Publicidade

Jornal do Brasil

Cabo Frio JB News

Prefeito de Cabo Frio anuncia medidas para enfrentar queda na arrecadação

O prefeito Alair Corrêa anunciou nesta terça-feira (31/3), medidas duras para enfrentar a crise na queda da arrecadação. Entre as medidas foi assinado decreto n º 5.334 (de 27/mar/2015) que exonera cerca de 4 mil funcionários entre cargos comissionados e contratados para equilibrar a folha de pagamento. Ato seguinte, o prefeito nomeou apenas quatro secretários e um procurador geral do município para manter a máquina pública funcionando.

Foram nomeados secretários de Administração, Fazenda, Saúde, Educação e o Procurador Geral. Os mesmos nomes dos secretários serão mantidos em cada função.

Também foi extinta a autarquia COMSERCAF com anúncio de que todos os servidores concursados serão mantidos e distribuídos para outros setores da Prefeitura.

O valor da passagem urbana do ônibus dentro do município subsidiada pela Prefeitura passará de R$ 0,50 para R$ 1,50 para os portadores do Cartão Dignidade.

Medidas:

– Demissão de todos os mais de quatro mil comissionados e contratados;

– Suspensão dos contratos com empresas para o recolhimento de entulhos na cidade;

-Teto máximo de salário para servidores que não ultrapasse o salário do prefeito que foi reduzido de R$ 12 mil para R$ 7 mil mensal;

– Reforma administrativa do 1º e 2º escalão do governo municipal;

– Redução do número de secretarias;

– Nomeação de comissão especial formada por quatro secretários e procurador para comandar a reforma administrativa;

– Comissão formada por Secretários de Administração, Fazenda, Saúde, Educação e Procurador Geral do Município;

– Redução do salário do prefeito de R$ 12 mil para R$ 7 mil mensal;

– A Secretaria de Fazenda passa a ser a ordenadora de todas as despesas da Prefeitura;

– Subsídio do transporte público com passagem de ônibus urbano passando de R$ 0,50 para R$ 1,50 para possuidores do programa social Cartão Dignidade;

– Realização de Audiência Pública.

A previsão do prefeito Alair Corrêa é que dentro de 90 dias as contas públicas estejam normalizadas e a cidade retome o crescimento dentro da normalidade.

 

 

Compartilhe:
Comentar

Saúde convoca beneficiários do Bolsa Família para pesagem de crianças

A Prefeitura de Cabo Frio, através das Secretarias de Saúde e de Assistência Social, está convocando todos os beneficiários do Programa Bolsa Família, para comparecerem à unidade de saúde mais próxima de sua residência para a pesagem de crianças, de zero a sete anos, e mulheres beneficiárias de todas as idades. A pesagem deve ser feita até o dia 15 de maio em qualquer unidade de Estratégia de Saúde da Família.

O objetivo da pesagem é fazer o acompanhamento nutricional dos beneficiários do Bolsa Família. O procedimento é uma das condicionalidades para o recebimento do auxílio e deve ser feito duas vezes por ano, uma em cada semestre. De acordo com o nutricionista Márcio Lauri é importante que todos os beneficiários compareçam. Segundo ele, quem não realizar a pesagem pode ter o auxílio bloqueado.

– Nós pedimos que todas as pessoas que recebem o auxílio do Bolsa Família realizem a pesagem que é uma exigência do programa. O beneficiário que não fizer, pode ter o auxílio bloqueado, explicou.

O Bolsa Família visa proporcionar melhores condições de vida às famílias, além da inclusão das crianças e jovens nas políticas de educação e saúde, evitando, assim, a evasão escolar. Para medir o peso, é necessário que as crianças apresentem apenas a carteira de vacinação. Já para as mulheres, os documentos exigidos são o cartão do Bolsa Família e o documento de identidade. Em âmbito nacional, o Bolsa Família é gerenciado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e de Combate à Fome e, em Cabo Frio, o programa é coordenado pela Secretaria Municipal de Assistência Social, que atua em conjunto com as Secretarias Municipais de Saúde e Educação.

Para se inscrever no programa, o interessado deve atender aos seguintes quesitos: ter renda mensal de até R$ 140,00 por pessoa e ser devidamente cadastrado no Cadastro Único (CadÚnico) – que funciona como uma base de dados de referência nacional para os Programas Sociais desenvolvidos pelo Governo Federal. A partir do momento que a família passa a receber o benefício, a mesma se compromete a cumprir algumas condicionalidades para se manter no programa, que são voltadas, mais especificamente, para as áreas de saúde e educação. Uma delas visa manter as crianças e adolescentes em idade escolar frequentando a escola. As crianças de até 15 anos devem ter frequência escolar acima de 85% e os adolescentes com 16 e 17 anos, de 75%.

