Publicidade

Jornal do Brasil

Blog do Reinaldo - JBlog - Jornal do Brasil

Chef Marc Veyrat leva o ar puro dos Alpes a Paris

O chef Marc Veyrat, três estrelas Michelin, abriu em Paris o restaurante Rural, que traz um pouco do ar puro das montanhas da Savoie para a capital. Instalado no XVII arrondissement, no Palais de Congrès, propõe uma cozinha autêntica da roça como o nome sugere. Traz à mesa os clássicos das montanhas alpinas. Tartiflette revisitada, a tradicionalíssima blanquette de veau (vitelo) e gâteau de Savoie Os pratos são bem copiosos como se faz no interior. O café da manhã é servido a partir das 9 horas, com direito a um autêntico pão de campanha.

 

O chef Marc Veyrat e seu chapéu na inauguração. (foto: Jean Michel Crozieres)

O projeto é uma parceria do chef com Benjamin Patou, presidente do grupo de eventos Moma. Os dois se conheceram nos Alpes há alguns anos, onde ambos têm seus refúgios secretos. Nasceu ali uma amizade unida pelo gosto da autencidade. Esta que Marc se propôs a levar para Paris por um preço bastante abordável. O menu entrada, prato principal e sobremesa sai por 29,50€ (R$ 97). Mas não bastava a cozinha e os vinhos o ar rural tinha de de estar realmente lá. É aí que entra o arquiteto belga Lionel Jadot, que também tem um esconderijo nos Alpes. Ele fez o restaurante com um verdadeiro estilo rústico das montanhas francesas.

Cochonnailles, os frios são uma das boas opções no Rural. (foto: Jean Michel Crozieres)

Conexão Francesa entrevistou Hélène Savoye, diretora comercial de Vins du Monde, que elaborou a carta e nos sugeriu algumas harmonizações. A carta ilustra exatamente o espírito do local! A ideia é de propor bebidas naturais, autênticas e generosas para um momento agradável. Para elaborar a carta Quentin Roussel, diretor de compras de bebidas do grupo MoMA, que possui diversas casas em Paris como Victoria Paris, L’Arc, Manko, Bus Palladium… e trabalha com bons produtores me chamou. Buquei fazer uma seleção precisa e qualitativa de vinhos de toda a França que cultivam sua uvas respeitando as tradições, o terroir e preocupados em produzir as castas locais. O objetivo da seleção era de ser coerente com a proposta do restaurante, assim uma presença de vinhos dos Alpes se impôs, mas a maior parte das regiões francesas está presente na carta. Sempre tendo em vista propor belas expressões aromáticas elaboradas por pequenos produtores excepcionais, disse.

 

Hélène nos propõe algumas harmonizações. Pouco importa a hora que você venha uma farta bandeja de cochonnailles (presuntos e salames diversos de porco) que você vai poder comer acompanhado de um Borgonha regional Haute Côtes de Nuits do Domaine Dubois, 2015, tinto de “filosofia” orgânica. Para as “quenelles” em brochete do lago da Mémé Caravi a sugestão é o belo branco Roussette da Savoie – Autrement Altesse, orgânico, do inspirado Jacques Maillet, 2015, branco. Para os que são montanheses na alma Heléne sugere o Savagnin à La Fauquette, 2013, orgânico, do Jura da família Tissot que fará um par perfeito com a tartiflette revisitada do simpático chef Marc Veyret, que tive a oportunidade de conhecer durante um copioso café da manhã do evento Toques et Clochers em Limoux. Santé.

Serviço:
Rural by Marc Veyrat
Palais des Congrès
2 place de la porte Maillot 75017 Paris & 78 Boulevard Gouvion St Cyr 75017 Paris
Tél. : 01 72 69 03 03
Aberto todos os dias, de 9h às 22h30

Compartilhe:
Comentar

Comentar:

?>