Publicidade

Jornal do Brasil

Cabo Frio JB News

Justiça determina afastamento de mulher e irmã do prefeito de Rio das Ostras

Prefeitura de Rio das Ostras (Secom Rio das Ostras)

A Justiça determinou nesta quinta-feira, 20 de julho, o afastamento da Secretária Municipal de Gestão Pública de Rio das Ostras, Márcia de Souza Almeida, e da coordenadora de Avaliação, Acompanhamento Pedagógico e Formação da Casa da Educação, Edilaine Carvalho Balthazar. Segundo o Ministério Público do Estado do Rio, Márcia e Edilaine são, respectivamente, mulher e irmã do prefeito Carlos Augusto Carvalho Balthazar.

A decisão foi em caráter de tutela de urgência atendendo ao pedido da 2ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Macaé, que entrou com ação por improbidade administrativa, ajuizada contra o prefeito e familiares pela prática de nepotismo. O despacho é assinado pelo juiz Henrique Assumpção Rodrigues de Almeida.

Conforme a decisão judicial, o administrador público utilizou prerrogativas de poder ao criar a “Secretaria Municipal de Gestão Pública”, a fim de proteger a esposa e salvaguardá-la de possíveis enquadramentos em caso de nepotismo. Segundo o magistrado, não há qualquer justificativa do ponto de vista gerencial para a criação de outra Secretaria, uma vez que se trata de nova fonte de despesa a um município em crise financeira.

Além disso, a decisão menciona que Márcia de Souza Almeida não possui experiência na área, haja vista que nunca exerceu qualquer trabalho, função ou atividade relacionadas à gestão pública. Já Edilaine Carvalho Balthazar, irmã do prefeito, foi nomeada para a função de coordenadora de Avaliação, Acompanhamento Pedagógico e Formação da Casa da Educação, mesmo já existindo no Município responsável pela pasta de Educação, de acordo com a promotoria do Ministério Público.

Os envolvidos na ação e a Prefeitura Municipal de Rio das Ostras ainda não se pronunciaram sobre a decisão judicial.

Compartilhe:
Comentar

Campanha do Agasalho arrecada mais de mil peças na ViaLagos e beneficia três instituições

Asilo Lar Maria de Nazareth – Rio Bonito

Centro Pop – Araruama

CRAS Apolo Belizário – Iguaba Grande

A Campanha do Agasalho 2017, do Instituto CCR, arrecadou 1.010 peças na ViaLagos. Roupas e cobertores em bom estado de conservação foram doados por usuários da rodovia e colaboradores da Concessionária, beneficiando três instituições assistenciais: o Asilo Lar Maria Nazareth, em Rio Bonito, o Centro Pop – Assistência à População de Rua, em Araruama e o CRAS Apolo Belizário, em Iguaba Grande.

No terceiro ano da Campanha do Agasalho, as doações na ViaLagos superaram em mais de 80% as do ano passado.

Compartilhe:
Comentar

Meio Ambiente fiscaliza pesca predatória de tartaruga marinha em Macaé

Rede apreendida em operação contra a pesca de tartarugas marítimas em Macaé (Foto: Ascom Macaé/Divulgação)

As secretarias de Ambiente e Sustentabilidade de Macaé, Defesa Civil e o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) apreenderam, no mar, 3 km de rede utilizadas para a pesca de tartarugas marinhas. A operação, para coibir a pesca predatória de tartarugas marinhas aconteceu nesta terça-feira. Os agentes percorreram o Pontal, praias do Forte, Farol e Campista, consideradas áreas com maior concentração de tartarugas.

A rede apreendida estava a menos de 100 metros de distância da costa. A distância mínima permitida é de pelo menos 200 metros. A fiscalização contou ainda com o barco da Defesa Civil.

De acordo com o coordenador de Fauna, da Secretaria de Ambiente, Fernando Barreto, além de poder acarretar na morte das tartarugas, este tipo de pesca prejudica ainda as espécies em época de defeso e outros animais que ficam presos nas redes.

A pena para quem é flagrado desrespeitando as áreas de preservação ambiental ou época de defeso varia de acordo com o crime previsto na lei 9.605/98, que trata sobre crimes ambientais. A ação de fiscalização conta com a contribuição da população. Quem quiser denunciar, pode ligar direto para o telefone (22) 2772-3571 (Secretaria de Ambiente) ou (22) 2765-5303 (Inea).

Compartilhe:
Comentar

Equipe de ginastas de Cabo Frio conquista oito medalhas no Campeonato Brasileiro de Trampolim

Os atletas de Cabo Frio, patrocinados pela RB10 Seguros, com os professores Edson Olaendre e Ana Paula Mendes

A equipe de ginástica de Cabo Frio brilhou no Campeonato Brasileiro de Ginástica de Trampolim, realizado no último final de semana, em Ouro Preto, Minas Gerais. Os atletas conquistaram oito medalhas, sendo três de ouro, uma de prata e quatro de bronze.

