Publicidade

Jornal do Brasil

Cabo Frio JB News

Cabo Frio vai sediar Meia Maratona em dezembro

Os cenários paradisíacos da Praia do Peró, Ogiva, Gamboa, Ilha do Anjo, Dunas, Praia do Forte e tantos outros farão parte do percurso da 1ª Meia Maratona de Cabo Frio. O evento acontece no dia 10 de dezembro, mas as inscrições já estão abertas e mais de 200 pessoas já se inscreveram.

A prova oferece três percursos. O maior deles, com 21km, tem largada na Praia do Peró e fim na Praia do Forte. Os percursos de 10 e 5 km terão largada e chegada na Duna Preta.

Atletas de todo o país devem participar da competição, que promete ser o maior evento esportivo já realizado na Região dos Lagos. Segundo o organizador Olavo Carvalho, estão sendo esperados até quatro mil atletas.

“A Meia Maratona era um anseio de atletas daqui e de fora. Vai ser um mega evento e vai impulsionar o turismo. Venham correr na cidade mais bonita do litoral carioca”, convida Olavo.

Para se inscrever, é só acessar o site: https://www.ticketagora.com.br/e/Meia-Maratona-De-Cabo-Frio

Outras informações:
http://meiamaratonadecabofrio.com.br/site

Compartilhe:
Comentar

Cabo-friense é destaque em disputa estadual de Mountain Bike

O cabo-friense George Penha foi destaque no Campeonato Estadual de Mountain Bike XCO 2017. O atleta garantiu a primeira colocação na categoria elite, que reúne atletas com nível técnico avançado. A disputa aconteceu em Rio das Ostras no fim de semana e contou com mais de 100 atletas de várias partes do país.

A prova aconteceu no Tayra Ecopark, no Mar do Norte, que é considerado um dos melhores percursos do Brasil com 3.150 metros de extensão. “O circuito de XCO é fechado com obstáculos fabricados e outros naturais, diferente do XCM que é em maratona com quilometragem bem maior”, explicou George Penha.

O atleta também lidera a Copa Estadual de Mountain Bike, que é uma disputa por pontos, nas duas modalidades. “Nasci no mountain bike, já competi como ciclista de estrada e voltei para a modalidade há uns quatro anos. Hoje na categoria elite, aumentei meu ritmo de treinos e de nutrição para garantir títulos”, disse.

George ainda destaca o sentimento de superação proporcionado pelo esporte. “Muitas vezes nos abdicamos de muitos interesses para estar no esporte e fazer o que amamos. Este era o título que faltava pra mim e se tudo der certo vou garantir outros ainda”, comentou.

As modalidades
Na modalidade XCO o trajeto varia de 6 a 20 km, alternando trechos bem específicos, com terrenos acidentados e percursos cheios de aclives e declives. Normalmente, as corridas são disputadas em grupo, subdivididas em várias categorias, de acordo com a faixa etária e o nível profissional de cada ciclista. É uma modalidade mais radical dentro do moutain bike.

Já a XCM é caracterizada pelos percursos longos, com variação de 20 a 40 km. Os trechos, aqui, são mais diversificados, passam por estradas de terra, trilhas e um pouco de asfalto. Uma das características com destaque na modalidade é a possibilidade de o ponto de chegada ser ou não o mesmo do início da prova. Assim, é comum a corrida iniciar em uma cidade, por exemplo, e terminar em outra.

George Penha garantiu o primeiro lugar na categoria elite

Compartilhe:
Comentar

Equipes cabo-frienses de Canoa Havaiana conquistam última etapa do Aloha Spirit em Salvador

Dobradinha foi na categoria OC2 mista; Duas equipes de OC6 de Cabo Frio já têm a vaga para o sul-americano no Peru

As equipes cabo-frienses de canoa havaiana continuam a brilhar nas competições em que participam. Desta vez, duas duplas na categoria OC2 mista fizeram a dobradinha de ouro e prata na terceira e última etapa do Aloha Spirit 2017, em Salvador, na Bahia: primeiro lugar com Luane Ferreira e Rafael Brantes e na segunda colocação Simone Rena e Victor Guerson. Outras duas equipes de OC6 de Cabo Frio já têm a vaga para o sul-americano que acontece em novembro, no Peru.

A disputa do Aloha aconteceu na Praia da Barra, com largada em frente ao Forte Santa Maria sentido ao Farol da Barra, num percurso de mais de 12 km. De acordo com a campeã da mista, Luane Ferreira, a prova foi acirrada, com corrente forte, muita ondulação e alternância entre a segunda e a terceira posição. Até o contorno do Forte São Marcelo a dupla ainda estava em terceiro lugar, mas uma boa onda nos metros finais mudou a maré para a dupla campeã.

