Publicidade

Jornal do Brasil

Papo de Ambiente – JBlog – Jornal do Brasil

Ação busca defender Grande Barreira de Corais

Quando pensamos que estamos no fundo do poço, descobrimos que a situação pode piorar. É o caso das atividades humanas na combalida grande barreira de corais australiana. Afetada pelo fenômeno do branqueamento, que já atinge a 93% de seus corais, em função das consequências do aquecimento global e outras irresponsabilidades, como despejo de dejetos agrícolas, agora é ameaçada pela possibilidade de construção do complexo carvoeiro Galilee Basin em sua proximidade. Uma campanha foi lançada no Avaaz para pressionar autoridades locais que ainda podem barrá-lo.

Foto:http://migre.me/vIY1s

O projeto aprovado pelo governo australiano em dezembro do ano passado prevê a transformação do porto Abbot Point num dos maiores do mundo, com transporte de 120 milhões de toneladas/ano de carvão. Antes o governo já aprovara o projeto de uma super mina (Carmichael) capaz de produzir 60 milhões de toneladas de carvão (grande contribuinte do aquecimento global), que, junto com outras extratoras, será usuária do porto.

Apenas para as obras de ampliação do porto, que já funciona em águas profundas, serão gerados 1,1milhão de metros cúbicos de resíduos de dragagem.

A campanha no Avaaz visa pressionar os membros do conselho do Northern Australia Infrastructure Fund a se posicionarem contra o empréstimo aprovado pelo governo para execução das obras.

Há poucos meses pesquisadores da Universidade James Cook de Townsville, do estado de Queensland, na Austrália, afirmaram que o processo de branqueamento já alcançou 93% dos recifes, mas que ainda pode ser reversível, caso haja o resfriamento das águas na região. A temperatura mais elevada impede a sobrevivência das algas que fornecem cor e nutrientes aos corais.

Se você tem preocupações com o planeta, não está na turma do Trump ou mesmo se está com o grupo dele e pensa apenas em aproveitar o turismo, é a hora de agir.  Afinal, lembre-se, a Grande Barreira é um patrimônio mundial por seus dois mil quilômetros, sua vida marinha multicolorida, seus corais, mergulhos e mergulhos e passeios de barco que ainda proporciona.

 

Postado por ivanaccioly

0 Comentários | Comentar

Compartilhe:

Tags: , , , , ,

Semana Cultural Indígena no Rio

Começa nesta segunda-feira, dia 18, a Semana Cultural Indígena Rio 2016, com uma programação gratuita até domingo, dia 24. Haverá mostra de cinema, feira, palestras, exposição, venda de artesanato indígena, pintura corporal, apresentações culturais de grupos indígenas de diversas etnias como Pataxó, Fulni-ô, Guarani, Kayapó e Puri, entre outros.

O evento é organizado pela Associação Indígena Aldeia Maracanã – AIAM, a Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro e o Museu da Justiça do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro em homenagem ao dia do índio.

Programação:

Mostra Pajé filmes de Cinema Indígena

Local: Museu da Justiça de 18 a 20 de abril (segunda a quarta-feira, das 15 às18horas).

Celebração do Dia do Índio

Local: Biblioteca-parque Estadual em 19 de abril, terça-feira, das 10 às 18horas

Grande Feira Cultural Indígena

Local: Parque Lage, sábado, 23, e domingo 24 de abril, das 9 às 17horas

Palestra “O Rio antes do Rio”

Local: Museu da Justiça e no Parque Lage (com a presença do autor Rafael Freitas da Silva, seguida de debate com o público). Domingo, dia 24 de abril, às 15h30min.

 

 

 

Postado por ivanaccioly

0 Comentários | Comentar

Compartilhe:

Tags: ,

Colapso hídrico e o Ecossocialismo em debate na Câmara de Vereadores do Rio

Em meio à crise de abastecimento de água que nos afeta, surgem opiniões as mais diversas, com diferentes soluções, como a da dessalinização da água do mar, sobre a qual falei aqui no post anterior. São opções que devem ser avaliadas sempre com os devidos descontos dos interesses comerciais de seus desenvolvedores e defensores.

Para a próxima semana, dia 26 de março, às 18 horas, está anunciado um debate que parece ser interessante, “Colapso hídrico e o Ecossocialismo”, na Câmara de Vereadores do Rio. A premissa da convocação é de eu a crise hídrica não é passageira e que está diretamente relacionada ao modelo de desenvolvimento global com a destruição da natureza.

