Publicidade

Jornal do Brasil

Concurseiros – JBlog – Jornal do Brasil

Simulado comentado de Português com a Professora Adriana Figueiredo

 

A Professora Adriana Figueiredo preparou um simulado comentado de Interpretação de Textos, que foi publicado em seu livro Gramática Comentada com Interpretação de Textos, da Editora Elsevier, e enviou-o para os seguidores do JBlog Concurseiros. Bons estudos!

 

SIMULADO COMENTADO

 

Texto (1)

A linguagem da mídia é uma das mais constantes formas de comunicação a que as pessoas têm acesso. Com os avanços da tecnologia, a produção de notícias escritas e faladas invade nosso cotidiano. O noticiário tem um papel social e político, assim como educacional. Ao estarmos expostos a ele fazemos conexões e tentamos entender e explicar como acontecimentos relatados na mídia se relacionam com nossas vidas e com a sociedade como um todo. Entretanto, notícias são relatos de fatos e não o fato em si. O tratamento de qualquer tópico, portanto, sempre dependerá de quem o escolheu e de que ponto de vista será relato. Relatos, assim, não são uma representação de fatos, mas uma construção cultural que codifica valores fixos já que os jornalistas obedecem a uma série de critérios que determinam se um fato pode ser relatado ou não.

(Carmem Rosa Caldas-Coulthard. A imprensa britânica e a representação da América Latina: Recontextualização textual e prática social)

 

  1. A expressão “a que” (l. 1) pode ser adequadamente reescrita sob forma de “as quais”.

Comentários:

O pronome relativo que retoma formas de comunicação, cujo núcleo é formas, daí a substituição por as quais. Porém, como o vocábulo acesso pede preposição a, teríamos às quais (o acento grave indica o encontro da preposição a com o pronome relativo as quais).

Gabarito: errado.

  1. A troca de “explicar” (l. 5) pela forma verbal “explicarmos” não acarretaria erro gramatical, pois o verbo estaria adequadamente concordando com o seu sujeito “nós”.

Comentários:

O verbo explicar pertence à locução verbal tentamos entender e explicar, com os verbos principais em coordenação (entender e explicar). Na locução verbal, quem se flexiona é o verbo auxiliar, e não o principal (tentamos entender e explicar). Logo, embora o sujeito do verbo explicar seja nós, por ele ser principal de uma locução verbal, não deve se flexionar.

Gabarito: errado.

  1. A forma verbal “invadem” no lugar de “invade” (l. 3) estaria gramaticalmente correta, pois estaria concordando com o substantivo mais próximo.

Comentários:

O sujeito de invade é a produção de notícias escritas e faladas, cujo núcleo é produção, sujeito simples no singular. Portanto, se o sujeito está no singular, o verbo deverá concordar com ele, ficando também no singular.

Gabarito: errado.

  1. A conjunção “Entretanto” (l. 6) poderia ser adequadamente substituída por mas, porém, contudo, todavia, sem alterar o sentido da frase ou produzir incorreção gramatical.

Comentários:

A conjunção entretanto classifica-se como coordenativa adversativa, pois indica valor semântico de contrariedade, oposição. Os conectivos mas, porém, contudo, todavia indicam o mesmo valor de adversidade.

Gabarito: correto.

  1. A palavra se na frase “que determinam se um fato pode ser relatado ou não” (L. 10) tem a função de iniciar uma condição para uma informação anteriormente citada no texto.

Comentários:

Nessa passagem do texto, o se não introduz ideia de condição. Se fosse assim, seria uma conjunção subordinativa adverbial condicional. Aqui, ele introduz uma oração subordinada substantiva, que funciona como objeto direto do verbo determinam. Logo, o se é conjunção integrante.

Gabarito: errado.

Texto (2)

O governo federal tem estabelecido ações para promover as exportações brasileiras. A primeira delas foi desburocratizar o procedimento de exportação, reduzindo a documentação exigida, eliminando autorizações prévias e consolidando em um único documento todas as normas relativas à exportação.

  1. A forma verbal “tem estabelecido” (l. 1) pode ser adequadamente substituída por está estabelecendo, vem estabelecendo, estabelece, sem produzir erro gramatical nem mudança de sentido.

Comentários:

A forma verbal tem estabelecido é um tempo composto que mostra a progressão de uma ação até o presente, o que se mantém com o uso do gerúndio (está estabelecendo, vem estabelecendo) e do verbo no presente (estabelece), que, nesse caso também indicaria uma ação que começou no passado e se prolonga até o momento atual.

Gabarito: certo.

  1. A inserção da partícula “se” enclítica ao verbo “desburocratizar” (l. 2) não alteraria o sentido da frase nem implicaria erro gramatical.

Comentários:

Ao se acrescentar o se, a expressão o procedimento, que funciona como objeto direto na frase original, passa a ser sujeito paciente, mantendo, portanto, a ideia passiva dessa expressão. Assim, o procedimento mantém o valor passivo, seja como objeto direto de um verbo, seja como sujeito de uma frase na voz passiva.

