Publicidade

Jornal do Brasil

Blog do Reinaldo - JBlog - Jornal do Brasil

Verão no Corbières – Château Haut Gléon

De volta ao meu recanto aproveito para acompanhar a agenda de eventos de verão dos vilarejos e dos produtores de vinho. É nessa época que o povo vai para a rua ao encontro de festas, eventos e degustações. Os turistas estão por todo lado. Inglês e alemão são idiomas que ouço com muita facilidade nesta época do ano seja nas feiras, mercados, bares ou nos restaurantes do Corbières, Languedoc no sul da França.

Uma das referências do Corbières obteve 91 pontos no guia de Robert Parker.

Na sexta-feira passada o Château Haut Gléon, um dos melhores produtores da denominação Corbières, organizou uma noitada com direito a visita da adega, pequena degustação, jantar e música ao vivo. No menu a tradicional paella, que atesta a influência catalã, departamento vizinho, que tornou este prato uma das preferências do verão no Languedoc. Plano B mexilhões com fritas, um clássico das brasseries francesas. O Château Haut Gléon, uma pepita do terroir de altitude do Corbières, foi comprada recentemente pelo grupo Foncalieu, numa iniciativa para melhorar sua imagem e lhe dar um brilho de qualidade. Foncalieu é uma grande estrutura de cooperativas que é mais conhecida pela produção de vinhos regionais, mas que também está presente na AOP Saint Chinian no Languedoc, no Rhône e na Gasconha, terra do famoso mosqueteiro D’Artagnan.

Durante minha formação em enologia, nível técnico, fiz uma visita ao Château e tive a oportunidade de degustar toda a linha que é muito consistente. A safra 2014 do Corbières tinto obteve 91 pontos de Jeb Dunnuck, para o guia de Robert Parker e medalha de prata no Sommelier Wine Awars. A garrafa diferenciada é uma característica da casa. De vez em quando ele aparece na minha mesa e a qualidade está sempre presente. O Château tem uma pequena e boa produção de azeite. Santé.

 

Compartilhe:
Comentar

Comentar:

?>