Participarão o físico do clima e professor da Universidade Estadual do Ceará, Alexandre Araújo, o pesquisador da Fiocruz Alexandre Pessoa e os professores Carlos Vainer do IPPUR-UFRJ e Flávia Braga da UFRRJ.

A proposta do debate, que é organizado por dois parlamentares do PSOL, o vereador Renato Cinco e o deputado estadual Flavio Serafini, é discutir a questão da água por um viés político, econômico, social e ambiental alternativo ao vigente atualmente. Vou lá para conferir.  Depois digo o que vi. A entrada é livre.

 

Postado por ivanaccioly

0 Comentários | Comentar

Compartilhe:

Tags: , ,

Crise hídrica: é hora de dessalinização?

Está prevista para o fim deste mês uma conferência sobre dessalinização da água do mar para consumo no Brasil. O encontro vem no rastro da crise hídrica que atinge, além do tradicional nordeste, os estados do sudeste. A ideia de recorrer ao mar já foi levantada pelos governadores do Rio –Pezão- e de São Paulo – Alckmin. Mas será essa a melhor opção? Os custos, comparados com outras iniciativas possíveis no Brasil, a justifica?

O tema deve ser aprofundado. Afinal, nosso desperdício de água tratada para distribuição é absurdo. O professor da Coppe/UFRJ Paulo Canedo, hidrologia, fala numa média de 37% no país. No Rio de Janeiro, 1/3 do total e no Amapá 76%. Na região Norte chega a 50%. Além disso, medidas de uso racional nem são cogitadas. Seja pelos governos, seja pela população em seu cotidiano. As tubulações continuam vazando, as calçadas e carros continuam sendo lavados com mangueiras, as matas ciliares não são protegidas, os solos urbanos são cada vez mais impermeáveis, as águas das chuvas não são aproveitadas, os banhos continuam longos etc etc.

Os defensores do sistema lembram que já há experiências no país, como no caso da ilha de Fernando de Noronha, onde há produção de água potável a partir da água do mar. Mas, nesse caso, as condições geográficas são bem diferentes das encontradas no resto do país. Além do sempre citado exemplo de Israel, também há a dessalinização da água em dezenas de países, que atenderiam hoje há cerca de 300 milhões de pessoas.

Vale lembrar, contudo, que o Brasil conta com 12% da água doce de superfície do mundo, além das reservas de mais de 20 aquíferos, dois entre os maiores do mundo e um bom volume de chuva. Elementos que devem ser avaliados para uma decisão de investimento.

A conferência “Reuso de Água e Dessalinização para o Desenvolvimento da América Latina” será realizada pela Associação Internacional de Dessalinização nos dias 23 e 24 de março no Windsor Atlântica Hotel, no Rio de Janeiro.

Alguns números:

300 milhões de pessoas têm acesso à água potável graças aos métodos de dessalinização.

  • As maiores capacidades instaladas (em milhões de metros cúbicos de água por dia) são: 1º – Arábia Saudita – 13,3; 2º – Estados Unidos – 10,6; 3º – Emirados Árabes – 8,9; 4º – Espanha – 5,8; 5º – China – 4,7; 6º – Kuwait – 2,9; 7º – Austrália – 2,1; 8º – Argélia – 2,1; 9º – Israel – 1,9; 10º – Catar – 1,8; 19º – Brasil – 1,1
  • 2.750 sistemas de dessalinização em poços subterrâneos existem no Brasil. Eles se concentram em 8 estados: Bahia – 32%; Ceará – 18,5%; Pernambuco – 14%; Paraíba – 7,7%; Minas Gerais – 4,7%; Rio Grande do Norte – 5,6%; Piauí – 5,5%; Sergipe – 2%
  • Quanto mais ao sul, mais doce é a água do subsolo
  • No Brasil, o número de sistemas mais que duplicou de 2012 a 2014, passando de 1.200 a 2.750 sistemas de dessalinização.
  • A usina de dessalinização de Fernando de Noronha produz 650 m³ de água potável por dia.
  • 100% da água dessalinizada em Fernando de Noronha é consumida pela população do arquipélago, 2.884 pessoas.
  • Fonte: Superinteressante; Edição 343 – fevereiro de 2015; página 16;Dessalinização de Água

 

Postado por ivanaccioly

0 Comentários | Comentar

Compartilhe:

Tags: , ,

Voluntários na preservação do Parque Nacional da Tijuca

Quem deseja dar uma ajuda à conservação da natureza tem nos “Amigos voluntários do Parque Nacional da Tijuca” uma boa opção. Ao longo do ano o grupo realiza diferentes intervenções, tais como manejo de trilhas, remoção de vegetação exótica (principalmente o capim às margens das trilhas), plantio de mudas de espécies nativas, coleta de lixo e remoção de pichações.