Gabarito: certo.

  1. O adjetivo “relativas” (l. 4) está no plural em função da regência nominal, em relação ao substantivo “normas” (l. 4).

Comentários:

O termo em destaque no item trata de concordância nominal, e não de regência nominal, pois relativas, adjetivo, concorda com o substantivo normas. Sabendo que regência é assunto que trata das relações de dependência entre os termos na frase (verbo ou nome), percebe-se que não é disso que trata a questão, e sim de concordância nominal.

Gabarito: errado.

  1. A frase “eliminando as autorizações prévias” (l. 3) poderia ser adequadamente reescrita, com manutenção do seu sentido geral, da seguinte forma: “pela eliminação de autorizações prévias”.

Comentários:

Essa reescritura não seria adequada à forma original, pois na frase do texto temos enumerações representadas por verbos no gerúndio (reduzindo, eliminando, consolidando), criando, assim, um paralelismo sintático, estrutural na frase. A troca de uma das formas reduzidas pela forma nominal, portanto, descaracterizaria esse paralelismo.

Gabarito: errado.

  1. A troca de em um único documento por num único documento (l.3) não implicaria erro gramatical nem mudança de sentido da frase.

Comentários:

Com esse tipo de construção, é indiferente usar a forma analítica (em um único documento) quanto a forma sintética, representada pela contração da preposição em com o artigo indefinido um (num único documento).

Gabarito: certo.

 

Elaboração: Adriana Figueiredo, professora do Centro de Estudos Guerra de Moraes e

Autora do livro Gramática Comentada com Interpretação de Textos – Editora Elsevier.

Postado por claudiajones às 18:29 | 2 comentários | Comentar

Compartilhe:

BB: Abertas inscrições para preencher cadastro de reserva de cargos da área de segurança e medicina do trabalho

Já podem ser feitas as inscrições para o tão esperado concurso público do Banco do Brasil. As vagas são para formar cadastro de reserva em cargos de nível médio/técnico e superior da carreira de Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (Sesmt) localizadas nas capitais de todos os estados e em Ribeirão Preto (SP). Os salários variam de R$ 3.163,73 a R$ 7.499,75.

Os cargos de nível superior são para engenheiro de segurança, médico do trabalho e enfermeiro do trabalho. E as de nível médio/técnico são para técnico de segurança do trabalho e auxiliar de enfermagem do trabalho.

As inscrições para o concurso do Banco do Brasil devem ser feitas a partir das 10h do dia 26 de março até as 14h do dia 13 de abril pelo site da banca Fundação Carlos Chagas (FCC).

 

Veja o edital do concurso do Banco do Brasil.

 

Postado por claudiajones às 19:21 | 2 comentários | Comentar

Compartilhe:

INSS: Publicação do resultado adiada para terça-feira, dia 27

De acordo com o comunicado do Ministério da Previdência Social através de seu site, o presidente do INSS, Mauro Hauschild, informou que o resultado final do concurso do Instituto Nacional do Seguro Social para as 1.875 vagas será anunciado no dia 27 de março.

No Twitter, Hauschild afirmou que o resultado final deverá sair na terça-feira “em função da análise de recursos, que foi feita até sexta-feira, dia 23”, para assim, “garantir o resultado final e evitar reclassificações posteriores”. E completou: “pedimos à FCC que a publicação seja após a análise de todos os recursos sobre reconhecimento de portador de deficiência”.

 

Postado por claudiajones às 23:32 | Nenhum comentário | Comentar

Compartilhe:

MPT: 40 vagas para procurador e salário de R$ 21 mil

O Ministério Público do Trabalho (MPT) abrirá inscrições no dia 5 de março de 2012 para concurso de procurador do trabalho nas Procuradorias Regionais do Trabalho e nas Procuradorias nos Municípios a elas vinculadas para as cidades do Rio de Janeiro, São Paulo, Guarulhos (SP), Uberlândia (MG), Governador Valadares (MG), Coronel Fabriciano (MG), Patos de Minas (MG), Montes Claros (MG), Porto Alegre, Salvador, Recife, Belém, Curitiba, Pato Branco (PR), Brasília, Manaus, Lajes (SC), Campinas (SP), São Mateus (ES) e Luziânia (GO). São 40 vagas e o salário é de R$ 21.000,00.

Entre os requisitos para os cargos estão que os candidatos devem ter curso superior em Direito e no mínimo três anos de exercício na atividade jurídica.

As inscrições podem ser feitas pelo site do MPT até o dia 3 de abril de 2012. A previsão é de que as provas sejam aplicadas no dia 6 de maio de 2012 e as subjetivas e práticas nos dias 24 de junho e 1º de julho de 2012, respectivamente. A aplicação da prova oral ocorrerá entre 12 e 15 de novembro de 2012. O resultado final e posse estão previstos para os dias 6 e 20 de dezembro, respectivamente.

Veja o edital.

Postado por claudiajones às 23:15 | Nenhum comentário | Comentar

Compartilhe:
Publicidade
Assine o RSS