publicidade

Jornal do Brasil

Faixa Preta – JBlog – Jornal do Brasil

Dana white pretende trazer para o Brasil reality show para descobrir novos talentos.

Dana White pretende repetir o UFC no Brasil algumas vezes.  Na opinião do presidente do UFC, aqui há muitos lutadores de ponta, escondidos e que precisam ser descobertos.  Segundo White, o  futebol é grande esperança para muitos jovens, mas que não há espaço para todos.

O CEO Dana White objetiva fazer, no Brasil, o reallity show “The Ultimate Fighter”, atualmente, realizado nos Estados.  O programa é fenômeno de Ibope, na América.  E por que não, no Brasil?

Desta forma, certamente, vários talentos vão ser descobertos e oportunidades oferecidas a jovens que possam, algum dia, chegar ao estrelato, já é do
Brasil que saem os melhores do mundo.

A ideia de que a luta é violência vem caindo por água abaixo.  Não houve ocorrências policiais em uma arena lotada, com 15.000 pessoas.  A saída foi pacífica e o público saiu satisfeito com o que viu, podendo ter, um pouquinho de mais orgulho do nosso país.

Postado por oscardaniotti às 15:43

1 Comentário

Compartilhe:

Inter vai apresentar Minotauro para a torcida colorada

A torcida colorada vai se encontrar com um novo reforço na partida do Inter contra o Santos. Mas, desta vez, não é nenhum jogador de futebol e sim o casca grossa, Rodrigo Minotauro.

O lutador começou bem com o novo clube: venceu Brendan Shaub, com um lindo nocaute. O lutador vai estar no Beira-Rio para a partida contra o Santos.  É o campeão da Taça Libertadores, contra o vencedor da Recopa Sul-Americana.
Desde a semana passada, a diretoria colorada aproveita o UFC Rio para divulgar o novo atleta e a torcida gaúcha apoiou a ideia. Imaginem um grenal (Inter X Grêmio) de MMA?

No site oficial do clube, existe um destaque para vitória do lutador, no último fim de semana, quando Minota relata o triunfo sobre Brendan Schaub, por nocaute no primeiro round. Vestindo a camisa do Inter, ele comparou sua finalização a um gol do artilheiro Leandro Damião.
– Um abraço para a galera do Inter. Foi uma semana de muitas vitórias para a gente. Ganhamos a Recopa na quarta-feira e também a luta do UFC. Acabei finalizando como o Damião.  Na hora da decisão, a gente chamou a responsabilidade e decidiu –  declarou o casca grossa do Beira Rio.

Postado por oscardaniotti às 16:57

Nenhum comentário

Tags: , , ,

Compartilhe:

Brasil o melhor do mundo nas lutas

O UFC Rio foi o melhor evento já visto, de MMA, no Brasil. Todos ganharam com essa noite, de 27 de agosto de 2011:  atletas, o esporte, o público e o melhor de tudo que é a popularização do MMA, no país.
Falar que o esporte possa bater o futebol é um pouco demais, pois estamos na Terra do futebol e já temos 5 títulos mundiais.  Mas uma coisa não elimina a outra: o Brasil é Terra da luta, também!

Temos uma capacidade, grande, de formar  talentos e, depois de ontem, temos a certeza de que  somos os melhores do mundo. Na primeira noite, em que o Brasil deu as boas vindas, levamos 90% dos combates. Apenas,  Luiz Banha perdeu, mesmo tendo a luta em suas mãos.

O nocaute, de Rodrigo Minotauro, resultou no maior grito de torcida que o HSBC Arena vivenciou. Após realizar 39 lutas, fora do Brasil, Minotauro venceu essa luta para seu povo que o apoiou do começo ao fim. A plateia gritava:  –  Minotauro voltou!.
Minota colocou o norte-americano, na lona, ainda no 1º round. Fomos todos ao delirio!

Shogun, com suas marteladas certeiras, fez com o que o juiz parasse a luta com o intuito de preservar a integridade física de Forrest Griffin.

Anderson Silva venceu, mais uma vez,  sem muitas dificuldades, Yushin Okami. O japonês entrou com a estratégia de tentar encurtar o jogo do Aranha, mas em pouco tempo foi dominado pelo jogo “bailarino” de Anderson.
Vitória do “Spider”,  que segue como o lutador jamais batido no UFC. A pergunta que fica é:  até quando Anderson vai conseguir manter este trono?

Nas preliminares, Erick Silva entrou, concentrado, e venceu Luiz Beição com um potente nocaute. Outro que venceu, mas quase perdeu para si mesmo, foi o mineiro, Rousimar “Toquinho” Palhares, que ainda no começo, achou que tivesse ganhado e foi comemorar a vitória, sem a luta ter terminado.  Tal  fato chocou o público e comentaristas, devido tamanha ingenuidade, que resultou em desvio de atenção e acabou quase sendo  nocauteado pelo norte- americano Dan Miller.

