publicidade

Jornal do Brasil

Faixa Preta – JBlog – Jornal do Brasil

Team Nogueira em Ananindeua(Pa) recebe a quarta edição do Mr Prime Fighter Champion

A quarta edição do Mr Prime Fighter Champion esta programada para acontece no dia 29 de agosto nas dependências da academia Team Nogueira na cidade de nanindeua(Pa) que fica na região metropolitana de Belém com 08 grandes lutas de mma e uma luta de K-1 feminina para o publico paraense que é apaixonado pelo MMA.

O atleta Eder Jhouffer (Marajó Brothers) esta fora do evento por problemas de saúde, atleta foi diagnosticado com calculo renal e foi substituído pelo atleta Werique Costa da Silva “Guerreirinho” da Formiga MMA.

Evento terá as aguardados lutas na categoria dos penas ate 66 Kg entre os atletas Wilker Pereira “Sapinho”(TFT) contra Iuri Estevão (Roxo Striker), Jamesson Pantoja (Roxo Striker) contra Werique Costa da Silva “Guerreirinho” (Formiga MMA)

Já na categoria dos leves ate 70 Kg Bruno Henrique “Xinoco” (Xinoco MMA) encara Iago Lopes (Coalizão Fight) e na luta principal do evento pela categoria dos médios até 84 Kg, Adriano Sena (Hard Fight) encara Alberto Lima “Bolo” (Roxo Strike).

Ingressos antecipados com valor de R$ 20,00 ja a venda na unidade da Team Nogueira Ananindeua que fica localizada na Avenida 3 Corações Nº 1001 (Prox. A Mario Covas)no bairro do Coqueiro em Ananindeua(Pa). Informações (91) 3346-3051.

Mr Prime Fighter Champion 04
Data 29/08
Local Team Nogueira Ananindeua

K-1 Feminino
Paula Bittencourt x Elizete Lemos

MMA

Willker Sapinho (TFT) x Iuri Anão(Roxo Striker)-categoria dos penas 66 Kg

Kael Henrique “Ogro” (Naldão Team) x Adriano Siqueira “Mamute” (Coalizão Fight Team)-categoria meio-médio 77 Kg

Maylon Sousa “Sinistro” (Team Nogueira Ananindeua) x Gleidson Dias (Ninja Fight)-categoria dos penas 66 Kg

Luan “Panterinha”(Lobato Team) x Lucas Zoghbi (Black House MMA/Hard Fight)-categoria dos leves 70 Kg

Willian Santos (Team Nogueira Ananindeua) x Darlan Silva (Roxo Striker)-categoria dos penas 66 Kg

Jamesson Pantoja (Roxo Striker) x Werique Costa da Silva “Guerreirinho” (Formiga MMA) -categoria dos penas 66 Kg

Bruno Henrique “Xinoco” (Xinoco MMA) x Iago Lopes (Coalizão Fight Team)-categoria dos leves 70 Kg

Alberto Lima “Bolo” (Roxo Striker) x Adriano Sena (Hard Fight)-categoria dos médios 84 Kg

Postado por oscardaniotti às 16:35

Nenhum comentário

Compartilhe:

Jussier Formiga vence 3ª luta seguida no UFC e pede disputa de título contra Johnson

