Publicidade

Jornal do Brasil

Concurseiros – JBlog – Jornal do Brasil

Saiu edital do Concurso PF 2018

Foi publicado hoje, sexta-feira (15/06), no D.O.U. o esperado edital para o concurso da Polícia Federal (PF).  Subsídios até R$29.604,70.  Assim como prometido anteriormente pelo ministro Jungmann o edital seguiu o cronograma e foi publicado no primeiro semestre do ano. Como já sabíamos a organização vai ficar a cargo do Cebraspe (antigo Cespe) e as inscrições poderão ser feitas pelo site das 10 horas do dia 19 de junho às 18 horas do dia 2 de julho de 2018.

O valor da taxa de inscrição ficou em R$180,00 para os cargos de Agente, Escrivão e Papiloscopista, e em R$250,00 para os cargos de Delegado e Perito. Candidatos inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), membros de família baixa renda e doadores de medula óssea poderão solicitar isenção ao pagamento da taxa através de preenchimento de declaração no site da Cebraspe.

Um detalhe da inscrição é que os candidatos deverão enviar fotografia individual, tirada nos últimos seis meses, onde cabeças e ombros devem estar descobertos. Além das informações como CPF, nome completo, endereço atualizado que já estamos acostumados a fornecer.

O concurso será composto de várias etapas e são elas:

  • Prova objetiva, para todos os cargos, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova discursiva, para todos os cargos, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Exame de aptidão física, para todos os cargos, de caráter eliminatório;
  • Avaliação médica, para todos os cargos, de caráter eliminatório;
  • Avaliação psicológica, para todos os cargos, de caráter eliminatório;
  • Curso de Formação Profissional de caráter eliminatório.

Para os cargos de Delegado, Escrivão e Perito temos as seguintes especificidades:

  • Prova oral,somente para o cargo de Delegado, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova prática de digitação,somente para o cargo de Escrivão, de caráter eliminatório;
  • Avaliação de títulos,somente para os cargos de Delegado e de Perito;

As provas objetivas terão 120 itens que deverão ser avaliados em certo ou errado. As disciplinas serão dividas da seguinte maneira:

Agente

Português

Informática

Raciocínio Lógico

Estatística

Contabilidade

Direito Penal

Processo Penal

Dir. Administrativo

Dir. Constitucional

Legislação Especial

Escrivão

Português

Informática

Raciocínio Lógico

Estatística

Contabilidade

Direito Penal

Processo Penal

Dir. Administrativo

Dir. Constitucional

Legislação Especial

Arquivologia

Papiloscopista

Português

Informática

Raciocínio Lógico

Estatística

Direito Penal

Processo Penal

Dir. Administrativo

Dir. Constitucional

Legislação Especial

Arquivologia

Química

Física

Biologia

Perito Criminal

Português

Informática

Raciocínio Lógico

Estatística

Direito Penal

Processo Penal

Dir. Administrativo

Dir. Constitucional

Legislação Especial

Conhecimentos Específicos

Muita atenção com a disciplina de informática. Para os cargos de Agente, Escrivão e Papiloscopista serão cobradas 36 questões da matéria.

A data para aplicação das provas objetivas e discursivas está prevista para o dia 19 de agosto, no horário da manhã e da tarde e será aplicada no Distrito Federal e em todas as capitais do país.

Por fim vale salientar que para todos os cargos é necessário o nível superior completo e que os subsídios iniciais vão de R$11.983,26 à R$22.672,48. E que dentre as 500 vagas, 20% deverão ser destinadas a candidatos negros e 5% a pessoas portadoras de deficiência. Não deixem de conferir demais informações no site oficial. Bons estudos e boa prova!

Prof. Raquel Stasiaki – https://www.facebook.com/raquelstasiaki/

Postado por claudiajones às 17:02 | Nenhum comentário | Comentar

Compartilhe:

Concurso Transpetro 2018: Guia de estudos

Olá amigos estudantes. Estão abertas as inscrições para o concurso da Transpetro. Essa é uma excelente oportunidade para quem quer fazer parte de uma das maiores empresas do país.

Após um longo período de crise, a Petrobras alterou sua política de trabalho, renovou parcerias e buscou novas fontes de investimento, para reinserir-se no plano econômico internacional.

E uma das ações mais importantes, para estratégia de recuperação da empresa, é retomar o ciclo de contratações de pessoal.

Segundo o diretor de Assuntos Corporativos, Hugo Repsold, a Petrobras e suas subsidiárias terão concursos regulares nos próximos anos. Logo, ao preparar-se para o concurso da Transpetro, você irá construir uma base teórica para várias outras provas futuras.

