Publicidade

Jornal do Brasil

Papo de Ambiente – JBlog – Jornal do Brasil

Colapso hídrico e o Ecossocialismo em debate na Câmara de Vereadores do Rio

Em meio à crise de abastecimento de água que nos afeta, surgem opiniões as mais diversas, com diferentes soluções, como a da dessalinização da água do mar, sobre a qual falei aqui no post anterior. São opções que devem ser avaliadas sempre com os devidos descontos dos interesses comerciais de seus desenvolvedores e defensores.

Para a próxima semana, dia 26 de março, às 18 horas, está anunciado um debate que parece ser interessante, “Colapso hídrico e o Ecossocialismo”, na Câmara de Vereadores do Rio. A premissa da convocação é de eu a crise hídrica não é passageira e que está diretamente relacionada ao modelo de desenvolvimento global com a destruição da natureza.

Participarão o físico do clima e professor da Universidade Estadual do Ceará, Alexandre Araújo, o pesquisador da Fiocruz Alexandre Pessoa e os professores Carlos Vainer do IPPUR-UFRJ e Flávia Braga da UFRRJ.

A proposta do debate, que é organizado por dois parlamentares do PSOL, o vereador Renato Cinco e o deputado estadual Flavio Serafini, é discutir a questão da água por um viés político, econômico, social e ambiental alternativo ao vigente atualmente. Vou lá para conferir.  Depois digo o que vi. A entrada é livre.

 

Postado por ivanaccioly

0 Comentários | Comentar

Compartilhe:

Tags: , ,

Crise hídrica: é hora de dessalinização?

Está prevista para o fim deste mês uma conferência sobre dessalinização da água do mar para consumo no Brasil. O encontro vem no rastro da crise hídrica que atinge, além do tradicional nordeste, os estados do sudeste. A ideia de recorrer ao mar já foi levantada pelos governadores do Rio –Pezão- e de São Paulo – Alckmin. Mas será essa a melhor opção? Os custos, comparados com outras iniciativas possíveis no Brasil, a justifica?

O tema deve ser aprofundado. Afinal, nosso desperdício de água tratada para distribuição é absurdo. O professor da Coppe/UFRJ Paulo Canedo, hidrologia, fala numa média de 37% no país. No Rio de Janeiro, 1/3 do total e no Amapá 76%. Na região Norte chega a 50%. Além disso, medidas de uso racional nem são cogitadas. Seja pelos governos, seja pela população em seu cotidiano. As tubulações continuam vazando, as calçadas e carros continuam sendo lavados com mangueiras, as matas ciliares não são protegidas, os solos urbanos são cada vez mais impermeáveis, as águas das chuvas não são aproveitadas, os banhos continuam longos etc etc.

Os defensores do sistema lembram que já há experiências no país, como no caso da ilha de Fernando de Noronha, onde há produção de água potável a partir da água do mar. Mas, nesse caso, as condições geográficas são bem diferentes das encontradas no resto do país. Além do sempre citado exemplo de Israel, também há a dessalinização da água em dezenas de países, que atenderiam hoje há cerca de 300 milhões de pessoas.

Vale lembrar, contudo, que o Brasil conta com 12% da água doce de superfície do mundo, além das reservas de mais de 20 aquíferos, dois entre os maiores do mundo e um bom volume de chuva. Elementos que devem ser avaliados para uma decisão de investimento.

A conferência “Reuso de Água e Dessalinização para o Desenvolvimento da América Latina” será realizada pela Associação Internacional de Dessalinização nos dias 23 e 24 de março no Windsor Atlântica Hotel, no Rio de Janeiro.

Alguns números:

300 milhões de pessoas têm acesso à água potável graças aos métodos de dessalinização.

  • As maiores capacidades instaladas (em milhões de metros cúbicos de água por dia) são: 1º – Arábia Saudita – 13,3; 2º – Estados Unidos – 10,6; 3º – Emirados Árabes – 8,9; 4º – Espanha – 5,8; 5º – China – 4,7; 6º – Kuwait – 2,9; 7º – Austrália – 2,1; 8º – Argélia – 2,1; 9º – Israel – 1,9; 10º – Catar – 1,8; 19º – Brasil – 1,1
  • 2.750 sistemas de dessalinização em poços subterrâneos existem no Brasil. Eles se concentram em 8 estados: Bahia – 32%; Ceará – 18,5%; Pernambuco – 14%; Paraíba – 7,7%; Minas Gerais – 4,7%; Rio Grande do Norte – 5,6%; Piauí – 5,5%; Sergipe – 2%
  • Quanto mais ao sul, mais doce é a água do subsolo
  • No Brasil, o número de sistemas mais que duplicou de 2012 a 2014, passando de 1.200 a 2.750 sistemas de dessalinização.
  • A usina de dessalinização de Fernando de Noronha produz 650 m³ de água potável por dia.
  • 100% da água dessalinizada em Fernando de Noronha é consumida pela população do arquipélago, 2.884 pessoas.
  • Fonte: Superinteressante; Edição 343 – fevereiro de 2015; página 16;Dessalinização de Água