A competição contou com atletas de diferentes estados: Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Goiás, Espírito Santo e Rio Grande do Sul. O campeonato serviu também como seletiva para o Mundial Age Group, que ocorrerá em Sófia, na Bulgária. Além disso, os resultados serão um dos critérios de avaliação para a escolha da Seleção Brasileira de Trampolim.

Samyra Melo dos Santos(13 e 14 anos), Laís Dutra de Gusmão (11 e 12 anos) e Said Rocha de Souza ( 15 e 16 anos) conquistaram medalhas de ouro no Tumbling, cada um em sua categoria. Larissa Schumacher  dos Santos ficou com a medalha de prata na categoria 15 e 16 anos. Gioovana da Silva Loyola (11 e 12 anos), Hosana Abreu de Oliveira (13 e 14 anos) e Bianca Christyna do Nascimento (15 e 16 anos) ficaram com o bronze, e no duplo-mini, Said Rocha conquistou outra medalha, mas desta vez de bronze.

Os professores Edson Olaendre e Ana Paula Mendes festejaram as medalhas conquistadas em durante a competição.

– Estamos muito orgulhosos e satisfeitos com o desempenho de nossos atletas, principalmente por não treinarem em aparelhos no qual eles competem. A superação deles foi muito grande e mostra toda a capacidade da equipe, destacou o treinador.

A participação no campeonato só foi possível graças ao apoio de patrocinadores, entre eles, a RB10 Seguros, que além de oferecer o seguro de atividades física para os atletas e equipe técnica, também ajudou no custeio da viagem.

-A RB10 Seguros entendeu a importância da equipe poder participar desta competição, e por isso, somos muito gratos. Além disso, os atletas também podem treinar com mais segurança e tranquilidade, já que contam com o seguro que tem cobertura nacional, 24 horas por dia, destacou o professor Edson Olaendre.

A próxima competição da equipe será o Torneio e Campeonato Estadual de Trampolim, no dia 2 de setembro, na Arena Rio 3, na Barra da Tijuca.

Equipe de Cabo Frio medalhista no Campeonato Brasileiro de Trampolim

Compartilhe:
Comentar

Jovem é detido com 3 mil pedras de crack em Cabo Frio

3 mil pedras de crack apreendidas com jovem em Cabo Frio (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Um adolescente foi detido com 3.152 pedras de crack na noite deste domingo (16) no bairro Vila do Arem Cabo Frio. De acordo com a Polícia Militar, a droga seria vendida em comunidades próximas ao bairro durante essa semana.

A apreensão aconteceu na Rua Ernesto de Melo no final da tarde após denúncia anônima. O suspeito foi flagrado pelos agentes saindo de um terreno com a droga. O caso foi levado para a 126ª Delegacia de Polícia.

Compartilhe:
Comentar

PROJETO LEVA CULTURA ITINERANTE A PARTIR DESTA SEXTA EM CABO FRIO

Inicia nesta sexta-feira (14) o projeto Kombination – Arte na Rua, que levará cultura itinerante através de uma Kombi para bairros e espaços públicos de Cabo Frio. A iniciativa surgiu do programa “Celeiro de Projetos” da Secretaria de Cultura, que tem o objetivo de fomentar o setor com apoio estrutural.

Nesta sexta, a apresentação fica por conta da banda Beach Combers. O show será na Praça da Cidadania, próxima à Praia do Forte, a partir das 18h. O trio carioca irá embalar o público com surf music instrumental. No domingo (16) é a vez da banda Camaleão Nativo levar reggae para o estacionamento do Lido, também na Praia do Forte, a partir das 16h.

Segundo o idealizador do projeto, Lucas Cabral, a iniciativa visa promover a cultura e dar visibilidade aos artistas. “Eles poderão fazer suas apresentações através de um palco móvel, que será a Kombi, mostrando a sua música e divulgando o seu trabalho”, disse.

Os artistas interessados em usar o palco móvel devem procurar o Departamento de Políticas Públicas da Secretaria de Cultura, que funciona na Casa de Cultura José de Dome (Charitas), de terça a quinta-feira, das 9h às 11h.

“Celeiros de Projetos”

O programa desenvolvido pela Secretaria de Cultura tem o objetivo de fomentar o setor através das propostas de artistas, músicos, artesãos, dançarinos, escritores, produtores culturais e a mais ampla diversidade cultural, oferecendo apoio Estrutural, sem repasse financeiro.

A iniciativa é desenvolvida pelo Departamento de Políticas Culturais. Além de estrutura como espaço físico e equipamentos de som, a Secult firmou parceria para divulgação e marketing com a Coordenadoria-Geral de Comunicação.

