publicidade

Jornal do Brasil

Faixa Preta – JBlog – Jornal do Brasil

Seguir a dieta Gracie é um bom caminho

Pensando nos leitores deste blog, resolvi inserir uma seção sobre a filosofia da arte suave. Este esporte vai além dos tatames, é algo como uma religião, descanso, boa alimentação e a paz espiritual caminham lado a lado para uma boa performance na luta.

Carlos Gracie

A família Gracie é conhecida por suas conquistas nas Artes Marciais e estabeleceu o Jiu Jitsu Gracie no Brasil em 1925. Eles atribuem seus extraordinários sucessos a um regime nutricional restrito que é o resultado de 65 anos de pesquisas e experimentação por parte do Grande Mestre Carlos Gracie.
A Dieta Gracie é baseada em comer alimentos naturais, combinando-os de forma a permitir sua mais eficiente digestão. A dieta foi desenvolvida para promover o maior nível de saúde através da prevenção de reações químicas prejudiciais no processo digestivo, tais como acidez e fermentação.

O Básico da Dieta Gracie

Rorion Gracie, autor do livro sobre a dieta, diz “A Dieta Gracie não é um programa rápido de perda de peso. Na verdade, ela não deve nem ser chamada de dieta já que não proíbe a ingestão de nenhum alimento. A Dieta Gracie se concentra na educação alimentar e reprogramação dos seus hábitos alimentares. Ao reestruturar esses hábitos, uma dieta saudável vai naturalmente se tornar parte do seu estilo de vida”.
Para mudar sua dieta, você primeiro deve estabelecer um ponto de base para ajudá-lo a entender mais sobre seu comportamento diante da comida, o que é feito através de um questionário. Suas respostas vão lhe fornecer uma compreensão maior sobre o que, quando e como você come, para a partir daí auxiliá-lo a identificar as atitudes positivas que você deve tomar para melhorar sua dieta.
Pequenas mudanças são as mais fáceis de concretizar. Por isso, lhe será dado muito tempo para se ajustar gradualmente enquanto você aprende a incorporar os princípios da Dieta Gracie em sua rotina diária. Você deve passar uma semana em cada fase antes de passar para a próxima fase, de modo que a sua transição seja suave e sem grandes impactos.

Fases da Dieta Gracie

Fase 1
Envolve dar um intervalo de, no mínimo, 4 horas e ½ entre as refeições e comer apenas 3 vezes ao dia. Isso é importante porque as reações químicas resultantes do consumo contínuo de alimentos antes da digestão estar completa aumenta a fermentação e acidez do sangue. Na Dieta Gracie você deve abandonar o hábito de fazer lanchinhos e se limitar a beber água no intervalo entre as refeições.

Fase 2
Envolve eliminar sobremesas e refrigerantes. Mais tarde lhe será permitido comer sobremesas, mas o desafio nessa fase é aprender quando e como comê-las. Se você ainda se sentir com fome após as refeições, você não deve comer sobremesas e, ao invés disso, ingerir mais uma porção da sua refeição. Você pode comer frutas, mas como parte de uma das três refeições do dia, nunca como sobremesa ou lanche.

Fase 3
Nessa fase você aprende a não misturar diferentes tipos de amido na mesma refeição. Por exemplo, se a refeição contém pão, então você pode ingerir outro alimento à base de trigo, tal como macarrão, mas não pode comer outro tipo de amido, como arroz ou batatas.
Uma vez que você passou pelas 3 fases, você aprende os detalhes mais finos da dieta, que envolvem combinações bastante específicas de alimentos.

Dicas da Dieta Gracie
Regra básica sobre carboidratos
• Nunca combine trigo ou arroz ou batata uns com os outros, eles não combinam entre si. Isso quer dizer que você não deve comer macarrão se houver arroz ou batata na sua refeição; não deve comer purê se houver arroz ou pão na sua refeição; e assim por diante.
• Milho combina bem com outros amidos (por exemplo, milho e seus derivados combinam com pão, massa, arroz e batata)
• Banana não combina com pão! Por isso, se for comer banana no café da manhã, esqueça o pão com manteiga ou a torrada.
Alimentos que devem ser ingeridos sozinhos
Alguns alimentos não combinam com outros, e devem ser ingeridos sozinhos. Carlos Gracie, criador da dieta Gracie, se referia a eles como alimentos do Grupo D.
Depois de comer algum dos alimentos do Grupo D, você deve esperar 3 a 4 horas para seu corpo digeri-lo antes que você possa comer outra coisa.
Os alimentos do Grupo D são:
• Maçã
• Damasco
• Cereja
• Groselha fresca
• Uva (se for ácida)
• Pêssego
• Pêra (se for ácida)
• Ameixa (se for ácida)
• Amora
• Framboesa
• Morango
• Manga
• Abacaxi
• Cidra
• Nêspera
• Romã
• Marmelo
• Toranja (grapefruit)
• Limão
• Laranja
• Tangerina
• Leite com acidophilus, ou Yakult
• Kefir
• Coalhada
• Iogurte
Importante: os alimentos individuados na lista acima NÃO combinam com nenhum outro alimento e nem uns com os outros! Isso significa que você não deve fazer suco misturando essas frutas, nem tomar sucos dessas frutas com suas refeições, e tome cuidado com saladas de frutas!
Fonte:

Postado por oscardaniotti às 20:08

1 Comentário

Compartilhe:

Um comentário

  • Olá,
    No que se baseia essa tal dieta gracie? (veja que “dieta”, ao contrário do que o texto diz, NÃO é um termo que implica na proibiçao de algum alimento). Já que já se foram 65 anos de pesquisa e experimentação, alguma dessas pesquisas e experimentações já foram publicadas, ou divulgadas, em algum lugar para discussões dos resultados sob uma ótica minimamente cientifica? Se sim, vc sabe onde encontrar tais publicações (cientificas)?
    À luz do que se sabe hj em dia sobre fisiologia humana, muita coisa no texto não faz sentido algum.

    Obrigado pela atenção.

    Cassio

    1 de março de 2012 às 14:55

Adicionar um comentário:

Publicidade
Assine o RSS
Publicidade