Publicidade

Jornal do Brasil

Blog do Reinaldo - JBlog - Jornal do Brasil

Borgonha – 28° Concurso dos vinhos do Grand Auxerrois

Uma Borgonha desconhecida pode ser encontrada no vinhedo do Grand Auxerrois, não estou falando da uva branca Auxerrois da região de Lorraine, mas de um vinhedo da nobre Borgonha. A cidade de Auxerre é situada no departamento do Yonne o mesmo da famosa denominação Chablis.

Grand Auxerrois tem quatro zonas de produção de referência, terroirs. Auxerrois que cobre dez vilarejos ao sul e sudeste de Auxerre. Mais a leste depois de passar por Chablis está o vinhedo do Tonnerrois no vale de Armançon que cobre o vilarejo de Tonerre. Ao sul fica o Vézélien com seus quatro vilarejos, que tem seu nome emprestado da cidadezina de Vézelay. Completando o terroir temos as encostas de Jovinien, ano norte, com um vinhedo que se estende pelo vilarejo de Joigny. A produção do Grand Auxerrois é de quase 100 mil hectolitros repartidos sobre 2000 hectares de vinhedo.

Uma explicação mais detalhada me pareceu necessária para poder comentar o resultado do 28° Concurso dos Vinhos do Grande Auxerrois. O concurso reuniu 55 jurados que incluem enófilos experientes, jornalistas especializados, enólogos, agentes, comerciantes e outros profissionais do vinho. Eles degustaram 201 amostras de 51 produtores. Somente foram 79 premiados: 15 de ouro, 34 de prata e 30 de bronze. As denominações villages desta região da Borgonha são Irancy, Saint Bris e Vézelay. As regionais exclusivas do Grand Auxerrois são: Bourgogne Chitry, Bourgogne Côte Saint-Jacques, Bourgogne Côtes d’Auxerre, Bourgogne Coulanges-la-Vineuse, Bourgogne Epineuil e Bourgogne Tonnerre. Além de denominações comuns à Borgonha como: Bourgogne, Bourgogne Aligoté, Bourgogne Passe-tout-grains, Coteaux Bourguignons et Crémant de Bourgogne.

Nestas mais conhecidas vi dois vinhos da maison Pascal Bouchard, hoje fazendo parte do grupo Albert Bichot, que foram premiados. O Bourgogne Aligoté, 2017, com a medalha de prata e o Crémant de Bourgogne com a de bronze. O primeiro está disponível no Brasil pelas mãos da Barrinhas com a safra 2015. Pascal Bouchard é famosa pelos são grandes Chablis.

O Bourgogne Aligoté cuvée Saint Pierre 2015 que a Barrinhas trouxe também é premiado. Foi selecionado pelo mais importante guia francês o Hachette e tem elogios da revista americana Wine Enthusiast. Uma excelente relação qualidade preço para um Borgonha. A Barrinhas também tem na sua carta o Chablis Classique, os Borgonhas Chardonnay e Pinot Noir Réserve Saint Pierre. Complementando a linha o Pinot Noir Louis e o Chardonnay Cleophas, ambos Pays d’Oc da Bouchard. Santé.

Compartilhe:
Comentar

Comentar:

?>