Publicidade

Jornal do Brasil

Cabo Frio JB News

Coral Encontra Cantos abre a programação de Natal do Charitas

O Natal 2017 em Cabo Frio será de muita programação nos espaços culturais da cidade. Tanto que a Secretaria de Cultura já vai dar início à programação natalina neste sábado (2). O “Natal da Cultura” vai promover diversas atividades durante todo o mês de dezembro, e a abertura da programação será com apresentação de coral.

O Encontra Cantos é um evento que celebra o canto como meio de integração e bem-estar. É uma oportunidade para um encontro de corais que, além de cantarem seus próprios repertórios, celebrarão uma série de músicas sem ensaios entre si. Cada música será preparada separadamente, mas a mágica acontece quando vozes que não se conhecem unem-se em harmonia inédita.

O Coral Encontra Cantos será regido pelo maestro Maurício Durão, que é compositor de trilhas sonoras para teatro e cinema, instrumentista, arranjador, organizou e dirige vários corais nos municípios do Rio de Janeiro e Cabo Frio, e durante o evento terá participação de dois convidados: o Coral da AF AITERJ (Associação dos Auditores Fiscais do Trabalho) e o Coral Comunitário do Colégio Pedro II – Campus São Cristóvão.

Maurício Durão é professor de música no Colégio Pedro II, e lecionou na rede municipal do Rio de Janeiro. Formado em Licenciatura em música, também cursou piano e composição. Atua como regente e arranjador de corais de empresas, entre eles os corais do ONS, da AFAITERJ (antigo DRT-RJ), Coral Comunitário do CPII, já dirigiu o Coral do SESC/SENAC (Administração Nacional), da CNC (Confederação Nacional do Comércio) e o Coral de alunos e funcionários da UVA (Campus Cabo Frio).

Compartilhe:
Comentar

Festival de cinema gratuito em Búzios, RJ, vai abrir 23ª edição nesta quinta-feira no Cine Bardot

Começa nesta quinta-feira (23) em Búzios, na Região dos Lagos, a 23ª edição do Búzios Cine Festival. Os filmes serão exibidos gratuitamente no Gran Cine Bardot, onde haverá sessões de lançamentos de filmes, e no Cinema da Rasa, onde sessões populares de sucessos do cinema de 2016 prometem atrair o público.

Segundo o organizadores, haverá limite de pessoas para assistir aos filmes no Cine Bardot. Segundo Liège Monteiro, os interessados devem pegar uma senha aproximadamente 15 minutos antes do início da sessão. Já no Cinema da Rasa, não haverá limite de público.

Na abertura do festival no Cine Bardot será exibido o filme “Roda Gigante”, de Woody Allen, apenas para convidados. A estreia para o público será na sexta-feira (24) com o filme “O Boneco de Neve”. No Cinema da Rasa a estreia será no sábado (25), às 15h, com o filme “Um Tio Quase Perfeito”.

No domingo (26), serão exibidos mais de 15 títulos do cinema. Especialmente nesta quarta (23) e quinta-feira (24) serão exibidos trailers e campanhas dos filmes programados para o circuito cinematográfico de 2018.

Compartilhe:
Comentar

Solar dos Massa recebe terceira edição do projeto “Há de Seresta Vez”

O Solar dos Massa continua sendo uma das referências no âmbito cultural em Cabo Frio. Tanto que vai receber, pela terceira vez, o projeto “Há de Seresta Vez – A nossa Cabo Frio em música”, lançado no começo de novembro, e que a cada sexta-feira oferece uma nova atração.

O projeto promete levar o melhor da MPB ao Solar dos Massa, espaço que abriga o acervo de livros raros do município, além de farto material do fotógrafo cabo-friense Wolney Teixeira. E quem comanda esta edição do projeto (dia 17) é o músico Jorginho Villas, na companhia dos maestros Amilton Cerqueira e Ângelo Budega, com Jorge Bongô na percussão. A apresentação acontece das 18h às 19h30.

