Publicidade

Jornal do Brasil

Cabo Frio JB News

Outubro Rosa na ViaLagos: motoristas recebem informações sobre prevenção ao câncer de mama

Com o intuito de promover a qualidade de vida e da saúde, o Instituto CCR apoia o movimento internacional Outubro Rosa, pela conscientização sobre o câncer de mama, com foco na prevenção da doença. Ao longo de todo o mês, motoristas que passarem pela ViaLagos receberão folhetos sobre o tema na praça de pedágio e verão mensagens em painéis eletrônicos e em lonas ao longo da rodovia, assim como também nas redes sociais do Grupo CCR e no site da CCR ViaLagos (www.grupoccr.com.br/vialagos).

O apoio ao movimento Outubro Rosa já faz parte do cronograma anual do Instituto CCR, que mais uma vez, abraça essa causa. “Saúde e a Qualidade de Vida compõem um dos pilares da base de atuação do Instituto CCR”, destaca a gestora do Instituto CCR, Marina Mattaraia.

Mais sobre o movimento e a doença

O movimento conhecido como Outubro Rosa nasceu nos Estados Unidos, na década de 1990, para estimular a participação da população no controle do câncer de mama. A data é celebrada anualmente com o objetivo de compartilhar informações sobre a doença e promover a conscientização sobre a importância da detecção precoce. As mulheres com idade a partir dos 40 anos devem procurar o médico regularmente para fazer o exame de mamografia, além de realizar o autoexame. De acordo com informações do INCA, Instituto Nacional de Câncer, o câncer de mama é o tipo mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, depois do câncer de pele não melanoma. Responde por cerca de 28% dos casos novos a cada ano. O câncer de mama também acomete homens, porém, representa apenas 1% do total de casos da doença.

“Os primeiros passos para uma vida saudável são adotar hábitos saudáveis e desenvolver um comportamento preventivo. Os cânceres de mama e colo de útero são muito prevalentes, mas podem ser evitados com a correta prevenção e acompanhamento”, ressalta o Dr. José Antonio Coelho Júnior, médico cirurgião-geral e coordenador de qualidade de vida da CCR.

Compartilhe:
Comentar

Sociedade se une e mantém aulas de ginástica no Peró, em Cabo Frio

Texto: Paulo Roberto Araújo

A determinação da sociedade conseguiu manter um programa de sucesso em Cabo Frio. Moradores e veranistas do Peró, balneário  candidato à Bandeira Azul (título internacional de qualidade de praias) se uniram para impedir que um programa voltado para a saúde e a qualidade de vida chegasse ao fim. Eles se cotizaram e conseguiram manter as aulas de ginástica que a professora de Educação Física Patrícia Ângelo comanda há anos na orla da Praia do Peró. Nas sextas-feiras fazem uma caminhada até a Praia das Conchas.

O programa diário de exercícios na praia foi suspensa no ano passado, quando a prefeitura deixou de pagar os salários dos professores que comandavam as aulas de ginástica de solo em praças de Cabo Frio. Os pedidos para restabelecimento do programa voltado para a chamada melhor idade foram em vão. A prefeitura alegou e ainda alega falta de recursos.

– O pessoal se uniu, formou uma cooperativa e conseguiu manter o trabalho da professora Patrícia, que é muito querida por todos. Ela faz um ótimo trabalho voltado para a qualidade de vida. A boa notícia é que o número de alunos aumentou de 40 para 90 e o verão nem chegou. Cada dia chega um aluno novo – comentou a aluna Daise Corrêa, de 62 anos.

As aulas acontecem de segunda a sexta-feira, desde 2009, das 8 às 9h, no calçadão do Peró.  Quando venta forte, as aulas vão para a Praça do Moinho, que foi desfigurada pela própria prefeitura e está abandonada.

– Certa vez tentamos transferir as aulas do calçadão para um galpão, mas os alunos não aceitaram. Eles não abrem mão de fazer as aulas admirando esta paisagem incrível da Praia do Peró – disse Patrícia Ângelo, que é professora de Educação Física e de Natação.