O potiguar Jussier “Formiga” da Silva entrou no octógono da maior organização de MMA do mundo na noite deste sábado (30), no UFC Fight Night 67, realizado em Goiânia (GO), e conquistou a quarta vitória em seis combates desde que assinou com o UFC, em 2012. Dessa vez, o atleta da Kimura/Nova União venceu o compatriota Wilson Reis por decisão unânime dos árbitros (triplo 29-28) e chegou ao terceiro triunfo consecutivo, o que o aproxima de uma disputa de título contra o detentor da cinta da divisão dos moscas, para atletas até 57 quilos, Demetrious Johnson.
Após o confronto, o ex-campeão do cinturão dos moscas da edição brasileira do Shooto analisou o combate contra Wilson Reis e o que mais trabalhou para o combate. “Eu sabia que ele ia vir para querer me derrubar. Treinei bastante wrestling e tentei usar um pouco de judô na luta, e acho que funcionou bem. Trabalhei mais na parte em pé também porque é isso que eu tenho que fazer no UFC e mostrar para os fãs que eu também sou um striker”.
Sobre a atual situação da categoria, o atleta fez um balanço e pediu pela disputa de cinturão. “Eu estava muito ansioso pela luta, mas fiz um bom trabalho hoje. Fico ansioso para lutar com o Demetrious [Johnson] porque eu sou o top 4 da divisão e entre os cinco primeiros da categoria ele já venceu todos. Quem resta sou eu. Então, Dana White, eu acho que preciso da minha chance. Vamos casar essa luta”, pediu o potiguar.
A sequência invicta de Formiga na organização começou no UFC Natal, disputado no dia 23 de março de 2014, no Ginásio Nélio Dias. Diante do norte-americano Scott Jorgensen, Formiga aplicou um justo mata-leão e ficou com a vitória em pouco mais de três minutos de luta. Em seguida, superou Zach Makovsky, ex-campeão dos galos do Bellator, e venceu por decisão unânime no duelo travado em agosto do ano passado. 

Postado por oscardaniotti às 10:10

Nenhum comentário

Compartilhe:

Gilbert Durinho renova contrato com o UFC e foca na trocação para luta em Goiânia

Brasileiro encara Norman Parke, dia 30 de maio, em busca da 11ª vitória no cartel e de evolução na área que sentiu dificuldades em seu último desafio

Cada vez mais respeitado dentro do octógono, Gilbert Durinho ganhou o desejado reconhecimento também fora dele. O atleta teve aceito o pedido para lutar no UFC Fight Night 67, dia 30 de maio, em Goiânia, e vai enfrentar o norte-irlandês Norman Parke no card principal do show. Na mesma semana, recebeu a notícia de que seu contrato com o Ultimate foi renovado por mais quatro lutas.

O retorno de Durinho vai acontecer pouco mais de dois meses depois do intenso combate contra Alex Cowboy, que lhe rendeu a décima vitória em 10 lutas no MMA profissional. Apesar da finalização heroica nos últimos instantes do terceiro round, o brasileiro teve muitas dificuldades na luta em pé nos dois primeiros rounds, sem encontrar a distância ideal para trocar golpes com o oponente. A frustração no momento da luta, no entanto, deu lugar a uma imensa vontade de corrigir os erros cometidos.

“Depois da minha luta no Rio, passei por uma avaliação médica rigorosa e vimos que eu estava pronto para a próxima batalha. Tive um inchaço no olho, mas nada sério, por isso pedi para lutar em Goiânia. Quero me testar, seguir evoluindo, principalmente na minha trocação. No Rio, não fui bem na parte em pé. Agora vou focar muito nessa área, mas sem esquecer que posso derrubar e finalizar qualquer um da categoria. Meu jiu-jítsu é sempre uma boa arma, e eu adoro usá-lo”, comenta o lutador da Blackzilians.

A renovação de contrato do tricampeão mundial de jiu-jitsu, hoje com 28 anos, dá ainda mais tranquilidade e foco nos treinamentos. “Fiquei feliz com a renovação, é uma prova que meu trabalho está sendo reconhecido pelo UFC. Tenho três lutas boas no evento, ganhei bônus em duas delas. A renovação de contrato me dá tranquilidade para seguir focado em meus desafios, sabendo que os patrões estão gostando de ver em ação”, brinca o peso-leve, agraciado com os bônus de Performance da Noite nos triunfos sobre Alex Cowboy e Christos Giagos.

