publicidade

Jornal do Brasil

Faixa Preta – JBlog – Jornal do Brasil

Kyra Gracie fala sobre sua nova fase como comentarista de MMA

Aproveitando a oportunidade de encontrar Kyra Gracie, neste útimo domingo, no “Confere” entre academias, o Portal Faixa Preta realiza uma breve entrevista com a atleta, atualmente, comentarista, das lutas do UFC, no Canal Combate.

Ao ser perguntada sobre como vem se sentindo em comentar lutas de MMA, Kyra afirma que está adorando a experiência e que se sente muito à vontade para falar de lutas. “Esse é um assunto ao qual me sinto muito tranquila, pois cresci nesse meio. Estou trazendo um olhar feminino ao MMA e essa minha visão está dando uma repercussão muito boa, especialmente para o público feminino que, inclusive, cresceu muito”, declarou a atleta, faixa preta de jiu-jitsu.

Em relação à sua participação, de fato, no MMA, ela foi firme. “Todos perguntam isso, mas eu, realmente, não posso afirmar, por enquanto, com certeza. Esta vai ser uma decisão que vou tomar na hora certa. Há uma expectativa muito grande das pessoas, que fazem até brincadeiras do tipo: – A Ronda nunca iria pegar seu braço. Entretanto, como disse, esta vai ser uma escolha minha, que vou tomar apenas quando tiver 100% de certeza”, finalizou Kyra.

Postado por oscardaniotti às 22:19

Nenhum comentário

Compartilhe:

Confere entre academias é sucesso na primeira edição com mais de 1 milhão de acessos

O confere entre academias “DOJJO” foi um grande sucesso. Com mais de 1 milhão de acessos na internet no primeiro dia, o evento mostrou que veio para dar ao esporte e aos atletas o valor merecido. O evento traz para nossa atualidade o melhor que o jiu-jitsu apresentava no passado.

Digo melhor, porque a grande graça no passado era a academia colocar seu atleta para fazer apenas uma luta com a estratégia que a arte ensina, buscar sempre a vitória, estratégia que hoje é um pouco esquecida nos campeonatos de jiu-jitsu, já que os lutadores disputam pontos e isso aparenta um jiu-jistu sem tanta graça e as finalizações acabam um pouco em segundo plano.

Na transmissão de cada luta, feras como Roger Gracie, Kyra Gracie, Zé Beleza, Roberto Correia “Gordo” (Gordo Jiu-Jitsu), Alexandre Paiva (Alliance) e Reyson Gracie comentavam cada lance da luta para o internauta não perdesse nenhum detalhe.

Todos os lutadores mostraram muita raça e técnica como a disputa entre faixas preta, que teve como grande destaque a luta entre Guilherme Goraib (Gracie Humaitá) vs Erick Raposo (Soul Fighter) que teve como vencedor o atleta da academia Gracie. Outra grande luta foi na faixa marron, entre o representante da família Gracie, Fred Gracie que mora em Angola ensinando Jiu-Jitsu e Vitor Genovesi, filho de um dos lideres da Alliance, Alexandre Paiva.

O evento valorizou todas as faixas mostrando total democracia com que veste o kimono e tem vontade de vencer.

“Venho estudando esse projeto há algum tempo e convidei algumas academias aqui do Rio de Janeiro para dar a largada. Minha ideia é divulgar as academias de Jiu-Jitsu e resgatar a história do nosso esporte no Rio, através de uma transmissão on-line bem profissional. O programa ‘Confere’ é o começo do trabalho. O Roger Gracie vai apresentar o programa comigo via internet”, explica Zé Beleza. “Depois deste primeiro evento, os atletas vão poder se cadastrar no site para participarem”.

Declarou o criador do evento Zé Beleza.
http://www.dojjo.com.br
RESULTADOS FAIXA PRETA

FERNANDO LUIZ (SOUL FIGHTERS) VENCEU VITOR PEDROSA (GFT)
JOÃO VITOR (GORDO JIU-JITSU) VENCEU ARIEL BARROS (ESCOLA DE JIU-JITSU LEÃO TEIXEIRA)
GUILHERME GORAIB )GRACIE HUMAITA) VENCEU ERICK RAPOSO (SOUL FIGHTERS)
RODRIGO BOMBA (GORDO JIU-JITSU) VENCEU JOSÉ CARLOS (GFT)
FAIXA MARROM
ALEXANDRE CAVALLIERI (GORDO JIU-JITSU) VENCEU JULIO COUTO (GFT)
VITOR GENOVESI (ALLIANCE) VENCEU FRED GRACIE (GRACIE HUMAITA)

Postado por oscardaniotti às 22:37

Nenhum comentário

Compartilhe:

Arnold Schwarzenegger prestigia o Jungle Fight no clube do Botafogo no Rio de Janeiro.