De acordo com o diretor do Solar, Jorge Bongô, a iniciativa tem como objetivos o resgate da memória seresteira e a promoção da cultura na cidade. “Demos o primeiro passo para transformarmos o Solar dos Massa no espaço cultural da imagem e som da história de Cabo Frio, com apresentações que possuem um apelo popular e emocionam o público presente”, disse. O Solar dos Massa (sede oficial da Biblioteca Professor Walter Nogueira) fica na Praça Dom Pedro II, no Centro de Cabo Frio.

Músico Jorginho Villas é o convidado desta sexta-feira (17)

Compartilhe:
Comentar

Programação do VII Encontro Fluminense do Patrimônio começa nesta quarta (8)

Cabo Frio recebe a partir desta quarta-feira (8) a programação da VII Encontro Fluminense do Patrimônio (SFP), que integra a 7ª edição da Semana Fluminense do Patrimônio (SFP). Dentro das atividades estão exposições, mostra de filmes, Folia de Reis, apresentação de dança e feira agroecológica. A programação vai acontecer em três locais: na Casa de Cultura José de Dome (Charitas), na Casa Ateliê Carlos Scliar e no Museu de Arte Religiosa e Tradicional (MART). A abertura do SFP foi na terça-feira (7), no Centro Cultural Justiça Federal no Rio de Janeiro e terá atividades simultâneas em várias cidades do Estado até o dia 19 de novembro. O evento tem o apoio da Secretaria Municipal de Cultura.

A programação começa nesta quarta (8) com a exposição “Encontro com os Mestres Saberes da Cultura Popular”, às 18h30, no Charitas. A mostra é uma realização do Museu Escola Naval Mestre Chonca, de Arraial do Cabo, e conta com miniaturas de embarcações e objetos que vão desde tarrafa à carpintaria naval. Segundo coordenador da exposição e sociólogo, Paulo Sérgio Barreto, a exposição é fruto de um trabalho de pesquisa com 13 cabistas. “O objetivo da mostra é resgatar os saberes de pessoas vividas que carregam suas experiências e suas histórias e tornar isso público”, explicou.

Na quinta (9) tem a abertura da exposição “4×1 Yuri Vasconcellos”, a partir das 19h, no Mart. Na sexta (10) e sábado (11), às 19h, e no domingo (12), às 17h, tem a abertura da V Mostra de Filmes “Memória em Movimento” com exibição de seis filmes, dois por dia. Serão exibidos os filmes “Depois, o Inverno”, com direção de Lucas Muller; “A Noite de Todos os Tempos”, com direção de Ricardo do Carmo; “Juventude Coletiva”, com direção de Beto Waite; “Torquato Neto – Todas as Horas do Fim”, com direção de Eduardo Ades e Marcus Fernando; “Tião”, dirigida por Clementino Junior; “O Som dos Sinos”, com direção de Marcia Mansur e Marina Thomé.

Na sexta ainda tem apresentação de Folia de Reis, a partir das 20h, no Largo São Benedito, no bairro Passagem. E no domingo tem apresentação de dança Coletivo Griot” e Feira Agroecológica do convento, a partir das 15h, no Mart. No sábado (11) terá pintura de grafite na Colégio Estadual Miguel Couto, na Rua 13 de novembro, Centro, com o grupo Tá na Rua.

“É a primeira vez que a Secretaria de Cultura se une à iniciativa do Encontro Fluminense do Patrimônio e abre, assim, mais espaço para as manifestações culturais na cidade”, ressaltou o subsecretario de Cultura, Carlos Ernesto Lopes.
O Charitas está localizado na Avenida Nossa Senhora da Assunção, nº 855, o Mart fica no antigo Convento Nossa Senhora dos Anjos, no Largo Santo Antônio, ambos no Centro. A Casa Scliar fica localizado na Rua Marechal Floriano, 253, Bairro São Bento. Toda a programação da 7ª edição da Semana Fluminense do Patrimônio pode ser conferida no site http://www.patrimoniofluminense.rj.gov.br.