Postado por oscardaniotti às 21:48

Nenhum comentário

Compartilhe:

Ronny Markes explora o lado mental por title shot no WSOF

Potiguar mede forças contra David Branch nesta sexta-feira, dia 10, e aposta no equilíbrio entre corpo e mente para conquistar a vitória

Ronny Markes tem um importante desafio na carreira no final desta semana. Para confirmar a volta da boa fase, o potiguar encara David Branch na semifinal do GP peso-meio-pesado (até 93,3kg) do World Series of Fighting, no que será a principal luta da 20ª edição do evento, sexta-feira, dia 10 de abril. O duelo vale vaga na decisão do torneio e o cinturão da categoria. Teddy Holder, que nocauteou o brasileiro Thiago Silva no último dia 28, já garantiu vaga na final. Para o duelo, Ronny fez um intenso preparo mental para desenvolver seu plano de luta com tranquilidade. O Esporte Interativo transmite todo o card principal do show, ao vivo, a partir das 21h45 (horário de Brasília).

O trabalho psicológico de Ronny Markes, de 26 anos, começou após uma amarga despedida do UFC. No octógono, foram cinco lutas, três vitórias e duas derrotas seguidas, que fizeram com que a organização não renovasse seu contrato, em abril de 2014. Voltando à sua categoria de origem, os meio-pesados, o atleta da Kimura Nova União venceu Cully Butterfield pelo WSOF 12, em agosto passado, primeira luta pós-UFC. Com a cabeça no lugar, o foco está no title shot.

“Desde o ano passado, minha maior evolução foi na cabeça. Quando você está confiante para botar em prática tudo que treinou, as coisas acontecem. Os brasileiros que lutam nos maiores eventos pelo mundo entram com muita pressão e acabam não fazendo 50% do que treinam. Isso acontecia comigo e eu tive que focar em um trabalho mental para mudar esse panorama. Esse camp foi muito bom, comecei os trabalhos em Natal e depois finalizei no Rio de Janeiro. Vou chegar muito bem preparado para sair com a vitória e buscar o cinturão”, garante o lutador.

O adversário do brasileiro é um veterano do WSOF. David Branch acumula cinco vitórias consecutivas no evento e é o atual campeão da divisão dos médios (até 83,9kg) da organização, título conquistado em sua última apresentação, nocauteando o japonês Yushin Okami. Subindo de categoria para disputar o GP, o norte-americano é dono de um cartel idêntico ao de Ronny Markes: 18 lutas, 15 vitórias e três derrotas.

“O David é um cara bem experiente, versátil e vem evoluindo muito na parte em pé em suas últimas lutas. Ele nocauteou o Okami, que é um lutador muito duro, mas vou para nocautear. Meu foco é na próxima luta, mas já penso em como seria a final, valendo o cinturão da categoria. Ser campeão é meu objetivo, pois sei que isso me colocará em outro patamar na carreira, já que o WSOF é um dos maiores eventos do mundo”, planeja o brasileiro.

Postado por oscardaniotti às 21:42

Nenhum comentário

Tags: , , ,

Compartilhe:

Shooto 53 tem Felipe Olivieri, disputa de cinturão feminino e chancela da CABMMA

A primeira edição de 2015 do Shooto Brasil já tem data e local confirmados, com diversas novidades. No dia 19 de abril, a partir das 19h, no Clube Hebraica Rio, em Laranjeiras, no Rio de Janeiro, a franquia coloca em disputa seu cinturão feminino até 61kg no duelo entre Luciana Pereira e Priscila de Souza Matias, na co-luta principal. As mulheres preparam terreno para a luta principal, entre o experiente Felipe Olivieri, da carioca Nova União, e Álvaro “Pastor” Francescon, da paranaense SIAM, válida pela categoria até 70kg. O Canal Combate transmite, ao vivo, o evento, que conta ainda com mais nove lutas.

Para o ano de 2015, o Shooto Brasil fará, no mínimo, oito eventos, todos com chancela da Comissão Atlética Brasileira de MMA (CABMMA) e, a partir do meio do ano, serão incluídos exames antidoping obrigatórios a todos os atletas. As regras também serão iguais às do UFC. Já na edição 53, em todas as lutas será permitido o uso de cotoveladas, uma medida, segundo o presidente da organização, André Pederneiras, para adaptar os lutadores que, futuramente, venham a migrar para eventos internacionais, como é o caso do Ultimate.

