Publicidade

Jornal do Brasil

Cabo Frio JB News

III Fórum Municipal de Cultura está marcado para agosto

Será realizado nos dias 10 e 11 de agosto de 2015 o III Fórum Municipal de Cultura, nas dependências do Teatro Municipal Inah de Azevedo Mureb, em Cabo Frio.

A ficha de inscrição pode ser encontrada na página da SECULT no Facebook (https://www.facebook.com/CaboFrioCultura) ou retirados na própria Secretaria de Cultura.

As inscrições podem ser feitas no Polo Esportivo Cultural de Tamoios; no Centro Cultural Anderson Giga Byte, no Jardim Esperança e no Gabinete da Secretaria de Cultura.

No Teatro Municipal de Cabo Frio, as inscrições poderão ser feitas até as 11h do dia 10 de agosto, data de início do Fórum.

Ficha de inscrição está disponível na internet ou na sede da Secretaria de Cultura

 

Compartilhe:
Comentar

Equipes do Hospital São José Operário passam por nova capacitação

Equipes do centro cirúrgico do Hospital São José Operário participaram de uma capacitação em Suporte Básico de Vida no Trauma (BTLS, sigla em inglês), enfocando o atendimento sistematizado nos primeiros dez minutos de um paciente vítima de trauma. O objetivo é capacitar os profissionais que irão receber os pacientes no novo Hospital Geral de Emergência (HCE) a partir do dia 1º de agosto.

Os traumas e as emergências clínicas são responsáveis por várias mortes e sequelas irreparáveis aos acidentados. O curso de BTLS tem como finalidade a preparação de profissionais no primeiro atendimento a acidentados.

– Estamos trabalhando o atendimento inicial ao politrauma, com postura profissional adaptada aos tipos de eventos possíveis, no seu contexto real do mundo do trabalho. Estar ciente da necessidade de tomada de decisão rápida e diferenciada pode ajudar a diminuir as complicações que poderiam prolongar a recuperação ou resultar na incapacidade definitiva do paciente – explicou a enfermeira Edilma Alencar, chefe da enfermagem do hospital.

Esse foi o segundo treinamento da equipe. Há duas semanas, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem participaram de uma capacitação em Suporte Básico de Vida (BSL, sigla em inglês) onde foram treinadas as habilidades de ressuscitação cardiopulmonar em pacientes graves. A partir de 1º de agosto, quando a Unidade de Pacientes Graves (UPG) do Hospital Geral de Emergência for inaugurada, a unidade de saúde será a porta de entrada para os pacientes transportados pelo Corpo de Bombeiros. A mudança no sistema vai agilizar o atendimento, já que hoje os pacientes são levados para a UPA para receber os primeiros socorros.

O curso de BTLS tem como finalidade a preparação de profissionais no primeiro atendimento a acidentados

 

Compartilhe:
Comentar

Cabo Frio ganha Comissão Intersetorial de Saúde do Trabalhador

A VII Conferência Municipal de Saúde de Cabo Frio reuniu um número recorde de participantes, durante dois dias, no Centro de Convenções do Hotel Paradiso Corporate, para falar sobre saúde. Foram mais de 400 pessoas, entre gestores, prestadores de serviços, trabalhadores da saúde e usuários discutindo os oito eixos temáticos em debate.

– O evento teve o objetivo de promover o debate sobre os rumos do Sistema Único de Saúde (SUS) entre conselheiros de saúde, representantes da Sociedade Civil Organizada, gestores da saúde pública e usuários do sistema – explica o médico Carlos Ernesto Dornellas, secretário Municipal de Saúde de Cabo Frio.

Na quinta-feira (23/7), os grupos de trabalho debateram cinco eixos temáticos: “Direito à saúde, garantia de acesso e atenção de qualidade”; “Participação e controle social”; “Valorização do trabalho e da educação em saúde”; “Financiamento do SUS e relação público-privado” e “Gestão do SUS e modelos de atenção à saúde”. Na sexta-feira, dia 24 de julho, os trabalhos continuaram com os temas “Informação, educação e política de comunicação do SUS”, “Ciência, tecnologia e inovação no SUS” e “Reformas democráticas e populares do Estado”.