Compartilhe:
Comentar

Roberto Menescal e Abel Silva fazem show em Cabo Frio

Cabo Frio vai receber no dia 15 de novembro, às 20h, dois grandes ícones da música brasileira: Roberto Menescal e Abel Silva. Os músicos vão lançar o álbum “O encontro inédito” no Largo São Benedito, no bairro Passagem. O CD reúne dez canções compostas em épocas diferentes e com sonoridades variadas e marca os 80 anos de vida de Menescal. O show é um presente do músico cabo-friense Abel Silva para a cidade, e não terá custo para os cofres públicos. A Secretaria de Cultura dará apoio com estrutura de som, palco e banheiros químicos.

A primeira parceria entre Abel e Menescal foi há dez anos com a produção do álbum “Transparências”. Abel Silva é escritor e letrista de mão cheia, que tem entre os parceiros mais constantes nomes como Sueli Costa, Fagner, João Donato, Dominguinhos, João Bosco, Moraes Moreira, Fagner e o próprio Menescal. “A primeira melodia que recebi de Menescal foi logo gravada por Nara Leão, e assim, Nara se transformou na querida madrinha de nosso trabalho e da amizade fraterna que nos une”, contou.

Roberto Menescal é músico, arranjador, produtor, um dos pilares da bossa nova e parceiro em clássicos como “O barquinho”, “Ah, se eu pudesse”, “Errinho à toa”, “Nós e o mar”, “Rio”, “Você” e “Vagamente”. Tem em seu currículo aulas de teoria, harmonia e contraponto com os maestros Guerra Peixe e Moacir Santos. Desde o primeiro encontro dos parceiros até hoje, já fizeram mais de 20 músicas juntos.
O secretário de Cultura, Ricardo Machado, comemora a parceria dos músicos com a Secult.  “É um grande presente que eles estão dando para a cidade de Cabo Frio, tanto pelo aniversário de 402 anos como também pelas raízes que eles têm no município. Essa parceria foi de extrema importância para viabilizar a realização desse projeto”, ressaltou.

Evento acontece no dia 15 de novembro, no Largo São Benedito, às 20h

Compartilhe:
Comentar

Exposição “Raça humanas: Raízes e história” será inaugurada neste sábado

No mês em que se celebra a Consciência Negra, a Casa de Cultura José de Dome – Charitas vai receber a exposição “Raça humanas: Raízes e história” de Reinaldo Caó. O coquetel de abertura está marcado para este sábado (04), às 19h. A mostra tem o apoio da Secretaria de Cultura e pode ser visitada até o dia 25 de novembro.

São 40 obras dos mais variados tamanhos e estilos que abordam questões voltadas para a cultura negra. Segundo o pintor Reinaldo Caó, os quadros retratam os navios negreiros, favelas, criação, abolicionismo, figuras de personalidades negras e ilustrações de ritos.

“O maior quadro da mostra tem 2×180 e se chama ‘A Oração’. Como o próprio nome já diz, a obra retrata uma senhora negra invocando o seu Deus. A mãe de cabeça baixa é sinal de respeito e a criança sentada em seu colo olha para o expectador. Ainda tem a figura do pai que se mantém de cabeça erguida se atendo à fala da senhora”, explicou Caó.

A exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, de 8h às 20h, e aos sábados, domingos e feriados, de 14h às 20h. O Charitas fica localizado na Avenida Nossa Senhora da Assunção nº 855, no Centro.

Compartilhe:
Comentar

Inscrições abertas para o concurso de fotografia “Olhares Cabo Frio”

No próximo dia 13 de Novembro o município de Cabo Frio completa 402 anos de fundação. Para comemorar a data, um concurso de fotografias está mobilizando fotógrafos amadores e profissionais de todas as idades. Organizado pelo Shopping Park Lagos e pela Index Educação Profissional, com apoio da Secretaria Municipal de Cultura, o “Olhares Cabo Frio” tem como objetivo mostrar a cidade pela visão dos cabo-frienses.

Através da iniciativa, os participantes poderão mostrar as mais belas imagens de Cabo Frio dentro de suas perspectivas. Serão premiadas as duas melhores fotografias, sendo uma na categoria “voto popular”, e outra na “voto dos jurados”. Para julgar nesta segunda modalidade foram convocados o Superintendente do Shopping Park Lagos, Ricardo Rodrigues; o Secretário Municipal de Cultura, Ricardo Borges Machado e o Diretor da Index Cabo Frio, Ítalo Sampaio.

