Publicidade

Jornal do Brasil

Blog do Reinaldo - JBlog - Jornal do Brasil

Vinexpo, um salão com muito glamour

Se não se pode negar que Prowein é a feira mais profissional e, que em tamanho e certamente em negócios é hoje a maior, não há como comparar o glamour e a nobreza de Vinexpo. As recepções nos châteaux são magníficas e se impõe. O Brasil esteve presente com diversos importadores de todos os tamanhos seja do Rio, São Paulo ou Minas Gerais. Casa Flora, Casa Rio Verde, Wine Mundi, Grand Cru, Verdemar, Evino e outros que não tive a oportunidade de encontrar.

A cerimônia de abertura foi no Château Carbonnieux, um Cru Classé de Graves, organizada pelo sindicato dos Cru Classés de Graves, por mais que todos estejam em Péssac Léognan. Os 14 Crus estavam presentes com seus proprietários e diretores. O número de lugares era bastante limitado com menos de 300 convidados. Pelo que soube custava 300€ por pessoa.

Ao chegarmos em Carbonnieux atravessamos um jardim onde estavam expostos carros franceses do início do século XX. Nos jardins eram servidos sofisticados canapés, dentre eles um de filé de pombo. Em mesas os donos ou diretores dos châteaux nos serviam pessoalmente seus vinhos brancos e tintos. A matriarca de Carbonnieux cumprimentava a cada convidado quando estes entravam no salão. Na verdade, o pátio interior foi coberto por uma grande estrutura e se transformou num imenso salão para o banquete. O menu foi preparado pelo chef Alain Dutournier, do restaurante Carré des Feuillants, que ostenta 2 estrelas Michelin.

Para ver a lista completa dos Crus vá ao site www.crus-classes-de-graves.com.

Vale notar que entre os vinhos servidos estavam Château Haut-Brion tinto 2000, Smith Haut Lafitte tinto 1998, Château Olivier tinto 2003 , Château Carbonnieux branco 2011, Château Chevalier branco 2012. Veja a lista completa e o menu na foto abaixo.

Sua alteza real o príncipe da Luxemburgo, proprietário do Château Haut Brion eram um dos proprietários presentes ao solene jantar que exigia black-tie. Na saída do salão um café guloso isto é, com muitos docinhos, era servido aos convidados que podiam tomar também alguns GCC de Sauternes como La Tour Blanche, Guiraud e Champagne Deutz. Para encerrar com chave de ouro fogos de artifício de bela pirotecnia. Santé.

 

 

Compartilhe:
Comentar

Comentar:

?>