Para o prefeito Alair Corrêa, o evento foi um momento importante para observar o que já foi realizado e onde será necessário avançar.

– Aos poucos, estamos conseguindo colocar a saúde municipal em ordem. Estão faltando algumas peças, mas agora é o momento de refletirmos sobre o que estamos fazendo e o que queremos – disse o prefeito.

A agenda é preparatória para a 15ª Conferência Nacional de Saúde, que acontecerá entre 1º e 4 de dezembro, em Brasília. Além de elaborar um relatório final contendo um conjunto de diretrizes e propostas de âmbito regional, estadual e nacional, os participantes também elegeram os novos membros do Conselho Municipal de Saúde de Cabo Frio.

Também foram eleitos os representantes da Comissão Intersetorial de Saúde do Trabalhador (CIST), tendo como atribuições: elaboração de Normas Técnicas e estabelecimento de padrões de qualidade para promoção da saúde do trabalhador; participação da formulação e na implementação das políticas relativas às condições e aos ambientes de trabalho; da definição de normas, critérios e padrões para o controle das condições e dos ambientes de trabalho, dentre outras. A CIST tem como objetivo assessorar o Conselho Nacional de no acompanhamento dos temas relativos à saúde do trabalhador.

Comissão foi criada durante a VII Conferência Municipal de Saúde, na semana passada

 

Compartilhe:
Comentar

Cabo Frio recebe programa “Sinalização de Valorização Turística”

O município de Cabo Frio recebeu nesta segunda-feira, representantes da Secretaria de Turismo do Estado do Rio de Janeiro (Setur – RJ) e do Departamento de Estradas de Rodagem (DER – RJ), para instalação de placas do programa “Sinalização de Valorização Turística”. As placas, que fazem referência a atrativos turísticos e à história da cidade, foram instaladas na Praia do Forte, representando o Forte São Mateus; no bairro da Passagem, o mais antigo de Cabo Frio; e em um dos acessos ao município.

O programa contempla diversas cidades do estado do Rio de Janeiro e visa valorizar e destacar os atrativos das cidades, enfatizando o potencial turístico e apresentando suas riquezas culturais. A parceria entre a Secretaria de Turismo e o DER (Departamento de Estradas de Rodagem) prevê a instalação de placas nas rodovias estaduais e nos acessos aos municípios, com o objetivo de atrair visitantes e mostrar a riqueza cultural das regiões. Ao todo, o programa Sinalização de Valorização Turística inclui a colocação de 920 placas turísticas.

Carmo, na Região Serrana, foi a primeira cidade a receber as informações turísticas, que privilegiam o roteiro Caminhos da Serra, no ano passado. O Ministério do Turismo pretende tornar o programa nacional ainda este ano.

O projeto contempla, nesta primeira fase, os municípios de Bom Jardim; Rio Claro; Quatis; Resende; Rio das Flores; Cachoeiras de Macacu; Cantagalo; Nova Friburgo; Macuco; Petrópolis; São Sebastião do Alto; Miguel Pereira; Arraial do Cabo; Armação dos Búzios; Cabo Frio; Rio das Ostras; Magé; Teresópolis; Angra dos Reis; Paraty; Mangaratiba; Trajano de Moraes; Paty de Alferes; Cantagalo; Engenheiro Paulo de Frontin; Vassouras; Valença; e Itatiaia.

O programa contempla diversas cidades do estado do Rio de Janeiro e visa valorizar e destacar os atrativos das cidades, enfatizando o potencial turístico e apresentando suas riquezas culturais

 

Compartilhe:
Comentar

Marcação de consultas terá fidelização de pacientes

A partir do dia 10 de agosto, o agendamento de consultas para médicos especialistas deverá ser feito em um dos polos de marcação. O objetivo da Secretaria Municipal de Saúde de Cabo Frio, com a fidelização dos usuários, é desafogar o atendimento nas centrais de marcação do Braga e do Jardim Esperança. Além disso, o processo de descentralização da marcação também vai facilitar a vida dos moradores, já que, a partir de agora, eles podem agendar suas consultas próximo de casa.