“O Shooto é o evento que mais exportou atletas para o UFC até hoje e queremos que os futuros atletas que lutarem no nosso evento cheguem no exterior sem sentir a diferença”, explica Pederneiras, que projeta um grande evento para o dia 19 de abril, um domingo. “Montamos um card seguindo a filosofia do Shooto, misturando atletas experientes e jovens promessas. A disputa de cinturão entre as mulheres vai pegar fogo e a luta principal será muito equilibrada”.

Atletas experientes e duelo de academias tradicionais nas lutas principais

Na luta principal da noite, duelo Rio de Janeiro Vs Curitiba na categoria até 70kg. Representando a Nova União, Felipe Olivieri busca sua 14ª vitória na carreira, a terceira consecutiva, depois de conquistar dois nocautes seguidos, o último deles no Pancrase, sobre o japonês Hiroki Aoki. Já Álvaro “Pastor” Francescon, de 33 anos, é atleta da SIAM. O lutador faz sua estreia no Shooto, pode chegar ao seu sexto triunfo seguido e, assim, melhorar seu cartel de seis vitórias e duas derrotas.

Duas experientes lutadoras vão se enfrentar pelo título até 61kg do Shooto Brasil. Luciana Pereira é uma das mais antigas atletas da Nova União, parceira de treinos e amiga de Felipe Olivieri, além do campeão do UFC José Aldo, entre outros. Ela soma cinco vitórias e três derrotas na carreira. Priscila Matias defende a bandeira da Paraná Vale-Tudo, equipe emergente e que tem como grande nome a atleta do UFC Jéssica Bate-Estaca e tem se tornado reconhecida pelo trabalho feito no MMA feminino. Priscila disputa o cinturão carregando cartel de sete triunfos e quatro revezes.

Shooto Brasil 53 – Serviço

Data: Domingo, 19 de abril de 2015
Horário: 19h (Ao vivo no Canal Combate)
Local: Clube Hebraica Rio
Endereço: Rua das Laranjeiras 346 – Laranjeiras, Rio de Janeiro

Card de lutas (sujeito a alterações)

Até 70kg: Álvaro Pastor (SIAM) x Felipe Olivieri (Nova União)
Até 61kg: Priscila de Souza Matias (PRVT) x Luciana Pereira (Nova União) – disputa de cinturão
Até 61kg: Eliel Topete Dourado (BPT Bulldogs Gym)) x Luciano Benício (Nova União)
Até 66kg: Paulo de Laia Almeida (BPT Bulldogs Gym)) x Eliandro PQD (Nova União)
Até 70kg: Jonas Cyborg (BPT Bulldogs Gym)) x Alcides Nunes (Team Laerte Barcelos)
Até 66kg: Rafael Santana Mota (BPT Bulldogs Gym)) x Kauê Fernandes Pinheiro (Nova União)
Até 66kg: Marco Antonio Prado Nenê (Baixinho Team) x Felipe Valentim Jesus (Nova União)
Até 57kg: Julio Splinter (Brazilian Top Team) x Ronaldo Candido de Oliveira (Nova União)
Até 57kg: Augustin Zás Presa (Baixinho Team) x Heider Prais Quina (Nova União)
Até 52kg: Dyllan Alves do Nascimento (BPT Bulldogs Gym)) x Jhonata de Souza da Silva (Nova União)
Até 52kg: Danilo Gomes Correia (Pejor) x Claudio Coutinho (Nova União)

Postado por oscardaniotti às 21:36

Nenhum comentário

Compartilhe:

Senador Romário (PSB/RJ) se reúne com Wallid Ismail para debater a regulamentação do MMA nacional

Presidente do Jungle Fight trabalha para que exames antidoping e presença de ambulâncias com UTI se tornem obrigatórias por lei em eventos de MMA

Nesta quarta-feira (11), o ex-atleta Wallid Ismail, presidente do Jungle Fight – evento brasileiro considerado o principal da América Latina -, se reuniu com os senadores Romário (PSB/RJ) e Magno Malta (PR/ES), e o deputado Herculano Passos (PSD) para discutir a regulamentação do do MMA. Entre as principais reivindicações de Wallid está a realização de um controle rígido de antidoping. O empresário ainda trabalha para que seja criada uma lei que obrigue os eventos a pedirem exames completos dos atletas antes de lutar e terem ambulâncias com UTI à disposição.