Os mutirões acontecem aos sábados e domingos em diferentes pontos do parque. O primeiro deste ano foi na Pedra Bonita. O próximo, no domingo, dia 8, será na sede do parque e faz parte da campanha de prevenção de atropelamentos da fauna. Haverá palestras e os voluntários ajudarão na informação dos cuidados aos visitantes, além de estamparem nas pistas contornos de animais que geralmente são vítimas de automóveis ao tentarem atravessá-las, como cotias e quatis.

A agenda (que deve ser confirmada previamente) já conta com atividades até dezembro, em locais como as cachoeiras do Horto, no Cigano, no Felizardo e na Pedra da Gávea. Vale lembrar que quando chove a atividade é remarcada.

Além das atividades de fim de semana, os voluntários têm datas fixas para encontros durante as semanas. Às terças-feiras no Barracão, sede da administração, na Floresta da Tijuca. Às quartas nas Cavalariças, no Parque Laje; às quintas na guarita da Pedra da Gávea, com entrada pelo condomínio, no final da Estrada do Sorimã (ou encontro em frente ao Bar do Oswaldo às
8h50min, para quem quiser carona até a guarita). As atividades em dias da semana começam sempre às 9 horas.

Os organizadores pedem para que os voluntários levem sempre água, lanche, protetor solar, boné, além de vestirem roupas leves (preferencialmente calça tactel ou microfibra), um tênis ou bota confortável e resistente.

Quem ainda não é voluntário precisa preencher e assinar um termo de adesão, que pode ser baixado em http://parquedatijuca.com.br/noticia.php?id_noticia=290. É necessário estar com a saúde em dia e ter mais de 18 anos, a menos que estejam acompanhados por responsáveis.

Para mais informações sobre este voluntariado existem dois endereços:
www.parquedatijuca.com.br e www.facebook.com/parquedatijuca

 

Postado por ivanaccioly

0 Comentários | Comentar

Compartilhe:

Tags: , ,

Cursos online gratuitos sobre mobilidade urbana e transportes

Quem deseja aprender um pouco mais sobre mobilidade urbana e transportes, pode participar de cursos online gratuitos oferecidos pelo “Solutions”, um projeto para troca de experiências entre cidades de todo o mundo. A próxima turma, a partir de 20 de fevereiro, abordará os veículos elétricos. Os cursos são em inglês com inscrições no site do Solution.

Como informa o site Embarq Brasil, fonte desta notícia, “o projeto Solutions é composto por 15 cidades, organizadas em três grupos. O das cidades líderes por já terem implantado boas práticas em mobilidade urbana: Curitiba (Brasil), Budapeste (Hungria), Barcelona (Espanha), Bremen (Alemanha) e Hangzhou (China). Elas têm como incumbência compartilhar experiências com o grupo das cidades empreendedoras: Belo Horizonte (Brasil), Guiyang (China); Kochin (Índia); Leon (México) e Kocaeli (Turquia).

As cidades dos dois grupos trabalham em cooperação ao longo do projeto, com troca de conhecimentos, boas práticas e estímulo à adoção de soluções para o transporte sustentável. As parcerias foram estabelecidas em abril de 2014, como a primeira etapa do projeto. São elas: Bremen e Belo Horizonte; Budapeste e Kocaeli; Curitiba e Leon; Barcelona e Guiyand; Hangzhou e Kochin.

O terceiro grupo é formado por dez cidades em treinamento: Amã (Jordânia); Casablanca (Marrocos); Durango (México); Hanoi (Vietnã); La Serena (Chile); Matale (Sri Lanka) e São José dos Campos (Brasil).

 

Postado por ivanaccioly

0 Comentários | Comentar

Compartilhe:

Tags: ,

Recolhimento de lixo eletrônico até 30 de junho

Segue até 30 de junho a campanha de recolhimento de lixo eletrônico, promovida pelo TI Rio (Sindicato das Empresas de Informática do Rio de Janeiro) em parceria com a Secretaria de Estado do Ambiente(SEA).

Quem tiver computadores, notebooks, netbooks, tablets, celulares, scanners, impressoras, mouses, monitores, caixinhas de som, cabos etc deve entrar em contato com os organizadores da iniciativa pelo e-mail comunicacao@tirio.org.br para agendar a sua entrega de segunda a sexta-feira, das 10 às 17horas.

Segundo informa o TI Rio, na campanha de 2013 foram arrecadadas 6,1toneladas de lixo eletrônico. Em todo o mundo, segundo a ONU, este lixo representa cerca de 5% do total descartado, com crescimento anual na casa das 40 milhões de toneladas.