Já na área de saúde, que tem como meta zelar pelos cuidados básicos em saúde, os beneficiários do Bolsa Família devem manter em dia a carteira de vacinação de seus filhos com idade de zero a seis anos, seguindo sempre o calendário de vacinação, além de passar por consulta médica, pelo menos duas vezes por ano, para avaliação geral da saúde das crianças. As mulheres devem seguir a agenda pré e pós-natal das gestantes e mães em amamentação.

Para garantir que as condicionalidades sejam atendidas e para que as famílias beneficiadas pelo Bolsa Família não deixem de recebê-lo, a Prefeitura de Cabo Frio procura orientar todos quanto aos seus direitos e responsabilidades, como a importância de manter o seu cadastro atualizado e de cumprir as normas estabelecidas pelo Governo Federal. O cadastro para ingressar no “Bolsa Família” é realizado o ano inteiro.  Informações sobre o programa podem ser obtidas na Secretaria Municipal de Assistência Social, localizada à Rua Florisbela Rosa da Penha, n 292, Braga.

 

Compartilhe:
Comentar

Prefeitura de Cabo Frio faz recadastramento do cartão do Sistema Único de Saúde

A Prefeitura de Cabo Frio está realizando o recadastramento do cartão de identificação do Sistema Único de Saúde (SUS). O porte do cartão é obrigatório para qualquer paciente que necessite dos serviços públicos de saúde, desde um exame a uma internação, em qualquer uma das unidades espalhadas pelo território nacional.

Segundo o secretário de Saúde de Cabo Frio, Dr. Carlos Ernesto Dornellas, a medida se tornou necessária devido à duplicidade, e até mesmo, a multiplicidade de cadastros de um mesmo usuário no Sistema Único de Saúde.

– Muita gente fez cadastros simultâneos em cidades diferentes criando esta multiplicidade, o que gerou o conflito de informações. É para corrigir o erro e unificar os dados que o Ministério da Saúde determinou o recadastramento, que está sendo feito em todo país – esclarece.

Por determinação do Ministério da Saúde, agora o número do CPF do usuário deverá constar no cartão, para evitar que uma mesma pessoa tenha mais de um cadastro junto ao Sistema Único de Saúde. Para ser atendido pela rede pública de saúde, todo cidadão brasileiro (mesmo aqueles que têm plano de saúde particular) precisa apresentar o cartão do SUS.

A atualização cadastral não acarretará nenhum custo aos cidadãos e será feita de forma gradativa. Nenhum usuário precisa correr ou se afobar para realizar o procedimento.

– Caso o usuário precise recorrer aos serviços médicos oferecidos pelo SUS, o antigo cartão ainda será aceito mediante a recomendação de atualização dos dados tão logo seja possível – explica Carlos Ernesto Dornellas.

Em Cabo Frio, o recadastramento, que é coordenado pela Secretaria Municipal de Saúde, está sendo feito no Laboratório, que funciona anexo ao PAM de São Cristóvão. Segundo Ramon Lima, diretor administrativo do Laboratório, por dia, cerca de 150 pessoas realizam o recadastramento, que não tem prazo para terminar.

– Geralmente são pessoas que foram agendar algum procedimento médico e receberam a orientação para realizar o recadastramento – disse.

O cartão do SUS é atualizado e entregue na hora para o usuário. Para o recadastramento é necessário levar RG, CPF e comprovante de residência, e no caso das crianças, a certidão de nascimento. No caso de residência alugada é necessário apresentar o contrato de aluguel. Cada pessoa pode realizar o cadastro de até quatro cartões.

Atualização cadastral é gratuita e está sendo feito no laboratório, anexo ao PAM de São Cristóvão. Cartão do SUS é obrigatório para utilização dos serviços públicos de saúde em todo o país

 

Compartilhe:
Comentar

Cabo Frio inicia reordenamento do CAMOR

A Secretaria Municipal de Assistência Social de Cabo Frio deu início às ações que compõem o reordenamento do Centro de Atendimento ao Morador de Rua (CAMOR), que passará a ser a Casa de Passagem para Adultos e Famílias. A mudança é necessária para adequar a unidade à Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais.

