Publicidade

Jornal do Brasil

Blog do Reinaldo - JBlog - Jornal do Brasil

Mulheres do Século XX

Semana passada numa rede social comemorou-se o dia dos filhos. Uma data que até então era desconhecida teve muita repercussão – “textões” de mães apaixonadas e muitas imagens ilustraram declarações de amor. Ninguém parecia padecer nesse paraíso que é a maternidade – que bom!

Muito amor materno também é possível ser visto no filme Mulheres do Século XX, filme de Mike Mills que estreou na mesma semana. Dorothea Fields (Annette Bening), uma mãe solteira, de 55 anos, nos propõe uma parceria, olhar junto com ela o crescimento de seu filho de 15 anos, Jamie, e educá-lo. Toda subjetividade do filme é o alimento da relação dos dois. A tensão e o afeto são diluídos em um mesmo copo e tragados em doses homeopáticas pelos personagens daquela casa de três mulheres e dois homens.

Final dos anos 70, a atmosfera dos movimentos culturais e o punk sutilmente batem à porta de Dorothea e, ela, ainda ressaqueada dos seus próprios movimentos, dialoga com essa mulher que vai se manifestando de dentro pra fora e encontrando em Abbie (Greta Gerwing) e Julie (Elle Fanning), sua extensão para tocar seu filho onde sua mão não alcança.

Nessa teia de sentimentos e autodescobertas, três mulheres se revezam na vocação de tornar-se mãe –  uma, sucumbe ao exercício de criar alguém; a outra, assume a condição materna que a natureza a negara e, a terceira, que ainda se despede da função de filha, embarca na viagem de se entender como mãe de um tempo. As três entendendo que educar alguém é se entender nesse mundo e tentar vivê-lo. E para esse homem de 15 anos, enquanto não desvenda esse mistério que é sua mãe, simular uma autonomia para crescer é o que lhe resta.

Sabendo que o argumento do filme é inspirado na história da relação de Mike Mills com a sua mãe, não é difícil entender o olhar apaixonado sobre Jamie e a beleza sincera capturada, apesar da tensão, entre os dois. Um filme cheio de amor e de verdades doces ou doloridas.

 

Compartilhe:
Comentar

Comentar:

?>