– Os pacientes devem fazer o agendamento no polo mais próximo de sua residência. Não há necessidade de saírem dessas localidades, nas quais já há um polo, para marcar uma consulta. Queremos evitar que haja sobrecarga no atendimento nas centrais de marcação – disse o diretor do PAM, Antônio Marcos Durães.

Ao todo, 10 polos irão fazer a marcação de consultas para o atendimento ambulatorial no PAM de São Cristóvão e no Hospital do Jardim Esperança. Os funcionários dos polos passaram por um treinamento na sexta-feira (17/7), quando as novas regras de marcação foram apresentadas.

– Uma importante estratégia de fidelização do paciente é focar na formação de uma equipe de profissionais altamente capacitados para oferecer um serviço técnico de excelência, bem como, prestar um atendimento humanizado e qualificado – alertou Jorgete Maria Rego Lima, coordenadora da Atenção Básica de Saúde.

Com este novo sistema a Secretaria Municipal de Saúde espera acabar, de uma vez por todas, com as filas para marcação.

Confira os Polos:

Polo Tangará:

Moradores do: Tangará, Caminho de Búzios, Chácara Guriri, Jardim Peró, Reserva do Peró, Parque Eldorado, Guriri e Colinas do Peró

 

Polo Porto do Carro:

Moradores do: Porto do Carro, Boca do Mato, Monte Alegre, Rainha da Sucata e Vila do Ar

 

Polo Itajuru/Centro:

Moradores do: Algodoal, Centro, Itajuru, Passagem, Praia do Forte, São Bento, União, Ville Blanche, Vila Nova, Canto do Forte, Jardim Flamboyant, Portinho, Marlim, Parque Riviera

 

Polo Guarani:

Moradores do: Guarani, Vila do Sol, Perynas

 

Polo Nautillus:

Moradores do: Jardim Nautillus, Célula Mater, Manoel Corrêa, Balneário das Dunas, Recanto das Dunas

 

Polo Caiçara:

Moradores do: Jardim Caiçara, Jardim Excelsior, São Francisco, Jardim Balneário, Ilha do Anjo, Canal Palmer

 

Polo Praia do Siqueira:

Moradores do: Jardim Olinda, Praia do Siqueira, Palmeiras, Parque Burle, Sítio das Palmeiras

 

Polo Peró:

Moradores do: Peró, Cajueiro, Ogiva, Caminho Verde

 

Polo Gamboa:

Moradores da: Gamboa, Jacaré, Bosque do Peró

 

Polo Central-Braga:

Moradores do: Braga, São Cristóvão, Foguete, Morubá, Parque Central

 

Compartilhe:
Comentar

Pacientes hipertensos e diabéticos recebem atendimento especial em Cabo Frio

A hipertensão arterial e o diabetes são doenças altamente prevalentes e representam um sério problema de saúde pública. Elas não têm cura, mas podem ser controladas com medicamentos e bons hábitos de vida. Do contrário, as duas doenças costumam ter graves consequências. No caso do diabetes, problemas renais, cardiovasculares e até cegueira e amputações. A hipertensão é igualmente perigosa.

Visando um melhor atendimento a esses pacientes na rede municipal, o Centro de Atenção ao Diabético e Hipertenso (CADHi) da Secretaria Municipal de Saúde vem promovendo cursos de capacitação para médicos e enfermeiros que atuam nos postos do programa Estratégia Saúde da Família (ESFs) e nas Unidades Básicas de Saúde. O objetivo é criar um protocolo de atendimento para esses pacientes.

– A hipertensão arterial é o principal fator de risco para o desenvolvimento das doenças cardiovasculares, do tipo infarto do coração, derrame cerebral, insuficiência renal com necessidade de diálise, por isso é tão perigosa – alerta o cardiologista Anderson Wilnes, um dos coordenadores do programa.