Neste nosso encontro, vamos discutir especificamente sobre o cargo de Administrador. São 13 vagas imediatas e mais 130 posições em cadastro de reserva.

Todas as oportunidades são para o polo Rio de Janeiro.  Os cargos destinados aos bacharéis em administração possuem o maior quantitativo de vagas reservado em edital, ao lado de Engenheiro Mecânico, com 130 vagas cada.

O grande quantitativo de contratações previstas e a garantia de remuneração mínima de R$ 9.955,44 são motivos mais que suficientes para você se inscrever.

Análise e verticalização de Edital

Um pré-requisito fundamental para todo estudante que deseja prestar uma boa prova é possuir o conhecimento detalhado de seu edital. Estude o edital de seu concurso. Explore todos os tópicos, comparando-os com os assuntos exigidos em outros editais de concursos de seu interesse.

Uma boa maneira de iniciar o estudo do edital é organizar todos os conteúdos, de cada uma das disciplinas e, em seguida, destacar todas os tópicos já estudados e aqueles cujos conhecimentos ainda precisam ser consolidados.

Segundo o item 15.2.3.9 do edital, que versa sobre os conhecimentos específicos para o Cargo 9 – Técnico Judiciário – Área: Administrativa, temos como temas propostos em Administração Geral:

 

1 – ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA:

1.2 Matemática Financeira
1.3 Valor do Dinheiro no Tempo
1.4 Risco x Retorno
1.5 Análise de Investimentos
1.6 Alavancagem e Endividamento
1.7 Planejamento Financeiro e Orçamentário
1.8 Administração do Capital de Giro
1.9 Fontes de Financiamento a Longo Prazo.

 

2 – ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO E COMPRAS:

2.1 Estratégia de Suprimento (Strategic Sourcing)
2.1 Administração de Compras
2.2 Gestão de Estoques:
2.2.1 MRP
2.2.2 Ponto de Ressuprimento
2.2.3 Lote Econômico de Compra
2.2.4 Just in Time
2.2.5 Sistema de Rastreamento de Materiais (RFID, Código de Barras e Unique Identification Device)
2.3 Planejamento e Controle da Produção
2.4 Gestão da Cadeia de Suprimentos (Supply Chain Management).

3 – CONTRATAÇÃO:

3.1 Artigos 28 ao 91 da Lei 13.303 de 30 de junho de 2016 (Estatuto Jurídico das estatais
3.2 Artigos 42 ao 49 da Lei complementar 123 de 14 de dezembro de 2006 (microempresa e pequena empresa)

4 – GERENCIAMENTO DE PROJETOS:

4.1 Ciclo de Vida
4.2 Estrutura analítica de projeto
4.3 Estudo de viabilidade técnica e econômica
4.4 Gerenciamento das Aquisições do Projeto (PMBok 5ª ed).

 

5 – CONFLITOS E NEGOCIAÇÃO.

 

6 – ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

6.1 sistemas operacionais e sistemas de apoio à decisão.

 

7 – ESTRATÉGIA EMPRESARIAL

7.1 Estruturas Organizacionais
7.2 Estratégia Organizacional
7.3 Planejamento Estratégico Empresarial.

 

8 – ADMINISTRAÇÃO MERCADOLÓGICA

8.1 Marketing
8.2 Marketing B2B
8.3 Marketing de Serviços
8.4 Pesquisa de Mercado
8.5 Planejamento de Marketing
8.6 Estratégias de Marketing
8.7 Relacionamento com Clientes
8.8 Gestão Comercial
8.9 Comércio Exterior
8.10 Marca
8.11 Mídias digitais
8.12 Comércio Eletrônico.

 

9 – CONTABILIDADE

9.1 Contabilidade Geral
9.1 Contabilidade de Custos
9.1 Contabilidade Gerencial.

 

10 – PROCESSO DECISÓRIO.

 

11 – ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS:

11.1 Estratégias de RH
11.2 Relacionamento com Públicos de Interesse
11.3 Remuneração e Benefícios
11.4 Desempenho
11.5 Cultura Organizacional
11.6 Desenvolvimento de RH
11.7 Gestão do Conhecimento
11.8 Carreira e Sucessão
11.9 Liderança e Equipe

12 – LÓGICA:

12.1 Funções
12.2 Análise Combinatória
12.3 Progressões
12.4 Raciocínio Lógico Quantitativo.

 

13 – ESTATÍSTICA:

13.1 Probabilidade
13.1 Estatística Descritiva.

 

Sustentabilidade e responsabilidade Sócio – Ambiental

Elaboração de plano de estudos (Análise dos principais tópicos a serem estudados)

A banca CESGRANRIO, organizadora do concurso da Transpetro, explora frequentemente, em suas provas, os temas propostos nesse edital.

