim Nogueira, no bairro São Cristovão, foi invadida por traficantes que tentaram colocar fogo em caixas eletrônicos. O Corpo de Bombeiros chegou a tempo e conseguiu controlar as chamas. No bairro Guarani, um caminhão foi incendiado. Moradores ficaram assustados com o ataque e chamaram a polícia e os bombeiros. Os policiais do Batalhão de Choque chegaram em Cabo Frio no fim da noite de domingo (27), depois da cidade ter registrado, desde a madrugada, vários atentados.

Postos de saúde fechados
A assessoria da Secretaria de Saúde de Cabo Frio informou na manhã desta segunda (27), que quatro postos de saúde foram fechados por causa da insegurança no município. As unidades de saúde que não estão atendendo ficam nos bairros Guarani, Nautillus, Vilado Sol e Manoel Corrêa.
Os diretores das unidades escolares do município dispensaram os alunos no início da manhã desta segunda. A assessoria da Secretaria de Educação informou que, pela falta de funcionários e por medida de segurança, as 69 escolas da cidade precisaram fechar. No segundo distrito de Cabo Frio, diretores de 23 unidades também devem dispensar estudantes.

Traficantes tentaram incendiar caixas; bombeiros chegaram a tempo (Foto: Cristina Frazão/Inter TV)

Caminhão também foi incendiado, no bairro Guarani, na noite de domingo (Foto: Renata Cristiane/ RC24h)

 

Compartilhe:
Comentar

Novo ataque deixa Cabo Frio e São Pedro da Aldeia sem ônibus

Na tarde deste domingo (26) mais um ônibus da empresa Auto Viação Salineira foi incendiado na Região dos Lagos, no litoral do Rio. Desta vez, o atentado ocorreu por volta das 17h no bairro Colinas, em São Pedro da Aldeia. Segundo testemunhas, homens armados chegaram de carro, renderam o coletivo e obrigaram o motorista e os passageiros a descerem do ônibus, depois eles atearam fogo e fugiram. Com o clima tenso, os rodoviários decidiram parar de circular com os ônibus pela segunda vez neste domingo.

Na parte da manhã, os motoristas também suspenderam o serviço, com o apoio da empresa, depois que um ônibus da linha Cabo Frio x Búzios, e outro ônibus particular foram incendiados. O veículo particular estava estacionado ao lado de uma garagem utilizada para guardar ônibus de empresas particulares. De acordo com testemunhas, o proprietário entrou em desespero ao ver o ônibus destruído. O veículo era usado para fazer excursões de igrejas na região.

A Auto Viação Salineira, única empresa que realiza o transporte de passageiros em Cabo Frio e São Pedro, após reunião com o comando da Polícia Militar, chegou a colocar os ônibus nas ruas no começo da tarde, mas diante do novo ataque, voltou a suspender o transporte e, desta vez, não deu previsão de quando os coletivos voltam a operar.
A Polícia Militar acredita que os ataques tenham sido uma retaliação por conta da morte de quatro traficantes em um confronto, no bairro Manoel Corrêa, durante a madrugada de domingo. De acordo com o comandante do 25º Batalhão de Polícia Militar, tenente coronel Ruy França, uma denúncia anônima informou que um baile funk estava acontecendo na Favela do Lixo. Homens estariam armados com fuzis e coletes balísticos. Ainda segundo a denúncia, várias pessoas estavam consumindo drogas no local.

Após a informação, o comando da PM decidiu montar uma operação. Cerca de 20 policiais foram em direção à comunidade. O comandante informou ainda que assim que chegaram, traficantes os receberam com vários tiros. A polícia revidou e começou uma intensa troca de tiros. Quatro traficantes foram mortos, sendo um deles considerado como chefe do tráfico de drogas no local. Foram apreendidos três fuzis, duas pistolas, um colete balístico, carregadores de fuzil e pistola, cápsulas de cocaína, um rádio transmissor e diversos celulares.

O material apreendido foi levado para a delegacia em Cabo Frio. Os corpos dos quatro traficantes foram encaminhados para o Instituto Médico Legal do município. O policiamento está reforçados em São Pedro da Aldeia e Cabo Frio.