 

Postado por ivanaccioly

0 Comentários | Comentar

Compartilhe:

Tags: , ,

Cursos online gratuitos sobre mobilidade urbana e transportes

Quem deseja aprender um pouco mais sobre mobilidade urbana e transportes, pode participar de cursos online gratuitos oferecidos pelo “Solutions”, um projeto para troca de experiências entre cidades de todo o mundo. A próxima turma, a partir de 20 de fevereiro, abordará os veículos elétricos. Os cursos são em inglês com inscrições no site do Solution.

Como informa o site Embarq Brasil, fonte desta notícia, “o projeto Solutions é composto por 15 cidades, organizadas em três grupos. O das cidades líderes por já terem implantado boas práticas em mobilidade urbana: Curitiba (Brasil), Budapeste (Hungria), Barcelona (Espanha), Bremen (Alemanha) e Hangzhou (China). Elas têm como incumbência compartilhar experiências com o grupo das cidades empreendedoras: Belo Horizonte (Brasil), Guiyang (China); Kochin (Índia); Leon (México) e Kocaeli (Turquia).

As cidades dos dois grupos trabalham em cooperação ao longo do projeto, com troca de conhecimentos, boas práticas e estímulo à adoção de soluções para o transporte sustentável. As parcerias foram estabelecidas em abril de 2014, como a primeira etapa do projeto. São elas: Bremen e Belo Horizonte; Budapeste e Kocaeli; Curitiba e Leon; Barcelona e Guiyand; Hangzhou e Kochin.

O terceiro grupo é formado por dez cidades em treinamento: Amã (Jordânia); Casablanca (Marrocos); Durango (México); Hanoi (Vietnã); La Serena (Chile); Matale (Sri Lanka) e São José dos Campos (Brasil).

 

Postado por ivanaccioly

0 Comentários | Comentar

Compartilhe:

Tags: ,

Energia solar no mar de Búzios

A versão brasileira do desafio de barcos movidos à energia solar acontece entre 12 e 16 de novembro no município de Búzios. Participarão da sexta edição do evento, com suas embarcações elétricas, 23 equipes de sete estados (Pará, Ceará, Pernambuco, Bahia, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Rio Grande do Sul).

A promoção é da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em parceria com a concessionária Ampla, apoio da prefeitura de Búzios e incentivo da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer do Rio de Janeiro. Na sequência, 17 e 18 de novembro, a cidade realiza o 4º Encontro Endesa Brasil de P&D e Eficiência Energética, com participação de especialistas sobre o setor elétrico.

Boa iniciativa para divulgar as aplicações da tecnologia.

Postado por ivanaccioly

0 Comentários | Comentar

Compartilhe:

Tags: ,

Recolhimento de lixo eletrônico até 30 de junho

Segue até 30 de junho a campanha de recolhimento de lixo eletrônico, promovida pelo TI Rio (Sindicato das Empresas de Informática do Rio de Janeiro) em parceria com a Secretaria de Estado do Ambiente(SEA).

Quem tiver computadores, notebooks, netbooks, tablets, celulares, scanners, impressoras, mouses, monitores, caixinhas de som, cabos etc deve entrar em contato com os organizadores da iniciativa pelo e-mail comunicacao@tirio.org.br para agendar a sua entrega de segunda a sexta-feira, das 10 às 17horas.

Segundo informa o TI Rio, na campanha de 2013 foram arrecadadas 6,1toneladas de lixo eletrônico. Em todo o mundo, segundo a ONU, este lixo representa cerca de 5% do total descartado, com crescimento anual na casa das 40 milhões de toneladas.

Os itens recolhidos serão encaminhados ao projeto Fábrica Verde para recuperação ou reciclagem.