O vencedor escolhido pela banca de jurados será premiado com um relógio da Michael Kors, da Mirella Jóias; um final de semana no Hotel Paradiso Del Sol, em Cabo Frio (até o dia 20 de Dezembro deste ano) e uma bolsa de estudos de 100% num dos cursos da Index Cabo Frio. Já o campeão no voto popular terá como premiação uma câmera semiprofissional da Canon, oferecida pela Escola Canto dos Pássaros; um jantar a dois no restaurante Galápagos; e uma bolsa de 50% num dos cursos da Index Cabo Frio. As 30 melhores fotos participarão de uma exposição no shopping.

Para participar do concurso, os interessados devem se cadastrar no site www.olharescabofrio.com.br, aonde as fotos cadastradas já estão recebendoo voto popular. As inscrições seguem abertas até o dia 10 de novembro e a premiação acontecerá no dia do aniversário da cidade, no Shopping Park Lagos, que fica na Avenida Henrique Terra, 1700, Portinho, Cabo Frio- RJ.

Compartilhe:
Comentar

Cabo Frio realiza o XXXI Encontro Internacional de Corais

O XXXI Encontro Internacional de Corais de Cabo Frio acontece nos dias 27 e 28 de outubro, a partir das 20h, na Igreja Matriz Nossa Senhora Assunção. Quatro grupos vão se apresentar nesta edição, três locais e um de Niterói. O evento é organizado pela Associação Artístico Cultural Cantavento, dirigida pelo Maestro Ruy Capdeville, e pela Ferlagos, com apoio da Secretaria de Cultura, Ferlagos e Paróquia Nossa Senhora da Assunção. A entrada é franca.

Os dois concertos terão apresentação do Grupo Vocal Boca Que Usa, de Niterói, com regência compartilhada, que acabou de ganhar duas medalhas de prata no Concurso Grand Prix of Nations, em Riga, na Letônia.

O evento também contará com os grupos locais: Coral Despertar, do maestro Francisco Silguero; Coral Cantavento – Ferlagos e Coral Rainha Assunta, ambos regidos pelo maestro Ruy Capdeville. Todos os grupos irão se apresentar nos dois dias de encontro.

O coordenador geral do evento, Ruy Capdeville, explica que, embora os concertos se realizem num templo católico, não se trata de um evento religioso, sendo aberto para apresentação de corais de quaisquer outras religiões, com o repertório livre.

Para o superintendente de Cultura, Carlos Ernesto, o Encontro Internacional de Corais de Cabo Frio é uma manifestação cultural que mantém suas raízes vivas. “Durante anos esse evento vem gerando empregos diretos e indiretos, ocupando a rede hoteleira, restaurantes e principalmente divulgando a cultura da musicalidade do município. O maestro Rui Capdeville, precursor desta atividade cultural, incentiva e valoriza os artistas do segmento dando a oportunidade do intercâmbio internacional, possibilitando a cidade receber e conhecer outras culturas através dos corais convidados”, destacou.

Ainda de acordo com o superintendente, a Secretaria de Cultura sempre apoia o evento por entender que o maior beneficiado são os munícipes e visitantes que no período de encontro buscam aqui o verdadeiro turismo cultural. Participem, porque é um evento maravilhoso”, convidou.

A Igreja Matriz Nossa Senhora Assunção fica localizada no Centro, em frente à Praça Porto Rocha.

Evento acontece nos dias 27 e 28 de outubro, a partir das 20h (arquivo)

Compartilhe:
Comentar

CCR ViaLagos leva teatro móvel solar para Rio Bonito e Araruama

Apresentado pelo Instituto CCR, Teatro a Bordo oferece, até sábado (23), uma programação repleta de atividades culturais para todas as idades

Sol e teatro a bordo de um contêiner. Essa foi a forma que um grupo de artistas de Santos (SP) escolheu para levar seus espetáculos pelo país: um palco itinerante iluminado com a energia do sol. O Teatro a Bordo é o primeiro teatro móvel solar do Brasil, que após passar por São Pedro da Aldeia e Rio Bonito, estaciona em Araruama, na sexta e sábado (22 e 23/09), com apresentação do Instituto CCR, numa parceria da CCR ViaLagos com as respectivas prefeituras e secretarias de educação.