Ônibus que fazia a linha Baixo Grande ficou totalmente destruído (Foto: Ariane Marques/G1)

 

 

Compartilhe:
Comentar

Eleitores ficam sem transporte após mortes e ônibus incendiados em Cabo Frio

Quem precisou do transporte público para votar em Cabo Frio foi pego de surpresa com a falta de ônibus na cidade. Motoristas da Auto Viação Salineira, a única que presta serviço no município, resolveram tirar os coletivos de circulação após ataques a ônibus na madrugada e na manhã deste domingo (26). Dois coletivos foram incendiados, um às 5h30 da madrugada e outro às 7h30, após quatro traficantes morrerem durante confronto com policiais na Favela do Lixo, na comunidade Manoel Corrêa. Alguns usuários desistiram após horas de espera.

A empresa Salineira explicou que os rodoviários ficaram com medo e decidiram voltar à garagem como medida de segurança. De acordo com o comandante do 25º Batalhão de Polícia Militar, tenente coronel Ruy França, uma denúncia anônima informou que um baile funk estava acontecendo na Favela do Lixo. Homens estariam armados com fuzis e coletes balísticos. Ainda segundo a denúncia, várias pessoas estavam consumindo drogas no local.

Após a informação, o comando da PM decidiu montar uma operação. Cerca de 20 policiais foram em direção à comunidade. O comandante informou ainda que assim que chegaram, traficantes os receberam com vários tiros. A polícia revidou e começou uma intensa troca de tiros.

Quatro traficantes foram mortos, sendo um deles considerado como chefe do tráfico de drogas no local. Foram apreendidos três fuzis, duas pistolas, um colete balístico, carregadores de fuzil e pistola, cápsulas de cocaína, um rádio transmissor e diversos celulares.

O policiamento foi reforçado na cidade. O material apreendido foi levado para a delegacia em Cabo Frio. Os corpos dos quatro traficantes foram encaminhados para o Instituto Médico Legal do município.

Dois ônibus foram incendiados
Por volta das 5h30 deste domingo (26), um ônibus que fazia a linha Cabo Frio X Búzios foi incendiado no terminal da principal praça do bairro São Cristovão, um dos mais movimentados da cidade. A polícia acredita que o incêndio foi uma retaliação pela morte dos quatro traficantes.

Às 7h30, um outro ônibus foi incendiado no bairro Guarani, localidade vizinha. Com placa de Cabo Frio, o veículo era particular e estava estacionado ao lado de uma garagem utilizada para guardar ônibus de empresas particulares. De acordo com testemunhas, o coletivo incendiado fazia excursões de igrejas na região.

Funcionários têm medo, diz empresa

A assessoria de imprensa da Auto Viação Salineira informou que apoia a decisão dos rodoviários que, assustados, decidiram parar de circular com os ônibus. A empresa disse ainda que chegou a garantir o transporte de algumas urnas para as seções eleitorais, com ônibus escoltados pela Polícia Militar.

Até as 11h deste domingo, diretores da empresa estavam reunidos com os rodoviários e aguardam uma posição do 25ºBPM para que os ônibus voltem a circular normalmente, garantindo a segurança dos funcionários e usuários do transporte coletivo.

Coletivo foi incendiado por volta das 7h30 da manhã (Foto: Heitor Moreira/G1)

Após morte de traficantes, ônibus particular foi incendiado no bairro Guarani (Foto: Heitor Moreira/G1)

Troca de tiros terminou em uma grande área aberta próxima as dunas (Foto: Eduander Silva/Arquivo pessoal)

Três fuzis, pistolas e drogas foram apreendidos com traficantes (Foto: Eduander Silva/Arquivo)

 

 

 

Compartilhe:
Comentar

Búzios se prepara para o início da temporada de transatlânticos

Armação dos Búzios espera, a partir do próximo dia 8, o primeiro transatlântico a atracar na cidade para a alta temporada. No ano passado, 117 escalas foram feitas no Balneário, trazendo turistas do mundo todo. Cada transatlântico traz cerca de 3 mil passageiros. A média de consumo por pessoa que desembarca na cidade é de 100 reais durante o período de visitação. A expectativa para o período é grande e empresários já se preparam para receber os visitantes.

De acordo a Associação Comercial de Búzios, os turistas que desembarcam dos transatlânticos consomem todo tipo de produtos, além de comerem em restaurantes e fazerem passeios de escuna pelas praias da cidade.

Salviano Martins, presidente da Associação Comercial da cidade, explicou o momento. “Tivemos cursos de barman e manipulação de alimentos. É essa capacitação que aumenta o diferencial dos serviços de Búzios oferecidos aos turistas.”

