publicidade

Jornal do Brasil

Faixa Preta – JBlog – Jornal do Brasil

O MMA precisa criar o cartão vermelho para atitudes como falta de conduta e respeito nas lutas.

As primícias das artes marciais sempre foram o respeito ao oponente. O MMA é, hoje, um esporte que vem crescendo a uma grande velocidade e com tantos bilhões de faturamento, a filosofia acabou sendo esquecida pelos homens que administram o .esporte

A revolta parece ter tomado conta do mundo do MMA. A demonstração de arrogância e falta de respeito de Anderson Silva, contra Chris Weidman, aconteceu quando o brasileiro tentou intimidar seu oponente. Porém, ele acabou pegando pesado e toda essa cena ficou cara para o ex-campeão, que por inúmeras vezes saiu, da jaula, aplaudido de pé. Desta vez, ele perdeu o cinturão e foi vaiado.

Ainda no UFC, já vimos atitudes parecidas: Bisping cuspiu em parte da equipe de Jorge Rivera; Anderson Silva desdenhou de Demian Maia por toda uma luta; Chael Sonnen ofendeu uma nação e por aí vai.

Estes são bons exemplos para a exclusão do atleta. Por que não digo punição? Quem faz uma vez, vai fazer duas. A exclusão seria a melhor forma para que o MMA possa estabelecer uma nova conduta entre os atletas e, principalmente, mostrar que o esporte tem, como alicerce, a filosofia de todas as artes que fazem parte do Mixed Martial Arts. O principio de todas as artes é o respeito e a boa conduta.

Ao ver este tipo de atitude partindo de um ídolo como Anderson Silva, tento entender o que aconteceu. Vida cheia de compromissos, milhões de dólares, sucesso e tudo mais.
O ser humano é passível de qualquer atitude, até mesmo o Anderson Silva.

Confira também a edição especial da revista Faixa Preta, sobre o UFC 162.

http://goo.gl/0GHkx

Postado por oscardaniotti às 16:20

Nenhum comentário

Tags: , , , ,

Compartilhe:

Publicidade
Assine o RSS
Publicidade