– A transformação do CAMOR em Casa de Passagem é necessária porque dentro da legislação que rege a Assistência Social não existe a unidade CAMOR, mas sim Casa de Passagem, que pertence à alta complexidade do Departamento de Proteção Social Especial. Então, assim como o DAPEDE, que foi transformado em Centro-Dia, estamos providenciando as adequações para que todos os equipamentos da Assistência Social de Cabo Frio estejam de acordo com a lei – explicou Jeanne de Souza, superintendente de Gestão do SUAS.

Dentro do reordenamento do CAMOR serão necessárias algumas providências como a ampliação do espaço físico para acolher as famílias que estiverem em situação de rua.

O “antigo” CAMOR é uma Casa de Passagem que atende pessoas adultas de ambos os sexos que vivem em situação de rua na cidade.  O objetivo principal é atender essas pessoas de forma qualificada e personalizada, de modo a promover, de maneira conjunta com o usuário, o processo de saída das ruas, com dignidade e resgate da autonomia. Em 2013, a unidade registrou 460 atendimentos. Em 2014 foram 449. Este ano já são 91.

Os atendimentos são feitos por uma equipe multidisciplinar, composta por assistentes sociais, psicólogos e cuidadores. O primeiro contato normalmente é feito nas ruas. Equipes fazem rondas 24 horas, todos os dias e abordam as pessoas em situação de rua, abrindo para elas a primeira porta para a saída das ruas. Assim elas são convidadas a irem ao CAMOR.

Assim que chega ao Centro, o usuário passa por um atendimento com a equipe multidisciplinar, onde, através de uma escuta qualificada, são identificadas as demandas iniciais. A partir daí, através da articulação na rede, são providenciados os encaminhados para atendimento médico, emprego, atualização de documentos, entre outras necessidades. No período em que ficam na casa, o usuário recebe alimentação, material de higiene, corte de cabelo e barba gratuitamente.

Outro passo importante no atendimento é o contato com a família. A equipe faz uma busca, baseada nas informações cedidas pelo próprio usuário, para tentar, principalmente, o retorno dessa pessoa à família e ao convívio com seus parentes, para que seja restabelecido o vínculo que foi rompido. No caso de pessoas de outra cidade, a Secretaria de Assistência Social providencia a passagem de volta ao município de origem, quando assim a pessoa deseja.

Os usuários atendidos na Casa de Passagem, também participam diariamente de aulas no Horto Municipal, onde aprendem o plantio das sementes e poda das árvores. Outra atividade desenvolvida com eles é a oficina de artesanato. Todas essas atividades são fundamentais para a reconstrução da autonomia da pessoa.

– Através dos trabalhos manuais, eles voltam a se expressar. Muitos deles chegam aqui até mesmo sem falar ou distinguir cores. Assim, aos poucos, são restabelecidos os vínculos e a fala – explicou Luiz Carlos Gigante, coordenador da Casa de Passagem.

Ainda de acordo com o coordenador, a população cabofriense pode ajudar o trabalho das equipes da Casa de Passagem de duas formas. Uma delas é informando a presença destas pessoas nos locais públicos. Dessa maneira, segundo ele, a ronda passa a ser mais específica.

– Quando nós recebemos a ligação de pessoas informando a presença de um morador em situação de rua, a equipe da ronda vai diretamente ao local oferecer assistência a essa pessoa. A outra forma, tão importante quanto, é não dar dinheiro ou comida às pessoas em situação de rua porque isto faz com que eles permaneçam nessa condição. Na Casa de Passagem, oferecemos toda assistência, porém, como qualquer local, possuímos regras de funcionamento, onde eles tem horário para acordar, para se alimentar e dormir. Por isso, alguns deles afirmam que preferem ficar nas ruas porque não precisam ter regras nem horários. É por isso que a esmola é um grande incentivador para eles não lutarem por uma mudança de vida – disse o coordenador.

O telefone para informações é 2645-6837.  A Casa de Passagem fica na Rua Vitória, lote 13, quadra 20, no bairro Palmeiras. O horário de funcionamento é de 2ª a 6ª feira, de 8h às 17h, e plantão 24 horas, todos os dias.

Unidade passará a ser Casa de Passagem para Adultos e Famílias

 

Compartilhe:
Comentar

Fazenda Campos Novos recebeu pesquisadores da UFRJ

A Fazenda Campos Novos, um dos pontos históricos de Cabo Frio, localizada no distrito de Tamoios, recebeu pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) entre os dias 25 e 27 de março, trabalhando em conjunto com a Secretaria de Agricultura e Abastecimento. A equipe de pesquisadores das áreas de geologia (rochosa e marinha) e paleontologia deu prosseguimento às pesquisas iniciadas no ano passado.

