Publicidade

Jornal do Brasil

Blog do Reinaldo - JBlog - Jornal do Brasil

Salão mundial dos orgânicos teve mais 17% de visitantes

Segundo os organizadores a XXV edição de Millésime Bio o aumento do número de visitantes profissionais foi de 17% em relação a 2018. Estiveram presentes 5700 compradores contra 4800 em 2017. A volta ao seu palco tradicional, Montpellier, ao invés da cidade de Marselha, foi importante fator do significativo crescimento ao meu ver. Ano passado a disputa pelo espaço com Vinisud atrapalhou o evento. Mas o mais importante é, conforme apurei, que produtores importantes não conseguiram espaço e ficaram na fila para 2019. A demanda para participar do salão segue forte.

Cada produtor tem sua mesinha, nada de stands magníficos e caros, todos são iguais. Salvo na taça.

Os produtores têm buscado participar do salão que a cada ano ganha mais adeptos. 75% dos profissionais eram franceses, especialmente donos de lojas e restaurantes, os membros do chamado circuito tradicional, que vêm garimpar novos produtos. Mas importadores americanos e europeus também marcaram presença. Eram mil expositores, cada um com uma mesinha, seja ele grande, pequeno ou médio. Quinze países representados sendo que a França tinha 777 produtores, a Itália veio com 85, a Espanha com 63 encabeçavam o primeiro pelotão. Áustria com 27 se destacou com seus brancos, Alemanha com 14 e Portugal com 10 fecharam o segundo pelotão. Os vinhos do sul da França, agora Occitanie, era representado por 324 vinhateiros o que é normal. Afinal, é a maior região produtora de vinhos orgânicos e convencionais do Hexágono.

Sud de France sempre apoiando os principais eventos e iniciativas dos produtores.

A presença de muitos produtores da Borgonha mostra que os orgânicos estão com uma boa dinâmica. Thibaud Marion do Domaine Seguin Manuel, um produtor que já é um dos ícones da nova geração de vinhateiros borguinhões, não conseguiu uma mesinha para expor seus vinhos. Mas outros bons produtores como Jean François Chapelle estavam lá. Santé.

Compartilhe:
2 Comentários

Comentários:

  • Alguns produtores produzem muito bom champanhe orgânico como Fleury e De Sousa.

    Envie de Champagne

    8 de fevereiro de 2018 às 08:03

    • Você está correto. Na Champagne alguns produtores e De Sousa em particular, produzem belos orgânicos. Nesta região devido ao clima isto exige um enorme esforço. Santé.

      Rogerio Rebouças

      11 de fevereiro de 2018 às 08:08

Comentar:

?>