publicidade

Jornal do Brasil

Faixa Preta – JBlog – Jornal do Brasil

Porto Alegre sedia Campeonato Brasileiro de Karate

Evento reúne os melhores da modalidade que poderá ser olímpica em 2020

Entre os dias sete e dez de julho os melhores atletas de karate do Brasil estarão em Porto Alegre. O ginásio Gigantinho sediará o Campeonato Brasileiro de Karate – etapa classificatória sul e sudeste. Com cerca de dois mil atletas inscritos, o Brasileiro em Porto Alegre deve bater recorde de participações em uma etapa regional e promete ser o maior evento esportivo na cidade em 2016, envolvendo diretamente cinco mil pessoas, entre atletas, equipes e organização, além do público que irá ao Gigantinho. Para abrilhantar ainda mais, o Campeonato contará com a presença do bicampeão mundial, o gaúcho Douglas Brose.

“Teremos aqui o maior número de atletas de uma regional, quase o mesmo número de atletas que haverá na final e, com certeza, o nível mais forte de todas as etapas, visto que os melhores caratecas do Brasil estão no sul e sudeste”, garantiu o presidente da Federação Gaúcha de Karate, Celso Piaseski.

Com a grande possibilidade de se tornar modalidade olímpica a partir dos Jogos de 2020 em Tóquio, o evento também será uma oportunidade de ver atletas que poderão participar da maior competição esportiva do mundo. Além disso, destaques do karate nacional e internacional competirão em Porto Alegre, entre eles integrantes da seleção brasileira como o campeão mundial cadete Breno Mateus, as campeãs nos Jogos Pan-americanos Toronto 2015 Valéria Kumizaki e Natália Bruzolato e o medalhista de ouro Premier League de Okinawa/Japão Vinicius Figueira, esportistas que ajudaram na evolução brasileira no ranking mundial, saltando do 15º para o 5º nos últimos cinco anos.

O Campeonato Brasileiro poderá reunir lutadores de sete a oitenta anos, pois haverá caratecas nas classes sub 8 à máster, tanto nas modalidades Kumite (lutas) quanto de Kata (demonstração). A maior delegação será a de São Paulo, com cerca de 600 competidores. A seleção gaúcha deve contar com quase 200 integrantes.

A etapa de Porto Alegre compõe uma das cinco etapas classificatórias, sendo a penúltima delas, antes da grande final que ocorrerá em São Paulo entre os dias 12 e 15 de outubro. Classificam-se para a final, os campeões, vice-campeões e os terceiros colocados das modalidades kata e kumite. Essa é a primeira vez que a Capital Gaúcha sedia um evento desse formato, pelo menos nos últimos 15 anos.

Seletiva para Seleção Brasileira

Além das disputas por medalhas, o evento terá a luta por vaga na seleção brasileira. No domingo (10.07) ocorrerá a seletiva nas classes sub 12, sub 14, sub 16 e sub21 para definir quem representará o Brasil no Campeonato Pan-americano, que ocorrerá em Guayaquil/Equador entre os dias 22 e 28 de agosto.

Depois de um ano, Porto Alegre volta a sediar um grande evento esportivo. Contando com a seletiva, pode-se ter mais de dois mil atletas competindo, além das equipes técnicas, acompanhantes e aficionados pela arte marcial, o que promete movimentar os hoteis e comércio na Capital. Para tanto, o City Móvel da prefeitura estará presente no Gigantinho distribuindo materiais turísticos, promovendo e incentivando o turismo.

Quem quiser ver tudo de perto, a entrada no Ginásio Gigantinho será gratuita, apenas com a doação de um agasalho que beneficiará entidades carentes.

O Campeonato Brasileiro de Karate é uma realização da Confederação Brasileira de Karate (CBK), Federação Gaúcha de Karate (FGK) e da Austral Sports.

Postado por oscardaniotti às 14:02

Nenhum comentário

Compartilhe:

Daniel Martins “Tenho o sonho de ver nossas escolas com professores de artes marciais”

Daniel Martins, Coordenador de Feiras da Secretária Municipal de Ordem Pública, também teu em seu DNA, o amor pelas artes marciais. Faixa preta em judô, jiu-jitsu e Kickboxing, Daniel, conquistou títulos nacionais e internacionais.