O Jungle Fight que aconteceu no clube do Botafogo, zona sul da cidade do Rio de Janeiro, mostrou sua força ao ter como mestre de honra, o ator e ex- governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger. O Dana White brasileiro, Wallid Ismail, estava feliz, como criança, quando ganha doce. Um dos reis do marketing do jiu-jitsu, Wallid, desta vez, conseguiu realizar um de seus melhores eventos na cidade.

A plateia ficou toda de pé quando o exterminador do futuro entrou no ginásio ao som do famoso filme que lançou o ator para o mundo. Ali estava o Conan, muito bem humorado e focado na luta que assistiu entre os lutadores, Kléber Orgulho e Ricardo “Hulk”.
Arnold permaneceu no evento por pouco tempo mas foi o suficiente para dar o brilho da edição 51 do JF que contou com grandes combates, como a disputa de cinturão vencida por Kevin Souza que tomou o cinturão do campeão da categoria, Fabiano “Soldado”.
Há algum tempo, Wallid Ismail vem revelando grandes nomes na luta.

Postado por oscardaniotti às 15:20

Nenhum comentário

Compartilhe:

Fim de semana traz “Confere” entre academias

Neste próximo final de semana o Rio de Janeiro vai ganhar um novo evento de jiu-jítsu que tem como formato um “confere” entre as principais academias da cidade. A disputa promete atrair um grande número de participantes para as próximas edições. Realizado por um dos professores mais renomados da capital carioca, José Henrique Leão Teixeira, mais conhecido como “Zé Beleza” que trabalha há duas décadas na formação de atletas desde a infância, o evento traz lutas casadas da faixa azul até a preta.

O vencedor vai receber uma premiação, em dinheiro: azul (R$ 200,00), roxa (R$ 300,00), marron (R$ 400,00) e faixa preta (R$ 500,00). Além de valorizar àqueles que estão começando na arte, o confere entre academias vai trazer uma disputa que havia ficado esquecida na cidade, que é tida como a meca do jiu-jítsu: lutas casadas entre os melhores atletas das academias cariocas.

Para conferir este resgate da própria história do jiu-jítsu, basta acessar o site do evento e assistir, ao vivo.

Confira o card completo do novo evento.

Confere

Clube Náutico Mandala, Rio de Janeiro, RJ

27 e 28 de abril de 2013

FAIXA-AZUL

Peso-pluma: Lucas Ugald (Nova União) vs Hiago Gama (Alliance)

Guilherme Schwart (Escola de Jiu-Jitsu) vs Michel Santos (Nova União)

Peso-pena: Callon Weaver (Roger Gracie) vs Egídio Neto (Alliance)

Peso leve: Rafael Gama (CheckMat) vs Victor Hugo (Nova União)

Peso médio: Pedro Carraro (Escola de Jiu-Jitsu) vs Lucian Lima (Alliance)

Luta feminina: Alessandra André (Escola de Jiu-Jitsu) vs Larissa Paes (Gordo)

FAIXA-ROXA

Peso-pluma: Pedro Paulo (Escola de Jiu-Jitsu) vs Mauro Leopoldo (BTT)

Peso-pena: João Ribeiro (CheckMat) vs Lucas Nogueira (BTT)

Peso leve: Eduardo Ribeiro (CheckMat) vs Roberto Carneiro (Gracie Humaitá)

Peso médio: Rodrigo Moreira (BTT) vs Matheus Bezerra (Soul Fighters)

FAIXA-MARROM

Peso-pena: Eduardo Togrimi (GFTeam) vs Julio Cesar (CheckMat)

Peso leve: Victor Genovesi (Alliance) vs Francisco Gusmão (CheckMat)

Peso médio: Lucas Laet (GFTeam) vs Alexandre Cavallieri (Gordo)

FAIXA-PRETA

Peso-pluma: Bruno Fetta (De La Riva) vs Fernando Luis (Soul Fighters)

Peso-pena: Ariel Barros (Escola de Jiu-Jitsu) vs João Victor (Gordo)

Peso leve: Guilherme Goraib (Gracie Humaitá) vs Erick Raposo (Soul Fighters)

Peso médio: José Carlos (GFTeam) vs Rodrigo Bomba (Gordo)

Postado por oscardaniotti às 23:09

Nenhum comentário

Compartilhe:

O humor da luta com o “Presuntinho Time”

Amigos do Faixa Preta. O humor sempre faz bem e por isso compartilho com vocês uma aula muito bem humorada. O Presuntinho Time é uma iniciativa da turma do Canal Combate que mostra com muito bom humor algumas posições que vão fazer você se divertir.
Todos os meses iremos publicar no faixa preta e no nosso blog do Jornal do Brasil o que essa turma aprontou.

