Publicidade

Jornal do Brasil

Blog do Reinaldo - JBlog - Jornal do Brasil

Uma taça de prosa com Mirem de Lorgeril do Château de Pennautier

 

 Mirem de Lorgeril – Tenho 54 anos e nasci em Versailles. Sou formada em História e tenho mestrado em Relações Internacionais e especialização em Direito da Vinha e do Vinho. Foi durante estes estudos que conheci Chantal Comte, proprietária do Château de Tuilleries na AOC Costières de Nïmes, foi ela quem me formou. Comecei como responsável de zona de exportação. Três anos depois assumi a propriedade familiar e criei o Grupo Lorgeril que possui 6 domaines em 9 Denominações de Origem do Languedoc-Roussillon, com um total de 350 hectares. Em 2009, junto com meu marido Nicolas de Lorgeril, renovei totalmente o Château de Pennautier, patrimônio histórico, que hoje é uma grande atração turística, com restaurante, boutique e muito atuante no enoturismo. Fui escolhida empresária do ano pela Tribune Women’s Award em 2015.

Meu primeiro vinho – Foi um Côte Rotie, mas não me lembro do nome. Eu tinha 15 anos. Eu ainda não sabia apreciar, mas sei que ele era de grande qualidade, um vinho enorme.

Minha harmonização predileta – Um grande branco mineral, como um Sancerre, com um peixe de carne branca – linguado ou dourado – cozido ao ponto.

Minha região de produção preferida – O Languedoc, claro! Porque eu o conheço, sei de todos os seus tesouros e do potencial que ainda precisa ser descoberto.

Meu vinho favorito – Impossivel de dizer… cada vinho corresponde a um momento e se não for adequado tudo pode mudar…

Minha melhor safra – L’Esprit de Pennautier 2014, AOC Cabardès Grand Vin. (Os vinhos de Lorgeril são importados pela Evino)

Cary Grant em Ladrão de Casaca ( fotos divulgação)

Se meu vinho fosse um personagem – Deveria se parecer com Cary Grant. Fino, elegante, bonito, apetitoso, sedutor, longilíneo (longo), surpreendente…

Compartilhe:
Comentar

Comentar:

?>