Compartilhe:
Comentar

Cabo Frio registra média de 29h sem energia elétrica em 2016

O fornecimento de energia elétrica no estado do Rio piorou nos últimos cinco anos. De acordo com o estudo “Retrato da Qualidade da Energia no Estado do Rio de Janeiro”, divulgado pelo Sistema FIRJAN nesta terça-feira durante o seminário “Energia Elétrica, Indústria e Competitividade”, em média, os municípios fluminenses ficaram 25 horas sem energia em 2016. Na comparação com 2011, o tempo de interrupção aumentou 10,2%. A média nacional é de 16 horas sem fornecimento. “Um cenário assim afasta novos investidores e inibe qualquer iniciativa de expansão”, disse o vice-presidente do Sistema FIRJAN, Carlos Mariani Bittencourt, na abertura do evento.

Na Região dos Lagos, em 2016, a cidade de Cabo Frio registrou 29 horas de falta de energia. Já os municípios de Rio das Ostras e Arraial do Cabo apontaram, respectivamente, 25h e 22h com falta de energia. Em seguida, vem Búzios (20h).

Niterói, por exemplo, ficou mais de 16 horas sem energia. E, São Gonçalo registrou mais de 17 horas de interrupção. O estudo, elaborado com base em indicadores da Aneel, aponta ainda que, em média, o tempo sem fornecimento no Leste Fluminense, desde 2011, aumentou 19,26%.

Na análise regional, que considera tanto o tempo sem energia como a quantidade de interrupções, mostra que os consumidores tiveram o fornecimento interrompido 14 vezes, um aumento de 63,67% em relação a 2011. Silva Jardim é o município com o pior nível de qualidade. Em 2016, foram 44 horas sem energia.

De acordo com o Sistema FIRJAN, o acesso à energia elétrica com qualidade, segurança e a preços baixos é fundamental para o desenvolvimento socioeconômico e industrial. Para melhorar o serviço oferecido no estado, a Federação das Indústrias defende investimentos por parte das distribuidoras, além de uma modernização da regulação a partir de uma visão integrada de todo o setor.

As propostas apresentadas pelo Sistema FIRJAN para a melhoria do ambiente regulatório são a criação de indicadores que mensurem as interrupções abaixo de três minutos, a identificação das classes de consumo nos conjuntos elétricos, o desenvolvimento de pacotes de fornecimento de energia elétrica com qualidade e preço diferenciado para a indústria e o estímulo à expansão das redes inteligentes de energia, as chamadas smart grids.

Segundo o superintendente de Concessões, Permissões e Autorizações de Transmissão e Distribuição da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), Ivo Sechi Nazareno, a agência tem trabalhado para encontrar, cada vez mais, a relação de equilíbrio entre qualidade, investimento e tarifa. O presidente da Enel Distribuição Rio, Ramon Castañeda, citou algumas das medidas que a empresa vem adotando para melhorar a qualidade do fornecimento de energia. “Temos um plano de manutenção e identificação de defeitos na rede, assim como investimentos para a melhoria da rede e a adoção de novas tecnologias”, comentou Castañeda.

Também participaram do seminário o presidente da Abradee (Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica), Nelson Leite, e o presidente do Conselho Empresarial de Energia Elétrica do Sistema FIRJAN, Sergio Malta. Representando os consumidores industriais, também estavam o presidente da Abrace (Associação Brasileira de Grandes Consumidores Industriais de Energia e de Consumidores Livres), Edvaldo Santana, e o presidente do Sindisal (Sindicato da Indústria de Refinação e Moagem de Sal do Estado do Rio de Janeiro), Luis Césio Caetano. No encontro, o Sistema FIRJAN lançou seu novo site de energia elétrica (www.firjan.com.br/energiaeletrica).

Estudo da Federação aponta que tempo sem fornecimento no Leste Fluminense aumentou 19,26% desde 2011. Na Região dos Lagos, em 2016, a cidade de Cabo Frio registrou 29 horas de falta de energia.

 

Compartilhe:
Comentar

Polícia apreende 15 máquinas caça-níqueis em Macaé

Caça-níqueis apreendidos em Macaé (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

A Polícia Militar apreendeu 15 máquinas caça-níqueis na noite deste terça-feira (11) no município de Macaé. Dois homens que seriam os responsáveis pelo estabelecimento, de 33 e 66 anos, foram detidos e liberados após serem autuados na Lei de Contravenções Penais. O caso foi registrado na 123ª Delegacia de Polícia.

A ação aconteceu na Rua Missionário Salomão Gisburg, no bairro Miramar, após uma denúncia anônima de que o local seria um ponto para a prática de jogos de azar. De acordo com a polícia, 14 máquinas estavam em funcionamento. No local, foram apreendidos R$ 1.332 em dinheiro, segundo a Polícia Militar.

