Publicidade

Jornal do Brasil

Cabo Frio JB News

Câmara de Cabo Frio tem 10 novos vereadores para o próximo ano

A Câmara de Cabo Frio terá 10 novos vereadores no próximo ano. Entre os vereadores eleitos, somente sete conseguiram se reeleger. As outras dez cadeiras serão ocupadas por novos candidatos, entre os destaques, estão duas mulheres que obtiveram votação expressiva.

Dentre os eleitos, 14 fazem parte da coligação “De mãos dadas por Cabo Frio”, que apoiava o candidato eleito Marquinho Mendes (PMDB).

Confira a lista dos vereadores:

1 – Aquiles Barreto (SD-PMDB-PEN) – 2.766 votos (2,65%);
2 – Jefferson Vidal (PSC) – 2.296 votos (2,20%);
3 – Vanderlei Bento (PMB-PDT-PSB) – 2.228 votos (2,14%);
4 – Vinicius Correa (PP-PSDB) – 2.182 votos (2,09%);
5 – Adeir Novaes (PRB) – 1.909 votos (1,83%);
6 – Luis Geraldo (PRB) – 1.854 votos (1,78%);
7 – Rafael Peçanha (PDT-PMB-PSD) – 1.794 votos (1,72%);
8 – Edilan do Celular (PRP-REDE-PPL) – 1.746 votos (1,67%);
9 – Rodolfo de Rui (SD-PMDB-PEN) – 1.731 votos (1,66%);
10 – Alexandra Codeço (PRB) – 1.661 votos (1,59%);
11 – Ricardo Martins (SD-PMDB-PEN) -1.534 votos (1,47%);
12 – Oséias de Tamoios (PDT-PMB-PSB) – 1.420 votos (1,36%);
13 – Guilherme Moreira (PPS-PROS-PSB) – 1.404 votos(1,35%);
14 – Miguel Alencar (PPS-PROS-PSB) – 1.385 votos (1,33%);
15 – Leticia Jotta (PSC) – 1.358 votos (1,30%);
16 – Vaguinho – (PPS-PROS-PSB) – 1.307 votos (1,25%);
17 – Blau Blau – (PSC) – 1.115 votos (1,07%).

Compartilhe:
Comentar

Eleitores confirmam preferências e novas escolhas para prefeitos na Região dos Lagos

O deputado federal Marquinho Mendes (PMDB) confirmou o favoritismo nas eleições em Cabo Frio. Somando 44.161 votos, vencendo em praticamente todas as seções do município, o candidato obteve uma diferença de mais de 20 mil votos para Dr. Adriano (Rede) que obteve 23.287 votos.

– Eu quero agradecer, nesse momento em que estamos iniciando a apuração dos votos, porque as urnas demonstram claramente a vontade do povo por Marquinho Mendes. Quero nesse instante agradecer primeiro ao nosso Deus e segundo a tantas e tantas pessoas,  que acreditaram nessa mensagem de reconstrução. Podem ter certeza que nós, juntos, a partir de janeiro, vamos reconstruir a cidade de Cabo Frio – conta o deputado, em transmissão através de vídeo nas redes sociais.

Alguns prefeitos da Região dos Lagos tiveram a sua reeleição confirmada nas urnas, como o Dr. André (PMDB)de Armação dos Búzios que obteve 6.772 dos 21.357 votos totalizados. Em São Pedro da Aldeia e Iguaba Grande, Chumbinho (PMDB) e Grasiella (PP) foram os mais votados, permanecendo na administração pública.

Já em Araruama, Lívia de Chiquinho (PDT) foi eleita a nova prefeita com 34.253 votos de um total de 92.990 mil. Em Arraial do Cabo, o candidato mais votado foi Renatinho Vianna que está com a candidatura indeferida, porém com recurso. Em Saquarema,  Manoela Peres (PTN) é eleita com 23.600 votos do total de 49.525.

Resultado em outras regiões:

Macaé – Dr. Aluízio (PMDB) vence nas urnas com 63.397 votos dos 121.895.

Maricá – Fabiano Horta (PT) é eleito com 39.128 dos 81.437 votos válidos.

Rio Bonito – José Mandiocão (PP) tem a maioria dos votos, com 14.826, porém com situação indeferida junto a Justiça Eleitoral.

Rio das Ostras – Carlos Augusto (PMDB) teve o maior número de votos, 28.046, mas sua situação consta indefirida com recurso.

Silva Jardim – Anderson Alexandre (PMDB) é eleito com 7.470 dos 15.440 votos válidos.

Casimiro de Abreu – Paulo Gomes (PSB) teve a maior votação, 11.742, mas sua situação junto ao TSE encontra-se indeferida com recurso.

 

Compartilhe:
Comentar

Eleições 2016: Janio entra na Justiça para impugnar candidatura de Marquinho Mendes

O candidato Janio Mendes e a coligação “Juntos pela Mudança” (PDT/ PSL/ PMN/ PMB / PC do B/ PSDC/ PSB) entraram com ações para impugnar a candidatura de Marquinho Mendes no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

As ações são baseadas na decisão da Câmara de Vereadores de Cabo Frio, que na semana passada reprovou as contas do ex-prefeito e em uma série de outras irregularidades apontadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), além de outras anotações em diversas instâncias na Justiça. Entre as quais, o processo 101, de 2008, em que Marquinho foi condenado por abuso de poder econômico e político.

“Além deste e da rejeição das contas pela Câmara Municipal, Marquinho tem diversas condenações e ações penais contra ele”, afirma o advogado da coligação Vítor Martins.

Além disso, a Justiça Eleitoral intimou Marquinho Mendes a apresentar certidões referentes a vários processos aos quais ele responde. O prazo de 72 horas expirou no início da semana e a defesa dele deve se explicar ao TRE ainda nos próximos dias.

 

Compartilhe:
Comentar
Assine o RSS
Publicidade
Publicidade
?>