“O importante agora é fazermos um trabalho pelo esporte, não pelo evento, pela liga ou conferederação. O momento é de união. Isso é em prol de todos os que vivem do MMA, todos serão beneficiados. Precisamos preservar ao máximo a integridade física dos atletas e a credibilidade do MMA. A profissionalização desse esporte é uma dedicação de vida minha e não abro mão disso”, afirmou Wallid Ismail.

Postado por oscardaniotti às 21:56

2 Comentários

Compartilhe:

Reyson Gracie realiza seminários no velho continente.

Venho realizando alguns seminários com o mestre Reyson Gracie no velho continente. Filho de Carlos Gracie, Reyson, visitou a academia de seu sobrinho, Roger Gracie, onde mostrou o melhor da defesa pessoal.

Nas Ilhas canárias, encontramos além de um belo ambiente, muito bom nível de treino dos canários, como são mais conhecidos. A ilha é conhecida com grande celeiro de lutadores, já que tem como esporte principal a luta canária, uma espécie de wrestling, aonde as projeções fazem a diferença no resultado das lutas.

Postado por oscardaniotti às 21:56

Nenhum comentário

Compartilhe:

Após pesagem oficial, Face to Face 10 tem reviravolta em disputa de cinturão

O Hotel Promenade Prime, situado no município de Itaboraí, recebeu, na tarde desta sexta-feira (20), a pesagem oficial do Face to Face 10. Dos 18 lutadores escalados, apenas dois tiveram problemas com a balança. O campeão dos meio-médios (77 kg) Márcio Pedra foi um dos casos. O atleta teve um mal estar e foi proibido de seguir o corte de peso por recomendações médicas. Com isso, ele excedeu em um quilo o limite da divisão (77,1 kg), e deixou vago o cinturão da categoria. Mesmo com vitória de Pedra, o título continuará vago, já que em disputas de cinturão, não é permitido uma libra de tolerância. Apesar do contratempo, o antes desafiante Silvio Boxer passa a ser o único com chances de conquistar o cobiçado título, caso vença o duelo.

Outro a não bater o peso foi o experiente Pedro Nobre, que desmaiou e teve que ser reidratado antes da pesagem, com isso, ficando pouco mais de um quilo acima do limite de sua divisão. Responsáveis por um dos combates mais aguardados do evento, José Maria “No Chance” e Pedro Nobre não entraram em acordo e o duelo foi cancelado. Mesmo após quase três horas de negociações, No Chance se manteve irredutível na decisão de não enfrentar o oponente.

Marcado para este sábado (21) no Vera Gol Clube, na cidade de Itaboraí, região metropolitana do Rio de Janeiro, o Face to Face faz sua estreia em 2015 em grande estilo. Com uma disputa de cinturão e atletas de altíssimo nível, o evento pretende repetir o sucesso do ano passado e seguir ajudando na revelação de talentos para o MMA brasileiro. Consolidado entre os maiores torneios de MMA do país, a organização traz os combates entre o Márcio Pedra e Silvio Boxer, Jorginho Filho e Guilherme Bomba, além de Joilton Peregrino e Alex Cowboy, como seus principais destaques.

O Face to Face Itaboraí não terá venda de ingressos, o evento será exclusivo para convidados. Porém, os amantes do MMA nacional poderão acompanhar todas as lutas do card com exclusividade e ao vivo pelo Canal Combate.

