publicidade

Jornal do Brasil

Faixa Preta – JBlog – Jornal do Brasil

O 1º UFC, no Brasil, a gente jamais esquece.

Lembro muito bem da primeira edição, do UFC, que foi realizada no Brasil, São Paulo, no Ginásio da Portuguesa de Desportos, em 1997.  Peguei o ônibus, pela manhã, na rodoviária Novo Rio, junto com a repórter  Bianca Turano.

Na bagagem, máquina fotográfica e gravador para realizar reportagens com os cascas grosa que desfilariam na jaula, que naquele tempo, foi o primeiro octógono  a ser montado, no Brasil. O tamanho do ginásio, mediano, ajudava bastante na acústica.

O card era  dos melhores:  Pedro Rizzo x Tank Abott, Vitor Belfort x Wanderlei Silva (essa era a luta a mais aguardada!).  Lembro que, antes do evento, alguns falavam: –  Vitor  amarelou! ,  Wanderlei vai acabar com a banca do pupilo de Carlson Gracie!

Quando começou o combate, senti uma emoção indescritível. Logo na luta de Pedro Rizzo, o patriotismo falava mais alto e quando o brasileiro nocauteou o adversário, americano, o público, verde e amarelo, foi ao êxtase e mostrou todo seu amor à pátria.

Mas o melhor ainda estava por vir.  Quando anunciaram Belfort x Silva, a torcida foi à loucura. Como todos sabemos, a luta não durou muito, ou quase nada.  Belfort desferiu uma das mais emocionantes sequências de socos da história do esporte fazendo Wanderlei cair,  após 18 golpes certeiros.  A luta levantou a plateia.

Um fato que jamais esqueci foi o momento em que Belfort pulou de euforia vendo sua vitória, avassaladora, e seu treinador, Carlson Gracie, do outro lado da grade, gritou, demonstrando sua humildade: – Você não ganhou nada!
Isso significava que Vitor ainda tinha mais um percurso a enfrentar, rumo ao cinturão.

Acredito que a emoção, desta próxima edição, a número 134, no Rio de Janeiro, ainda vai ser maior, devido à tecnologia mais avançada e ao próprio crescimento do esporte.  Mas o fato é que o  primeiro foi inesquecível para muita gente.

Ossssssssssss!

Postado por oscardaniotti às 18:05

Nenhum comentário

Tags: , , , ,

Compartilhe:

Aqui, é o país do MMA

Foto: Marcio Rodrigues

O Brasil é o país do MMA. A capital fluminense, em especial,  respira o esporte, neste mês.   São eventos espalhados por toda a  cidade:  Clube da Luta; Wocs 13Celeiro Fight , Wocs 14 e no  dia 27 de agosto, o mais famoso de todos, o UFC. O evento, em sua edição carioca, vai contar com um card recheado de brasileiros que conquistaram o mundo, levantando nossa bandeira e homenageando o país que mais forma lutadores.

Há pouco tempo, comentava-se, entre os principais veículos de luta, que   os americanos podem dominar este esporte, em breve, já que eles aprendem wrestling, em suas escolas e tem condições econômicas de levar, daqui, bons professores de jiu-jitsu.  Já os brasileiros, que são bons na arte suave, acabam deixando a desejar no wrestling, pois não tem capital suficiente para trazer americanos para treiná-los aqui, no Brasi.

O Brasil nunca vai deixar de ser o número 1,  neste esporte. Além dele ter vindo do jiu-jitsu, desenvolvido, aqui, pela família Gracie, temos um histórico  de superação do nosso povo. Os ingleses inventaram o futebol, mas foi o brasileiro, provido da mesma disposição, que conquistou o mundo com seus dribles.

Nossos octógonos, espalhados  pelos quatro cantos, deste Brasil,  apresenta, a cada dia, lutadores com qualidades e acima de tudo, muita garra. Nomes como Anderson Silva, Minotauro, Vitor Belfort, fazem com que garotos, de regiões pobres  sonhem, um dia,  ganhar uma bolsa milionária no UFC.  Fato que acontece, desde sempre,  no futebol.

O MMA virou uma fonte de inspiração para jovens, brasileiros, que sonham em dar uma condição melhor para sua família, já que, ainda, brigamos por uma educação, pública,  mais digna.

 

 

Postado por oscardaniotti às 14:48

Nenhum comentário

Tags: , , ,

Compartilhe:

Publicidade
Assine o RSS
Publicidade