Além da ginástica de solo e caminhadas, o grupo participa de ações na praia, como a retirada de micro lixo, voltadas para a candidatura do Peró à Bandeira Azul.

– Sou muito agradecida aos alunos. Eles são fantásticos. Fora das aulas, promovemos festas de aniversário e outras atividades num ambiente de muita descontração e onde não se fala em crise. Formamos uma grande família aqui no Peró – comemora Patrícia.

Com apoio apenas de empresas, como a Forte Farma, os alunos se cotizam para servir o café da manhã e buscam apoio para encontrar um local onde possam guardar o material que usam nas aulas. Qualquer apoio pode ser oferecido através do telefone 22-988583485.

Além da ginástica de solo e caminhadas, o grupo participa de ações na praia, como a retirada de micro lixo, voltadas para a candidatura do Peró à Bandeira Azul. (Fotos: Divulgação)

 

Compartilhe:
Comentar

Proteção aos Animais de Cabo Frio registra casos de maus tratos e abandono

A Superintendência de Animais da Prefeitura de Cabo Frio segue na missão de atender diversos casos de abandono e maus tratos pela cidade. De sexta-feira até domingo, animais foram resgatados, alguns encaminhados para tratamento médico, como cirurgias, e outros acolhidos em lares temporários para depois serem encaminhados para a adoção. O Bazar Animal é grande parceiro da pasta no resgate e tratamento dos animais.

Na sexta-feira, um caminhão passou por cima do rabo de um cão e o mesmo passou por cirurgia e está em lar temporário. No mesmo dia, outro atropelamento deixou um animal com a pata fraturada. A mesma foi atendida e segue em tratamento em lar temporário. Uma cadela pit bull, que era explorada para procriar e ter os filhotes vendidos a custo alto, foi resgatada. Ela passou por uma cesárea e teve 10 filhotes, e será castrada.

No sábado, no bairro Colinas do Peró, a superintendente Carol Midori foi conferir uma denúncia de abandono. Uma cadela, cujo dono teria viajado há três meses para tratamento médico, estaria passando por condições precárias. A cadelinha seria alimentada por uma vizinha, por caridade, mas a mesma teria viajado por uma semana. Para evitar que passasse fome, a mesma foi levada pela equipe da Superintendência e está disponível para adoção.

Ainda no sábado, um cão SRD foi resgatado após denúncia de maus tratos. Ele foi ferido por um pit bull e precisa de um lar temporário. Além destes casos, no fim de semana, diversos animais foram castrados, através da parceria com o Bazar Animal.

A Superintendência e o Canil Municipal ficam localizados dentro da Fazenda Campos Novos, na Rodovia Amaral Peixoto, no distrito de Tamoios. A equipe disponibiliza um número de telefone para denúncias e adoções. O contato pode ser feito pelo número (22) 99237-6507.

Atendimento da pasta é realizado com apoio de parceiros como o Bazar Animal

Compartilhe:
Comentar

Dia “D” da Multivacinação acontece no próximo sábado (16)

O próximo sábado (16) será o Dia D da Campanha de Multivacinação, lançada pelo Ministério da Saúde. Ao todo, 25 postos de Cabo Frio vão funcionar das 8h às 17h para imunizar as crianças de 0 a 9 anos e adolescentes de 10 a menores de 15 anos (14 anos 11 meses e 29 dias). Serão disponibilizadas 19 vacinas oferecidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) como: hepatites A, B e C, BCG, meningite C, tétano, penta, HPV, 10 valente, dTpa adulto, varicela, tríplice, entre outras.

A campanha começou no dia 11 e a mobilização vai até o dia 22 de setembro em todo o país. Para participar é necessário ter em mãos a caderneta de vacinação para que os profissionais de Saúde avaliem o esquema de imunização de acordo com o Calendário Nacional de Vacinação e verifiquem se há alguma vacina que ainda não foi aplicada.