Praticar luta é algo muito saudavel, mas nada melhor que uma boas gargalhadas.
Aproveitem!

Postado por oscardaniotti às 21:44

Nenhum comentário

Compartilhe:

Melendez ganhou ou não?

Foto: UFC

Grandes combates deram o tom da edição do UFC on Fox 7 que aconteceu na cidade de San José, Califórnia. No card principal, tivemos três estreias de lutadores que vieram do Strikeforce, que por pouco não atropelaram os lutadores do UFC.
No segundo combate do card principal, Josh Thomson nocauteou Nate Diaz, com um belo High kick. Diaz já mostrou ser um bom lutador, mas a guarda baixa é seu grande defeito e isso acarretou sua derrota.

No co-event, Daniel Cormier, (Ex Strikeforce), ditou o ritmo do combate e venceu Frank Mir que nada fez nos três rounds. Esta foi a vitória do lutador mais focado e menos preocupado em perder.

A luta entre Benson Henderson e Gilbert Melendez foi uma verdadeira batalha: ambos mostraram muito preparo técnico, físico e mental nos cinco rounds. Ao final, Henderson foi declarado vencedor em decisão dividida.

Acredito que Melendez foi superior nos dois primeiro rounds, fato que justificaria sua vitória, já que os demais rounds foram empate. Este combate vale uma revanche. Talvez este possa ter sido o propósito da decisão do UFC: manter Hendo com o cinturão e, em breve, casar esta luta outra vez.
Ossss

Postado por oscardaniotti às 14:25

Nenhum comentário

Compartilhe:

Mulheres fazem espetáculo na jaula do UFC

Foto: UFC

A final do TUF 17 que aconteceu na cidade de las Vegas, teve como seu campeão o lutador, Kevin Gastelum, que venceu o favorito Uriah Hall. Mas o melhor da noite ficou por conta das meninas lutadoras, que fizeram um verdadeiro espetáculo, as mulheres realmente chegaram ao MMA. Minha analise pode estar um pouco errada, mas ao ver Ronda Rousey, finalizando todas suas oponentes tinha uma ligeira impressão de um dominio em algo que ainda não foi dominado. Afinal são poucas as mulheres de contrato assinado com o UFC.

Na luta entre Miesha Tate e Cat Zingano, a minha idéia foi alterada em 3 rounds e hoje digo. Elas chegaram para ficar, imaginar uma mulher saindo na “porrada” ainda é algo inadmissível para muitas pessoas, mas após o confronto no TUF 17 fiquei muito entusiasmado com as novas caras do esporte. Aqui no Brasil a moda ainda não pegou, são poucas as mulheres interessadas em lutar a modalidade. A renovação não aconteceu, e temos lutadoras antigas e pouco preparadas para confrontos como esse que vimos.

Algumas lutadoras brasileiras poderiam ter boas oportunidades na jaula do UFC e a grande maioria delas vem do jiu-jitsu, como, Kyra Gracie, Hannette Stack, Gabi Garcia entre outras.

Postado por oscardaniotti às 21:16

Nenhum comentário

Compartilhe:

Team Nogueira tem fim de semana quase perfeito

Neste final de semana, o Team Nogueira foi representado de nordeste ao sul do país por quatro atletas. Provando o motivo de estar entre as principais equipes de MMA do planeta, o time dos irmãos Rodrigo Minotauro e Rogério Minotouro venceu três de seus confrontos e de quebra ainda teve o lutador Leandro Higo declarado como campeão do Coliseu Extreme Fight.

O peso leve Guilherme Carcaça derrotou Gustavo Wurlitzer com um triângulo de mão em 2 minutos e 14 segundos do primeiro round pelo Circuito Talent de MMA, que ocorreu em Valinhos, interior de São Paulo. O bom resultado lhe rendeu a nona vitória consecutiva em solo brasileiro.

