publicidade

Jornal do Brasil

Faixa Preta – JBlog – Jornal do Brasil

Rodrigo Minotauro ministra workshop de MMA em Londrina

Os paranaenses que gostam de MMA já tem uma ótima opção de lazer no próximo sábado (13/7). Sob o comando de Rodrigo Minotauro, astro do UFC, o Boulevard Londrina Shopping recebe um workshop de artes marciais no pátio principal do estabelecimento. O evento, que será aberto ao público, terá seu início às 16h.

Durante o aulão, Minotauro terá a companhia dos companheiros de equipe Bruno Frazatto e Rafael Feijão. Especialista em jiu-jitsu, Bruno, que possui cinco vitórias e nenhuma derrota no MMA, explicou como será a didática das apresentações.

“A ideia é mostrar que as lutas podem ser praticadas por todos os tipos de pessoas. Nós vamos ensinar um pouco de defesa pessoal e explicar sobre a acescência das artes marciais. A luta não é mais aquele esporte estritamente masculino, hoje, o Team Nogueira tem pelo menos 60% dos seus alunos composto por mulheres e crianças”, disse Frazatto.

Após o término do workshop, Rodrigo Minotauro estará disponível para sessão de fotos e autógrafos. A iniciativa é uma parceria entre o shopping Boulevard e a academia Team Nogueira Londrina, inaugurada em fevereiro deste ano.

Postado por oscardaniotti às 15:15

Nenhum comentário

Tags: , , , , ,

Compartilhe:

O MMA precisa criar o cartão vermelho para atitudes como falta de conduta e respeito nas lutas.

As primícias das artes marciais sempre foram o respeito ao oponente. O MMA é, hoje, um esporte que vem crescendo a uma grande velocidade e com tantos bilhões de faturamento, a filosofia acabou sendo esquecida pelos homens que administram o .esporte

A revolta parece ter tomado conta do mundo do MMA. A demonstração de arrogância e falta de respeito de Anderson Silva, contra Chris Weidman, aconteceu quando o brasileiro tentou intimidar seu oponente. Porém, ele acabou pegando pesado e toda essa cena ficou cara para o ex-campeão, que por inúmeras vezes saiu, da jaula, aplaudido de pé. Desta vez, ele perdeu o cinturão e foi vaiado.

Ainda no UFC, já vimos atitudes parecidas: Bisping cuspiu em parte da equipe de Jorge Rivera; Anderson Silva desdenhou de Demian Maia por toda uma luta; Chael Sonnen ofendeu uma nação e por aí vai.

Estes são bons exemplos para a exclusão do atleta. Por que não digo punição? Quem faz uma vez, vai fazer duas. A exclusão seria a melhor forma para que o MMA possa estabelecer uma nova conduta entre os atletas e, principalmente, mostrar que o esporte tem, como alicerce, a filosofia de todas as artes que fazem parte do Mixed Martial Arts. O principio de todas as artes é o respeito e a boa conduta.

Ao ver este tipo de atitude partindo de um ídolo como Anderson Silva, tento entender o que aconteceu. Vida cheia de compromissos, milhões de dólares, sucesso e tudo mais.
O ser humano é passível de qualquer atitude, até mesmo o Anderson Silva.

Confira também a edição especial da revista Faixa Preta, sobre o UFC 162.

http://goo.gl/0GHkx

Postado por oscardaniotti às 16:20

Nenhum comentário

Tags: , , , ,

Compartilhe:

Sonnen: ‘Não se pode ser prepotente e fazer o simples ao mesmo tempo’

Sonnen tardou, mas finalmente falou sobre a luta em que seu ex-rival Anderson Silva perdeu o cinturão dos pesos-médios do UFC para Chris Weidman. Em entrevista à “Fuel TV” o hoje peso-meio-pesado afirmou que a postura do Spider no octógono funcionava como uma arma de intimidação, mas acabou voltando-se contra ele diante de um adversário bem mais novo.

– Quando você está no octógono com Anderson Silva, sente no ar uma certa prepotência e uma arrogância. Essa é uma das armas que ele tem para fazer você errar, e se aproveitar do seu erro. Isso funcionou durante um bom tempo, mas historicamente esse tipo de coisa se volta contra quem se utiliza dela.

Para Sonnen, a diferença de idade para Weidman, que tem 29 anos contra 38 do Spider, foi um fator determinante para a derrota do brasileiro.