Abaixo você confere a entrevista que fiz com este casca grossa da luta e da vida pública, o faixa preta acredita que a luta pode estar mais aliada na educação e na segurança publica.

Confira abaixo:

Como foi seu começo na luta?

Meu começo nas lutas foi aos 4 anos de idade, na AABB- Tijuca, devido ao meu comportamento muito inquieto e cheio de energia. Por recomendação do pediatra, minha mãe me colocou no Judô. 
Não parei mais…aos 18 anos fui graduado faixa preta, treinando Jiu Jitsu ao mesmo tempo entre Rio de Janeiro e São Paulo e aos 21 anos me tornei faixa preta. Tendo conquistado diversos títulos estaduais e nacionais.
Depois de algum tempo parado, comecei a treinar Kickboxing, conquistando títulos nacionais e internacionais e sendo graduado faixa preta em 2015, homologado pela FKBERJ no último sábado.

Qual a participação dos ensinamentos da arte marcial na vida política?

A arte marcial me tornou uma pessoa mais calma, focada e obstinada. Na política, procuro utilizar o que aprendi nos tatames, como o respeito aos mais velhos, o respeito ao meu próximo e aos adversários. Buscar fazer as coisas com perfeição e ser vitorioso em tudo que fizer.

Você ainda mantém os treinos de luta?

Sempre que posso, coloco meu quimono ou calço minhas luvas para dar uns treinos com meus amigos, o que ajuda muito a tirar todo stress do dia a dia e manter nosso corpo e mente em movimento.

É possível ver o Jiu jitsu nas escolas como esporte na educação física? Qual sua opinião?

Tenho o sonho de ver nossas escolas com professores de artes marciais, ensinando nossa arte suave a crianças e adolescentes de todo estado. Acredito que a arte marcial forma cidadãos de bem, de caráter e dá uma disciplina, que nenhum outro esporte consegue.

Você tem algum projeto para apartes marciais? 

Tenho um projeto de Kickboxing no Santo Cristo, para crianças e adolescentes que moram na região da Zona Portuária, formando diversos campeões de nível nacional e internacional. É uma de minhas paixões e que me dão um imenso orgulho.
Pretendo desenvolver em outros bairros e espero contar com o apoio de nosso governo estadual e municipal. O governo estadual na figura do Secretário de Esportes, Marco Antônio Cabral, nos apoia com o Projeto Esporte RJ.

Em países como os Estados Unidos vemos as forças de segurança praticando o Jiu jitsu brasileiro. Seria interessante tornar obrigatório o treino para as polícias?

Sem dúvida alguma que nossas forças de segurança deveriam ter um treinamento obrigatório de artes marciais. É mais do que provado o poder e funcionalidade do Jiu Jitsu em uma situação de crise, onde o emprego de uma arma pudesse ser perigoso e incorreto, mas que com o treinamento específico de Jiu Jitsu a situação rapidamente seria controlada e o perigo neutralizado.
Algumas forças já utilizam o treinamento de judô, Jiu Jitsu, Kickboxing e Muay Thai.

Na cidade do Rio de Janeiro temos diversos faixas preta, que poderiam ter maior participação na segurança pública. Em tempos de violência urbana não seria interessante usar essa grande parcela de lutadores na segurança? 

Acredito que deveríamos incentivar a pratica da arte marcial em nossas forças de segurança e utilizar nossos milhares de faixas pretas no auxílio da sociedade e no ensino da pratica marcial esportiva para todas as forças e todos aqueles que desejassem aprender a como se defender em situação de risco e vulnerabilidade.

Manda um recado para o mundo das lutas.

Um grande abraço a todos, desejo grandes treinos e que nunca esqueçam, que um faixa preta, é um faixa branca que nunca desistiu e pintou sua faixa com as cores de seu sangue e suor.
Oss.

