publicidade

Jornal do Brasil

Faixa Preta – JBlog – Jornal do Brasil

Rede Globo e UFC anunciam acordo de transmissão exclusiva

Anderson Silva vs Okami no UFC Rio.

Agora, sim, o preconceito foi quebrado de vez. Podemos lembrar da clássica história da “Branca de Neve”: espelho espelho meu, existe algum esporte mais violento que o meu? O MMA, graças ao mega-evento UFC, derrubou o preconceito que perdurou durante anos no Brasil, berço do  MMA.
Digo quebrou o preconceito porque a poderosa Rede Globo chega até em tribo indígena, fato que o pay per view só chega aos mais favorecidos. Quem é o grande responsável por essa imensa conquista? Acho que todos nós, que fazemos a comunicação do esporte, temos uma parcela nesta vitória.  Mas, jamais podemos esquecer que quem abriu os olhos dos mais poderosos da mídia brasileira foi a REDE TV! Muito obrigado!
Em setembro de 1996, quando comecei a trabalhar com luta, o MMA ainda era denominado de Vale Tudo e luva era coisa de frouxo, pois vale tudo que se preza, era aquele de mão limpa. Presenciei muitas lutas neste meu currículo, dedicado ao esporte, e também vi muitas manifestações para destruir o MMA (Vale-Tudo). Vocês lembram do Pentagon Combate, no Tijuca Tênis Clube, que culminou com a proibição do Vale Tudo, no Rio de Janeiro? Voaram cadeiras!
Enfim, a Rede Globo e o Ultimate Fighting Championship (UFC) anunciaram, nesta quinta-feira, dia 27, um acordo de transmissão exclusiva da programação do UFC. A Globo vai ter  exclusividade para exibir, ao vivo, todos os eventos do UFC, no Brasil,   e três do exterior, além da primeira edição brasileira do reality show The Ultimate Fighter (TUF).
O lutador brasileiro que inaugura essa nova fase é Junior Cigano, que vai enfrentar  Caim Velasquez, na esperada luta entre pesos pesados, dia 12 de novembro, em Anaheim, na Califórnia, com transmissão da TV GLOBO.  Quem diria!

Postado por oscardaniotti às 12:57

8 Comentários

Tags: , ,

Compartilhe:

Shooto – Lutando pelo Bope

No dia do soldado, o Bope promoveu um excelente Shooto, no batalhão da mais famosa Tropa de Elite do mundo. Para quem foi ao evento ou assistiu pela TV, acabou vivendo um momento único em um evento de MMA.
Para quem gostaria de saber como é um “Caveira” no momento de torcida, pode conferir uma verdadeira festa de amor ao esporte e de grande apoio a dois atletas do Bope que apresentaram-se, no ringue, e  levaram a tropa à loucura. Ambos venceram seus combates.

Logo na chegada, público e imprensa foram recebidos por uma centena de soldados que, ali, estavam presentes. Cantar o hino nacional com a Tropa de Elite foi algo de arrepiar, pois o amor pela pátria foi exposto, com muita garra e respeito. O famoso hino da Tropa também foi apresentado ao público.

Um grande momento  foi a homenagem que o Bope e André Pederneiras, fizeram ao ex-lutador, Will Ribeiro, que sofreu um grave acidente de moto e, hoje, atua como árbitro de eventos de MMA.

A lenda do UFC, Royce Gracie, também esteve presente como comentarista de uma emissora de TV norte -americana.

Os lutadores subiram, ao ringue, e mostraram que o MMA evolui a cada dia que passa.  Brasileiros, americanos, argentinos e mexicanos  enfrentaram-se levantando a torcida . Uma das melhores lutas, da noite, foi entre o atleta da Nova União, Rodolfo Marques, contra o norte- americano, Jesse Brock. Esta foi uma verdadeira batalha que consumiu os três rouns de 5 minutos.

Hacran Dias, grande revelação da Nova União, finalizou o norte- americano, Eddie Hoch com um justo mata -leão.