“Na largada pegamos o trecho com maior ondulação e vento. Após o contorno da primeira boia, pegamos o sentido inverso para o Forte São Marcelo, seguindo até a altura do Elevador Lacerda. Muito dura a ida, com uma corrente muito forte. Após o contorno do Forte traçamos uma linha muito boa até a última boia, quando chegamos junto com o Victor e a Simone, mas contornamos bem fechado e pegamos uma onda faltando cerca de 400 metros para a linha de chegada. Ultrapassamos e soubemos aproveitar as ondas para garantir a primeira colocação”, comemorou Luane.

A esportista disputou e ganhou na mesma categoria, OC2 Mista, na etapa de Cabo Frio do Aloha em dupla formada com Max Coutinho. Junto com a equipe Mana Brasil, disputou etapas do Estadual de OC6 e o time lidera o campeonato na categoria Open e Master Feminina. A última etapa, será em Itaipu em outubro.

Vale destacar que as equipes Mana Brasil, campeã brasileira 2017, e a masculina da He’e Nalu, terceiro lugar geral no brasileiro 2017, conquistaram as vagas para o sul-americano no Peru durante a primeira etapa do Brasileiro de OC6, em junho, que aconteceu juntamente com o Aloha Spirit em Cabo Frio. Esse resultado se somou ao da disputa em São Paulo, no dia 02 de setembro, arrebatando a classificação. As duas equipes estão entre as três melhores do Brasil no feminino e masculino e devem representar Cabo Frio em mais esta disputa.

Compartilhe:
Comentar

Muay Thai desenvolve crianças e jovens em Cabo Frio

O muay thai é uma das artes marciais que mais crescem em todo o mundo. A milenar luta tailandesa é sucesso também em Cabo Frio e está disponível para crianças e jovens da cidade através do projeto socioesportivo Novo Cidadão, de 7 a 17 anos.

As aulas acontecem todas as segundas e quartas-feiras, no Ginásio Poliesportivo Alfredo Barreto, das 9h às 11h e das 14h às 16h. Para a professora responsável pela atividade, Marlise Sherman, o muay thai tem sido um forte aliado no combate aos obstáculos físicos e sociais e vem inserindo hábitos saudáveis na vida de jovens e crianças.

“Nosso propósito é levar às crianças e aos jovens cabo-frienses a prática de esportes. Através da indicação de exercícios físicos específicos, com golpes contundentes (ataques/defesas), os alunos aprendem a trabalhar sua autoconfiança, autocontrole, disciplina, respeitando a si mesmo e aos que o cercam. O mais importante é trazer para a comunidade o uso de medidas preventivas em relação às drogas, o abuso sexual contra a criança e a violência que tem cercado o Brasil nos últimos tempos”, afirmou.

O secretário de Esporte, Eliseu Pombo, está satisfeito com a procura pela arte marcial e acredita que ela seja importante na gama de esportes oferecidos pelo Novo Cidadão.

“O projeto privilegia todas as modalidades esportivas. Entre as artes marciais, o muay thai tem sido muito procurado por crianças e adolescentes, registrando um grande número de participantes”, concluiu.

Inscrições 

Os interessados em participar devem comparecer ao Ginásio Poliesportivo Alfredo Barreto, no Portinho, ou ao Ginásio Poliesportivo João Augusto Teixeira, em Tamoios, das 8h às 12h e das 13h às 17h, de segunda a sexta-feira, acompanhados dos responsáveis e munidos dos seguintes documentos: atestado médico, declaração escolar, 1 foto 3×4, comprovante de residência e cópia do RG ou Certidão de Nascimento do aluno e cópia do RG do responsável.

O projeto

Após quatro anos parado, o Projeto Novo Cidadão voltou à atividade. A ação socioesportiva gratuita é voltada para crianças e adolescentes entre 7 e 17 anos e acontece no contraturno escolar com o objetivo de tirar os jovens da ociosidade.

A ação esportiva iniciou suas atividades em 2006, sendo devidamente registrado no Conselho Municipal da Criança e do Adolescente. Em 2012 chegou a atender a mais de dez mil pessoas em 48 núcleos e 52 subnúcleos com 26 modalidades esportivas, distribuídos por toda a cidade de Cabo Frio. Contava com 210 profissionais, entre professores de Educação Física, assistente social, estagiários e equipes de apoio. Além de tirar as crianças e adolescentes da ociosidade, o projeto também colaborou para a geração de renda e emprego.