Os itens recolhidos serão encaminhados ao projeto Fábrica Verde para recuperação ou reciclagem.

 

Postado por ivanaccioly

1 Comentário | Comentar

Compartilhe:

Tags: , ,

Mostra Ecofalante em SP

Começa nesta quinta-feira, dia 20, e segue até o dia 30 de março a 3ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental, em São Paulo. Serão exibidos mais de 60 filmes de 30 países, pela primeira vez, premiadas as melhores produções da América Latina.

Os filmes estão distribuídos entre os temas cidades, campo, economia, energia e povos e lugares. Abordam desde energia nuclear à manutenção das tradições pelas novas gerações em comunidades localizadas em locais remotos.

Uma retrospectiva histórica apresentará filmes do diretor japonês Kaneto Shindo, nascido em Hiroshima e que morreu aos 100 anos, em 2012. Outro homenageado será o jornalista Washington Novaes, que tem dedicado suas atividades aos temas ambientais.

Toda a programação é gratuita e está distribuída por diversas salas, como no Reserva Cultural, no Cine Livraria Cultura,  no Centro Cultural São Paulo, no Cinusp. Veja aqui.

 

Postado por ivanaccioly

0 Comentários | Comentar

Compartilhe:

Segurança alimentar é tema central do Filmambiente 2013

Começa nesta sexta-feira, dia 30 de agosto e segue até quinta-feira, dia 05 de setembro, a terceira edição do

Realizado anualmente, o festival busca o debate e a difusão dos temas ambientais. O tema principal desta edição é “Do DDT e Hormônios à Segurança Alimentar”, que batiza uma das mostras.

Na mostra Planeta Ultrajado” estão filmes que apresentam os efeitos da ação humana sobre o planeta. Na “Será mesmo só ficção?” estão filmes de ficção recentes; na “Agir+Mudar”, estão os que abordam soluções encontradas por comunidades ou indivíduos para combater problemas recorrentes.

Se não bastassem os filmes, um incentivo à presença do público será a premiação com uma bicicleta àquele que assistir ao maior número de filmes durante o festival.

Os filmes foram selecionados entre mais de 500 títulos, que serão exibidos nos seguintes espaços:

  • Espaço Itau de Cinema (Praia de Botafogo 316 | Botafogo | tel: 2559 8775);
  • Instituto Moreira Salles – Rua Marquês de São Vicente, 478 | Gávea | tel: 3284 7400
  • Museu do Meio Ambiente – Rua Jardim Botânico, 1008 | Jardim Botânico | tel: 3204 2505; Istituto Italiano de Cultura – Av. Presidente Antônio Carlos, 40 | Centro | tel: 3534 4300 / 4333;
  • Arena Carioca Abelardo Barbosa Chacrinha – Rua Soldado Eliseu Hipólito, s/nº | Guaratiba;
  • Nave do Conhecimento no Parque Ecológico de Madureira – Parque de Madureira, s/nº – Altura da Rua Manoel Marques | tel: 3228 6938;
  • Comuna – Rua Sorocaba, 585 | Botafogo | tel: 2225 – 0362
  • Casa Sou I -Rua Paschoal Carlos Magno, 100 | Santa Teresa | tel: 3970 0985

 

Postado por ivanaccioly

1 Comentário | Comentar

Compartilhe:

Simulador online para uso de energia solar

Quem analisa a ideia de aderir à energia solar e gerar sua própria eletricidade pode testar online um simulador de consumo e potência com a instalação de um sistema fotovoltaico. É possível, por exemplo, verificar quanto pode ser economizado na conta de luz com a adesão ao sistema, assim como ter ideia sobre as áreas de telhado ou terreno necessárias para instalação de módulos fotovoltaicos. A ferramenta gratuita está em

O uso é bem simples, mas para fazer os cálculos é necessário ter à mão a conta de energia elétrica. Será solicitada a localização, os dados de consumo de kWh e o valor mensal pago. Esse conjunto permite ao sistema indicar qual é o potencial de geração fotovoltaica, a redução de emissão de CO2 e a área que será ocupada pelo sistema.

Veja aqui uma simulação:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O sistema foi criado pelo Instituto Ideal, com base na resolução da Aneel n°482 de 2012. Uma cartilha http://migre.me/ezutA oferece boas informações sobre a utilização da energia solar.

 

Postado por ivanaccioly

0 Comentários | Comentar

Compartilhe:

Tags:

Publicidade
Assine o RSS
Publicidade
?>