O CADHi é um centro de referência de atenção aos pacientes diabéticos descompensados e hipertensos resistentes. Lá, os pacientes contam com uma equipe composta por cardiologistas, endocrinologista, assistente social e enfermeira. O CADHi também é responsável pelo fornecimento de fitas e aparelhos de glicemia para os pacientes cadastrados no município em uso de insulina.

– Nós atendemos os pacientes que já são acompanhados nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) ou no programa Estratégia Saúde da Família (ESFs) e apresentam complicações por conta da diabetes ou hipertensão. O CADHi controla a doença deste paciente, dá assistência e o acompanha até ele voltar a ficar estabilizado e poder continuar o atendimento da unidade de saúde próxima a sua residência – explica a enfermeira Viviane Torres, coordenadora geral do CADHi.

Os primeiros treinamentos foram realizados pelos cardiologistas Anderson Wilnes e Ana Lia. Em agosto, os profissionais dos ESFs e UBS seguem treinamento com o endocrinologista Claudio Chyosqui. Investir na prevenção, detecção precoce e tratamento destas duas doenças é decisivo para garantir melhor qualidade de vida e diminuir gastos com hospitalização e medicina de alta tecnologia. A abordagem conjunta, neste protocolo, justifica-se pelos fatores comuns às duas doenças, tais como: fatores de risco, necessidade de controle permanente e intervenções no tratamento das comorbidades.

O CADHi funciona na antiga emergência pediátrica ao lado do Hospital Municipal São José Operário, na Rua Governador Valadares, em São Cristóvão.

Equipes das unidades de saúde passam por curso de capacitação para oferecer o mesmo atendimento que os pacientes recebem no Centro de Atenção ao Diabético e Hipertenso (CADHi)

 

Compartilhe:
Comentar

Cabo Frio debate o SUS em conferência municipal

O prefeito Alair Corrêa participa da abertura da 7ª Conferência Municipal de Saúde de Cabo Frio, que acontece às 8h desta quinta-feira (23/7), no teatro do Hotel Paradiso Corporate. O debate é preparatório para a 15ª Conferência Nacional de Saúde, que acontecerá de 1º a 4 de dezembro, em Brasília, com o tema “Saúde pública de qualidade para cuidar bem das pessoas: direito do povo brasileiro”. Durante o evento, trabalhadores, usuários, conselheiros e gestores do SUS irão debater propostas para o Sistema Único de Saúde, que servirão para nortear as decisões da 15ª CNS.

Para o secretário de Saúde de Cabo Frio, dr. Carlos Ernesto Dornellas, o evento é um momento importante para observar o que já foi realizado e onde será necessário avançar.

– O evento tem o objetivo de promover o debate sobre os rumos do Sistema Único de Saúde (SUS) entre conselheiros de saúde, representantes da Sociedade Civil Organizada, gestores da saúde pública e usuários do sistema – explica o secretário.

Grupos de trabalho irão debater oito eixos temáticos: “Direito à saúde, garantia de acesso e atenção de qualidade”; “Participação e controle social”; “Valorização do trabalho e da educação em saúde”; “Financiamento do SUS e relação público-privado”; “Gestão do SUS e modelos de atenção à saúde”; “Informação, educação e política de comunicação do SUS”, “Ciência, tecnologia e inovação no SUS” e “Reformas democráticas e populares do Estado”.

Além de elaborar um relatório final contendo um conjunto de diretrizes e propostas de âmbito regional, estadual e nacional, os participantes terão que escolher delegados para a Conferência Estadual de Saúde que acontece em setembro, no Rio de Janeiro.

Marco Figueira, presidente da comissão organizadora da Conferência, ressaltou a importância da participação da sociedade no evento.

– Essa é a primeira etapa e, para as outras, teremos que levar propostas para mais quatro anos de SUS. Em um momento de tantas crises, é preciso estarmos juntos para defender o SUS – disse.