Essa tem sido a banca organizadora dos concursos da Petrobras, da Transpetro e das demais subsidiárias, desde o ano de 2005. Ou seja, a quantidade de questões de referência é muito rica. E você, candidato antenado, deve explorá-la com afinco e dedicação.

As últimas provas da BR para o cargo de administrador júnior foram realizadas em 2014 e 2012, respectivamente. Analisando os conteúdos explorados, fica fácil encontrar um padrão didático e, a partir daí, elaborar uma estratégia de estudos bastante sólida.

Vamos falar um pouco sobre as disciplinas do edital, focando nos conteúdos mais relevantes e, dentro deles, quais são os pontos de maior pertinência e que aparecem com maior frequência nas provas:

1 – Administração Financeira E Orçamentária: Atentar para as fórmulas de se calcular o valor do dinheiro no tempo: Valor presente líquido, valor futuro, tempo de retorno do investimento.

2 – Administração Da Produção E Compras: As partes mais importantes a serem observadas são as fases dos processos de compras; gestão de estoques (just in time, lead time, ponto de ressuprimento) e conceitos da cadeia logística.

3 – Gerenciamento De Projetos: Imprescindível o estudo do PMBOK, notadamente no que se refere aos grupos de processos integrantes dos projetos, ciclo de vida e áreas de conhecimento.

4 – Estratégia Empresarial: Estruturas organizacionais, departamentalização e conceituação básica sobre planejamento estratégico são os pontos principais a serem observados, neste tema.

5 – Administração Mercadológica: Essa disciplina traz a conceituação básica de marketing: 4 P’s do marketing, segmentação de mercado, estratégias de marketing.

6 Administração De Recursos Humanos: Muita atenção aos assuntos ligados à liderança, motivação, cultura organizacional, gestão de desempenho e as funções básicas de pessoas nas organizações (Prover, Aplicar, Manter, Recompensar, Desenvolver, Monitorar)

É muito importante observar que boa parte dos tópicos apresentados acima também estão presentes na prova de Técnico em Administração, que exige apenas o nível médio. As maiores diferenças entre as duas provas concentram-se nos estudos de redação oficial e noções de informática, presentes somente na prova de técnico.

Ainda que as descrições nominais dos tópicos não sejam idênticas, as provas de técnico em administração e administrador possuem pontos de convergência. Fazer ambas as provas é uma boa dica para quem tem tempo para estudar e quer aumentar as chances de aprovação.

Características da banca examinadora

A banca CESGRANRIO tem por hábito valer-se das doutrinas mais ortodoxas e mais reconhecidas dentro do ambiente de estudos das organizações.

É raro encontrar questões que não sejam amparadas por doutrinadores consagrados como Chiavenato, Maximiano, Marco Aurélio P. Dias, entre outros autores clássicos.

Dedico uma atenção especial ao eminente autor Idalberto Chiavenato. A banca CESGRANRIO traz muitas questões desse autor. Ler, de forma atenta e detalhada a sua obra “Administração Geral e Pública” é uma boa forma de construir bases teóricas para realizar uma boa prova.

As questões da CESGRANRIO têm um grau de dificuldade relativamente baixo. Apesar de exigirem certa capacidade interpretativa da doutrina, as questões não costumam ser muito complexas.

O problema de provas assim é que a nota de corte costuma ser mais alta. Por isso, é importante preparar-se com a maior antecedência possível. Ter uma nota alta é essencial para ter chances de aprovação.

Orientações sobre estudos

Em Administração, é preciso estudar as teorias que fundamentam as questões de provas. Não há como resolver questões de Administração, com segurança e confiança nas respostas, sem um estudo aprofundado de tais teorias. Nesse sentido, os estudos antecipados são fundamentais.

O ideal é mesclar teorias com resoluções de questões. Os conhecimentos teóricos devem ser revisados semanalmente, com ciclos maiores de revisões quinzenais. É importante preparar resumos, pois os assuntos são muito extensos. Os resumos serão muito úteis nas revisões, semanais e quinzenais.

Dica importante: Embora o processo ideal de estudos seja a harmonização de conhecimentos teóricos, baseados em leituras, com a prática, através da resolução de questões, precisamos nos atentar que edital já foi publicado e o tempo tornou-se exíguo.

Neste momento opte por leituras mais objetivas e resumos dos temas que ainda não tem conhecimento. E prepara-se apenas com as questões nos temas em que seus conhecimentos já estiverem consolidados ou em processo de aprendizado. Em outras palavras, não adianta querer assimilar muito conhecimento teórico em um intervalo muito curto de tempo! Foque nas questões.

