RSS Feeds

1981 - O covarde gesto de Lindomar Castilho

Jornal do BRasil: Terça-feira, 31 de março de 1981 - página 12

O cantor e compositor Lindomar Castilho, 42 anos, invadiu uma casa noturna paulistana no início da madrugada e matou a tiros Eliane de Grammont, 26 anos, mãe de sua filha, com quem fora casado por cerca de dois anos e de quem estava judicialmente separado desde junho do ano anterior.

Após os tiros, o cantor entrou, então, em luta corporal com Carlos Landall, primo que o artista trouxera de Goiás e com quem compusera várias músicas, o qual se apresentaria-se no show da casa naquela noite. Randall foi baleado no estômago. Também ferido, Lindomar acabou dominado e amarrado com cordas. Autuado em flagrante, seguiu para o 4º Distrito Policial da capital paulista.

Em seu depoimento, o criminoso argumentou motivo passional, alegando legítima defesa da honra devido ao envolvimento da ex-mulher com seu primo. Da delegacia seguiu para Casa de Detenção, onde aguardou o julgamento por homicídio e tentativa de homicídio.

Sempre no gênero bolerão, Lindomar Castilho fez rápido sucesso. Conhecido por seu estilo machista, estava no auge da fama, com uma carreira musical de projeção internacional que o destacara no mercado latino-americano dos Estados Unidos. Retomou a carreira musical em 2000.

Mais rigor para os crimes passionais

O crime de Lindomar Castilho foi um divisor de águas na história jurídica brasileira. Até então, agir em nome da honra era a estratégia utilizada como atenuante para atos covardes contra as mulheres. Desta vez, porém, devido à atuação de organizações feministas que acompanharam o caso para que se fizesse justiça, a alegação de Lindomar não foi aceita. Submetido a júri popular, foi condenado a 12 anos de reclusão em 1984. Contudo, a justiça estava longe de sua plenitude: preso até 1988, ganhou liberdade condicional por bom comportamento. E antes disso, já gozava de regalias.

Os crimes passionais são ainda uma truculenta realidade no Brasil. Saiba mais de outras histórias, clicando abaixo:

Doca Street é condenado
Daniela Perez foi assassinada
Jornalista Pimenta Neves mata Sandra Gomide

Amanhã: 1993 - O tiro que matou Brandon Lee


« anterior próximo »

Comentários


Comentários

FRANCISCO PAIVA MELO enviou em 14/07/2010 as 17:49:

Não existe crimes passionais, existe de fato pessoas mal preparadas para a vida e por qualquer emoção forte são capazes de matar. Acredito que se existisse motivo para matar alguém eu ja teria matado muitas pessoas, mas estou pronto para dialogar, entender os outros e já sofrir muitas emoções fortes, inclusive paixões arrebatadoras, mas não vi nisso razão para tirar a vida de ninquém, entendo, portanto, que o motivo para alguém matar é somente a legítima defesa e mais nada. O raciocínio foi feito para usar e a pessoa sabe que qualquer emoção, até mesmo quando se perde a mãe se é capaz de superar e viver pacificamente neste mundo. Quero dizer mais ainda que o egoísmo sim faz matar, pois mesmo na maior das aflições é preciso se conformar com a vida porque ela é única e não devemos tirar a de ninguém e nem arriscar perder a nossa.

lazareno enviou em 05/04/2011 as 23:05:

Qualquer tipo de crime, injustica etc tem que serem punidos, mas o Brail e a terra do Deixa Pra La, infelizmente e uma verdadeira desordem, nao ha punicao infelizmente. Lazareno de Oliveira

hmenon silva enviou em 05/08/2011 as 23:20:

lindomar não é barrerito.fez pagou mas o povo brasileiro prefere sentir pena do que respeitar a opinião não traia não mate não mora.....

cristina enviou em 09/01/2012 as 18:12:

sao todos uns covardes deveriam pegar prisao pertetua.nao tem coragem de enfrentar outro homem froxos

valdi pimentel enviou em 28/01/2012 as 23:04:

INFELIZMENTE , EM UM MOMENTO DE FRAQUEZA LINDOMAR CASTILHO COMETEU UM GRANDE ERRO , TIRAR A VIDA DE ALGUÉM , POREM NÃO DEIXOU DE SER UM GRANDE INTERPRETE DA MUSICA BRASILIERA . A CARREIRA INTERROMPIDA FEZ COM QUE A MUSICA PEDESSE MUITO.

Sirleide L. Cardoso enviou em 17/02/2012 as 18:02:

Acho que não foi momento de fraqueza do Lindomar castilho, foi seu próprio instinto perverso e sua própria personalidade o que o levou a fazer essa brutalidade com sua ex-mulher, ele vai ser punido de verdade mas é por DEUS, ela era sim era jovem, mas ele!!! já tinha idade suficiente pra saber o que era bom e o que era mal.