Abertura da conferência está marcada para esta quinta-feira (23/7)

 

Compartilhe:
Comentar

Circuito BB de Vôlei de Praia começa nesta quinta-feira com entrada franca

Texto: Anderson Lopes

Fotos: Divulgação CBV

Alguns dos principais nomes do vôlei de praia do país estarão Cabo Frio a partir desta quinta-feira (23/7). É a quarta e última etapa do Circuito Banco do Brasil Challenger. Uma grande arena está sendo montada na Praia do Forte, em frente à Praça das Águas para a disputa das partidas. A entrada para as partidas é gratuita.

De acordo com o sistema de disputa, oito duplas entram direto na fase de grupos pela classificação no ranking de entradas, enquanto outros quatro times garantem presença através da disputa do qualificatório, no primeiro dia dos torneios. Os 12 times finais são divididos em três grupos de quatro e duelam pela primeira fase, no segundo dia de competições (sexta-feira).

Avançam os primeiros e segundos de cada grupo, além dos dois melhores terceiros colocados. Ainda no segundo dia dos torneios ocorre a disputa das quartas de final. No terceiro e último dia (sábado) acontece a disputa das semifinais, bronze e finais. As partidas serão disputadas de quinta a sábado, das 8h às 20h30.

A temporada 2015 do Challenger é formada por quatro etapas. Antes de chegar a Cabo Frio, o circuito passou por Chapecó (SC), Campo Grande (MS) e Vitória (ES).

Uma das atrações da etapa que começa nesta quinta-feira é a presença de Thaís Rodrigues. A jogadora cabofriense de 24 anos vem atuando com destaque nas principais competições do circuito nacional, obtendo êxito também em competições internacionais. Em sua nova parceria com Carol, Thaís foi semifinalista da terceira etapa, em Vitória, mas acabou na quarta colocação.

Cabo Frio recebe última etapa do Circuito Banco do Brasil Challenger. Evento vai até sábado (25/7), sempre a partir das 8h

 

Compartilhe:
Comentar

UPA de Cabo Frio é polo regional de vacinação contra o Vírus Sincicial Respiratório

Por Janayna Teixeira

A UPA do Parque Burle é um dos 26 polos no interior do estado da Secretaria Estadual de Saúde para a imunização de crianças com até dois anos de idade contra o Vírus Sincicial Respiratório (VSR), que atinge especialmente bebês e crianças que tiveram nascimento prematuro. A unidade está disponibilizando o medicamento Palivizumabe, constituído de anticorpo monoclonal, específico para o vírus. A vacinação é feita anualmente entre os meses de abril a agosto.

Segundo a enfermeira Barbara Lessa, responsável pela vacinação no município, o polo de Cabo Frio irá atender crianças de todos os municípios da Região dos Lagos.

– As doses da vacina são aplicadas todas as terças-feiras, a partir das 9h, no anexo à Unidade de Pronto Atendimento – diz Bárbara.

Cerca de 40 crianças já foram cadastradas para receber o medicamento. O cadastro deve ser feito no polo de dispensação de medicamentos do Estado, que funciona ao lado do PAM de São Cristovão. A UPA só pode vacinar crianças que tenham encaminhamento feito pela Secretaria Estadual de Saúde.

As infecções respiratórias pelo VSR constituem uma das doenças mais frequentes e graves nos primeiros meses de vida da criança, sendo uma das causas mais importantes de mortalidade infantil em todo o mundo. O risco de desenvolvimento de doença grave pelo vírus é mais alto em crianças prematuras, com doença pulmonar crônica de prematuridade e nas cardiopatas.

– Esse grupo torna-se mais suscetível à infecção pelo vírus por apresentar os seguintes fatores de risco: bronquíolos de menor diâmetro, sistema imunológico menos desenvolvido e recebimento de menor quantidade de anticorpos, que são provenientes da mãe e auxiliam no combate às infecções do recém-nascido – explicou a enfermeira.