 

Postado por ivanaccioly

1 Comentário | Comentar

Compartilhe:

Tags: , ,

Energia solar carrega baterias de celulares

Para quem volta e meia fica sem celular na rua no meio do dia devido à falta de carga, uma boa notícia vem de Nova Iorque. Segundo publicado no Promoview (http://migre.me/fzEv5), a cidade ganhará estações móveis de recarga movidas a energia solar.

Uma unidade já funciona em Fort Green Park, no Brooklyn. São postes com quatro suportes para apoio e recarga dos celulares por meio de conexão USB, mini USB, iPhone 4 e iPhone 5.

As estruturas contam com três placas fotovoltaicas de 15 watts e baterias que armazenam a energia produzida. Segundo a matéria, as beterias são carregadas em até quatro horas nos dias de sol e são capazes de absorverem raios UV quando os dias estão nublados.

As criadoras das unidade são a Goal Zero, empresa que produz carregadores solares; AT&T, da área de telefonia; e o estúdio de design Pensa.

 

Postado por ivanaccioly

0 Comentários | Comentar

Compartilhe:

Simulador online para uso de energia solar

Quem analisa a ideia de aderir à energia solar e gerar sua própria eletricidade pode testar online um simulador de consumo e potência com a instalação de um sistema fotovoltaico. É possível, por exemplo, verificar quanto pode ser economizado na conta de luz com a adesão ao sistema, assim como ter ideia sobre as áreas de telhado ou terreno necessárias para instalação de módulos fotovoltaicos. A ferramenta gratuita está em

O uso é bem simples, mas para fazer os cálculos é necessário ter à mão a conta de energia elétrica. Será solicitada a localização, os dados de consumo de kWh e o valor mensal pago. Esse conjunto permite ao sistema indicar qual é o potencial de geração fotovoltaica, a redução de emissão de CO2 e a área que será ocupada pelo sistema.

Veja aqui uma simulação:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O sistema foi criado pelo Instituto Ideal, com base na resolução da Aneel n°482 de 2012. Uma cartilha http://migre.me/ezutA oferece boas informações sobre a utilização da energia solar.

 

Postado por ivanaccioly

0 Comentários | Comentar

Compartilhe:

Tags:

Inscrição para programa na Amazônia, com bolsa, aberta até 4 de janeiro

Estão abertas até 4 de janeiro as inscrições para concorrer ao programa Pró-Amazônia-Biodiversidade e Sustentabilidade, lançado pelo Ministério da Educação, por meio da Capes.

O objetivo é estimular projetos de pesquisa na região e fomentar a formação de doutores na região Norte.  Segundo o MEC, os projetos podem incluir áreas temáticas em agroecologia, água e recursos hídricos, biotecnologia, engenharias, fármacos, recursos pesqueiros, recursos naturais, saúde, segurança alimentar e sustentabilidade dos núcleos urbanos.

As propostas aprovadas receberão bolsas de iniciação científica, doutorado, pós-doutorado e professor visitante nacional, além de contarem com recursos de custeio para a execução.

 

 

Postado por ivanaccioly

0 Comentários | Comentar

Compartilhe:

Tags: , , ,

Tecnologia e preservação ambiental em destaque na feira sobre oceanos

Um globo terrestre que apresenta os principais fenômenos naturais, tais como os furacões, o degelo da calota polar, a elevação do nível do mar e as correntes marítimas de forma interativa; um painel acústico com as gravações dos sons de animais captados por um hidrofone no fundo do mar; um robô ambiental híbrido, um ski utilizado na Antártica e uma boia meteoceonográfica são algumas das atrações da VII Feira Técnico-científica Brasil Oceano que acontece até sexta-feira, dia 16, no Centro de Convenções Sul América, no Rio de Janeiro.

Paralela ao V Congresso de Brasileiro de Oceanografia, reúne 40 expositores e apresenta um pouco sobre os mares, que ocupam 70% da superfície do planeta. Além das técnicas e equipamentos de ponta na exploração marítima, são expostas informações sobre projetos de preservação como o Tamar, o Albatroz, o Ilhas do Rio, o Robalo, o Meros Brasil, o Coral Vivo e o Programa Mosaico.  Também é possível obter detalhes sobre projetos e pesquisas realizados na Antárctica e nos arquipélagos de São Pedro e São Paulo e de Trindade.fotos de Luiz Coseca Santos

Outras atrações são os equipamentos de última geração utilizados em pesquisas e sondagens, especialmente pelas empresas petrolíferas.

 

Postado por ivanaccioly

0 Comentários | Comentar

Compartilhe:

Tags: , ,

Publicidade
Assine o RSS
Publicidade
?>