Publicidade

Jornal do Brasil

Concurseiros – JBlog – Jornal do Brasil

Concurso TRT 1 2018: edital publicado

concurso TRT 1 2018O edital do concurso TRT 1 2018 (Rio de Janeiro) foi publicado para cargos de níveis médio e superior. As remunerações são atraentes: em torno de 7 mil para nível médio e 15 para superior.

Os candidatos serão avaliados por  meio de provas objetiva e discursiva.

Quem optar pelo cargo da área de segurança será submetido ainda a uma prova física.
A leitura do edital é de extrema relevância.

Inscrições

As inscrições seguem abertas até dia 19 de abril de 2018.
Vale a pena o candidato verificar se se encaixa no perfil de isenção das taxas de inscrição, pois haverá isenção total da taxa de inscrição para o candidato que estiver inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal – CadÚnico. O prazo para solicitar a isenção vai até dia 19/04.

Provas

Os candidatos farão provas dia 10 de junho de 2018.
Uma boa notícia é que, como  as provas serão em turnos diferentes , os candidatos que desejarem poderão concorrer a dois cargos: Técnico administrativo e técnico de segurança ou um de nível médio e outro de superior.
 O mesmo para quem concorre a cargos de nível superior que poderão também concorrer a algum cargo de nível médio ou então, os formados em direito poderão concorrer a Oficial de Justiça  e Analista de direito.
A prova é dividida em conhecimentos gerias e conhecimentos específicos (que variam de cargo) e o candidato deverá estar atento, pois não poderá zerar disciplina.
As cidades que terão aplicação das provas são: Barra Mansa, Duque de Caxias, Macaé, Niterói, Nova Iguaçu, Rio de Janeiro, São Gonçalo e Volta Redonda.

Com estudar para o concurso TRT 1 2018

São quase três meses até a prova e três pilares são fundamentais: planejamento, disciplina e foco.
Uma boa dica é planilhar todo o conteúdo do edital do cargo a que vai concorrer e fazer uma tabela de estudos para distribuir as disciplinas ao longo da semana. A ideia é passar por to todas as disciplinas e não estudar uma de cada vez.
Treinamento de questões é fundamental tanto para quem já inciou os estudos para o TRT 1 quanto ara quem vai inciar agora. Para estes, o ideal é intercalar teoria com treinamento de questões.
Muita atenção ao conteúdo de direito do trabalho, pois o candidato deve se atentar à Reforma Trabalhista que modificou alguns pontos da matéria. Cuidado com questões de provas muito antigas e desatualizadas.
Quem já vem estudando há bastante tempo, poderá ajustar as dificuldades por meio de resumos teóricos e, claro, a prática de questões.

A banca

O Instituto AOCP que é a organizadora do concurso realizou alguns certames, porém são poucas as questões em comparação com outras bancas. De qualquer forma, o candidato pode se basear em provas de outras bancas como , por exemplo, Fundação Getúlio Vargas (FGV) e Cesgranrio.
Em relação à prova discursiva, quem concorrer ao  cargo de Técnico Judiciário – Área Administrativa, fará uma redação, com no mínimo, 20 (vinte) linhas e, no máximo, 30 (trinta) linhas. É importante o candidato se atentar a isso, para não perder pontos.
Vale a pena o candidato treinar muito técnicas de redação para desenvolver um texto de acordo com as exigências da banca.
Já para os cargos de Analista Judiciário, todas as áreas/especialidades, bem como Técnico Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Segurança e Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Enfermagem, será composta por 01 (uma) questão de Estudo de Caso, que abordará Conhecimentos Específicos, conforme o conteúdo programático do edital.

Postado por claudiajones às 18:41 | Nenhum comentário | Comentar

Compartilhe:

Nenhum comentário

Adicionar um comentário:

Publicidade
Assine o RSS