Segue a listagem dos 25 postos que irão oferecer as vacinas:

Centro de Saúde Oswaldo Cruz, PAM de Santo Antônio, PS Unamar, Hospital Municipal Otime Cardoso dos Santos, ESF São Jacinto, ESF Maria Joaquina, ESF Botafogo, ESF Samburá, ESF Nova Califórnia, ESF Angelim, ESF Parque Burle, ESF Praia do Siqueira, ESF Guarani, ESF Gamboa, ESF Jacaré, ESF Monte Alegre, ESF Boca do Mato, ESF Tangará, ESF Vila do Ar, ESF Peró, ESF Vila Nova, ESF Manoel Correa, ESF Itajuru e ESF Jardim Caiçara e ESF Florestinha.

Compartilhe:
Comentar

Cabo Frio e Araruama terão Dia D de vacinação contra febre amarela neste sábado

Cabo Frio e Araruama terão o Dia D de vacinação contra a febre amarela neste sábado (8). Em Cabo Frio, as doses da vacina estarão disponíveis em cinco unidades de saúde: ESF Caiçara, ESF Itajuru, PSF Florestinha, ESF Cajueiro e ESF Samburá, de 8h às 13h.

Em Araruama, haverá vacinação nos seguintes postos: CIMI, Posto de Saúde de Morro Grande, Posto Ponte dos Leites, Posto Praia Seca, Posto Sobradinho, Posto São Vicente, Posto de Saúde de Bananeiras, e equipes itinerantes em Lagoa de Juturnaíba e Sobara.

Cabo Frio

Até o momento, cerca de 97 mil pessoas foram vacinadas contra a doença no município. De acordo com a superintendente municipal de Vigilância em Saúde, Lucy Pires, foram vacinados 56% do público alvo na cidade, e não há casos da doença na cidade.

“A única maneira de nos prevenirmos contra essa doença é através da vacinação. A febre amarela tem a faixa de mortalidade muito alta. Sugiro que todos aqueles que não se imunizaram procurem os postos de saúde, já que é uma única dose para toda a vida”, afirmou a superintendente.

A vacinação é feita em pessoas entre nove meses até 60 anos de idade. Para aqueles que têm imunidade baixa, é necessário uma atenção maior.

Entre as pessoas que possuem restrições à vacina estão: grávidas e que estão amamentando, pessoas que são portadoras de HIV/AIDS, com câncer, acima de 60 anos, pessoas com alergia a ovo, com doenças do fígado, com hipertensão arterial sem controle adequado e com diabetes.

Araruama

A vacinação será feita em crianças acima de 9 meses. Os idosos acima de 60 anos e as gestantes estão incluídos. Devem passar por avaliação médica. Segundo a Prefeitura, entre as pessoas que possuem restrições à vacina estão:

  • Crianças menores de 9 meses de idade
  • Imunossupressão doença ou em terapia de imunossupressão ( quimioterapia ou radioterapia ou corticoides com doses de 2mg/dia para criança ou 20mg/dia para adulto por tempo superior há 14 dias.
  • Medicações antimetabólicas (infliximabe, etanercepte, golimumabe, certolizumabe, abatacept, belimumabe, ustequinimabe, tocilizumabe, ritoximabe)
  • Transplantado
  • Hipersensibilidade grave ou doença neurológica após dose previa da vacina
  • Doença do TIMO ( miatenia gravis, timoma)
  • Lúpus
  • Doença de Adison
  • Artrite Reumatoide
  • Doenças hematológicas com imunodeficiência ou com terapias imunossopressoras ( Anemia Aplástica e Aplasia de medula )
  • Pessoas vivendo com HIV com contagem de CD4 menor de 200 cel/mm3
  • Historia de reação anafilática a ovo e seus derivados, gelatina bovina e outras.