Trata-se de mais um passo no mapeamento da área externa da Fazenda, visando levantar suas riquezas naturais. Segundo o secretário de Agricultura, José Faustino Júnior, o governo municipal está priorizando os achados históricos e intensificando os projetos aprovados, como o caso do “Espaço Charles Darwin”.

– Esse é um projeto para divulgação de ciência e tecnologia que prevê mapeamento em diversas áreas, muito importante para popularização do conhecimento – afirma Faustino.

O projeto “Espaço Charles Darwin” é financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e tem como objetivo realizar pesquisas da biodiversidade e ainda nas áreas de arqueologia, história e geologia.

Jonatas Carvalho, pesquisador da Fazenda Campos Novos, afirma que é fundamental que as pesquisas sejam realizadas para aumento do conhecimento da história da fazenda e da cidade.

– Ainda sabemos pouco sobre nossa região. Cabo Frio está prestes a completar 400 anos e há ainda muitas lacunas para preencher sobre como tudo aconteceu – diz Jonatas.

Ao final dessas pesquisas, foi realizado um workshop, onde os pesquisadores tiveram oportunidades de falar sobre suas descobertas. A Fazenda Campos Novos fica situada à Rodovia Amaral Peixoto, Km 123, Campos Novos, no Distrito de Tamoios.

Os pesquisadores passaram três dias trabalhando em conjunto com a Secretaria de Agricultura e Abastecimento, dentro do projeto “Espaço Charles Darwin”

Compartilhe:
Comentar

Karol Ribeiro disputa o Pro Jr. Sul Americano

A surfista cabo-friense Karol Ribeiro, que tem entre seus patrocinadores a escola de idiomas Yázigi Cabo Frio, volta as competições após uma pequena pausa depois da maratona de campeonatos no início de 2015. Ela, que disputou duas etapas do Mundial Profissional na Austrália, conquistou a medalha de prata no Brasileiro Amador da Bahia, e ficou em 9º lugar na primeira etapa do Sul Americano Pro Jr no Peru, embarcou neste fim de semana para Argentina, onde participará da segunda etapa do Circuito Sul Americano Pro Jr. O campeonato, que será disputado nas ondas da praia Grande, em Mar del Plata, reunirá a nata dos surfistas de até 20 anos da América do Sul.

– Aproveitei este período sem campeonatos para aprimorar a parte física e a técnica, pois com as viagens e campeonatos do início do ano, foram prejudicadas. Espero que isto ajude no meu desempenho no restante do ano. Este campeonato é muito importante, pois além do título sul-americano, estarão em jogo as duas vagas do nosso continente para o mundial da categoria. Espero fazer uma boa apresentação e melhorar a minha posição no ranking, disse a atleta.

As próximas etapas deste Circuito serão realizadas na Praia da Baía Formosa, no Rio Grande do Norte (6 a 9 AGO), e na Praia de Chicama, no Peru (9 a 13 SET).

Karol Ribeiro no Australian Open com a camisa do Yázigi

 

Compartilhe:
Comentar

Cabo Frio larga na frente e ônibus universitário é sucesso

A Prefeitura de Cabo Frio colocou à disposição da população de Tamoios em outubro do ano passado três modernos ônibus, destinados para atender exclusivamente aos universitários do distrito que estudam nas instituições de ensino superior do município.

A Secretaria Municipal de Ciência, Tecnologia e Ensino Universitário (COGETEU) cadastrou os alunos e forneceu uma carteira de identificação para a utilização do serviço. A carteirinha habilita o universitário a utilizar os serviços do transporte gratuito durante todo o ano. Segundo o secretário Marcos Carrerette, a carteirinha funciona como um passaporte para o transporte universitário.

Essa iniciativa é inovadora em Cabo Frio. Segundo um estudo feito pela Secretaria de Ciência e Tecnologia a pedido do prefeito Alair Corrêa, os universitários de Tamoios percorrem diariamente mais de 40 km para estudar nas universidades que têm sede no primeiro distrito de Cabo Frio. Muitos deles estavam desistindo de cursar a faculdade por não ter condições financeiras de pagar os estudos e ainda arcar com as despesas de transporte.