Na Terra onde nasceu o esporte,  as pratas da casa levaram.  Certamente, isso contribui para que   Fertitta e Dana White tenham a certeza de que, aqui,  o esporte pode ter ainda mais sucesso do que nos Estados Unidos.

Vamos com tudo para as próximas edições.  Quem sabe Brasília, Manaus, São Paulo e um retorno ao  Rio de janeiro? Esta última, cidade precursora, onde nasceu o jiu-jitsu, beach soccer e volei de praia.

O Importante é que, seja lá onde for, o público, que apresentou-se pacífico, na Arena HSBC, com certeza, vai comparecer. Uma noite para jamais ser esquecida. A plateia  presenciou uma verdadeira lua- de- mel entre esporte e público. Para quem pensava que as confusões apareceriam, foi um nocaute direto.

Neste quesito estamos na frente do futebol, violência zero!

 

 

 

 

Fonte:

 

 

Postado por oscardaniotti às 13:16

Nenhum comentário

Tags: , , ,

Compartilhe:

Noite histórica. Brasileiros nocauteiam no card principal.

O UFC 134 Rio terminou com ampla vantagem dos brasileiros. Rodrigo Minotauro, Maurício Shogun e Anderson Silva colocam seus adversários no chão. A exceção foi Edson Barboza que venceu Ross Person por pontos sem unaminidade.

Foi um grande momento para o MMA brasileiro por divérsos fatores. A vitória avassaladora de nossos atletas, com exeção para Banha, que perdeu seu combate após dominar a luta e pela afirmação do esporte aqui no Brasil.

O UFC foi realmente um grande show!

 

Postado por oscardaniotti às 0:08

Nenhum comentário

Compartilhe:

Brasil a espera de Anderson Silva

Yushin Okami caminha para o centro ginásio.

Delírio na HSBC Arena: Anderson Silva, concentrado chega para a luta.

Lutadores são anunciados.

Okami vaiado.

1º round

Silva mantem a distância e distrai o adversário.

Lutadores na grade de pé.

Anderson castiga o adversário com joelhadas nas costas.

Brasileiro acerta socos e chutes à meia distância. Termina o round com um soco frontal no rosto de Okami.

2º round

Anderson intimida o japonês.

Soco leva Okami ao chão com um soco.

Outro soco leva o japonês ao chão, que sofre duros golpes até o nocaute.

Delírio do público!

 

Postado por oscardaniotti às 23:40

1 Comentário

Compartilhe:

Maurício Shogun Rua no penúltimo duelo do card

Curitibano enfrenta norte-americano Forrest Griffin.

Griffin entra no ginásio.

Shogun  caminha para o octógono.

Público de pé antes do gongo.

1º round

Brasileiro tenta a revanche contra lutador que o derrotou por imobilização em 2007.

Começou..

Griffin mede a distância com chutes.

Shogun nocauteia Griffin no chão, após uma sequencia de socos.

Postado por oscardaniotti às 23:15

Nenhum comentário

Compartilhe:

Edson Barboza tenta mais uma vitória para o Brasil

O atleta da equipe Aliança chega ao octógono.

O inglês Ross Person entra sob vaias da torcida.

Atletas no centro da arena…

Começou!

Trocação no centro do octógono.

Person pressiona Barboza.

Segundo round.

Barboza acerta um soco na cabeça do inglês nos primeiros segundos de round.

Lutadores com postura mais ofensiva.

Barboza defende bem a tentativa de Person de levá-lo ao chão.

Brasileiro coloca bons chutes mas não abre sequencia.

Terceiro round.

Barboza acerta bons chutes mas Person defende bem.

Brasileiro acerta três socos no rosto de Person.

Luta termina equilibrada, sem quedas.

Edson Barboza vence por pontos, em decisão dividida.

 

Postado por oscardaniotti às 22:48

Nenhum comentário

Compartilhe:

Minotauro no octógono

Com grande apoio da torcida, Rodrigo Minotauro acaba de entrar no octógono para o cobfronto contra Brendan Schaub

Começou a luta.

Adversários se estudam.

Trocação no centro do octógono.

Minotauro nocauteia Schaub com um soco certeiro. Um jab direto certeiro no queixo do inglês.

Delírio do público.

O ídolo dedica a vitória à torcida, vitória da superação.

Postado por oscardaniotti às 22:33

Nenhum comentário

Compartilhe:

Primeira derrota brasileira

O búlgaro Stanislav Nedkov quebrou a sequencia de vitórias brasileiras, ao nocautear Luiz “Banha”Cané.

Postado por oscardaniotti às 22:30

Nenhum comentário

Compartilhe:

Publicidade
Assine o RSS
Publicidade