Postado por oscardaniotti às 16:32

Nenhum comentário

Compartilhe:

Minotauro aponta Fedor como favorito diante de Maldonado

EFN 50 será transmitido ao vivo e na integra pelo Combate, nesta sexta-feira (17), a partir das 12h

Ao vivo e na integra, o Combate transmite nesta sexta-feira (17), a partir das 12h, com narração de Rhoodes Lima, além de comentários de Rodrigo Minotauro e Luciano Andrade, o Eurasia Fight Nights 50, que terá como atração principal o duelo entre a lenda Fedor Emelianenko e o brasileiro Fábio Maldonado. O evento será disputado na Sibur Arena, em São Petersburgo, na Rússia. Os assinantes do Combate também poderão acompanhar todas as lutas do EFN 50 pelo aplicativo Combate Play.

No Combate Play, o assinante do Combate pode assistir a todas as lutas do UFC ao vivo em tablets, smartphones e computadores, além de ter acesso a um acervo com confrontos do UFC, Pride, Meca e toda a programação do canal. Basta acessar CombatePlay.com ou baixar o aplicativo CombatePlay.

O confronto entre Maldonado e Fedor será disputado na divisão dos pesos-pesados (até 120kg), e Minotauro, um dos maiores lutadores de todos os tempos da categoria, deu seus palpites para o confronto. O embaixador do UFC, que já enfrentou Fedor Emelianenko em três oportunidades no Pride e é ex-companheiro de treinamentos de Fábio Maldonado, apontou o russo como favorito para o embate.

“O Fedor é um dos melhores lutadores de todos os tempos, e, sem dúvida, foi o melhor adversário que já enfrentei na minha carreira. Um verdadeiro campeão, sempre muito respeitoso com todos. Será uma parada duríssima para o Maldonado, ainda mais pela luta ser dentro da Rússia. Mas como bom guerreiro que é, aceitou o desafio e vai para lutar de verdade, sem se esconder. Logicamente, o Fedor é favorito, por ser mais completo, lutar em casa e estar mais habituado a categoria dos pesados. Mas fica a torcida pelo Fábio, para que ele faça um ótimo duelo e proporcione mais um grande espetáculo”, disse o líder do Team Nogueira.

Outro grande destaque do evento ficará a cargo do duelo entre o invicto Vitaly Minakov e o australiano Peter Graham, também pelos pesados. Minakov, de 31 anos, é tido na Rússia como possível sucessor de Fedor Emelianenko. Além de Fábio Maldonado, o Brasil terá o peso-pena (66kg) Dioginis Souza como representante. O baiano, que vem de três vitórias consecutivas, medirá forças com Rasul Mirzaev.

Nesta semana, os assinantes do Combate e CombatePlay também poderão acompanhar ao vivo o BRACE 41, às 5h, e a pesagem do UFC MacDonald x Thompson, às 17h55, na sexta-feira (17), além do UFC MacDonald x Thompson, a partir de 19h35, no sábado (18).

EFN 50
17 de junho, em São Petersburgo (RUS)
CARD DO EVENTO (até o momento):
Peso-pesado (até 120kg): Fedor Emelianenko x Fábio Maldonado
Peso-pesado (até 120kg): Vitaly Minakov x Peter Graham
Peso-pesado (até 120kg): Kirill Sidelnikov x Ruben Wolf
Peso-leve (até 70kg): Akhmed Aliev x Matej Truhan
Peso combinado (até 87kg): Anatoly Tokov x Vladimir Filipovic
Peso-pena (até 66kg): Rasul Mirzaev x Dioginis Souza
Peso-meio-pesado (até 93kg): Vadim Nemkov x Przemyslaw Mysiala
Peso-pesado (até 120kg): Sergey Pavlovich x Chaban Ka
Peso combinado (até 97kg): Valentin Moldavsky x Daniel Doerrer
Peso-meio-médio (até 77kg): Vasiliy Zubkov x Sergey Tovkan
Peso-médio (até 84kg): Abusupyan Alikhanov x Makhmud Muradov
Peso combinado (até 73kg): Abdula Dadaev x Jack Mcgann
Peso-pesado (até 120kg): Alexander Dankov x Dmitry Maruhin
Peso-meio-médio (até 77kg): Vladimir Tyurin x George Kichigin
Peso combinado (até 63kg): Marina Mokhnatkina x Catherine Torbeeva

Postado por oscardaniotti às 20:41

Nenhum comentário

Compartilhe:

Publicidade
Assine o RSS
Publicidade