Face to Face 10
Avenida 22 de maio, n° 3428, Outeiro das Pedras, Itaboraí – RJ (Vera Gol Clube)
21 de fevereiro de 2015, 21h
Card completo

Disputa de cinturão
Márcio Pedra (Pejor) x Sílvio Boxer (XGYM) – 77kg (meio-médio)

Card Principal
Guilherme Bomba (BH Rhinos) x Jorginho Filho (War Machine CT) – 77kg (meio-médio)
Joilton Peregrino (XGYM) x Alex Cowboy (TFT) – 77kg (meio-médio)
Rafael Correia (Rizzo Ruas Vale Tudo) x André Muniz (TFT) – 84kg (médios)
Bruno Suema (XGYM) x Marcus Cabecinha (Clayton Mangueira Team) – 57kg (moscas)
Alexandre Dias Cirne (CTLA Nova União) x Júnior Kamikaze (Pejor-Striker) – 61kg (galos)
Clayton Nunes (Equipe Bebezão) x Ugo Barbosa (Russão Thai Itaboraí) – 77 kg (meio-médio)
Andrezão (XGYM) x Marco Aurélio (Projeto Favela Kombat) – 93kg (meio-pesado)

Postado por oscardaniotti às 21:50

Nenhum comentário

Compartilhe:

Preparado para o segundo desafio, Tiago Trator afirma: “Estudei meu adversário para sair com a vitória”

Escalado para o UFC Fight Night Porto Alegre (RS), Tiago Trator fará sua segunda luta dentro da maior organização mundial no próximo domingo (22). Em sua estreia, o brasileiro venceu o mexicano Akbarh Abreloa pelo UFC on Fox 12, em Julho de 2014. O seu segundo desafio será contra o norte-americano Mike De La Torre, válido pela categoria dos pesos-penas (66kg). No entanto, a primeira dificuldade do brasileiro será vencer a balança, já que em sua estreia no UFC ocorreu pelo peso-leve (70kg) e agora ele desce de categoria para assombrar o título de José Aldo.
O atleta do Team Nogueira, mostra-se confiante para o duelo contra De La Torre. Acompanhado de perto e tratado como “futuro campeão do UFC” pelos profissionais que o acompanham, Tiago vive a expectativa de nocautear o seu oponente. Em seus treinamentos, ele intensificou o wrestling para neutralizar o jogo do norte-americano.
“Venho tendo um tratamento especial por todos os treinadores do Team Nogueira e graças a Deus a equipe toda me da o suporte necessário para eu me tornar um atleta melhor a cada dia. Desde quando a luta foi anunciada, comecei a procurar informações sobre o meu adversário e durante esse processo, pude analisar que ele é um ótimo lutador que combina o boxe e wrestling. Diante disso, o meu camp foi uma sombra do que posso enfrentar. Estou preparado para encarar e nocautear De La Torre e assim sair com a minha segunda vitória”, disse.
O lutador, que é natural de Laranjal do Jari (AP), chega para o duelo credenciado com a expressiva marca de 10 vitórias consecutivas. O amapaense, de apenas 27 anos, já foi campeão dos pesos-leves (70kg) do Jungle Fight, e segue a passos firmes para fazer o nome dentro do UFC. A sua última derrota aconteceu em dezembro de 2011 e o próprio afirma que sua cabeça esta boa para aumentar a sequência vitoriosa.
“É claro que esse número é significativo e o meu desejo é que ele aumente para 11 vitórias. Meus treinamentos me deixaram confiantes para encarar essa luta e a minha cabeça está boa. Não penso nessa questão de estatística, mas é claro que isso ajuda a entrar na luta mais confiante. Sei que tenho muito para evoluir e é assim que vou fazendo minha carreira, com paciência. Já fui campeão do Jungle Fight, mas agora o meu objetivo é vencer esse duelo para subir mais um degrau rumo ao meu objetivo que é me manter dentro do UFC para quem sabe um dia ter a oportunidade de ser campeão mundial”, finalizou.