De acordo com a Secretaria de Turismo, são esperados 400 mil turistas, 200 mil chegando pelo mar. A temporada de transatlânticos vai até o dia 5 de abril. Búzios é o sexto destino turístico mais visitado no Brasil e o Balneário será uma das 15 cidades que receberão navios das cinco companhias que atuam regularmente no país.

 

Compartilhe:
Comentar

Outubro Rosa chega ao Parque Burle

A terça-feira (21/10) foi de muita atividade no ESF do Parque Burle. As atividades fazem parte das comemorações do movimento “Outubro Rosa”, organizado pela Prefeitura de Cabo Frio, com o objetivo de conscientizar as mulheres sobre a prevenção e o combate ao câncer feminino. O movimento é comemorado em todo o mundo e o nome remete à cor do laço rosa que simboliza a luta contra o câncer de mama e incentiva a participação da população, organizações, empresas e entidades sociais.

Em Cabo Frio, a Secretaria Municipal de Saúde é responsável pelo desenvolvimento das ações do “Outubro Rosa”. Os pacientes atendidos naquela unidade de saúde participaram de palestras sobre cardiopatia e hipertensão; de atividades educativas em grupo; da palestra com o grupo Amigas da Mama; da coleta de preventivos; do teste rápido de hepatite/HIV/Sífilis e designer de sobrancelha.

Até o final do mês serão realizadas em todas as unidades de saúde da cidade uma série de ações: palestras, desfiles, sorteios, apresentações de dança de salão, dia da beleza, mutirão de preventivos, verificação de pressão arterial e HGT, palestra sobre saúde da mulher, orientações em saúde, distribuição de folhetos educativos.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer – INCA – os dois tipos de câncer que mais afetam as mulheres são  o de mama e o de colo de útero. O diagnóstico precoce é fundamental para o sucesso do tratamento, pois 95% dos casos têm cura, e é a principal medida para a redução da mortalidade.

As 31 unidades básicas de saúde de Cabo Frio oferecem serviços de prevenção e promoção à saúde integral da mulher, com agendamento de consultas médicas e de enfermagem, coleta de exame preventivo do câncer de colo de útero, exame clínico de mamas e solicitação de mamografia para mulheres acima de 40 anos, além de encaminhamentos aos serviços de referência para confirmação de diagnóstico e tratamento.

Equipes da Secretaria de Saúde estiveram no ESF do bairro para a campanha de conscientização do câncer de mama

 

Compartilhe:
Comentar

Agentes de Vigilância em Saúde são capacitados para combater a esporotricose

A Prefeitura de Cabo Frio está promovendo uma capacitação sobre esporotricose, uma doença transmitida pelos gatos ao ser humano, que vem preocupando pelo alto número de gatos doentes e de alguns casos em seres humanos no município. Só no último ano, o Departamento de Vigilância em Saúde notificou 200 casos de animais contaminados e 156 pessoas com a doença. A capacitação está sendo feita com os Agentes de Vigilância em Saúde e tem por objetivo alertar aos profissionais de saúde quanto a este agravo, formas de prevenção e medidas de controle.

Segundo a veterinária Rosana Ayako Ida, coordenadora de zoonoses do município,  a ação mais eficaz de prevenção é a promoção de medidas educativas e informações à população. A Esporotricose é uma micose de pele causada pelo fungo Sporothrix schenckii, que está presente no solo, principalmente nas regiões de clima temperado e tropical úmido. O fungo penetra no corpo de uma pessoa quando ela se fere na terra, com os espinhos de plantas e outros materiais orgânicos contaminados. Pode ser contraído igualmente no momento em que é arranhada ou mordida por animais doentes.

– A infecção ocorre quando o fungo é inoculado no tecido subcutâneo. Como na maioria das vezes a pessoa adoece por ter se cortado com espinhos, a esporotricose também ficou conhecida como “doença da roseira” – alerta a veterinária.

Os sintomas da doença, tanto em humanos quanto em animais, incluem feridas pelo corpo, dores nas articulações, perda de apetite, febre e ínguas. Geralmente os sintomas começam com uma lesão na pele que inflama e vira uma espécie de úlcera purulenta (uma ferida). Quando não tratada, as feridas se alastram por todo o corpo, e para os gatos, a doença pode ser fatal. Por enquanto, a esporotricose só pode ser reconhecida depois que as primeiras feridas aparecem.

– As pessoas deixam seus gatos saírem às ruas.  Muitos desses animais não são esterilizados (castrados), o que aumenta a incidência de brigas e arranhões, e, consequentemente, a transmissão da doença – explica Rosana.

