Publicidade

Jornal do Brasil

Blog do Reinaldo - JBlog - Jornal do Brasil

Vinho chileno pode interromper Tour de France

conosur

Carro faz promoção do vinho Cono Sur no Reino Unido. Foto Helen Olney.

O presidente do Sindicato dos Viticultores do Aude, Frédèric Rouanet, promete barrar o percurso do Tour de France, a mais importante corrida de bicicletas do mundo, quando passar pelo departamento localizado no sul da França. O motivo de tal cólera é que o vinho chileno Cono Sur é o patrocinador oficial da competição. “É inconcebível que um vinho estrangeiro patrocine o Tour de France. Não precisa ser um vinho do Aude, mas tem de ser francês. O vinho é um símbolo nacional e o Tour é o símbolo do ciclismo no mundo”, concluiu.

O contrato foi assinado em 2014 para as edições 2015, 2016 e 2017 do Tour de France, mas a marca só pode aparecer nas etapas internacionais, pois a legislação francesa, lei Evin, impede que bebidas sejam associadas ao esporte. Ainda em 2014 quando ainda não era patrocinador oficial teve sua marca exposta nas três etapas do Reino Unido e o grupo Cono sur viu suas vendas aumentarem de 10% na terra da Rainha Elizabeth. O alerta de Rouanet é tardio e não deve canelar o contrato com os organizadores do Tour de France. Mas criou polêmica internacional e ele promete barrar a etapa local, 13 de julho, quando a corrida deverá passar por Carcassonne, a capital do departamento do Aude.  Santé.

Compartilhe:
3 Comentários

Comentários:

  • Muito nacionalismo…Parece até excesso de temor com o crescimento do prestígio do vinho chileno que o vinho francês não precisava temer…Pegou mal este excesso de zelo…

    Paulo de Tarso de Moraes Souza

    2 de março de 2016 às 00:53

    • Caro Paulo, com certeza representa uma voz dissonante, mas que fez barulho. Santé

      Rogerio Rebouças

      5 de março de 2016 às 07:50

Comentar:

?>