Publicidade

Jornal do Brasil

Blog do Reinaldo - JBlog - Jornal do Brasil

No Médoc os Châteaux Chasse-Spleen, Cantemerle, Clarke e Camensac se destacaram

As degustações dos vinhos Primeurs de Bordeaux começaram ontem. Minha primeira série foi no Château de Cantemerle, no Médoc, no vilarejo de Macau. Os vinhos de Listrac-Médoc, Moulis em Médoc e Haut Médoc estavam expostos em mesas que estavam situadas dentro da adega do Château. Os vinhos eram apresentados muitas vezes pelo proprietário pessoalmente. Afinal, ele está neste momento recebendo os compradores mais importantes do mundo para descobrir como seu vinho se saiu na safra 2016. Já tida como excelente graças a um final de verão bastante longo, o que garantiu uma colheita perfeita das uvas.

Nesta degustação alguns vinhos me agradaram bastante Château Clarke com um corte de 70% Merlot e 30% Cabernet Sauvignion estava amplo e sedoso para um vinho que ainda vai ter de esperar 2 anos antes de entrar na garrafa. Tem um belo potencial. Château Fourcas Dupré mostrou bastante elegância e mostra-se promissor. Já em Moulis em Médoc o Château Chasse-Spleen me parece acima dos seus co-irmãos Maucaillou e Poujeaux que estavam muito bons.

A degustação no Château de Cantemerle aconteceu na adega.

No Haut Médoc começamos maravilhosamente bem com Château Beaumont, encontramos um Château Camensac em grande forma e um esplêndido Château Cantemerle, de excepcional comprimento. Château Citran, La Tour Carnet e La Lagune mostraram vinhos de alta qualidade e também estão acima da média, que é elevada. Finalizei esta sequência com La Tour de By, grande vinho.

Vista noturna do Château de Cantemerle.

Os produtores que tiveram paciência começaram a colheita no finalzinho de setembro início de outubro e terminaram na terceira semana, por volta do dia 20. Há sempre o risco de esperar ao máximo, em busca de um amadurecimento perfeito, e as chuvas chegarem. Mas em geral a espera tem dado certo. Neste grande ano de 2016 a espera se justificou com sobras. Uma excelente safra tanto na margem direita quanto na esquerda. Santé.

Compartilhe:
Comentar

Comentar:

?>