Outra dificuldade é que as linhas regulares de ônibus que fazem o trajeto entre Tamoios e Cabo Frio chegam a levar duas horas neste percurso, o que inviabiliza o acesso de muitos estudantes que trabalham durante o dia e estudam à noite.

Segundo Marcos Carrerette, com a iniciativa da Prefeitura, os alunos têm garantido o transporte gratuito para ir e voltar de casa para a universidade.

– A Secretaria apresentou o projeto ao prefeito Alair Corrêa, que abraçou a causa colocando estes três ônibus novos a disposição dos alunos. A iniciativa deu o apoio necessário para que a estatística de evasão não aumente – afirmou o secretário.Beatriz Pires, estudante de Comunicação Social na Universidade Veiga de Almeida, também comentou sobre as vantagens do transporte gratuito.

– Eu moro em Tamoios e desde novembro do ano passado utilizo o transporte. Graças ao ônibus, eu não chego mais atrasada na faculdade e não perco mais nenhuma prova. Há muito tempo que os universitários estavam precisando dessa ajuda; gastávamos muito dinheiro com transporte – disse Beatriz.

Os universitários que antes tinha desistido ou trancado a matrícula por falta de condições financeiras para manter o transporte agora pensam no retorno. Esse é o caso de André Carvalho, que cursava Direito na UVA.- Eu tive que trancar minha matricula, porque não aguentei pagar as passagens. Esse ônibus é fundamental para eu conseguir retornar os meus estudos – revelou André.

Com capacidade máxima para 49 passageiros cada, os ônibus que fazem o serviço de transporte universitário gratuito são dotados de ar condicionado, TV de LED, som ambiente e acesso à internet por conexão sem fio (wi-fi). O ônibus sai do Distrito de Tamoios às 17h30, retornando às 22h30.

“Há muito tempo que os universitários estavam precisando dessa ajuda”, diz universitária

 

Compartilhe:
Comentar

Universitários visitam Fazenda Campos Novos para aula de campo

Em uma ação da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, alunos na Universidade Veiga de Almeida visitaram, na terça-feira (24/3), a sede da Fazenda Campos Novos. A visita guiada dos alunos dos cursos de Turismo e Meio Ambiente teve a proposta de capacitação continuada do desenvolvimento histórico na região, em uma aula de campo.

O secretário de Agricultura, José Faustino Júnior, e o pesquisador da Fazenda Campos Novos, Jonatas Carvalho receberam os 12 estudantes em uma visita de duas horas. Durante a visita, o pesquisador discorreu sobre a história do desenvolvimento da região e a importância da Fazenda Campos Novos ao longo desse processo.

Os alunos da Universidade Veiga de Almeida foram acompanhados do professor Luiz Carlos Teixeira, do curso de Turismo. A Fazenda Campos Novos fica situada à Rodovia Amaral Peixoto, Km 123, em Campos Novos, no Distrito de Tamoios.

Grupo de 12 estudantes dos cursos de Turismo e Meio Ambiente estiveram na Fazenda Campos Novos

 

Compartilhe:
Comentar

Prefeitura começa montagem e instalação de equipamentos do novo Centro Municipal de Reabilitação

A Prefeitura de Cabo Frio começa essa semana a fazer montagem e a instalação dos equipamentos e móveis do Centro Municipal de Reabilitação, localizado no bairro Novo Portinho. Todos os materiais, como macas, cadeiras, bicicletas ergométricas, aparelhos de ultrassom, esteiras, bolas para fisioterapia, colchões, almofadas, massageadores, entre outros, já chegaram.

A Prefeitura também está terminando a obra de instalação do muro para dar mais segurança à unidade, que já foi alvo de diversos furtos. O prédio também está contando com segurança 24 horas por dia.

– Como não tinha o muro era fácil o prédio ser alvo dos bandidos, que entravam pelas janelas dos fundos e roubavam tudo, desde fiação elétrica até chuveiros, vasos sanitários e pias. O muro é necessário para a segurança dos equipamentos e garantia da continuidade do serviço, disse o secretário municipal de Saúde de Cabo Frio, o médico Carlos Ernesto Dornellas, que desde o início do ano, junto com o subsecretário de Fisioterapia, Marcos Antônio de Farias, vem acompanhando diariamente o andamento das obras na unidade de saúde.