 

Compartilhe:
Comentar

Vacinação antirrábica inicia nesta quinta em Macaé

Vacinação antirrábica em Macaé (Foto: Guga Malheiros/Ascom Macaé)

A vacinação antirrábica de cães e gatos começa nesta quinta-feira (22) na área urbana de Macaé. Nesta quinta, a imunização será realizada na Praça Principal de Imboassica. Segundo a Prefeitura, o objetivo é imunizar cerca de 21 mil animais.

De acordo com o coordenador especial de Promoção da Saúde dos Animais, Rafael Amorim, em Imboassica, além da vacinação, os moradores que estiverem interessados em fazer a castração dos animais poderão se inscrever no Programa Municipal de Controle Populacional de Cães e Gatos (PCPCG) no ato da imunização.

Os interessados em participar da castração devem apresentar documentos como RG, CPF e comprovante de endereço, além do NIS. “A prioridade é para quem está inscrito em programas sociais. O critério de participação é que os interessados estejam no CadÚnico, tenham renda de até um salário mínimo, sejam moradores do bairro e que o animal esteja com idade entre seis meses e cinco anos”, disse Rafael Amorim.

Antirrábica

A orientação aos proprietários de animais é para que os cães sejam levados presos em guias e os gatos transportados em gaiolas ou caixas especiais para evitar acidentes. Caso os caninos ou felinos estejam doentes ou em tratamento de saúde devem esperar a recuperação para receber a vacina e isso vale para as fêmeas que estejam prenhas.

Cronograma de vacinação

Quinta-feira (22) – Imboassica, na praça Principal;

Sexta-feira (23) – Fazenda Celso Daniel (posto volante);

Segunda-feira (26) – Cabiúnas (volante);

Terça-feira (27) – Águas Maravilhosas (volante);

Quarta-feira (28) – Sapucaia (Fazenda Saudade – volante);

Quinta-feira (29) – Laranjeiras (Santa Tereza – volante);

Sexta-feira (30) – Imburo (mercadinho e açougue Ponto Certo).

Compartilhe:
Comentar

Araruama e Iguaba Grande terão ‘Dia D’ contra H1N1 neste sábado

Araruama e Iguaba Grande, na Região dos Lagos, terão o ‘Dia D’ contra o H1N1 neste sábado (13). A ação será realizada das 9h às 17h em Araruama e de 8h às 17h em Iguaba. A vacinação ocorrerá em todos as Unidades Básicas de Saúde de Iguaba, enquanto Araruama terá 19 unidades disponíveis no combate ao vírus.

Em Iguaba, a imunização previne os três tipos de vírus da gripe H1N1, H3N2 e Gripe B. Segundo a Prefeitura, cerca de 3 mil pessoas já foram vacinadas. A meta é que a cidade consiga vacinar 90% da população alvo, que está em torno de 7.199 pessoas.

A vacina está disponível em todo o território nacional desde o dia 17 de abril e continuará até o dia 26 de maio.

Confira todos os locais de vacinação em Araruama:

  • CIMI
  • Praça João Hélio;
  • Posto Fazendinha;
  • Posto Boa Vista;
  • Posto Mataruna;
  • Posto Itatiquara;
  • Posto Morro Grande;
  • Posto Ponte dos Leites;
  • Posto Iguabinha;
  • Posto Praia Seca;
  • Posto Paracatu;
  • Posto Sobradinho;
  • Posto São Vicente;
  • Posto Bananeiras;
  • Posto Aurora;

Posto Itinerante:

  • – Posse
  • – Lagoa
  • – Sobradinho
  • – Sobara
Compartilhe:
Comentar

Cerco na Zona Rural será prioridade na vacinação contra febre amarela em Cabo Frio

O Município de Cabo Frio começa na próxima segunda-feira, dia 20 de março, a vacinação contra febre amarela na cidade. Por orientação do Ministério da Saúde, o cerco na Zona Rural será prioridade no município, já que a doença não tem incidência em áreas urbanas. Entre os bairros que irão receber as vacinas primeiro estão Angelim, Pacheco, Araçá, Botafogo, São Jacinto, Nova Califórnia, Maria Joaquina e Florestinha. Cerca de 40 mil doses serão disponibilizadas no primeiro lote. A previsão é de que a imunização na Zona Rural utilize quase metade deste quantitativo. A promessa do Governo do Estado é disponibilizar outros lotes para o município até que toda população possa ser imunizada.