Durante os espetáculos, o Teatro a Bordo realiza atividades gratuitas, como oficinas educativas, visitas às escolas públicas, cortejos, peças de teatro e apresentações de artistas locais. Inspirados nas trupes da commedia dell’arte que cruzavam a Europa entre os séculos XV e XVIII em carroças e, muitas vezes, criavam efeitos de luz em seus espetáculos com o sol refletido em espelhos, o Teatro a Bordo utiliza a tecnologia atual para dar vida às histórias. Aliando arte e sustentabilidade, o projeto utiliza a eletricidade solar para iluminar seus espetáculos, contando com um sistema fotovoltaico projetado para a captação solar no teto do seu contêiner-palco.

Com 10 anos de estrada e visto por mais de 400 mil espectadores em aproximadamente 200 cidades brasileiras, o projeto Teatro a Bordo – De Sol a Sol é apresentado pelo Ministério da Cultura e Instituto CCR, com o patrocínio da CCR ViaLagos, por meio da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura.

O Teatro a Bordo oferece programação diversificada: personagens da tradição oral brasileira, músicas do cancioneiro popular, gagues de palhaços, interação com o público em oficinas educativas e valorização da cultura local com os artistas da cidade, além de trazer a mensagem da sustentabilidade como um compromisso de todos.

As atividades não se restringem apenas ao local onde o contêiner-teatro estaciona. Assim como faz o circo, os artistas realizam cortejos pela cidade e intervenções nas escolas públicas um dia antes, com brincadeiras e informações sobre a programação. Depois, o contêiner se transforma em palco para as apresentações gratuitas e abertas ao público.

ARARUAMA

Local:  Praça Antônio Raposo – Centro

Gratuito

DIA 22 DE SETEMBRO – sexta-feira (A chegada dos artistas)

9h00 às 16h30 – CORTEJO DE CHEGADA DOS ARTISTAS NAS ESCOLAS

16h00 às 17h30 –  OFICINA “CONFECÇÃO DE BONECOS BRINCANTES” NA PRAÇA

DIA 23 DE SETEMBRO – sábado (As apresentações na praça)

11h00 – CORTEJO DE CHEGADA DOS ARTISTAS NA PRAÇA

16h00 – OFICINA “CONFECÇÃO DE BONECOS BRINCANTES”

17h00 – CIRCO “SESSÃO SOLene” (Intervenção de Palhaços)

18h00 – APRESENTAÇÕES DOS ARTISTAS DA CIDADE

19h00 – VÍDEO

19h30 – TEATRO “DE SOL A SOL

Compartilhe:
Comentar

Solar dos Massa recebe grande público na 1ª edição do projeto “Conversando sobre a história de Cabo Frio”

A Secretaria de Cultura promoveu, na tarde desta terça-feira (19), a primeira roda de conversa do projeto “Conversando sobre a história de Cabo Frio” no Solar dos Massa. O bate-papo cultural, que foi bastante concorrido, teve como objetivo compartilhar conhecimento entre os participantes. Moradores, escritores e pesquisadores do participaram.

De acordo com o secretário de Cultura, Ricardo Machado, o projeto faz parte de uma iniciativa de resgatar a história da cidade.

“Hoje, apenas 32% da população é nascida ou tem pais nascidos em Cabo Frio. A ideia é que a nossa história seja conhecida e que nossos alunos e crianças possam ter acesso a essas informações”, afirma o secretário, referindo-se ao grande crescimento populacional que a cidade teve nas últimas décadas.

A roda de conversa vai acontecer mensalmente, sempre na terceira terça-feira do mês, às 15h. O Solar dos Massa fica na Praça Dom Pedro II, no Centro. O local abriga o acervo de livros raros da cidade e obras do fotógrafo cabo-friense Wolney Teixeira.

Roda de conversa contou com a participação de moradores e pesquisadores

Compartilhe:
Comentar
Assine o RSS
Publicidade
Publicidade
?>