O prédio foi inaugurado no governo passado sem instalação elétrica e hidráulica, sem equipamentos, sem equipe médica e sem uma estrutura orgânica de funcionamento. A ideia é que a unidade entre em funcionamento com algumas atividades e que, aos poucos, todos os serviços sejam implantados, sem que as outras unidades de saúde que já realizam atendimento fisioterápico deixem de funcionar. Segundo o subsecretário de Fisioterapia, Marcos Antônio de Farias, o primeiro serviço que será oferecido na unidade será a hidroterapia, que não existe hoje no município.

– Já fizemos as instalações elétricas e hidráulicas para poder instalar as bombas e colocar as piscinas para funcionar. Também vamos ter aqui acupuntura, fisioterapia respiratória, fisioterapia urogenital (masculina e feminina) e RPG para correção postural – explicou Marcos Antônio de Farias.

A Prefeitura também já fez a limpeza do prédio e da piscina, instalou os vasos sanitários, chuveiros e pias nos banheiros. A copa e a sala de fisioterapia dos idosos também já estão prontas. Para o início de funcionamento das atividades, só falta mesmo que a Ampla faça a instalação externa de energia. A Procuradoria da Secretaria Municipal de Saúde está em contato com a concessionária do serviço de energia elétrica para que o processo seja concluído o mais rápido possível.

– Este prédio foi inaugurado sem qualquer condição de uso e a população não aguenta mais esperar. O problema é que o governo passado havia deixado uma dívida enorme com a Ampla e a empresa se recusou a fazer a instalação da energia elétrica, mas a Prefeitura já parcelou a dívida com a empresa, e a Procuradoria, está em contato com eles para solicitar a ligação da energia – disse o secretário Carlos Ernesto Dornellas.

Unidade tem suas obras acompanhadas diariamente pelo secretário municipal de Saúde, dr. Carlos Ernesto Dornellas

 

 

Compartilhe:
Comentar

Prefeitura promove seminário sobre Saúde e Direito da Mulher

A Prefeitura de Cabo Frio promove nesta quinta e sexta-feira (19 e 20/3) um seminário sobre Saúde e Direito da Mulher. O encontro é organizado pela Superintendência de Vigilância em Saúde, está sendo realizado em comemoração ao mês da mulher, é destinado aos Agentes Comunitários de Saúde e técnicos de enfermagem que trabalham na Atenção Básica de Cabo Frio.

O auditório da Universidade Estácio de Sá ficou lotado no primeiro dia do encontro. Participaram da abertura do evento, o secretário de Saúde, Dr. Carlos Ernesto Dornellas; a superintendente de Vigilância em Saúde, Edilane Medeiros; a coordenadora dos ESFs, Jorjete Maria Rego Lima; e a diretora do Hospital da Mulher, Dra. Maria Rosalice Almeida.

O objetivo do seminário é capacitar os Agentes Comunitários de Saúde e técnicos de enfermagem para atuação qualificada e diferenciada na área da saúde, promovendo o aperfeiçoamento do desempenho profissional nas diversas áreas que integram a prestação de serviços de saúde no que se refere a saúde da mulher.

– Aproveitamos o mês da mulher para falar de assuntos relacionados ao tema com o objetivo de promover uma capacitação dos profissionais que trabalham na área da saúde – disse Edilane Medeiros.

Na parte da manhã as palestras são sobre os seguintes temas: “O Agente Comunitário de Saúde e a Saúde da Mulher” e “Incentivo ao Aleitamento Materno”. Ao final de cada apresentação, são abertos debates para discussão. Entre os palestrantes, Dra. Tizuko Shiraiwa, professora Lélia Queiroz,  Ana Lúcia Mendonça, Sandra Rabelo e Dra. Maria Rosalice Almeida.

À tarde, após o almoço, acontece uma mesa redonda sobre “Violência contra a Mulher e Direitos Sexuais e Reprodutivos”, com Mariléia Bezerra, mestre em Serviço Social e assistente social do Hospital Municipal da Mulher; e a Dra. Maria do Espírito Santo Tavares dos Santos, mestre em Saúde Coletiva e médica do Paismca/SES-RJ.

– Queremos orientar as ações dos profissionais para a melhorar das condições de saúde da população. A programação de quinta-feira será a mesma de sexta-feira para que todos os profissionais, que fazem parte do público-alvo do seminário possam participar – finalizou o secretário de Saúde de Cabo Frio, Dr. Carlos Ernesto Dornellas.

Evento organizado pela Superintendência de Vigilância em Saúde vai até esta sexta-feira e tem como público-alvo os agentes comunitários de saúde que trabalham na Atenção Básica da cidade

 

Compartilhe:
Comentar
Assine o RSS
Publicidade
Publicidade
?>