publicidade

Jornal do Brasil

Faixa Preta – JBlog – Jornal do Brasil

Istela Nunes dá show e nocauteia Karol Martins com chute na cabeça na luta principal do FLC 2

Não faltou emoção na 2ª edição do FLC, realizada na noite da última quinta-feira, 21, na Central Única das Favelas (Cufa), debaixo do viaduto Negrão de Lima, em Madureira, Zona Norte do Rio de Janeiro. Uma prova disso é que das nove lutas disputadas, quatro acabaram em nocaute e cinco em finalizações. O grande destaque foi a paranaense Istela Nunes, que fez jus ao título de campeã mundial de muay thai e nocauteou Karoline Martins com um belíssimo chute na cabeça, no 3º round do duelo principal. Quem também chamou a atenção foi Lucas Perizinho. O jovem, de 25 anos, superou Iuris Pascoal por nocaute técnico, após resistir uma guilhotina encaixada e castigar o seu adversário na sequência. Todos as disputas foram transmitidas ao vivo pelo canal Combate e acompanhadas do local pelo olheiro do UFC Denis Martin.

Outras boas surpresas do evento foram Luan Danger e o Wellington Neném. O primeiro foi escalado com três dias de antecedência para enfrentar o curitibano Eduardo “Neymar” Dinis e, apesar disso, não se intimidou e venceu por finalização, no 2º round. Já o Neném apresentou um muay thai de muita qualidade e nocauteou o estreante Harles Juvino, no 1º round, após uma sequência incrível de socos, joelhadas e chutes.

Um duelo que, também, merece ser lembrado foi entre Slam Gigante e Júnior Dinamite. Com uma movimentação intensa e muita versatilidade, os pesos-pesados surpreenderam o público presente e travaram uma verdadeira guerra. Melhor para o Gigante, que aproveitou a fragilidade do jogo de chão do seu adversário para encaixar um mata-leão e finalizar o duelo. Confira abaixo os resultados completos:

Paulo César venceu Bruno Amici por nocaute técnico, aos 5min do 2R;
Thiago Manchinha venceu Diego Vargas por finalização (katagatame), aos 2m45s do 2R;
Slam Gigante venceu Júnior Dinamite por finalização (mata-leão), aos 2m03s do 2R;
Wellington Neném venceu Harles Juvino por nocaute técnico, aos 4m54s do 1R;
Fábio Nativo venceu Vanilton Antunes por finalização (triângulo), aos 1m36s do 2R;
Tayron Pedro venceu Victor Nunes por finalização (chave de braço), aos 2m56s do 1R;
Lucas Perizinho venceu Iuris Pascoal por nocaute técnico, aos 4m15s do 1R;
Luan Danger venceu Neymar Dinis por finalização (guilhotina invertida), aos 2m42s do 2R;
Istela Nunes venceu Karoline Martins por nocaute, aos 3min do 3R.

Postado por oscardaniotti às 11:46

Nenhum comentário

Compartilhe:

Nenhum comentário

Adicionar um comentário:

Publicidade
Assine o RSS
Publicidade