Refaça as últimas provas de Administrador da Petrobras, da Transpetro, da BR Distribuidora e da Liquigás. Todas são essas estatais são ligadas entre si, como estatal principal e subsidiárias. A banca e o padrão de questões são os mesmos.

A prova da Transpetro terá setenta questões objetivas. Vinte de conhecimentos básicos (Línguas Inglesa e Portuguesa) e cinquenta de conhecimentos específicos. A ordem de classificação obedecerá à pontuação na prova objetiva.

Portanto, na hora de montar seu cronograma, reserve a maior parte do tempo para questões e teorias relacionados aos conhecimentos específicos.

Transformar um plano de estudos em um projeto de aprovação

Há muitas questões envolvidas na aprovação em concurso público de ponta, como os concursos da Transpetro. A busca pelos bons salários, benefícios e a segurança empregatícia faz com a concorrência aumente muito.

Por isso, é importante preparar um planejamento de estudos eficaz, identificando enfoques de carreiras, reconhecendo as doutrinas majoritárias, organizando tempo de estudos, resumos, métricas de evolução e resultados, dentre outros fatores relevantes.

Lei mais dicas sobre como dividir os conteúdos das disciplinas e como elaborar cronogramas de estudos para o concurso da Transpetro em www.aprovalab.com.

 

Colaborou prof. Alexandre Baêta

Postado por claudiajones às 13:01 | Nenhum comentário | Comentar

Compartilhe:

Concurso TRT 1 2018: edital publicado

concurso TRT 1 2018O edital do concurso TRT 1 2018 (Rio de Janeiro) foi publicado para cargos de níveis médio e superior. As remunerações são atraentes: em torno de 7 mil para nível médio e 15 para superior.

Os candidatos serão avaliados por  meio de provas objetiva e discursiva.

Quem optar pelo cargo da área de segurança será submetido ainda a uma prova física.
A leitura do edital é de extrema relevância.

Inscrições

As inscrições seguem abertas até dia 19 de abril de 2018.
Vale a pena o candidato verificar se se encaixa no perfil de isenção das taxas de inscrição, pois haverá isenção total da taxa de inscrição para o candidato que estiver inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal – CadÚnico. O prazo para solicitar a isenção vai até dia 19/04.

Provas

Os candidatos farão provas dia 10 de junho de 2018.
Uma boa notícia é que, como  as provas serão em turnos diferentes , os candidatos que desejarem poderão concorrer a dois cargos: Técnico administrativo e técnico de segurança ou um de nível médio e outro de superior.
 O mesmo para quem concorre a cargos de nível superior que poderão também concorrer a algum cargo de nível médio ou então, os formados em direito poderão concorrer a Oficial de Justiça  e Analista de direito.
A prova é dividida em conhecimentos gerias e conhecimentos específicos (que variam de cargo) e o candidato deverá estar atento, pois não poderá zerar disciplina.
As cidades que terão aplicação das provas são: Barra Mansa, Duque de Caxias, Macaé, Niterói, Nova Iguaçu, Rio de Janeiro, São Gonçalo e Volta Redonda.

Com estudar para o concurso TRT 1 2018

São quase três meses até a prova e três pilares são fundamentais: planejamento, disciplina e foco.
Uma boa dica é planilhar todo o conteúdo do edital do cargo a que vai concorrer e fazer uma tabela de estudos para distribuir as disciplinas ao longo da semana. A ideia é passar por to todas as disciplinas e não estudar uma de cada vez.
Treinamento de questões é fundamental tanto para quem já inciou os estudos para o TRT 1 quanto ara quem vai inciar agora. Para estes, o ideal é intercalar teoria com treinamento de questões.
Muita atenção ao conteúdo de direito do trabalho, pois o candidato deve se atentar à Reforma Trabalhista que modificou alguns pontos da matéria. Cuidado com questões de provas muito antigas e desatualizadas.
Quem já vem estudando há bastante tempo, poderá ajustar as dificuldades por meio de resumos teóricos e, claro, a prática de questões.

A banca

O Instituto AOCP que é a organizadora do concurso realizou alguns certames, porém são poucas as questões em comparação com outras bancas. De qualquer forma, o candidato pode se basear em provas de outras bancas como , por exemplo, Fundação Getúlio Vargas (FGV) e Cesgranrio.
Em relação à prova discursiva, quem concorrer ao  cargo de Técnico Judiciário – Área Administrativa, fará uma redação, com no mínimo, 20 (vinte) linhas e, no máximo, 30 (trinta) linhas. É importante o candidato se atentar a isso, para não perder pontos.
Vale a pena o candidato treinar muito técnicas de redação para desenvolver um texto de acordo com as exigências da banca.
Já para os cargos de Analista Judiciário, todas as áreas/especialidades, bem como Técnico Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Segurança e Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Enfermagem, será composta por 01 (uma) questão de Estudo de Caso, que abordará Conhecimentos Específicos, conforme o conteúdo programático do edital.

