Publicidade

Jornal do Brasil

Blog do Reinaldo - JBlog - Jornal do Brasil

Rio, 29 de junho de 2017. Pedro, o santo de ponta-cabeça

Hoje é Dia de São Pedro, o santo que é tudo: pescador, ex-pecador, nome de vinho caríssimo, fundador da Igreja Católica, chave de ouro das festas juninas..

Pedro morreu de cabeça para baixo. Chamava-se Simão, ou Simeão. Nasceu em um vilarejo da Galileia, levou a vida de moço como homem comum, pescador e pecador, até que junto com o seu irmão André foi convocado por João Evangelista para fazer parte do grupo mais próximo de seguidores de Cristo. E tornou-se um dos apóstolos preferidos por Jesus, que admirava sua liderança firme e lhe deu o nome de Pedro.

Um dos vinhos mais caros do mundo, o Château Petrus, é uma homenagem a São Pedro. No rótulo está estampada a imagem dele segurando as chaves do céu. (Com esse vinho na taça, eu acho que as aqui da terra também!)

 

Petrus, também significa pedra, rocha.  Jesus (lhe) teria dito: “És Pedro! E sobre esta rocha construirei minha Igreja”.

E assim aconteceu. Ele é considerado o fundador da Igreja Católica Romana e está perpetuado na extraordinária construção do espaço central da Praça do Vaticano, em Roma — a Basílica de São Pedro — que além de símbolo do Catolicismo, abriga tesouros da criatividade artística. Apenas um exemplos: a Pietá, de Michelangelo.

 

Mas a sua proximidade com Cristo e a sua liderança, exasperaram o Imperador — Nero — que ordenou a sua execução. Até aí, nenhuma surpresa. A surpresa veio do pedido de Pedro: ele queria (e foi atendido) ser crucificado de cabeça para baixo, por se julgar indigno de morrer na mesma posição de Cristo.

Vejam, abaixo, a reprodução da belíssima tela de Caravaggio (16001) que justifica o título.

sao-pedro

Morreu com 64 anos (muitos anos depois de Cristo) e o seu túmulo encontra-se sob o altar central da Basílica que leva o seu nome.

São Pedro, como Santo João e Santo Antonio, em ordem inversa,  são os âncoras das festas juninas no Brasil, embora Santo Antonio e São João sejam mais populares quando se acendem as fogueiras.

Em compensação, São Pedro é, ainda,  porteiro do céu e padroeiro dos pescadores. No imaginário popular e, nas comunidades pesqueiras do Norte e Nordeste do Brasil, São Pedro é comemorado em alto-mar, com uma procissão em meio às ondas (até de rios), como nesta imagem, no “rio-mar-amazonas”.

PROCISSÃO DE SÃO PEDRO PERCORRE O RIO NEGRO. FOTO de BRUNO KELLY / A CRÍTICA

E para os católicos que praticam orações, rezem esta:

“Glorioso apóstolo São Pedro, com suas 7 chaves de ferro abra as portas dos meus caminhos, que se fecharam diante de mim, atrás de mim, à minha direita e à minha esquerda. Abra para mim os caminhos da felicidade, os caminhos financeiros, os caminhos profissionais e me dê a graça de poder viver sem os obstáculos.  Que assim seja. Amém.”

Compartilhe:
Comentar

Comentar:

?>