A lista da unidades de saúde onde haverá vacinas será divulgada pela Secretaria de Saúde. Ontem equipes da Secretaria de Saúde foram a Niterói, na Central de Armazenamento, para buscar as primeiras doses da vacina. Todos os protocolos necessários para a vacinação estão sendo colocados em prática.

– Esse cerco na Zona Rural é importante também para proteger a população da Zona Urbana, explica o secretário Roberto Pillar, acrescentando que o tempo para a vacina fazer efeito é de aproximadamente 10 dias. Por isso, quem toma a vacina deve evitar possíveis áreas de risco neste período, como caminhadas em trilhas e cachoeiras.

Ontem, o prefeito Marquinho Mendes e o secretário de Saúde de Cabo Frio, também participaram de uma reunião com o secretário de Estado de Saúde, Luiz Antônio Teixeira, além de outros prefeitos e secretários, em Casimiro de Abreu. Á tarde, Roberto Pillar fez uma reunião com membros de diversas áreas da Prefeitura de Cabo Frio, que contou com a presença dos secretários ou coordenadores das seguintes pastas: Agricultura, Educação, Meio Ambiente, Guarda Municipal e Defesa Civil.

Na área urbana, as vacinas serão distribuídas dentro das Unidades de Saúde. Já nas áreas rurais, equipes irão fazer buscas em possíveis áreas de risco. O superintendente de Vigilância em Saúde do Estado, Alexandre Otavio Chieppe, afirmou que todos os casos de febre amarela foram em zonas rurais.

– A vacinação será feita com responsabilidade porque existem contra-indicações, e por isso todo profissional qualificado irá fazer uma avaliação de risco no paciente, afirmou o superintendente.

A vacinação será feita em pessoas entre 9 meses até 60 anos de idade. Para aqueles que têm imunidade baixa, é necessário uma atenção maior. Entre as pessoas que possuem restrições à vacina estão: grávidas e mulheres que estão amamentando, pessoas que são portadoras de HIV/AIDS, com câncer, acima de 60 anos, pessoas com alergia a ovo, com doenças do fígado, com hipertensão arterial sem controle adequado e com diabetes descontrolada. Quem faz uso crônico de corticóides só pode ser vacinado com prescrição médica.

Compartilhe:
Comentar

UPA do Parque Burle funciona normalmente

A UPA – Unidade de Pronto Atendimento – do Parque Burle, está funcionando normalmente, com 5 clínicos e 3 pediatras em cada plantão para o atendimento à população. Dona Joice Ribeiro, chegou com o filho de 3 anos, com dor de garganta, e não levou mais do que 15 minutos para ser atendida pelo pediatra.

– Passei pelo acolhimento e já fui logo chamada para o atendimento. Não demorou e meu filho foi muito bem atendido, declarou.

A UPA chega a fazer diariamente uma média de 500 atendimentos. Desde que foi reaberta, no início do mês, a unidade está funcionando como antes, com o sistema de classificação de risco, acolhimento, hipodermia (sala de medicação), sala de sutura, farmácia, repouso, sala vermelha e sala amarela (adulto e infantil).

– Estamos atendendo todos os casos de urgência e emergência que chegam, exceto os pacientes politraumatizados, que continuam sendo levados pelo Corpo de Bombeiros para o HCE, explica a secretária Municipal de Saúde, Rosane Tito.

Não faltam medicamentos nem insumos para o atendimento à população. Com a reabertura da UPA, o Hospital Municipal Otime Cardoso dos Santos, no Jardim Esperança, e o Hospital da Criança, passaram a funcionar apenas com internação hospitalar. Todas as emergências e urgências em Cabo Frio sestão sendo centralizadas na UPA e no HCE de São Cristóvão, que também permanece de portas abertas para a população para os atendimentos de emergência e urgência.