Postado por claudiajones às 18:41 | Nenhum comentário | Comentar

Compartilhe:

Concurso STM: dicas de Administração Geral

Está chegando a prova do concurso STM e trazemos dicas de Administração Geral para Analista Administrativo com o professor Alexandre Baêta.

Vamos conversar um pouco sobre estratégias de estudos e da preparação para o concurso do Superior Tribunal Militar.

Os cargos de carreira administrativa do STM exigirão, de seus candidatos, sólidos conhecimentos em Administração.

Vale lembrar que essa disciplina será objeto de cobrança tanto nas provas de Técnico quanto nas de Analista Administrativo.

Como os conteúdos das disciplinas correlatas à Administração são extensos, a preparação antecipada é muito importante.

Contudo, como estamos com o edital já publicado, podemos utilizar a organização e o planejamento de estudos como grandes aliados, em nosso projeto de aprovação.

Análise e verticalização de Edital

Um pré-requisito fundamental para todo estudante que deseja prestar uma boa prova é o conhecimento detalhado de seu edital.

Estude o edital de seu concurso. Explore todos os tópicos, comparando-os com os assuntos exigidos em outros editais de concursos de seu interesse.

Uma boa maneira de iniciar o estudo do edital é organizar todos os conteúdos, de cada uma das disciplinas e, em seguida, destacar todas os tópicos já estudados e aqueles cujos conhecimentos ainda precisam ser consolidados.

Segundo o item 15.2.3 do edital, que versa sobre os conhecimentos específicos para o cargo 1, analista judiciário – área: administrativa, temos como temas propostos em Administração Geral:

1 Funções de administração: planejamento, organização, direção e controle

1.1 Processo de planejamento.
1.1.1 Planejamento estratégico: visão, missão e análise SWOT.
1.1.2 Análise competitiva e estratégias genéricas.
1.1.3 Planejamento tático.
1.1.4 Planejamento operacional.
1.1.5 Administração por objetivos.
1.1.6 Balanced scorecard.
1.2 Organização.
1.2.1 Estrutura organizacional.
1.2.2 Tipos de departamentalização: características, vantagens e desvantagens de cada tipo.
1.2.3 Organização informal.
1.3 Direção.
1.3.1 Motivação e liderança.
1.3.2 Comunicação.
1.3.3 Descentralização e delegação.
1.4 Controle.
1.4.1 Características.
1.4.2 Tipos, vantagens e desvantagens.

2 Gestão de projetos

2.1 Elaboração, análise e avaliação de projetos.
2.2 Principais características dos modelos de gestão de projetos.
2.3 Projetos e suas etapas.

3 Gestão de Processos

3.1 Conceitos da abordagem por processos.
3.2 Técnicas de mapeamento, análise e melhoria de processos.
3.3 Construção e mensuração de indicadores de processos.

4 Gestão de risco

5 Processo decisório

5.1 O processo racional de solução de problemas.
5.2 Fatores que afetam a decisão.
5.3 Tipos de decisões.

6 Processo de mudança: mudança organizacional, forças internas e externas, o papel do agente e métodos de mudança

7 Decreto‐Lei nº 200/1967

Elaboração de plano de estudos

Está é uma análise dos principais tópicos a serem estudados.

A banca CESPE, organizadora do concurso para o STM explora frequentemente, em suas provas, os temas propostos nesse edital.

No ano de 2017, a banca CESPE organizou, dentre outras, as provas do TRE-TO, TRF-1,TRT-7, TCE-PE e TRE-BA. Ou seja, foram cinco concursos de tribunais. Em todos eles, foram encontrados vários dos tópicos exigidos na prova do STM.

O candidato deve, portanto, atentar-se da importância que a disciplina Administração tem para a nota de sua prova.

Destaco, dentro do edital do STM, os tópicos mais explorados pela banca examinadora:

  1.  Funções de administração: Planejamento estratégico, tático e operacional; :Visão e missão organizacionais; Análise SWOT; Balanced scorecard; Estrutura organizacional; Tipos de departamentalização; Motivação e liderança; Comunicação
  2. Gestão de projetos: Principais características dos modelos de gestão de projetos
  3. Gestão de Processos: Conceitos da abordagem por processos; Tipos de decisões
  4. Gestão de risco: Matriz de riscos (probabilidade x impacto), fatores de riscos
  5.  Processo decisório: O processo racional de solução de problemas; Tipos de decisões
  6. Processo de mudança: mudança organizacional, forças internas e externas
  7. Decreto‐Lei nº 200/1967: organização administrativa, descentralização e desconcentração;

É muito importante observar que boa parte dos tópicos apresentados acima também estão presentes na prova de Técnico Administrativo.