Johil de Oliveira e Haroldo Cabelinho  fizeram um verdadeiro combate para relembrar os tempos em que o esporte ainda buscava afirmação, aqui, no Brasil. Johil ,de 42 anos, venceu Cabelinho por decisão médica, após um corte sofrido pelo representante da Polícia Federal, Haroldo Burns.

Ronys Torres venceu o mexicano Akbarth Arreola, após 15 minutos de luta intensa. Ronys que tinha em seu prognóstico a certeza de finalização ainda no 1º round, encontrou grandes dificuldades com o atleta mexicano, que mostrou grande habilidade no chão e perigo no boxe, já que o México é uma das grandes escolas da nobre arte no mundo.

Glover Teixeira foi o único a vencer por nocaute. Após uma verdadeira patada, Teixeira colocou Marvin Eastman na lona ainda no 1º round. Parece que o momento do atleta brasileiro chegou e seu plano de ir para o UFC está próximo de se concretizar.

O organizador, André Pederneiras, e o comando do Bope estão de parabéns. Uma grande noite para o MMA, no dia do soldado.

Postado por oscardaniotti às 12:06

Nenhum comentário

Tags: , , ,

Compartilhe:

Aqui, é o país do MMA

Foto: Marcio Rodrigues

O Brasil é o país do MMA. A capital fluminense, em especial,  respira o esporte, neste mês.   São eventos espalhados por toda a  cidade:  Clube da Luta; Wocs 13Celeiro Fight , Wocs 14 e no  dia 27 de agosto, o mais famoso de todos, o UFC. O evento, em sua edição carioca, vai contar com um card recheado de brasileiros que conquistaram o mundo, levantando nossa bandeira e homenageando o país que mais forma lutadores.

Há pouco tempo, comentava-se, entre os principais veículos de luta, que   os americanos podem dominar este esporte, em breve, já que eles aprendem wrestling, em suas escolas e tem condições econômicas de levar, daqui, bons professores de jiu-jitsu.  Já os brasileiros, que são bons na arte suave, acabam deixando a desejar no wrestling, pois não tem capital suficiente para trazer americanos para treiná-los aqui, no Brasi.

O Brasil nunca vai deixar de ser o número 1,  neste esporte. Além dele ter vindo do jiu-jitsu, desenvolvido, aqui, pela família Gracie, temos um histórico  de superação do nosso povo. Os ingleses inventaram o futebol, mas foi o brasileiro, provido da mesma disposição, que conquistou o mundo com seus dribles.

Nossos octógonos, espalhados  pelos quatro cantos, deste Brasil,  apresenta, a cada dia, lutadores com qualidades e acima de tudo, muita garra. Nomes como Anderson Silva, Minotauro, Vitor Belfort, fazem com que garotos, de regiões pobres  sonhem, um dia,  ganhar uma bolsa milionária no UFC.  Fato que acontece, desde sempre,  no futebol.

O MMA virou uma fonte de inspiração para jovens, brasileiros, que sonham em dar uma condição melhor para sua família, já que, ainda, brigamos por uma educação, pública,  mais digna.

 

 

Postado por oscardaniotti às 14:48

Nenhum comentário

Tags: , , ,

Compartilhe:

Explosion Fight agita o final de semana no Rio

Neste fim de semana, fizemos a cobertura do mais novo evento, de MMA,  que acaba de surgir: o  Explosion Fight, que aconteceu no clube Alfa Barra, local nobre da Cidade Maravilhosa. Dentro da jaula,  desfilava uma legião de lutadores que jamais passou  perto de construções tão luxuosas como aqulelas .

Na luta principal,  Danilo Motoserra venceu Paulo Bolão, por decisão unânime, e ficou com a vitória.  Além do card principal, tivemos lutas amadoras. Grande destaque para Oton Jasse, que venceu José Ricardo Souza.

A organização ficou por conta de Rogério Poggio, que já tem grande experiência em eventos de jiu-jitsu e MMA.

O MMA e o Rio de janeiro ganham, muito, com esta nova conquista, que mostrou que o Exolosion Fight veio para ficar.

 

 

 

 

 

Postado por oscardaniotti às 14:43

Nenhum comentário

Tags: ,

Compartilhe:

Publicidade
Assine o RSS
Publicidade