O Projeto oferece as seguintes modalidades esportivas: ballet, capoeira, futebol, ginástica artística e rítmica, handebol, judô, karatê, muay thai, taekwondo e voleibol. As aulas acontecem em seis pontos espalhados pela cidade: no Ginásio Poliesportivo Alfredo Barreto, no Portinho; no Complexo Esportivo Aracy Machado, no Portinho; no campo do bairro Parque Burle; na Praça do Jardim Excelsior e na Praça do Seninha, no Parque Central; e no Ginásio Poliesportivo João Augusto Teixeira, em Tamoios. O Ginásio Vivaldo Barreto, localizado no bairro Jardim Esperança, ainda não está recebendo as atividades porque vai passar por obras de manutenção em breve.

Aulas acontecem no Ginásio Poliesportivo Alfredo Barreto

Compartilhe:
Comentar

Cabo-frienses brilham no Inter-Regional de Judô

O Ginásio Alfredo Barreto foi palco, no sábado (26), do Inter-Regional de Judô, uma das etapas mais importantes do Campeonato Carioca, organizado pela Federação de Judô do Estado do Rio de Janeiro. Mais de 800 atletas estiveram competindo na cidade e dentre eles 13 cabo-frienses se destacaram conquistando medalhas entre os melhores do Estado.

Os atletas de Cabo Frio conquistaram uma medalha de ouro, seis de prata e seis medalhas de bronze. No alto rendimento do masculino, Davidson Maicon foi bronze no Sub13. No Sub15, Ranielly Sampaio e Johan Saraiva foram prata, enquanto Marcos Vinicius bronze. No feminino Anna Jullya foi bronze no Sub13, Ana Luiza no Sub 15 e Nayra Albernaz prata no Sub 18.

Na Nova Geração o único ouro cabo-friense foi para Jessica Saraiva, no Sub 13. Na mesma categoria, só que no masculino, Estêvão Romeiro e Guilherme Quintanilha foram bronze. Roger Veríssimo foi prata e Arlindo Neto bronze, ambos no Sub 18. No sênior (adulto), Thiago Mercedes foi prata. O atleta representou Cabo Frio recentemente em uma competição na Itália.
” A classificação final desses atletas mostra a força do nosso esporte. É com muito orgulho que os vimos entre os melhores do estado e parabenizamos a todos. Com o retorno do núcleo de Judô do projeto socioesportivo Novo Cidadão o trabalho será ainda mais forte”, disse o secretário de Esporte, Eliseu Pombo.

Ele atribuiu à credibilidade do atual governo o retorno dos grandes eventos a Cabo Frio.
“Os organizadores gostaram muito da nossa estrutura e já estamos em conversa para que outras competições desse porte retornem para a cidade”, completou.

Grandes nomes do judô nacional na competição

A competição trouxe grandes clubes do Rio de Janeiro, como Flamengo e Fluminense, e times de ponta do judô nacional, como o Instituto Reação, do treinador da Seleção Brasileira Olímpica de Judô, Geraldo Bernades, e Flávio Canto (medalhista olímpico). Participaram atletas de destaque nacional como Jéssica Pereira, Raquel Silva, entre outros.  Geraldo Bernardes comentou a competição pela primeira vez em Cabo Frio.

“É muito importante não somente para o esporte do Rio de Janeiro mas principalmente para o de Cabo Frio essa competição ter sido realizada aqui, pois vai fazer com que muitos jovens possam procurar o judô como esporte na cidade. Quero parabenizar a Prefeitura de Cabo Frio e a Federação de Judô”, disse o treinador.

O Presidente da Federação de Judô do Estado do Rio de Janeiro, Jucinei Costa, acredita que foi o primeiro passo para o fortalecimento do esporte na cidade e elogiou a estrutura dos equipamentos cabo-frienses.

“Uma das ações da nova diretoria da Federação é fortalecer o Judô no interior do Estado. E escolhemos algumas cidades pra alavancar esse projeto e Cabo Frio se mostrou interessada em promover o esporte. Estamos muito satisfeitos com essa parceria”, finalizou.

Compartilhe:
Comentar

Entrega de kits para a Corrida da Padroeira de Cabo Frio acontece neste sábado

Tudo pronto para a realização de mais uma edição da tradicional Corrida da Padroeira, que acontece no próximo domingo (13) nas imediações da Praia do Forte. Cerca de 500 atletas se inscreveram, mas a expectativa da produção do evento é que mais pessoas participem, pois algumas vagas estarão disponíveis na entrega dos kits no sábado, das 14h às 19h, no bar Inbox Container (Avenida Vereador Antônio Ferreira dos Santos, 927-1049 – Braga).