As maiores diferenças entre as duas provas estão no estudo de Administração Pública (somente para técnico) e Gestão de Riscos (somente para analistas).

Apesar de somente o cargo de Técnico Administrativo trazer o tópico Gestão de Pessoas, há assuntos correlatos à gestão de pessoas em ambas as provas. Motivação e Liderança são exemplos disso.

As demais áreas de estudos são bastantes próximas, ainda que a descrição nominal dos tópicos não seja idêntica.

Mas é importante que você saiba que as provas de técnico e analista podem ter níveis de complexidade diferentes. Por isso é ideal estar bem preparado, independentemente do nível de escolaridade de sua prova.

Características da banca examinadora

A banca CESPE tem por hábito valer-se das doutrinas mais ortodoxas e mais reconhecidas dentro do ambiente de estudos das organizações.

É raro encontrar questões que não sejam amparadas por doutrinadores consagrados como Chiavenato, Maximiano, Marco Aurélio P. Dias, entre outros autores clássicos.

Isso não quer dizer que não haja certo de nível de subjetividade nas questões. A banca CESPE exige de seus candidatos uma certa dose de esforço interpretativo e avaliativo.

As questões têm um grau de dificuldade considerável, pois exigem o conhecimento da doutrina e, em muitos casos, exige também que o candidato interprete essa doutrina, dentro uma proposição de ambiente organizacional.

São comuns questões que versam sobre situações hipotéticas, de supostas aplicações da Administração em casos práticos.

Uma das maiores dificuldades das provas da banca CESPE reside na complexidade de administrar os famosos “chutes”, uma vez que uma questão errada anula uma certa.

Contudo, a banca trabalha com um perfil de questões conhecido, o que traz certa previsibilidade para o candidato que realiza muitas questões.

Orientações sobre estudos

Em Administração, é preciso estudar as teorias que fundamentam as questões de provas.

Não há como resolver questões de Administração, com segurança e confiança nas respostas, sem um estudo aprofundado de tais teorias.

Nesse sentido, os estudos antecipados são fundamentais.

O ideal é mesclar teorias com resoluções de questões. Os conhecimentos teóricos devem ser revisados semanalmente, com ciclos maiores de revisões quinzenais.

É importante preparar resumos, pois os assuntos são muito extensos. Os resumos serão muito úteis na revisões, semanais e quinzenais.

Dica importante

Embora o processo ideal de estudos seja a harmonização de conhecimentos teóricos, baseados em leituras, com a prática, através da resolução de questões, precisamos nos atentar que edital já foi publicado e o tempo tornou-se exíguo.

Neste momento opte por leituras mais objetivas e resumos dos temas que ainda não tem conhecimento. E prepara-se apenas com as questões nos temas em que seus conhecimentos já estiverem consolidados ou em processo de aprendizado.

Em outras palavras, não adianta querer assimilar muito conhecimento teórico em um intervalo muito curto de tempo! Foque nas questões.

Transformar um plano de estudos em um projeto de aprovação

Há muitas questões envolvidas na aprovação em concurso público de ponta, como os concursos dos tribunais federais.

A busca pelos bons salários, benefícios e a estabilidade empregatícia faz com a concorrência aumente muito.

Por isso, é importante preparar um planejamento de estudos eficaz, identificando enfoques de carreiras, reconhecendo as doutrinas majoritárias, organizando tempo de estudos, resumos, métricas de evolução e resultados, dentre outros fatores relevantes.

Conheça uma proposta de coach para concursos públicos e mude, de uma vez, para a carreira pública.

Acesse: www.facebook.com/admfederal e saiba mais.

Postado por claudiajones às 15:10 | Nenhum comentário | Comentar

Compartilhe:

Concurso Polícia Federal: dicas fundamentais para todos os cargos

No nosso post de hoje vamos trazer dicas bem importantes para quem está se preparando para o concurso Polícia Federal.

O concurso da Polícia Federal está perto de ser aberto; a expectativa é grande e o tempo é curto para estudar uma grande quantidade de matérias.

Dessa forma, é preciso manter uma estratégia para o preparo mais eficiente possível.

Cargo de Delegado

O concurso para Delegado Federal exige conhecimentos específicos em diversas áreas jurídicas, necessitando de um estudo amplo e menos denso.

Em outras palavras, o certame não exige um especialista em uma determinada área.

O bom candidato sabe o suficiente de cada matéria, não um preparo aprofundado de todas, até porque é impossível saber tudo. Dessa forma, é importante um estudo vinculado com as atividades típicas de Delegado Federal.