O Vírus Sincicial Respiratório (VSR) está associado aos surtos de doença respiratória aguda que surgem todo ano no inverno e no início da primavera. Ele penetra no corpo humano através das membranas dos olhos, do nariz e da boca atingindo a mucosa respiratória. Em bebês e em crianças pequenas, pode causar pneumonia, bronquiolite e bronquite. Em adultos, manifesta-se como uma gripe comum.

São consideradas para efeito de inclusão no programa de vacinação as crianças que se enquadrem em uma das situações a seguir: menores de um ano de idade, cujo nascimento tenha se dado com idade gestacional menor ou igual a 28 semanas (nascidos prematuramente); e menores de dois anos de idade, desde que portadoras de cardiopatia congênita significativa ou de doença pulmonar crônica de prematuridade que tenham necessitado de tratamento nos 6 meses anteriores ao período de sazonalidade.

A solicitação do Palivizumabe é feita mediante a apresentação do formulário “Laudo VSR – Vírus Sincicial Respiratório”, um laudo médico descrevendo a necessidade da criança para a aplicação do Palivizumabe e receita médica em duas vias (datada de menos de 30 dias) devidamente preenchidas pelo médico. Além da documentação médica, devem ser anexadas cópias da certidão de nascimento da criança, documento de identidade do responsável legal e comprovante de residência.

A unidade está disponibilizando o medicamento Palivizumabe, constituído de anticorpo monoclonal, específico para o vírus. A vacinação é feita anualmente entre os meses de abril a agosto

 

Compartilhe:
Comentar

“Divisória da Via Lagos marca um novo momento para o turismo de Cabo Frio”, diz prefeito Alair Corrêa

Um novo momento para o turismo de Cabo Frio e região. Assim definiu o prefeito Alair Corrêa sobre a inauguração da divisória metálica entre as pistas na Via Lagos que aconteceu na manhã desta sexta-feira (17/7) com o objetivo oferecer mais segurança na rodovia para os motoristas.

– Essa inauguração é um grande avanço para reforçar a segurança dos turistas que visitam a nossa cidade, – disse Prefeito Alair Corrêa, lembrando que a ação pela construção das divisórias foi iniciativa do próprio Alair quando Deputado Estadual no Governo Marcelo Alencar.

O governador Pezão salientou que as divisórias vão trazer tranquilidade para milhares de famílias que passam diariamente pela rodovia.  A iniciativa irá fortalecer o turismo e o comércio das cidades da Região dos Lagos, principalmente Cabo Frio, cidade polo da Região.

Pezão ressaltou a experiência do prefeito Alair Corrêa em seus quatro mandatos que o capacitaram para enfrentar o momento de crise que todas as cidades da Região estão passando.

– Você, prefeito Alair Corrêa, sabe melhor que todo mundo, como é enfrentar uma crise –, disse o Governador.

De acordo com o governador foram investidos cerca de 200 milhões de reais em infraestrutura da rodovia que vão oferecer mais segurança e conforto aos usuários. Além de contribuir ainda mais para o desenvolvimento do turismo de Cabo Frio, um dos destinos mais procurados do Brasil.

Para o Ministro das Cidades Gilberto Kassab, a região cresce mais do que qualquer outra parte do país, e mostra a importância da união dos municípios pra o desenvolvimento regional.

As pistas foram alargadas nos dois sentidos para a instalação do dispositivo de segurança. O projeto contou com a construção de sete retornos, oito travessias de pedestres e duas passarelas.

Na ocasião, dezenas de autoridades municipais e chefes do Executivo estiveram presentes no evento, entre elas os prefeitos das cidades de Cabo Frio, São Pedro da Aldeia, Iguaba Grande, Araruama, Rio Bonito, Saquarema, Arraial do Cabo, Búzio e Macaé. O Governador do Estado do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, o Ministro das cidades Gilberto Kassab e o Diretor Presidente da CCR ViaLagos, Márcio Roberto de  Morais.

Prefeito participa da solenidade de inauguração com o Governador do Estado e Ministro das cidades

 

Compartilhe:
Comentar
Assine o RSS
Publicidade
Publicidade
?>