Irmão mais novo de Erick Silva, atleta do UFC, o jovem Gabriel Silva estreou com o pé direito no MMA profissional. O capixaba derrotou por nocaute o peso galo Vinicius Baraldo aos 28 segundos de combate, no Jungle Fight 50, realizado em Nova Hamburgo, no Rio Grande do Sul.

Novo reforço do Team Nogueira, o gaúcho Itamar Rosa não decepcionou e venceu Douglas Del Rio por nocaute no primeiro round em sua primeira luta entre os meio-médios (até 77kg) também pelo Jungle Fight 50, realizado no último sábado.

Apesar de ter demonstrado um maior volume de jogo que seu adversário Thawã Ril, o baiano Denys “A Máquina” foi derrotado por decisão dividida no Coliseu Extreme Fight 6. O resultado foi muito contestado não só pelo atleta, mas também pelo público presente ao local.

O mossoroense Leandro Higo, que inicialmente disputaria o cinturão dos pesos galos contra Illiarde Santos, foi nomeado detentor do cinturão da organização, já que seu adversário foi contratado pelo UFC no começo da última semana e não pôde realizar o combate.

Postado por oscardaniotti às 23:09

Nenhum comentário

Compartilhe:

Viscardi Andrade nocauteia Thiago “Jambo” e, classificado para as quartas de final, anota mais uma vitória para o Time Werdum

Neilson Gomes é outra baixa: com lesão no ligamento cruzado, baiano deixa a competição e dá lugar a “Jambo”
Exibido pela Rede Globo nesse domingo, dia 7, o quarto episódio da segunda temporada do The Ultimate Fighter Brasil trouxe mais um classificado para as quartas de final e diversas mudanças no jogo. Em uma inesperada revanche, Viscardi Andrade derrotou o recém-retornado Thiago Jambo com um belo nocaute, classificando-se para as quartas de final a marcando a terceira vitória do Time Werdum. Eliminado pelo próprio Viscardi na etapa que determinou os lutadores selecionados para a casa, Jambo voltou como substituto de Neilson Gomes, que, com uma lesão no ligamento cruzado, precisou se retirar da competição. Outro meio-médio que deu adeus foi Yan Cabral, que quebrou a mão durante a batalha de oitavas de final contra David Vieira e precisou deixar a casa, criando um emocionante momento entre os colegas. Em seu lugar entrou Daniel “Gelo” que, assim como Jambo, havia sido cortado na etapa eliminatória.

Além das despedidas e retornos, o episódio também foi marcado por duas visitas especiais. O ex-campeão peso pesado do UFC Junior Cigano fez uma visita à academia, deixando os participantes animados. Cigano, pupilo de Minotauro, vestiu a camisa do time verde e deu conselhos a Jambo. Além disso, o presidente do UFC Dana White fez sua primeira aparição no programa, por meio de uma videoconferência. “Queremos lutadores fisicamente, mentalmente e emocionalmente fortes o suficiente para ganharem a competição e, quem sabe, tornarem-se campeões mundiais”, declarou White ao grupo. A “pegadinha” do episódio ficou por conta do Time Werdum novamente. Ao se depararem com uma foto de Viscardi virada de cabeça pra baixo, decidiram arrancar a porta do vestiário do time oposto.

Desafio muda poder de escolha

Um desafio especial trouxe uma reviravolta: em uma prova de revezamento, cada time teve que empurrar um Renault Duster com seus respectivos técnicos e latas por 400 metros. O time vitorioso teria a chance de “roubar” o poder de casar as lutas – conquistado e mantido pelo Time Werdum após as duas vitórias do episódio anterior.
Ao verem a pista, os lutadores logo se animaram com a possibilidade de uma emocionante corrida de kart. Contudo, logo descobriram que, em vez de correr nos carros, teriam que empurrá-los. Após largar na frente, o Time Nogueira manteve o bom desempenho e saiu vitorioso da prova. “Eles ganharam na brincadeira, mas a gente vai ganhar na realidade”, comentou o técnico Fabrício Werdum.