Exemplificando: a função é presidir inquérito policial, trabalhando nas investigações policiais e na segurança pública em âmbito federal.

O servidor público não vai lidar com recursos em matéria penal ou situações exclusivamente de âmbito estadual. Estes conteúdos devem ser analisados com menor profundidade, pois a possibilidade de serem cobrados é baixa.

Por outro lado, a matéria inquérito policial deve ser muito bem analisada pelo candidato, justamente por ser específica de atuação do Delegado Federal.

Cargo de Agente Federal

Quanto à carreira de Agente Federal, apresenta a especificidade de cobrar conhecimentos jurídicos e não jurídicos – dificultando os estudos de todos os candidatos.

Frise-se: como o concurso exige formação superior em qualquer área, uns terão mais vantagens e desvantagens em certas questões. Por exemplo: o contador terá vantagem na parte de contabilidade, mas terá maior dificuldade nos conhecimentos jurídicos.

Dessa forma, o óbvio tem que ser dito: estude aquilo que não sabe e deixe de lado a sua área de formação. É importante ser estratégico, não tem jeito. A quantidade de matérias é enorme, necessitando de uma diretriz certeira.

Cargo de Perito criminal

Quanto à carreira de Perito Criminal, sem sombra de dúvidas é a mais difícil de obter êxito, pois os conhecimentos são extremamente profundos na área, exigindo conhecimentos jurídicos que não são da expertise do candidato e a quantidade de vagas é reduzida.

É importante verificar o conteúdo cobrado das provas anteriores, pois, normalmente, como são disciplinas de Ciências Exatas, estas não mudam muito ao longo do tempo se compararmos com as Ciências Humanas.

Além disso, importante fazer módulos específicos das matérias jurídicas, pois aprender Direito sem um professor é um trabalho dificílimo.

Dicas essenciais

Dicas para todas as carreiras da Polícia Federal: existe uma certa tradição da banca ser a Cespe/UNB. Ou seja, esta segue um padrão de cobrança de conhecimentos com assertivas para julgar certo ou errado, sendo a marcação equivocada contabilizando pontuação negativa.

Portanto, o candidato deve marcar apenas quando tiver absoluta certeza; na dúvida, não marque. Já conhecemos aprovados que marcaram apenas duas questões de certa matéria e passou, pois contrabalanceou em outras disciplinas os êxitos.

Além disso, fundamental ler os informativos dos tribunais superiores, pois a banca sempre cobra muitas questões acerca de conhecimentos específicos dos entendimentos do STF e do STJ.

Por fim, não esquecer de elaborar muitas questões anteriores, é fundamental para entender o padrão da banca, objetivando potencializar o número de acertos.

Colaborou:

Thiago Jordace –  Doutor em Direito da Cidade pela UERJ, Mestre em Direito Penal pela UERJ, Graduado em Direito pela UFRJ, advogado e professor.

Gabriela Goldstein  Química formada pela UFF e professora.

Postado por claudiajones às 18:58 | Nenhum comentário | Comentar

Compartilhe:

Concurso SEC BA prorroga as inscrições

Olá Concurseiros,

O concurso SEC BA (Secretaria de Educação do Estado da Bahia) teve o prazo de inscrições prorrogado para as 3.760 vagas.

As oportunidades são para os cargos de Professor Padrão P – Grau IA (3.096) e Coordenador Pedagógico Padrão P – Grau IA (664) de nível superior.

As remunerações chegam a R$ 2.890,87.
A Fundação Carlos Chagas está organizando esse concurso e receberá as inscrições até 15/12/2017. A taxa de inscrição é de R$ 100,00.

Quer saber todos os detalhes desse concurso? Acesse o edital completo aqui.

Postado por claudiajones às 12:57 | Nenhum comentário | Comentar

Compartilhe:

Quer ser aprovado em concurso? Veja as 4 dicas de sucessos de aprovados

Se o seu sonho é ser aprovado em concurso público você deve seguir a trilha de quem já conquistou a aprovação.

Garantir uma vaga no serviço público requer estratégias que não podem ser deixadas de lado. E se essas estratégias vêm de pessoas que já obtiveram sucesso, fica melhor ainda.

Selecionamos  seis aprovados do Qconcursos.com para trazer dicas que eles usaram e deram certo.

Aproveite e use-as a seu favor e rumo à aprovação.

Dica 1 – Izabella Cecília 2º lugar como Analista Judiciário do TRT 3ª Região

Planejamento – De cronograma na mão, bons materiais e já treinando pelo QC, decidi refazer de vez a minha rotina: fazia fichas, estudava as doutrinas e a lei seca e fazia muitas, muitas questões. Sempre com foco na banca FCC, a banca do concurso que eu almejava, fazia diariamente uma bateria enorme de questões no QC .