Ainda segundo a veterinária, a notificação da doença é compulsória, ou seja, todas as clínicas veterinárias que identificarem animais com esporotricose, devem notificar a Secretaria Municipal de Saúde sobre a doença. Além da capacitação dos Agentes de Vigilância em Saúde, o departamento de Vigilância em Saúde pretende promover cursos de orientação para os enfermeiros que atuam nos postos de Estratégia de Saúde da Família (ESFs) informando que se trata de uma doença tratável. Além disso também serão realizadas campanhas educativas para que as pessoas não abandonem nem matem os animais, e principalmente, que tenham atitudes de responsabilidade com o animal, para evitar contaminação.

Recomendações ao responsável pelos gatos com esporotricose:

Isolar os gatos suspeitos ou doentes de outros animais, mantendo-os dentro da residência; procurar manusear o animal com luvas de látex e após o uso, lavar as luvas com água e sabão (medidas básicas de higiene são importantíssimas); desinfetar o ambiente com água sanitária ou cloro; não oferecer alimentos com leite ou derivados (queijo, manteiga, requeijão, etc); a duração do tratamento é prolongada e variável; nunca interromper o tratamento sem autorização do médico veterinário; caso o animal apresente diminuição do apetite, vômitos ou diarreia frequentes, entrar em contato com um veterinário; não faltar às revisões agendadas; e seguir a risca todas as orientações dos médicos veterinários quanto ao tratamento e manejo.

Embora a esporotricose já tenha sido relacionada a arranhaduras ou mordeduras de cães, ratos e outros pequenos animais, os gatos são os principais animais afetados e podem transmitir a doença para os seres humanos.

 

Compartilhe:
Comentar

Dio Cavalcanti apresenta “Viés de Mim” no Teatro Municipal

Depois de cinco anos Dio Cavalcanti está de volta ao Teatro Municipal Inah de Azevedo Mureb, em Cabo Frio. O músico traz no novo espetáculo -“Viés de Mim” – além de suas músicas autorais – conhecidas pela singeleza poética – cenas teatrais baseadas nas linguagens utilizadas em sua pesquisa como ator. Tais como o jogo da máscara, o teatro físico e o clown.

A apresentação única está marcada para sábado (25/10), a partir das 20h.

“De perto ninguém é normal”, “De gênio e louco todo mundo tem um pouco”, “Louco é quem me diz que não é feliz”. Essas são expressões que relativizam este tão famoso estado de alma. Mas o que é loucura? O que é Utopia? Digamos que tudo que nos foge à realidade, que se esquiva do comum, que escapa do que é ordinário – ordinário no sentido de cotidiano – é considerado uma insanidade e, portanto, extracotidiano.

– Pra mim a loucura é apenas um estado de ação. Ela pode ser altamente libertadora. Ou limitadora. E essa resolução depende de muitos fatores – explica Dio.

No espetáculo “Viés de mim”, Dio pretende trabalhar sobre a sutileza, a singeleza e a poesia da loucura, utilizando este lugar extracotidiano como mote para uma abertura lírica e poética sobre o tema. Nesta nova empreitada ele utilizará música, teatro e clown para viver e cantar sua visão de mundo. As composições são todas autorais. São criações que ao longo de 12 anos ele acumula. O cenário é de um manicômio estilizado. As cenas terão como alicerce as linguagens que ele pesquisa como ator, principalmente a do clown. O show terá a participação de três palhaços do núcleo de pesquisa “Ambulatório de Palhaços” que o próprio Dio coordena. Além da participação de três compositores da cidade. São eles: Azul Casu, Ivan Alves e Paulo Mou.

– Os palhaços serão os ‘cuidadores’ dese manicômio estilizado que será montado no  palco. O palhaço por si só já é uma figura transgressora que se expõe ao ridículo para flagrar, denunciar ou apenas insinuar suas próprias mazelas e consequentemente as mazelas da sociedade – resume Dio.

A grande cartada do espetáculo é tratar o tema da loucura através da relação desses ‘cuidadores-palhaços’ com o eu lírico do Dio trancado neste ambiente comprimido e  ao mesmo tempo avassalador.

Depois de cinco anos, cantor e ator está de volta, desta vez, apresentando um espetáculo que mistura música e cenas teatrais

 

 

Compartilhe:
Comentar
Assine o RSS
Publicidade
Publicidade
?>