Maria Aparecida Linares enviou em 08/03/2012 as 16:31:

Por acaso no Brasil inventaram o "crime genérico" isto é, um tipo de crime que não é verdadeiramente um crime para não ser punido pq. é a 1ª vez que matou alguém? Isso chama-se de CRIME PASSIONAL? Esse caso "Lindomar Castilho" deveria fazer um tratamento pesiquiátrico no sujeito, pois na verdade a mulher que ele matou já não era mais sua mulher, era Ex mulher, então pq esse sentimento de fúria se não era mais sua mulher? Na verdade a raiva dele é ela ter tido um relacionamento com seu sobrinho e quando ficou sabendo jogou toda a sua ira sobre ela.

camila nobre enviou em 16/06/2012 as 19:39:

isso e um caso que eu não conhecia ,outro dia meu esposo estava ouvindo uma musica muralhas ,mim chamou atenção ele falou que ele tinha matado a esposa ,eu fui pesquisar,ha eu sente muita pena desse homem ,coitado ele foi traído pelo sobrinho e difícil aceitar ,mais não justifica ele ter matado a ex esposa ,com quem teve uma filha ,eu odeio violência ,mais a esposa dele devia ficar mais reservada com seu novo namorado ,e nada disso teria acontecido ,e olha que antigamente as coisas era completamente diferente de hoje que os homens estão matando mulheres a cada hora ,mais enfim eu não sou desse tempo ,mais do que eu li ,as pessoas condena só ele ,tem o ditado que depois que as pessoas morrem viram santos ,e isso e uma coisa que nos não podemos condenar ninguém sem saber o motivo ,charo ele só podia esta bêbado com raiva porque nos todos sabemos que uma traição não e nada boa a vergonha de ser traído pelo sobrinho tudo isso faz um homem ficar fora de serio. as vezes a cabeça não pensa mais o corpo padecer ,se a ex esposa desse lidimar,pensasse um pouco ele desistia dele ele esta sendo o pior assassino eu vejo casos de assassinos bem pior e as vezes a policia nem consegue pegar ,porque esse sobrinho dele não procurou outra mulher , e falta de respeito também,mais eu sou a favor da mulher em todos os direitos ,quando a mulher se da o respeito ,mais esse li domar ficou sabendo qe a ex estava com o sobrinho e charo que ele ficou dinocerado ,angustia a pessoa acaba fazendo besteiras mesmo ,se poi no lugar desse homem ,na minha opinião ele foi super errado ,em mata la .a vida e maravilhosa mais nos temos que fazer de tudo para proteger nossas vidas ,mais essa deu moli por isso morreu e olha que eu nunca tinha ouvido falar desse caso por curiosidade fui ver e achei completamente boba de ver tantas besteiras ,

Nelson enviou em 05/07/2012 as 20:43:

Prefiro nao comentar

JAMISSON enviou em 28/07/2012 as 15:58:

Nada se justifica da forma que aconteceu, a justiça não é a daqui e sim a do céu. Momentos de fraqueza acontecem e tem pessoas que fazem de forma diferente como ele fez, não sei se ele se arrepende e que Deus possa abençoa-lo. Sou seu fã, adoro suas músicas embora ser novo mais tenho um grande carinho por ele, queria muito que ele viesse na minha cidade(VITÓRIA DE SANTO ANTÂO). Um grande abraço

Libio Barbosa da Silva enviou em 13/09/2012 as 20:20:

na minha opinião toda pessoa que comete um crime, tem que condenado. não importa se ele é cantor ou não, o que interessa é que ele tirou a vida de outra pessoa e tem que pagar pelo crime que cometeu. gosto de suas canções, mas não apoio ninguém que comete crime, principalmente assassinato. lindomar; voce canta muito, mas pisou na bola.

ANGELO PAZIANOTTO. enviou em 02/12/2012 as 13:43:

SÓ A DEUS CABE A JUSTIÇA.

Jacqueline enviou em 04/01/2013 as 12:19:

A pessoa quando se torna possessiva é capaz de atos que jamais cometeria em são estado mental e emocional. Não é justo ser tão julgado... Até porque, com certeza ele sofreu e sofre por um ato impensado. Que Deus o perdoe. Pq a sociedade é cruel. Na hr da raiva qualquer um de nós estamos sujeitos a cometer erro irreparáveis. Ninguém quer analisar o outro lado da história... Cada um sabe da sua dor. Criticar é fácil. Oferecer palavras de consolo, paz, perdão... é o que precisamos fazer. É praticar o exercício diário de amor e perdão ao próximo.

Murilo Silva enviou em 04/01/2013 as 20:47:

Ele ja pagou o que devia justiça e não deve mais nada a ninguém, e também quem esta de fora é fácil falar mas quem ta de dentro é mais difícil. No lugar dele o que essas pessoas que o falam mal da pessoa de Lindomar Castilhos fariam em ver um amigo que ele trouxe de Goias e ajudou com sua mulher que tanto amava na hora com raiva e portando um arma ele não pensou 2 vezes em que isso estragaria sua carreira ele também perderia um amigo e que nunca mais iria ver a mãe de sua filha e seu grande amor.

washnton luiz freitas enviou em 31/01/2013 as 09:42:

Matar so por matar, esse e o que aconteceu com esse casal, ele ajudou o primo que com certeza o atolou na lama, nao justifica seu ato cruel nao temos o dereito a finalizar com a vida de niguem por mais pervessa que seja, sua vida sera um eterno sofrimento por mais que se esconda da realidade.

pptz enviou em 07/06/2013 as 00:13:

Não julguemos, pois cada um de nós é capaz de fazer tal ato. Somos justos e pecadores ao mesmo tempo. O pecado habita em nós, não somos todos assassinos porque Deus é misericordioso e não nos deixa fazer determinadas coisas.

J. Lamego enviou em 23/06/2013 as 14:42:

A Justiça é cega, lenta, muito tardia mas chegará. Porém, com o rigor dos seus executores deve ser feita. Senhores magistrados, empreguem todo o vosso saber e dedicação, para que nenhum criminoso fique impune pelos crimes que comete.


Comentar

:

:
:



Hoje na História - Siga no Twitter!