Assim, fui acompanhando o quanto o site foi se desenvolvendo, com o importante acréscimo dos comentários dos professores, resumos e videoaulas. Utilizava tudo, e me sentia cada vez mais confiante com o meu conhecimento.

Conheça a história completa de Izabella

Dica 2 –  Weberti Silva 1º lugar no CRB 3ª Região

aprovado em concurso publico e estudante do QC qconcursos.comDisciplina – Estudei bastante, com regularidade e com qualidade, sempre fiquei atento a todos os concursos abertos. Fiz muitas questões da banca pelo QCmais de 20 milNão comprei nenhum curso de questões, e, sinceramente, recomendo que não o façam, pois os comentários dos colaboradores do QC superam qualquer curso de questões do mercado.

Não indico o excesso de estudos, pois já cheguei a estudar absurdas 13 horas. Há determinado ponto em que o melhor a fazer é descansar, mas eu demorei a entender isso.

Então, aprendi a fracionar as horas totais em pequenos tempos de 30 e 50 minutos, com intervalos entre eles.

Conheça a História de Weberti

Dica 3 – Antônio Eduardo Peixoto 11º no cargo de Agente penitenciário do CE

aprovado em concursos qconcursos.com qcDedicação – Estudei dias, noites, madrugadas, exaustivamente… Com meu ciclo de estudo, revisão e resoluções de questões e simulados, fiz 90% da prova e consegui minha aprovação.

Resolvia questões na plataforma do QC durante as aulas da faculdade e nos meus momentos de estudo “propriamente ditos” dedicados para o concurso.

Conheça a história completa de Antônio Eduardo

Dica 4 – Leonardo Chaves  1º Lugar para Auditor do TCE-PI

aprovado em concurso qconcursos.com
Comentários de questões de provas
 – Depois de um tempo já estudando, usei a estratégia de comentar as questões de provas anteriores também no QC. Isso ajuda muito a fixar o conhecimento.  Estudei praticamente só com as questões do Qconcursos.com.

Afinal, se você quer correr 10km, tem que treinar corrida, quer nadar 50m, tem que treinar natação, quer passar em concurso público, tem que resolver muitas questões.

Conheça a história completa de preparação de Leonardo

aprovados em cocnursos do site qconcursos.com

Postado por claudiajones às 12:45 | Nenhum comentário | Comentar

Compartilhe:

Concursos com inscrições abertas

qconcursos.comJá se inscreveu para o seu concurso dos sonhos? A semana só começou e  milhares de vagas estão abertas para concursos público. As oportunidades são para todos os níveis de escolaridade e diversas especialidades.

Esta é a hora de escolher seu concurso e garantir sua inscrição. E, para quem já escolheu e ainda não efetivou a inscrição é melhor não deixar para a última hora.

São vagas para todo o Brasil, de norte a sul e uma delas pode ser a sua.

Nesta semana, de 27 de novembro a 03 de dezembro, aproximadamente 05 concursos abrem as inscrições e 86 encerram prazo de inscrições.

Veja a lista completa dos concursos com inscrições abertas

Postado por claudiajones às 9:09 | Nenhum comentário | Comentar

Compartilhe:

Provas de Concursos neste fim de semana

Não é pra menos que neste fim de semana o friozinho vai tomar conta da barriga de milhares de concurseiros.

Ao todo, são 73 concursos nos dias 25 e 26 de novembro de 2017 e milhares de vagas.

Afinal, chegou o grande dia.

Muitas vezes, é quase impossível não pensar na tensão da hora H, ou, das horas Hs.

Mas fique tranquilo, pois eu deixei umas dicas bem legais para esse seu dia especial. Vale a pena dar uma olhada.

Ah, e lá você vai encontrar, também, a listagem dos concursos que vão acontecer neste fim de semana.

Que tal dar um pulinho lá e depois deixar seu comentário pra mim? 😉

Clique aqui e veja as dicas e a listagem completa das provas

Boa sorte pra quem vai fazer prova amanhã. 😉

Postado por claudiajones às 16:55 | Nenhum comentário | Comentar

Compartilhe:

Concurso da Defensoria Pública de Pernambuco. Remuneração de 21 mil reais

O concurso DPE PE (Defensoria Pública do Estado de Pernambuco) encerra hoje, 01 de novembro, o prazo para as inscrições para o provimento de 50 vagas para o cargo de Defensor Público bacharel em Direito.

A remuneração é de R$ 21.649,48.

O concurso será realizado pelo Cebraspe – Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (antigo Cespe).

Veja mais sobre o concurso

Postado por claudiajones às 8:17 | Nenhum comentário | Comentar

Compartilhe:
Publicidade
Assine o RSS