A concentração da corrida acontece na Praça da Cidadania, a partir das 8h. O evento faz parte da programação da Festa da Padroeira, promovida pela Paróquia Nossa Senhora da Assunção com apoio da Prefeitura por meio das Secretarias de Turismo, Esporte, Ordem Pública, Saúde e Guarda Municipal.

A corrida é promovida em homenagem ao dia de Nossa Senhora da Assunção (15 de agosto), padroeira de Cabo Frio. Haverá provas de 6 e 10 km, além de caminhada. Durante o evento a cada 2,5 km haverá pontos de hidratação, além de área exclusiva de degustação no pós prova.

“Pedimos que os participantes levem 2 kg de alimento não perecível pois as corridas são baseadas em doações. Todos os alimentos arrecadados serão entregues à Paróquia Nossa Senhora da Assunção, que faz a distribuição entre entidades. Levem as famílias, participem”, disse Olavo Carvalho, produtor do evento.

A expectativa é grande para quem vai participar. Pela primeira vez na Corrida da Padroeira, a empresária Mayara Oliveira, 28 anos, disse que está se preparando para o evento: “Estou levando fé realmente na corrida dessa edição. Não tenho a pretensão de ganhar! Mas o que vale é que o evento deve ser maneiro e organizado. Essa semana já corri uns 3km e estou praticando Crossfit umas quatro vezes por semana”, declarou.

Vencedora do 4° lugar geral nos 5 km na edição de 2012 da corrida, a personal trainner Nathália Hofman, de 36 anos, também está animada para mais uma edição: “É uma corrida tradicional e mais especial além de correr em casa e poder praticar o esporte que eu amo, ao lado dos amigos corredores da cidade. Além da torcida dos familiares e amigos. Além de competir, eu irei acompanhar como treinadora de corrida duas alunas, que vão participar pela primeira vez da Corrida da Padroeira”, finalizou a ultramaratonista.

Compartilhe:
Comentar

Equipe de ginastas de Cabo Frio conquista oito medalhas no Campeonato Brasileiro de Trampolim

Os atletas de Cabo Frio, patrocinados pela RB10 Seguros, com os professores Edson Olaendre e Ana Paula Mendes

A equipe de ginástica de Cabo Frio brilhou no Campeonato Brasileiro de Ginástica de Trampolim, realizado no último final de semana, em Ouro Preto, Minas Gerais. Os atletas conquistaram oito medalhas, sendo três de ouro, uma de prata e quatro de bronze.

A competição contou com atletas de diferentes estados: Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Goiás, Espírito Santo e Rio Grande do Sul. O campeonato serviu também como seletiva para o Mundial Age Group, que ocorrerá em Sófia, na Bulgária. Além disso, os resultados serão um dos critérios de avaliação para a escolha da Seleção Brasileira de Trampolim.

Samyra Melo dos Santos(13 e 14 anos), Laís Dutra de Gusmão (11 e 12 anos) e Said Rocha de Souza ( 15 e 16 anos) conquistaram medalhas de ouro no Tumbling, cada um em sua categoria. Larissa Schumacher  dos Santos ficou com a medalha de prata na categoria 15 e 16 anos. Gioovana da Silva Loyola (11 e 12 anos), Hosana Abreu de Oliveira (13 e 14 anos) e Bianca Christyna do Nascimento (15 e 16 anos) ficaram com o bronze, e no duplo-mini, Said Rocha conquistou outra medalha, mas desta vez de bronze.

Os professores Edson Olaendre e Ana Paula Mendes festejaram as medalhas conquistadas em durante a competição.

– Estamos muito orgulhosos e satisfeitos com o desempenho de nossos atletas, principalmente por não treinarem em aparelhos no qual eles competem. A superação deles foi muito grande e mostra toda a capacidade da equipe, destacou o treinador.

A participação no campeonato só foi possível graças ao apoio de patrocinadores, entre eles, a RB10 Seguros, que além de oferecer o seguro de atividades física para os atletas e equipe técnica, também ajudou no custeio da viagem.

-A RB10 Seguros entendeu a importância da equipe poder participar desta competição, e por isso, somos muito gratos. Além disso, os atletas também podem treinar com mais segurança e tranquilidade, já que contam com o seguro que tem cobertura nacional, 24 horas por dia, destacou o professor Edson Olaendre.

A próxima competição da equipe será o Torneio e Campeonato Estadual de Trampolim, no dia 2 de setembro, na Arena Rio 3, na Barra da Tijuca.