Postado por oscardaniotti às 21:48

Nenhum comentário

Compartilhe:

Cezar Mutante encerra camp e quer nocaute ou finalização no UFC de Porto Alegre

Lutador da Blackzilians encara Sam Alvey no próximo dia 22, na primeira edição da organização no Sul do Brasil

Cezar Mutante tem seu primeiro compromisso de 2015 pelo Ultimate agendando para Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, dia 22 deste mês, na abertura do calendário brasileiro do evento. Após duas lutas no último ano, o vencedor da primeira temporada do The Ultimate Fighter Brasil encara Sam Alvey no UFC Fight Night 61, pela categoria peso-médio (84,3kg). Neste domingo, dia 15, ele termina seu camp de treinamentos, justamente na mesma data de seu aniversário, completando 30 anos de idade.

Natural de Ibitinga, interior de São Paulo, Cezar Mutante tem cartel profissional com 11 lutas, sendo oito vitórias e apenas três derrotas. Em junho de 2012, ele brilhou no TUF Brasil e conquistou a vaga no UFC ao se tornar vencedor do programa na categoria peso-médio, batendo Serginho Vieira na final. Oficialmente no octógono, Mutante venceu Thiago Marreta e Daniel Sarafian e sofreu um revés para CB Dollaway, em março de 2014, algo que não o abalou. Apenas três meses depois, venceu Andrew Craig, e agora busca um novo triunfo em Porto Alegre, motivado por um camp de alto nível na Flórida, Estados Unidos, onde vive.

“Meu treinamento foi ótimo, intenso, muito duro mesmo. Estou focado no melhor, e agora já começo a diminuir o ritmo dos treinos. Hoje, na Blackzilians, nossos treinos são como luta no UFC, só que sem plateia, transmissão, essas coisas (risos). Temos alguns dos melhores lutadores do mundo, e todos lutaram ou ainda vão lutar nesse início de ano, e nos ajudamos muito”, conta Mutante.

Na Blackzilians, o paulista radicado em Minas Gerais treina ao lado de grandes nomes do MMA mundial. Vitor Belfort, amigo e principal mentor da carreira de Mutante, é um dos que auxiliam na preparação. O “Fenômeno” lutaria no dia 28 deste mês pelo UFC 184, desafiando o campeão dos médios, Chris Weidman, mas a disputa acabou adiada após lesão do norte-americano. A proximidade das lutas proporcionou uma grande oportunidade de treinamentos ao lado de Belfort.

“O Vitor lutaria uma semana depois de mim, praticamente, então pude acompanhar bem de perto a preparação dele. Isso elevou muito o nível dos meus treinos. Ele sempre me ajuda com conselhos, me mostra como posso melhorar no octógono. Isso é muito valioso. Também tem o Durinho, meu treinador de jiu-jitsu, que está em camp para lutar no mês que vem – dia 21 de março, contra Josh Thomson. Acompanhei também um pouco da preparação do Anthony Johnson, que lutou no final do mês passado. Isso tudo me ajudou muito, me deu ainda mais vontade de vencer”, relata.

Desejo por nocaute ou finalização em Porto Alegre

Durante os treinamentos, Cezar Mutante aproveitou para estudar Sam Alvey, de modo a encontrar seus pontos fracos. Ciente do possível caminho para a vitória, o brasileiro não quer luta longa no dia 22.

“Meu adversário é um cara experiente, tem mais lutas que eu na carreira, e é muito duro. Mas não me importo com isso. Estudei o jogo dele, vi que tem um bom boxe, mas também tem brechas no jogo que quero explorar. Serei agressivo, buscando a luta o tempo todo. Estou focado no que tenho de bom, no que tenho que fazer dentro do octógono. Dessa forma, passo preocupação para ele. Em Porto Alegre, quero fazer uma grande luta e nocautear ou finalizar”, avisa.

Postado por oscardaniotti às 20:43

Nenhum comentário

Compartilhe:

Publicidade
Assine o RSS
Publicidade