Despedida de Yan emociona casa
O terceiro episódio, exibido no dia 31 de março, havia terminado com ares de suspense. O carioca Yan Cabral, que havia finalizado David Vieira e se classificado para as quartas de final, machucou a mão durante a batalha. No vestiário, todos perceberam o inchaço na região, o que levantou preocupações gerais sobre a extensão da lesão. O capítulo terminou com uma dúvida: será que o problema teria sido grave o suficiente para impedi-lo de continuar na competição?
Um raio-x, contudo, confirmou o grande medo do lutador: havia uma fratura grave. Apesar da vontade de continuar treinando, Yan ouviu do técnico Fabrício Werdum o veredito final: teria que, por sua própria segurança, sair da casa. O momento foi de muita emoção. Apesar do pouco tempo de convívio, Yan já havia se tornado uma liderança entre os colegas recebendo o apelido de “Presidente” após liderar a infame “pegadinha dos colchões”. Leo Santos, que assim como Yan é membro da equipe Nova União, mostrou-se um dos mais emocionados.

No lugar de Yan, entrou um substituto polêmico: Daniel “Gelo”, que havia sido derrotado por Márcio “Pedra” nas etapas eliminatórias. “Acho que fui escolhido por ter o que o UFC pede, que é agressividade na hora de lutar”, comentou o lutador. A recepção dos colegas, contudo, foi menos que calorosa, e alguns questionaram os motivos pelos quais ele teria voltado. Patolino ainda comentou que ele não seria muito equilibrado e que o seu time teria problemas.

Lesão também tira Neilson da casa; Jambo substitui e faz revanche
Com o poder de escolha, o Time Nogueira decidiu colocar Neilson Gomes de seu time para lutar contra Viscardi Andrade. No dia da pesagem, contudo, Gomes amanheceu com o joelho inchado e dolorido. Sem conseguir sequer andar, foi levado para o hospital, onde foi constatado o pior: havia lesionado o ligamento cruzado, que já havia operado anteriormente, e teria que sair da competição. Novamente, a emoção tomou conta dos participantes, que se despediram do baiano de Paulo Afonso.
Com a saída de Neilson, entrou um substituto: Thiago “Jambo”, derrotado por Viscardi na etapa eliminatória. Logo após seu retorno, o Time Nogueira optou por colocá-lo novamente contra Viscardi, em uma inesperada revanche. Visivelmente irritado com a escolha, Viscardi não teve opção se não aceitar a revanche.

Viscardi nocauteia e anota mais um para Time Werdum
Jambo começou bem no combate, atacando conseguindo uma queda. Viscardi, contudo, mantinha a guarda e não deixava as costas encostarem no chão, conseguindo reverter o quadro e eventualmente sair da grade e retomar o combate de pé. Jambo mantinha a calma, controlando mais o centro do octógono, enquanto Viscardi circulava mais e eventualmente investia. O round seguia sem maiores emoções e Jambo tentou ainda uma queda, que Viscardi defendeu. Após breve interrupção do árbitro, a luta foi retomada, e Viscardi não perdeu tempo: faltando menos de 30 segundos para o fim do round, encaixou uma sequência de golpes de mão que deixou o adversário atordoado. Um golpe final de direita selou o destino de Jambo, que caiu desorientado e forçou o árbitro a declarar o fim do embate. Vitória do paulista por nocaute técnico e mais um ponto para o time Werdum.

O triunfo, contudo, não foi só alegria. Após vencer, Viscardi se deixou levar pelo calor do momento e “dedicou” a vitória ao técnico do time oposto, Minotauro. O técnico, por sua vez, não gostou nada da atitude do lutador, e devolveu. Após as devidas comemorações, uma pequena confusão se desenrolou na academia. Os membros dos times conversaram, contudo, e Viscardi pediu desculpas ao técnico, que também se desculpou por sua reação. A “guerra” entre os times, contudo, promete ficar ainda mais acirrada no próximo episódio.

Postado por oscardaniotti às 20:39

Nenhum comentário

Compartilhe:

Wanderlei Silva se desculpa por “pegadinha”

O mundo da luta, principalmente os veículos de comunicação, não imaginavam uma pegadinha justamente no 1º de abril. O responsável pela “pegadinha” Wanderlei Silva, postou um vídeo pedindo desculpas pelo mal entendido. Mas muito bem humorado, caracteristicas do curitibano, Wanderlei contou como surgio a idéia. Já pensou se a moda pega?
Wanderlei ainda desejou boa sorte ao único brazileiro, Diego Brandão, seu fã de carteirinha e declarou querer enfrentar Mousasi no futuro.

Boa Wanderlei!

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=0_6j7mArFJg

Postado por oscardaniotti às 14:09

1 Comentário

Compartilhe:

Publicidade
Assine o RSS
Publicidade