Publicidade

Jornal do Brasil

Blog do Reinaldo - JBlog - Jornal do Brasil

Participamos da degustação do guia Hachette de Vinhos 2020

Guia Hachette de Vinhos, a bíblia francesa dos vinhos, começa a selecionar os vinhos da 35ª edição, a de 2020, que será publicada no segundo semestre de 2019. A etapa de ontem foi no Languedoc, em Montpellier. O júri se reuniu às 10 horas da manhã no Mas de Saporta, a casa dos vinhos do Languedoc, para degustar os tintos das denominações de origem Faugères, Saint Chinian, La Clape, Pézenas, Terrases du Larzac, Pic Saint Loup, e Saint Chinian. O organizador do guia Stéphane Rosa comentou sobre a força do guia junto ao consumidor francês. “São 86.000 exemplares impressos e uma versão on line”, afirmou. Os demais guias vendem em torno de 20 mil exemplares. Para ter no guia 10 mil vinhos a editora conta com a colaboração de 1500 profissionais selecionados que degustam mais de 40 mil vinhos em diversas cidades da França.

 

Tive o prazer de novamente participar desta degustação independente e imparcial. Os vinhos são todos degustados às cegas. Na minha mesa a denominação escolhida foi Pézenas, a terra de Molière, degustamos 15 vinhos sendo 4 de 2017 e 11 de 2016, sempre às cegas e com garrafas apenas numeradas. O nível estava bem alto e representativo da denominação de origem. Os vinhos da zona geográfica AOC Languedoc Pézenas, 24 km2, possuem um solo variado com uma mistura de calcário, xisto e basalto vulcânico. As uvas são Syrah, Grenache e Mourvèdre que devem responder por no mínimo 70% do corte e complementarmente podem ter Carignan e Cinsault. Por ser pequena busca fazer vinhos de muito boa qualidade, as vinhas devem ter ao menos sete anos de idade, o rendimento é inferior ao autorizado e o envelhecimento deve ser de no mínimo um ano. Santé.

Tags: , , , , , ,

Compartilhe:
Comentar

Comentar:

?>