Compartilhe:
Comentar

Exposição reúne 25 expoentes da arquitetura de Búzios

(Texto:Premissa Assessoria)

estilo Búzios de arquitetura estará em evidência no balneário mais charmoso do país. Após 24 anos do primeiro encontro, arquitetos residentes e integrantes do Núcleo Búzios do IAB – Instituto dos Arquitetos do Brasil – apresentarão seus mais recentes projetos na exposição Arquitetando em Búzios, na Escola de Artes Zanine, de 21 de julho a 16 de agosto.

A ideia do evento começou em 1993, quando dez arquitetos se reuniram no Hotel Galápagos Inn, para exposição que reunia dez fotos de cada participante das realizações em Búzios. Entre 1999 e 2000 foi criado o IAB Núcleo Búzios e em 2003, dezesseis arquitetos se reuniram para debater sobre os rumos da profissão na cidade e apresentar novamente seus projetos. Já a segunda edição, novamente somente com arquitetos, foi realizada em 2007 no Shopping Passeio das Palmeiras. Para 2017, o evento traz 25 nomes de destaque da arquitetura buziana, em 25 projetos de instalação, individual ou em dupla, e com temática livre. Participarão ainda três instituições: Núcleo IAB Búzios, Secretaria de Planejamento Urbano e Projetos e Secretaria de Desenvolvimento Urbano de Búzios.

Serão exibidas fotos, maquetes, desenhos, textos, matérias de jornais e revistas, quadros, espaços decorados, além de exibição em mídia digital com trabalhos diversos dos profissionais que estão arquitetando em Búzios. No dia 21 de julho, sexta-feira, das 18h às 21h, haverá uma recepção especial para amigos, imprensa e convidados dos arquitetos: Antonio Amaral, Arthur Carlos Costa, Alejandra Garzuze, Chico Sales, Daniel Lobato Costa, Guido Campanate, Gisele Ribeiro, Helena Oestreich, Hernan Katz, Laura Vivacqua, Leonardo Maffia, Morgana Souto Maior, Octávio Raja Gabaglia, Paola Acatauassú, Paula Medina, Paulo Cesar Pinto, Paulo Guilherme Teixeira, Ricardo Guterres, Roberto Aracri, Roberto & Pedro Campolina, Sandra & Ana Luiza Gnattali, Sylvia Schlemm & Andrea Bungarten, e ainda os arquitetos Humberto Alves e Alice Passeri, que representam as instituições ligadas à prefeitura da cidade.

“Arquitetando em Búzios” fica aberto à visitação do dia 21 de julho a 16 de agosto
Foto: Catalina Garzuze

Compartilhe:
Comentar

Morre jovem que teve corpo queimado em explosão por vazamento de gás em Cabo Frio

Explosão feriu três e destruiu paredes da casa em Cabo Frio (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Explosão feriu três e destruiu paredes da casa em Cabo Frio (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

Morreu no Hospital Central de Emergências, HCE, em Cabo Frio, Letícia Carneiro da Costa, de 23 anos, que teve 77% do corpo queimado em uma explosão por vazamento de gás, durante a madrugada desta segunda, dia 10, no município. Dois homens, de 21 e 20 anos, seguem internados na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Parque Burle. O local foi interditado pela Defesa Civil.

A explosão aconteceu por volta das 2h em um condomínio no bairro Jardim Olinda. De acordo com o Corpo de Bombeiros, um jovem fraturou a perna e um outro rapaz teve cerca de 50% do corpo queimado.

Ainda segundo os bombeiros, os dois homens passavam pelo local e, ao perceberem o vazamento, tentaram avisar a dona da casa, na Rua Belgrado. A explosão ocorreu no momento em que ela ligou o interruptor para atender os homens, de acordo com os militares. A corporação informou que foram gastos 5 mil litros de água para conter as chamas e ainda não sabe as causas da explosão.

Por meio de nota, a CEG-Rio informou que interrompeu o fornecimento de gás para o prédio. As causas do acidente são investigadas pela empresa, que presta apoio à perícia realizada no local.

Segundo a companhia, o condomínio também fazia uso de outros tipos de gás, como cilindros de GLP e botijão de gás. Dentro do apartamento onde houve o acidente havia um botijão que, de acordo com a empresa, está em desacordo com o artigo 144 do Código de Incêndio e Pânico, decreto 897/1976.

O condomínio composto por 16 apartamentos é dividido em dois blocos, e um deles foi interditado. As famílias que moram no bloco onde ocorreu a explosão foram encaminhadas para casa de parentes, de acordo com a Defesa Civil municipal.

Compartilhe:
Comentar
Assine o RSS
Publicidade
Publicidade
?>