Publicidade

Jornal do Brasil

Blog do Reinaldo - JBlog - Jornal do Brasil

Degustamos 11 champagnes que cabem no seu bolso – parte 2

Hoje publicamos a primeira parte dos comentários e pontuações dos 11 champagnes degustados às cegas. Vamos apresentá-los pela ordem de pontuação do menor para o maior. Todos os champagnes atenderam a um alto padrão de qualidade. Agradam a públicos diferentes e podem ser servidos em momentos distintos. Os mais complexos são ideais para irem à mesa e outros estão mais indicados para o aperitivo. Destacaremos os comentários do jurado que mais gostou de cada produto. Todos os champagnes são NV, isto é, não safrados. Os ideais para todas as ocasiões.

BS-Carte-d’Or-2012

1 – Drappier Carte d’Or Brut – Propriedade familiar que chega a oitava geração. Tudo começou em 1808 quando François Drappier se instala em Urville, na Côte de Bar. A cave de Drappier é um anexo da abadia de Clairvaux e foi construída por São Bernado, em 1152. A aqui bebe-se história em bolhas. O corte é dominante Pinot Noir 75%, 15% Chardonnay e 10% Pinot Meunier. Seus aromas de flor de laranja, marmelo e frutas maduras mostram a boa complexidade e o estilo Drappier. Para Edith e um vinho de fácil compreensão. Ideal para o aperitivo. Importador Zahil www.zahil.com.br Preço R$336,80 – 3,5***

cattier

2 – Cattier Brut Icône – Maison familiar e independente há 11 gerações, desde 1763, e fica situada na montanha de Reims. Seus vinhedos se estendem por mais de 30 hectares, o que em Champagne é uma enormidade. O corte é 50% Pinot Meunier, 30% Pinot Noir e 20% Chardonnay. No nariz frutado traz aromas cítricos e minerais. Anne Marie viu aqui “um bom frescor num ataque que agrada, no final delicada mineralidade”. Um champagne para o aperitivo que harmoniza com tira gostos à base de peixes. Importador Vinho e Ponto. http://www.vinhoeponto.com.br/ Preço: R$ 393,00

nicolas feuillatte

3 – Nicolas Feuillatte Brut – Centro Vinícola Nicolas Feuillate tem apenas 40 anos, mas já é a marca mais vendida na França e a terceira do mundo. A queridinha dos franceses tem um corte de 40% Pinot Noir, 40% Pinot Meunier e 20% Chardonnay, No nariz flores brancas, frutas como pêra e damasco. Na boca pão de mel e boa vivacidade. Para o enólogo Laurent Mingaud ela é “apetitosa, rica, complexa e elegante”. Agrada tanto no aperitivo como pode ir à mesa. Uma excelente relação prazer e preço. Importador Evino www.evino.com.br. Preço R$ 179,90. 3,5***

roux-de-beauces-grande-reserve-1130628-s257

4 – Roux de Beaucès Grande Réserve – Este champagne é produzido pela família Roux proprietáriade  vários châteaux em Bordeaux e dentre estes o Crus Bourgeois Taffard de Blaignan, no Médoc. Este Champagne é uma das belas jóias da casa. O corte é o clássico com as três uvas em proporções similares. Seus aromas de limão e tangerina tem destaque, mas flor de laranjeira e frutas em compota também estão presentes. Na boca é untuosa e equilibrada. Para este blogueiro sua persistência é um ponto forte. Não disponível no Brasil. 3,5***

brut nb finale

5 – Joseph Perrier Cuvée Royale Brut – Fundada em 1825 por Joseph Perrier em Châlons en Champagne vai ganhar fama ao se tornar o champagne oficial da Rainha Vitória e do Rei Eduardo VII. Daí surge o título de Royale Cuvée. A vinícola é dirigida pela mesma família a 5 gerações. O corte é 35% Chardonnay, 35% Pinot Noir e 30% Pinot Meunier que vem dos vinhedos de Cumières, Damery, Verneuil e Hautvilliers – bem pertinho da abadia de D. Pérignon). O nariz é discreto e complexo com notas de agrumes, flores brancas e brioche. Para Nicolas de Chevron Villette é um “champagne de boa estrutura, bastante potente e muito agradável podendo ir à mesa”. Importador Wine Mundi. 21 3860 1701. 4****

charles legend brut

6 – Charles Legend Brut Royal – Mickaël Devena mora no Brasil e é proprietário do Champagne Charles Legend. O nome é uma homenagem ao Rei da Inglaterra Charles II que se apaixonou pelas bolhas de Champagne enquanto esteve exilado na França. O corte tem 80% Pinot Noir e 20% de Chardonnay. Este vinho tem um nariz amplo com aromas de pão de mel, torradas e rosas secas com muito boa complexidade. É um vinho aéreo e muito bem equilibrado. Encantou Laurent Mingaud pela sua elegância. Onde comprar: http://www.emporiomundo.com.br. Preço não disponível no site. 4****

Compartilhe:
3 Comentários

Comentários:

  • Só se for no teu bolso,porque no da maioria dos brasileiros não cabe.

    regina

    22 de dezembro de 2016 às 15:42

    • Oi, Regina
      Claro que Champagne é uma bebida de luxo, especialmente no Brasil. Buscamos degustar aquelas sem safra, pois são as que possuem preços mais abordáveis. Destaque para a Nicolas Feuillatte que fica abaixo de 180 reais. Para quem gosta de espumantes existem sempre outras opções como as Cavas, Crémants, Proseccos e espumantes nacionais. Santé e Feliz Ano Novo.

      Rogerio Rebouças

      7 de janeiro de 2017 às 06:59

  • LISTA DE CHAMPAGNE CABEM NO SEU BOLSO

    ALEX

    6 de janeiro de 2017 às 14:38

Comentar:

?>