Equipe de Cabo Frio medalhista no Campeonato Brasileiro de Trampolim

Compartilhe:
Comentar

Instituto CCR e CCR ViaLagos iniciam projeto esportivo de Rugby em Araruama

Nesta quarta e quinta-feira (28 e 29/06), o Instituto CCR e a CCR ViaLagos, em parceria com a Confederação Brasileira de Rugby (CBRu), iniciam o projeto Rugby Escolar Itinerante em Araruama, numa parceria com a Secretaria Municipal de Educação. O objetivo é disseminar o esporte nos municípios que não conhecem a modalidade e consolidar onde já tenham um clube de Rugby, capacitando treinadores, árbitros, preparadores físicos e gestores que atuam nas escolas municipais.

O treinamento para os professores de educação física da rede municipal de Araruama acontecerá na Escola Municipal Professor Darcy Ribeiro, em dois horários: das 8h às 12h e das 13h às 17h, no dia 28, e das 8h às 12h, no dia 29, e com aulas teóricas e práticas.

Na semana passada, o Rugby Escolar realizou a capacitação para os profissionais do município de São Pedro da Aldeia. A parceria é firmada com as prefeituras, por meio das Secretarias de Educação, que disponibilizaram seus professores de educação física para a participação no projeto. O Rugby é um esporte coletivo que vem crescendo mundialmente e no projeto escolar a proposta é tornar a prática segura, minimizando o contato físico, substituindo a técnica de agarrar e derrubar por retirar uma fita.

O Rugby Escolar Itinerante tem duração de dois meses em cada cidade e é dividido em cinco etapas, sendo a primeira a capacitação dos educadores da rede municipal por um profissional da confederação brasileira e na disseminação do esporte, que ainda é pouco conhecido e praticado no Brasil. A ideia é que esses profissionais posam fomentar turmas de rugby nas escolas, promovendo torneios, gincanas e integrando as famílias.

Objetivo é treinar professores para oferecer mais uma modalidade nas escolas da rede municipal

Compartilhe:
Comentar

Festival Aloha Spirit começa nesta sexta-feira em Cabo Frio

Evento será realizado até o domingo (4) na Praia do Forte. (Foto: Divulgação / Wilians Geminiano)

No Brasil, o Festival é considerado o maior evento de esportes aquáticos e está entre os 10 maiores do mundo. A primeira edição aconteceu em 2009 e contava apenas com a modalidade de canoa havaiana, que teve 60 participantes. Hoje está entre os 10 maiores no mundo, é realizado em 3 diferentes capitais e reúne por etapa entre 800 e 1.500 atletas, 1,8 acompanhante por atleta e mais a população local e turistas, que acabam participando do evento com a sua presença na areia.

O Aloha Spirit realiza cada etapa com grande número de atletas amadores e mesmo não sendo um evento oficial, conta com a presença dos melhores atletas do Brasil, os profissionais. Reúne 6 modalidades esportivas: Canoa Havaiana, Stand Up Paddle, Natação em águas abertas, Paddleboard, Surfski, Triathlon Waterman e a partir de 2016 receberá a modalidade Apneia.

Esta grande adesão de atletas, misturados entre amadores e profissionais, é o que torna o Aloha Spirit o evento mais disputado do Brasil. O festival, realizado anualmente, é composto por três etapas. Neste ano, a primeira etapa aconteceu no mês de março em Ilha Bela. A segunda etapa começa nesta sexta-feira, na Praia do Forte, em Cabo Frio, e a terceira etapa será realizada em Salvador, no mês de setembro.

 

 

Compartilhe:
Comentar

Etapa do Mundial de Surfe lota praia de Itaúna e movimenta pousadas em Saquarema

Areia ficou cheia na Praia de Itaúna para assistir aos melhores surfistas do mundo em ação (Foto: Gustavo Garcia/GloboEsporte.com)

A quarta etapa de 2017 do Campeonato Mundial de Surfe, aberta nesta terça-feira (9) em Saquarema, na Região dos Lagos, movimenta a rotina dos moradores do balneário que dividem espaço com cerca de 100 mil visitantes esperados durante todo o evento, segundo previsão oficial da Prefeitura Municipal. A competição na Praia de Itaúna é responsável por 88% de ocupação das 35 pousadas e dos dois hotéis cadastrados na Secretaria de Turismo.

Serão 11 dias de evento. No sábado (13) e domingo (14), a Secretaria de Turismo espera que 50 mil pessoas passem pela cidade para assistir às etapas do campeonato. Na Praia de Itaúna, onde acontece a competição, são 16 pousadas e 11 restaurantes para atender ao público.

Compartilhe:
Comentar
Assine o RSS
Publicidade
Publicidade
?>