– Você não pode querer ser pretencioso e fazer o simples ao mesmo tempo. Não se é arrogante com as mãos levantadas. Um lutador de 38 anos de idade jamais vai ser mais rápido que um de 29 anos – finalizou.

Postado por oscardaniotti às 7:29

2 Comentários

Compartilhe:

“O campeão chegou”, gritam os fãs para Anderson Silva

Apesar da presença em peso dos fãs americanos e do fato do desafiante Chris Weidman representar os Estados Unidos, os muitos brasileiros presentes em torno do octógono montado no lobby do hotel fizeram barulho a favor do melhor lutador peso por peso da atualidade. Minutos antes da encarada entre Anderson e Weidman, os fãs gritavam “o campeão chegou, o campeão chegou”, arrancando sorrisos do brasileiro.

Durante a coletiva, Anderson disse não sentir pressão, tratando o embate – recheado de expectativa de fãs e especialistas – como “mais um”. “Normal. Vejo como mais um dia de trabalho”, declarou o detentor do cinturão, que deve contar com um forte apoio brasileiro dentro da arena. A torcida não seria inédita, já que derrotara pela segunda vez o polêmico americano Chael Sonnen na mesma semana no ano passado.

Após nove lutas invictas na carreira, Weidman declara que a chance do cinturão “é o que sempre sonhou”, mas também diz não sentir a pressão de estar a poucos dias de poder entrar para a história. “Estou hoje onde sempre quis estar. É a chance de mudar a minha vida, a vida da minha família, mas não sinto pressão. Quero entrar lá no sábado e chocar o mundo”, concluiu.

Dana White também falou sobre o grande confronto da noite: “Eu ouvi muitos lados até hoje. Pessoas dizendo que era loucura o Weidman disputar o cinturão, por não ser merecedor, e outras falando que ele ia derrotar o Anderson. Só tem um jeito de descobrir. Ficando ligado na luta no sábado”.

Postado por oscardaniotti às 21:20

Nenhum comentário

Compartilhe:

Índia prepara arsenal de jiu-jitsu para disputa de cinturão

Uma das estrelas do MMA feminino no Brasil, a atleta Ana Maria Índia, patrocinada pela Farmácia de Manipulação Analítica, se prepara para buscar a segunda vitória consecutiva desde sua volta aos octógonos. A baiana, que ficou três anos fora de ação devido a uma lesão no joelho, retornou com vitória sobre Aline Serio em maio, no Circuito Team Nogueira de MMA, e agora almeja o cinturão do Web Fight Combat, que será disputado neste domingo (06), no Rio de Janeiro, contra Bete Tavares.

Faixa-preta de jiu-jitsu, a lutadora que possui o mesmo número de vitórias e derrotas em seu cartel, costuma levar a melhor no chão. Dos quatro triunfos, três foram por finalização.

“Sou oriunda do jiu-jitsu. Uma faixa preta que não tem medo de cair. Quem luta comigo que vem do muay thai ou do boxe, acha que vai me nocautear. Dentro da minha guarda é como se eu tivesse com uma metralhadora, porque meu arsenal ali é muito grande. Tenho armlock, triângulo, raspagem, guilhotina… eu tenho tudo ali dentro. Dentro do jiu-jitsu eu tenho tudo. Eu faço igual o Rony Jason, me derrubou eu dou um beijo! Fico muito confortável no chão.”

A atleta, que faz parte de uma das principais equipes de MMA do planeta, o Team Nogueira, garantiu que está confiante e preparada para a disputa de cinturão. Para Índia, quem conseguir impor sua estratégia sairá campeã.

“A expectativa é sempre a melhor possível, confiar na proposta que é imposta dentro da academia, confiar nos treinadores, saber que eu tenho o melhor treino do mundo e usar isso ao meu favor. Nada é tão difícil quanto meu dia a dia na academia. A estratégia dela deve ser a mesma que a minha, como ela é boxer e eu tenho o boxe e o jiu-jitsu. Quem conseguir colocar a estratégia em prática deve sair com o cinturão. Vai ser um bom combate”, afirmou.

Além de Ana Maria Índia, a Farmácia Analítica patrocina os atletas Patrick e Patrício Pitbull, Sheymon Moraes, Rafael Feijão e Rousimar Toquinho.

Postado por oscardaniotti às 21:03

Nenhum comentário

Compartilhe:

Publicidade
Assine o RSS
Publicidade