– Resolvemos concentrar a emergência e urgência na UPA e no HCE para poder prestar um melhor atendimento a população, disse Rosane.

O pequeno Pedro, de 3 anos, foi atendido e medicado em 15 minutos

Unidade de saúde chega a fazer 500 atendimentos por dia

Não faltam medicamentos nem insumos para atendimento à população

 

Compartilhe:
Comentar

Secretaria de Saúde de Cabo Frio reabre a UPA do Parque Burle

A UPA – Unidade de Pronto Atendimento – do Parque Burle, que estava fechada desde o dia 19 de dezembro do ano passado, reabriu as portas para a população na tarde desta sexta-feira, dia 9.  A reabertura da unidade de saúde só soi possível porque a Secretaria Municipal de Saúde de Cabo Frio conseguiu reaver verbas federais que até então estavam perdidas.

– Vamos continuar sem receber o que o Estado nos deve, o que soma mais de 10 milhões de reais, mas com recursos do Governo Federal e da própria Prefeitura, foi possível reabrir a unidade de saúde, disse a Secretária Municipal de Saúde de Cabo Frio, Rosane Tito.

Ainda segundo Rosane Tito, no cargo desde o dia 19 de outubro deste ano, a UPA vai funcionar como antes, com o sistema de classificação de risco, acolhimento, hipodermia (sala de medicação), sala de sutura, farmácia, repouso, sala vermelha e sala amarela (adulto e infantil).

– Vamos atender todos os casos de urgência e emergência que chegarem, exceto os pacientes politraumatizados, que continuarão sendo levados pelo Corpo de Bombeiros para o HCE, explicou Rosane Tito.

Com a reabertura da UPA, a partir deste sábado, 10 de dezembro, o Hospital Municipal Otime Cardoso dos Santos, no Jardim Esperança, e o Hospital da Criança, passam a funcionar apenas com internação hospitalar. Todas as emergências e urgências em Cabo Frio serão centralizadas na UPA e no HCE de São Cristóvão, que também permanece de portas abertas para a população para os atendimentos de emergência e urgência.

– Resolvemos concentrar a emergência e urgência na UPA e no HCE para poder prestar um melhor atendimento a população, disse Rosane.

A Prefeitura de Cabo Frio entregou a administração da UPA ao Estado, em dezembro do ano passado, devido ao alto custo do funcionamento da unidade e a falta de dinheiro em caixa, em função da crise financeira que assola o município nos últimos anos. As despesas com a UPA (folha de pagamento, estrutura funcional, etc) girava em torno de R$ 2 milhões/mês para Prefeitura, Estado e Governo Federal (contrapartida). Mas, tanto o Governo Federal quanto o Governo Estadual, ficaram quase um ano sem efetuar os repasses mensais das verbas destinadas ao funcionamento das UPAs no município. Só o Governo Estadual deixou de repassar para a Prefeitura a cota mensal de R$ 800 mil durante 10 meses, e a dívida com o município, ficou na casa dos R$ 10 milhões.

A devolução da UPA ao Estado representaria um alívio aos cofres municipais, já que a Prefeitura estava arcando com toda a despesa sozinha. Mas também com sérios problemas financeiros, o Estado fechou a unidade. Até hoje, a Prefeitura de Cabo Frio mantem aberta a UPA de Tamoios, no segundo distrito, com recursos próprios.

– Em Tamoios vamos manter o atendimento como é hoje, já que o fluxo dos pacientes funciona perfeitamente. No primeiro distrito estamos trabalhando nessas mudanças, exclusivamente, para garantir um melhor atendimento para a população, concluiu Rosane Tito.

Atendimento de emergência foi retomado nesta sexta-feira

Sala de medicação já em funcionamento nas primeiras horas de atendimento

Funcionários da farmácia arrumando os medicamentos

 

 

Compartilhe:
Comentar
Assine o RSS
Publicidade
Publicidade
?>